quinta-feira, dezembro 13

A BÍBLIA SAGRADA

A Bíblia Sagrada
Autor: Osvarela
Nesta semana, no segundo domingo do mês de dezembro, comemoramos o Dia da Bíblia.Sem dúvida alguma, nós que lidamos com este livro especial de dupla autoria, divina e humana, fomos por ele ensinados e pela suas palavras convencidos pelo Espírito Santo, e através dele, reconhecemos o senhorio de Jesus Cristo em nossas vidas.
Por este livro: Bíblia Sagrada, se acendeu em nossos corações, uma chama, conhecida por Fé.
Foto de manuscritos achados em Qumran
A Bíblia é a nossa fonte externa de todo o conhecimento teológico (Principium cognoscendi externum).
A Bíblia é a Palavra de Deus inspirada e a única fonte confiável de conhecimento teológico.
É a revelação de Deus ao homem, a respeito de si mesmo e das suas relações para com a sua obra.
É a palavra de Deus inspirada, infalível e inerrante, sendo assim autoritativa.
Ela se impõe com a própria autoridade divina como a única regra de fé e prática, a norma ou padrão pelo qual todas as coisas devem ser julgadas. Deus dixit: causa finita est (Deus falou: assunto encerrado).
A autoridade da Escritura Sagrada, razão pela qual deve ser crida e obedecida, não depende do testemunho de qualquer homem ou igreja, mas de si mesma e de Deus, por ser a Palavra de Deus.
PORQUE A BÍBLIA É ESPECIAL?
Especial porque é a Palavra de Deus.
Falar da Bíblia é especial porque ela é especialmente inspirada por Deus para o homem.
Especial porque passou pelo hálito de Deus – Inspirada; 2 Tim. 3.16: Paula a chama de “sagradas letras” e afirma que “toda Escritura é inspirada por Deus” (pasa graphe theopneustos).
Especial porque é a Revelação de Deus a humanidade.
Especial pela sua própria história secular.
Especial porque é um livro vencedor de muitas batalhas seculares.
Especial porque é o livro de maior tiragem no mundo, o maior Best-seller, jamais publicado.
Especial porque foi o primeiro livro que passou no prelo gráfico de Gutemberg.
Especial porque foi escrita por, uma vasta gama de homens de diferentes épocas e profissões:

Reis
Boieiros
Médico
Pastor
Libertador - Príncipe do Egito
Diplomata
Fiscal de impostos
Pescador
Sacerdote
General
Exilados
Perseguidor
Mestre de Sinagogas

Especial porque se tratar sem dúvida, da mais demorada obra literária e do mais demorado livro a ser completado e ser completo apesar de tudo, sem contradições no seu assunto.
Especial por ter um hiato secular de 400 anos entre um e outro volume.
Especial porque mesmo com este hiato o assunto não se perdeu.
Especial porque pode ser encontrada nas salas dos Fóruns judiciais, nos Congressos de Países, na cabeceira do enfermo nos hospitais, e na cabeceira do viajante, na casa do rico e na casa do pobre.
Especial porque há um Cordão Dourado ou de Sangue Remidor, que liga todos os fatos nela contidos – Jesus Cristo – O Salvador da Humanidade.
Especial porque revela esta promessa, Jesus Cristo veio para Salvar a todo que Nele crer.
Especial porque anteavisa à Ciência, aquilo que a própria ciência só descobriu posteriormente.
Especial porque não sendo um livro de arqueologia, química, saúde pública, medicina, aeronáutica, física, meteorologia, matemática, história ou geografia, ou um livro jurídico, todos os que estudam estas Ciências tem que passar obrigatoriamente pelas suas páginas, seja para descobrir um lugar, um vazio de tempo da cronologia mundial, estudar os povos antigos, localizar cidades antigas, conhecer o Orion ou o Setestrelo (astronomia), conhecer de saúde pública.
Especial porque ela a si mesma se interpreta, é o único livro que tem esta propriedade.
Especial porque, foi, é e será sempre transformadora daqueles que crêem nas suas Palavras.
Especial porque como disse Paulo: “Pois tudo quanto, outrora, foi escrito para o nosso ensino foi escrito, a fim de que, pela paciência e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança” (Rm 15.4).
Leia a Bíblia.
Divulgue a Bíblia.
Dê uma Bíblia de presente.
UMA DESCOBERTA ESPECIAL, PARA UM LIVRO ESPECIAL:

Era o Séc. XV, e Johannes Gutenberg estava em sua joalheria na cidade de Strasburg, na Alemanha.
Enquanto Johannes polia uma pedra e a colocava na direção da luz, pensava no quanto adoraria ter um bom livro para ler. Mas no século XV os livros eram manuscritos, e por isso eram raros e muito caros.
As idéias fervilhavam na cabeça do joalheiro Johannes, que não gostava nada do fato de só os sacerdotes e nobres poderem ter livros. Tinha que ter um jeito de se reproduzir livros mais rápido e mais barato! Johannes continuava trabalhando quando pegou um anel com sinete, um carimbo que se usa para selar cartas.
Na mesma hora teve uma idéia!
Fundir o anel, formando um desenho em alto relevo foi a idéia de Johannes, que correu para pôr em prática seu plano.
Como o resultado ainda não deixou Johannes Gutenberg satisfeito, entalhou as letras em uma madeira e pintou as partes em relevo. Eureka! Johannes Gutenberg havia acabado de inventar a imprensa!
Logo Gutenberg perceberia que a madeira não duraria muito e trocaria os blocos de madeira por outros de metal.
Gutenberg logo imprimiu por 300 cópias da Bíblia.
Hoje muitos sabem que Gutenberg foi o inventor da imprensa, mas não sabem que a Bíblia foi o primeiro livro impresso por ele.
A Bíblia de Gutenberg, primeiro livro impresso no mundo, foi ao prelo em 1454 e tinha 1282 páginas. Das trezentas primeiras Bíblias que ele imprimiu, ainda existem 45 no mundo.
Fontes:
Apontamentos do editor;
Adaptação de entrevista do Pr. Fernando Iglesias (IADST) com Rodrigo Pereira Silva, Doutor em Teologia e com especialização em Arqueologia na Universidade Hebraica de Jerusalém;
Andrew Jumper – ITBI
Autor: Min. do Evangelho das Assembléias de Deus; Professor de teologia; Pós-Graduado em Bíblia.

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical