sábado, novembro 1

A Soberania de Deus e o Livre-Arbítrio Humano. Lição 05 – CPAD - 4.º Trimestre

A Soberania de Deus e o Livre-Arbítrio Humano.

Lição 05 – CPAD - 4.º Trimestre Autor: Osvarela.

O Deus Soberano ao criar suas criaturas deu-lhes o direito de ter consciência daquilo que lhes seria melhor, ao apresentar-se a si mesmo como Parâmetro de Santidade. Assim, todos os seres criados pelo Deus Soberano puderam conscientemente reconhecer Deus como Soberano, Anjos, Arcanjos, Querubins e Serafins e até o Homem, criado um pouco menor do que os anjos, possui esta faculdade maravilhosa e determinadora de seu futuro: O Livre Arbítrio.Osvarela.
Texto Áureo:
Dt.10.17: Pois o Senhor vosso Deus, é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem recebe recompensas;
Leitura Bíblica em Classe: Is. 43.11-13;Ef. 1.4,5; Jo.3.16
PONTOS DE ESTUDO:
Graça irresistível
Soberania de deus
Decreto divino
Atributos divinos únicos.
Livre-arbítrio.
O Mal e sua origem.
Sobre o Mal e sua origem veja o que diz o Prof. Pr. M. Meister – PIB.
Parece estranho começar falando da Soberania de Deus e Livre-Arbítrio, com um enunciado sobre o Mal, mas é pertinente se nós olharmos as demais doutrinas em conjunto com a Soberania de Deus sobre o Universo como UNO, sob sua Direção soberana, nada acontece sem a permissão ou ação de Deus, Ele é o Regente de tudo.
Diz o Pastor e PROF. MAURO MEISTER:
"Estudiosos representando várias escolas de pensamento e interpretação têm mostrado um grau de concordância sobre a idéia de que o termo "caos" em Gênesis 1.2 introduz o pensamento de que o mal estava presente de algum modo ou forma no estágio mais remoto da existência do cosmos. "
DIZ AINDA M. MEISTER:
O texto bíblico também não oferece informações explícitas a respeito da origem do mal.
AINDA USANDO MEISTER:
"Satanás tinha a potencialidade e a liberdade como criatura de Deus para se rebelar contra Deus, para se opor a ele em seu reinado, e para buscar para si o controle do reino cósmico de Deus."; "Isto pode ser dito com certeza: Satanás apresentou a Adão e Eva o pecado e o mal e, assim o introduziu no mundo bem feito e ordenado da humanidade."
Aí está, em uma das discussões principais do livre-arbítrio, a questão do querer e fazer, dos seres criados por Deus, com liberdade de escolha.

DEUS:
Aqui uma boa pitada calvinística, sobre a Soberania de Deus agindo como quer, mas sob a Luz da sua divina justiça e Graça.
A característica mais ampla e perfeita de Deus é:
SOBERANIA.
“Tudo o que o SENHOR quis, ele o fez, nos céus e na terra” (Salmos 135:6).
A Soberania de Deus é absoluta e irresistível: Daniel 4:35:Todos os habitantes da terra são por ele reputados em nada; e segundo a sua vontade ele opera com o exército do céu e os moradores da terra; não há quem lhe possa deter a mão, nem lhe dizer: Que fazes?
A Soberania de Deus é verdadeira não só hipoteticamente, mas de fato.
Isto quer dizer, Deus exercita Sua soberania, e a exercita tanto na esfera natural quando na espiritual.

O exercer da Soberania de Deus, sobre os homens e a terra:
Um nasce negro, outro branco.
Um nasce em riqueza, outro em pobreza.
Um nasce com um corpo saudável, outro enfermo e defeituoso. Um é cortado na infância, outro vive até a velhice.

Soberania na vida humana:
Mt.10.30: E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados.
Mt.5.36: porque não podes tornar um só cabelo branco ou preto.
Pv.169 O coração do homem propõe o seu caminho; mas o Senhor lhe dirige os passos.
Lc.21. 18 Mas não se perderá um único cabelo da vossa cabeça.
Sobre o Universo - Terra:
At.7.49: O céu é meu trono, e a terra o escabelo dos meus pés.
A um são dados cinco talentos, a outros só um.
Em todos estes casos é Deus o Criador que faz com que um seja diferente do outro, e “
ninguém pode deter Sua mão”.
É assim também na esfera espiritual.
Um nasce em lar piedoso e é criado no temor e na admoestação do Senhor; o outro é nascido de pais criminosos e é criado no meio do vício. Mas, necessário dizer: “de que se queixa pois o homem vivente? Queixe-se cada um seus próprios pecados” –
Lm 3.39
Um é objeto de muitas orações, por outro não se ora. Um ouve o Evangelho desde a infância, outro nunca o ouve.
Um senta-se sob o ministério de alguém que ensina as Escrituras, outro não ouve anda senão erros e heresias. Daqueles que ouvem ao Evangelho, um tem o seu coração “aberto pelo Senhor” para receber a verdade, enquanto outro é deixado para si mesmo, pelo seu livre-arbítrio.
Para quem Deus quer, Ele mostra misericórdia, e para com quem Ele quer, Ele “endurece” (Romanos 9:18).

Suserano:
Ele é o Suserano do Universo [Soberano de reis e dos que se acham soberanos].
Controla todas as coisas e as coloca onde quer como quer e a hora que quer, ninguém pode impedi-lo em realizar a sua vontade.
O Deus-Trino, pela Sua Soberania e amor criou todo os Exércitos dos Céus, o mundo cósmico, incluindo a terra e o homem. Quando dizemos pela Sua Soberania queremos dizer que Deus não necessitava de nada disto na sua essência de Deus, Ele bastava a si próprio, mas quis repartir sua existência com os homens e todo reino cósmico.
O Deus que as escrituras nos apresenta é o Deus Todo-Poderoso, Soberano, o Deus que falou é todas as coisas foram criadas só pela sua palavra, o Deus, que questiona
JÓ :38.4 “Onde estavas tu quando Eu fundava a terra?”.
O Deus que o mundo precisa conhecer e que estamos estudando é:
Infinito em sabedoria
Em santidade
Vontade imutável e irresistível
Soberano absoluto - Suserano

Com diversidade de atributos únicos:
Incomunicáveis como a sua auto-existência- na qual não tem comparação no homem
Comunicáveis:
Amor;
Justiça.
Sua Glória - Única, Transcendente e Pessoal
Perfeição:
Infinitude;
Auto-existente;
Imutabilidade.

A Sua Soberania:
Através de:
Sua Onipotência;
Onipresença;
Eternidade;
Onisciência.

A Santidade (bondade) de Deus:
Invejada por Lúcifer, mas que, não poderá jamais alcançada por ele, pois Deus é Separado de tal forma que em si mesmo é um padrão de perfeição, pureza, verdade, justiça, retidão, bondade, e toda perfeição moral.
Mas dentro desta Santidade não é permitido o pecado, advindo então características de :
Retidão;
Justiça;
Ira.

O Amor de Deus:
O Agapê de Deus é a sua ação pelos indignos, para os quais se moveu, pela ação do Espírito Santo na Obra redentora de Jesus Cristo na Cruz do Gólgota.
Demonstrados pela bondade, misericórdia e enunciado através de Aliança com o Homem.
Por tudo isto esta lição nos ensina:
Devemos servir à Deus;
Devemos adorá-lo;
Devemos proclamá-lo.
Escrevendo estas reflexões espero que elas fiquem gravadas nos nossos corações para podermos entender, conhecer, termos a revelação divina da regeneração, a fim de servimos e adorarmos e amarmos melhor à Deus.

Soli Deo Gloria!
O Homem:
Dependente, criatura, mortal, carente da misericórdia de Deus e da ação deste Deus, não apenas sobre a sua própria existência, como da ação de Deus sobre todo o Cosmo, das quais ele, homem, passa ser dependente, porém como ser criado é coroa da criação de Deus. Pelo amor e misericórdias divinas o homem é objeto do cuidado especial de Deus, com todo o Cosmo.
No plano divino há espaço especial para este minúsculo planeta e seus habitantes.
Como diz o profeta
Isaías: 63.15: Atenta lá dos céus e vê, lá da tua santa e gloriosa habitação; onde estão o teu zelo e as tuas obras poderosas? A ternura do teu coração e as tuas misericórdias para comigo estancaram.
Reconhecendo que se as misericórdias de Deus se estancam, o homem morre.
O escritor de Lamentações de Jeremias diz:

Lm. 3. 21.ss: Torno a trazer isso à mente, portanto tenho esperança. A benignidade do Senhor jamais acaba, as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã....portanto esperarei nele...Bom é ter esperança, e aguardar em silêncio a salvação do Senhor....Que se assente ele, sozinho, e fique calado, porquanto Deus o pôs sobre ele. Ponha a sua boca no pó; talvez ainda haja esperança...o Senhor não rejeitará para sempre. Embora entristeça a alguém, contudo terá compaixão segundo a grandeza da sua misericórdia. Porque não aflige nem entristece de bom grado os filhos dos homens.
A atividade humana e o Livre-arbítrio:

Pv.19.2: Não é bom agir sem refletir;

Para que o homem possa entender a liberdade dada por Deus é necessário que ele entenda esta passagem bíblica pequenina.
Entender como?
Teologicamente. Quando falamos ou usamos o termo teologicamente, muitos pensam que necessita de muito estudo sobre livros e livros,mas não. Estamos falando do pensamento que Paulo diz está inserido no coração do homem, desde que ele foi criado e revelado de várias maneiras por Deus, ao homem.
“sensus divinatis” - voltamos a Paulo em Rm., há um senso comum da existência de deus em todo ser humano ainda que uns não o reconheçam como o Deus da Bíblia, mas este senso é por assim dizer universalmente antropológico;
Ou seja, entender que tudo o que ele for fazer, depende da ação sob a ótica do que Deus determinou em sua soberania do que é mal ou do que é bom.Este é o pensamento teológico real, baseado na mente de Deus e nós temos a mente de Cristo.

Eclesiastes 6.12: Porque, quem sabe o que é bom nesta vida para o homem, durante os poucos dias da sua vida vã, os quais gasta como sombra? Pois quem declarará ao homem o que será depois dele debaixo do sol?
Mostra a falibilidade humana, mesmo com o livre-arbítrio e a soberania de Deus em sua Onisciência.
Enquanto o homem só vê o que está diante de seus olhos, Deus vê muito mais além, perscruta mentes e corações, tempos e estações.

Isaías 65. 2: Estendi as minhas mãos o dia todo a um povo rebelde, que anda por um caminho que não é bom, após os seus próprios pensamentos;
Deus pode cobrar em justiça divina a sua soberania sobre o homem, através das suas Obras originadas do Livre-Arbítrio:
Mq.6.8: Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o Senhor requer de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a benevolência, e andes humildemente com o teu Deus?
O LIVRE-ARBÍTRIO E A QUESTÃO SALVÍFICA COM PREDESTINAÇÃO:
Os que utilizam-se da Doutrina da Predestinação, tomam como base o seguinte texto bíblico:
"Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho... E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou." (Rm 8:29-30)
A Bíblia nos diz que Deus é dotado de um desejo salvifíco que atinge a todos os homens, onde será que este desejo encontra resistência e não se cumpre em todos os homens?
I Tm.2. 4: o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.
Quando Jesus foi crucificado os que foram ver o espetáculo da crucificação, muitos zombavam dizendo palavras duras, à respeito da veracidade de Jesus como, O Cristo. Poderiam todos ter tido a ótica do ladrão da direita, mas ficaram ao lado do erro.
Mc.15.32: desça agora da cruz o Cristo, o rei de Israel, para que vejamos e creiamos, Também os que com ele foram crucificados o injuriavam.
A Bíblia nos ensina:
Dizer que Deus não sabe quem o escolherá é difícil, pois Ele está no futuro, passado e presente, como atributo intrínseco de sua divina pessoa. Sobre nossos dias Leia Salmos 139.
Ora, se ao homem é dado o livre-arbítrio para exercer suas escolhas, também nesta área referente a sua salvação e vida eterna, com Deus ou em sofrimento lhe foi dado o direito de escolha.
Hb.11. 6: Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe,
Mt.22. 14: Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.
Mt.24. 24: porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.
Mas, para a questão pessoal da salvação parece que nós, de fato, desconhecemos o nosso próprio coração, é natural que o homem, posa estabelecer por sua vontade a questão da sua salvação.
Jr.17.9: Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?
Sl. 64. 6: Planejam iniqüidades; ocultam planos bem traçados; pois o íntimo e o coração do homem são inescrutáveis.
Job 31. 27 e o meu coração se deixou enganar em oculto...
Sl.119. 70 Torna-se-lhes insensível o coração como a gordura;
Pv.28.14: Feliz é o homem que teme ao Senhor continuamente; mas o que endurece o seu [coração ]virá a cair no mal. 26 O que confia no seu próprio coração é insensato; mas o que anda sabiamente será livre.
Deus elegeu o homem, dentre todas as suas criações conscientes, para que o homem fosse alvo de seu integral amor, fosse seu companheiro nesta Terra [vide Gn.], para que o homem fosse alvo das benesses divinas ao seu dispor por Deus.
Tt.1.1: Paulo, servo de Deus, e apóstolo de Jesus Cristo, segundo a fé dos eleitos de Deus, e o pleno conhecimento da verdade que é segundo a piedade,
Lc.18. 7: E não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que dia e noite clamam a ele, já que é longânimo para com eles?
A eleição é para todos, PORÉM só a alcança e toma posse os que têm fé em Jesus Cristo, sem restrição, sendo feitura sua [imagem e semelhança], fomos convocados por um decreto divino:
EFÉSIOS 2.1.ss: Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados [só a soberana vontade de Deus poderia nos resgatar deste charco de pecado, aos que crêem em seu nome: João 1. 12 Mas, a todos quantos o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus...], nos quais outrora andastes, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos de desobediência, entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como também os demais. Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus, para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça, pela sua bondade para conosco em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie. Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas.
Quem nos chamou para sua Graça e salvação, e escolheu não fomos nós mas, Deus pela sua Soberania:
II Pe.1.3 visto como o seu divino poder nos tem dado tudo o que diz respeito à vida e à piedade, pelo pleno conhecimento daquele que nos chamou por sua própria glória e virtude;
Conclusão:
A predestinação é uma convocação soberana de Deus à todos os homens, mas pelo Livre-arbítrio, alguns deram crédito à ‘nossa pregação’ e aceitam e aceitaram esta escolha decretada por Deus.
Ap.3. 20: Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.
Podemos ver a questão da Graça irresistível de deus no primeiro livro da Bíblia, quando Deus fala com Caim sobre a decisão que está em seu coração, em matar o seu irmão:
Gn.4. 6.ss: Então o Senhor perguntou a Caim: Por que te iraste? e por que está descaído o teu semblante? Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar.
Caim Teve oportunidade mas usou o seu livre-arbítrio para pecar.

Ação de Deus na Pessoa divina do Espírito Santo.
João 16.8: E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo:
Seria necessário maior espaço e continuidade para estabelecermos as diversas noções sobre Predestinação e Soberania de Deus e como os nossos irmãos calvinistas utilizam o pensamento sobre a Graça Irresistível de Deus.
Descrição sobre a Predestinação, segundo ‘site’ sobre conceitos nesta área, de cada fé, veja a posição Assembleiana:
Assembléia de Deus

Não podemos predestinar algumas pessoas à perdição ou salvação, não no sentido absoluto. Isso limitaria a expiação de Cristo, e sabemos que ele morreu por todos. Também faria nulo o arbítrio do homem e constituiria fatalismo, o qual é erro puro. A salvação é para quem quiser. (Jo 3:16).Ver também: I Tm 4:10 e Ap 22:17

Ficamos por este ponto, em função do dito acima.
Leia ainda o ligeiro conto:
Predestinação e Livre Arbítrio

Certa vez Predestinação disse a Livre Arbítrio: -Vai pregar em Nínive. Mas Livre Arbítrio resolveu que era melhor ir para Társis e não arriscar sua vida com gente que era muita má e acabaria sendo perdoada por Predestinação. Predestinação então mandou uma tempestade sobre o Navio em que estava Livre Arbítrio, que foi atirado ao mar. Predestinação providenciou um grande peixe para apanhar Livre Arbítrio e deixá-lo pensar melhor sobre a ordem de Predestinação. Depois de três dias pensando Livre Arbítrio decidiu que seria melhor obedecer a Predestinação e então foi vomitado pelo grande peixe em uma praia donde saiu para pregar aos habitantes de Nínive. Predestinação ouviu o clamor de Nínive e resolveu não destruí-los, mas Livre Arbítrio ficou muito chateado com isso, então Predestinação mostrou-lhe que todo aquele que se arrepende e se chega a ELE recebe perdão e misericórdia e também que Predestinação dá muito valor ao ser humano e a uma qualidade que todos deveriam ter: OBEDIÊNCIA.
Conta-se que depois de muito tempo Predestinação ficou zangado com uma cidade cheia de Livre Arbítrios que antes se converteram a Predestinação, inclusive seu rei, mas agora estavam vivendo na idolatria e na violência, então Predestinação os destruiu a todos e varreu sua cidade da face do mapa.
Fonte e Bibliografia:
Teologia Bíblica – Andrew Jumper.
Mauro Meister
Dados; Apontamentos e Estudos do editor.
O. Varela - SBC.04-03-06 SP-BR
Prof. Pr. João Alves

Grande parte do material utilizado é de posse do autor em seus estudos teológicos.

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical