terça-feira, dezembro 18

SETE PONTOS PARA ENTENDER A PROMESSA DA SEGUNDA VINDA DE CRISTO

A PROMESSA DA SEGUNDA VINDA DE CRISTO
SETE PONTOS PARA ENTENDER A PROMESSA
Lição 10 – CPAD Autor do comentário: Osvarela
Texto Áureo: Atos 1.11: os quais lhes disseram: Varões galileus, por que ficais aí olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi elevado para o céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.
Verbetes:
Parousia – gr. vinda – termo técnico significando o Segundo Evento de Jesus, nunca foi usado para descrever a sua primeira vinda.originalmente era termo oficial para a visita de uma pessoa de alta posição, especialmente um rei. Tratava-se de uma chegada que incluía uma presença permanente do que vinha.
To menon – gr. que permanece - II Co. 3-3,11
Allos – gr. outro da mesma espécie e qualidade.
INTRODUÇÃO:
A Igreja de Jesus espera ansiosa, como o Apóstolo Pedro diz, aos impacientes em sua Epístola II Pd.3...sabendo primeiro isto...nos últimos dias virão escarnecedores...dizendo...Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação...O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia...Nós, porém, segundo a sua promessa, aguardamos...
Aguardamos o mais espetacular Evento, jamais acontecido em toda a Terra.
O dia em que a multidão dos remidos mortos ou vivos, num abrir e fechar de olhos, deixarão segundo a sua ordem, primeiramente os que estiverem nos “túmulos” (ou o lugar onde jazem seus corpos ou restos mortais) e logo após, nós que estivermos vivos, como diz o Apóstolo Paulo em I Tess. 4.13-17: nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem... ao som da trombeta de Deus...os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro... Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.
A Necessidade da Segunda Vinda de Jesus.
Alguns não entendem porque há a necessidade da segunda Volta do Senhor Jesus. Acreditam alguns que todos os eventos deste ato, ocorrerão apenas aqui mesmo na Terra.
Porém, esquecem-se do desejo de Cristo e de sua Promessa exarada no Evangelho de João em alguns de sue capítulos e versículos.
Tudo isto levou-me a procurar descrever biblicamente o fato sob a visão de Cristo e da Bíblia Sagrada, que demonstram cabalmente que há necessidades, eventos, momentos e situações, que precisam serem cumpridas porque, a Bíblia assim o diz. Isto posto, vamos procurar entender A Necessidade da Segunda Vinda de Jesus.
Primeiro:
Para cumprir sua promessa.

Uma das questões teológicas, que fundamentam o caráter de Deus é a sua fidelidade.Deus jamais disse uma palavra (Jr.1.12 : Eu zelo pela minha Palavra para faze-la cumprir) e ela caiu no esquecimento, prometeu filho a Abraão e cumpriu, prometeu manter o cetro em Judá e cumpriu, prometeu uma solução para o grave problema do pecado a Adão e Eva e cumpriu em sua plenitude através de Cristo : Está consumado.
Agora, mais uma parte do Plano da Salvação passa a ser revelada quando Jesus declara e anuncia aos seus discípulos, a Promessa de sua Segunda Vinda, que foi ratificada pela Declaração dos anjos em Atos 1.11: ...Varões galileus, por que ficais aí olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi elevado para o céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.
JOÃO 14: 1-3: Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar. E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.
Tt.1.2: na esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos eternos,
Hb.10.23: retenhamos inabalável a ...nossa esperança, porque fiel é aquele que fez a promessa;
Segundo:
Para estarmos para sempre com ele.

O maior desejo de Jesus é ter consigo, onde quer que Ele esteja, a Igreja! Ele mesmo afirmou isto em seu ministério terreno e usou como Palavra de exortação de ânimo e consolação para os seus discípulos.
JOÃO 14: 1-3: Não se turbe o vosso coração...virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.
I Tess. 4.17: Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. II Jo. 1.2: por causa da verdade que permanece em nós, e para sempre estará conosco:
Terceiro:
Por causa da esperança da Igreja.

Quando cristo vê seus discípulos turbados, ao tomar conhecimento que ele teria que morrer, ressuscitar ao terceiro dia e após isto voltar aos céus, como de fato aconteceu na Galiléia na presença de mais de quinhentas testemunhas, ele lança a semente da esperança em seus corações, através da promessa de voltar, como lemos em João 14. Esta semente gerou ao longo da vida dos apóstolos e posteriormente na vida da Igreja uma esperança revelada, a cada dia pelo “allos” Consolador, o Espírito Santo, que tem mantido a Igreja de pé e que nesta última hora vê esta chama ainda acesa e cada dia mais forte.
Rm.5.2: por quem obtivemos também nosso acesso pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e gloriemo-nos na esperança da glória de Deus.
Atos 24.15: Tendo esperança em Deus, como estes mesmos também esperam, de que há de haver ressurreição tanto dos justos como dos injustos. Atos 26.6: E agora estou aqui para ser julgado por causa da esperança da promessa feita por Deus a nossos pais..Cl.1.5: por causa da esperança que vos está reservada nos céus, da qual antes ouvistes pela palavra da verdade do evangelho...I Tess. 2.19: Porque, qual é a nossa [esperança], ou gozo, ou coroa de glória, diante de nosso Senhor Jesus na sua vinda? Porventura não o sois vós? I Tess. 4.13: Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança.
II Tess. 2.16: E o próprio Senhor nosso, Jesus Cristo, e Deus nosso Pai que nos amou e pela graça nos deu uma eterna consolação e boa [esperança], Tt.1.2: na esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos eternos, Tt.2.13: aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus.
Rm.821: na esperança de que também a própria criação há de ser liberta do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Este versículo mostra que a transformação da natureza humana ocorrerá como uma libertação do cativeiro a que sta submetida devido ao pecado, que corrompeu a perfeição da Criação do homem no Princípio.
Quarto:
Para que sejamos regenerados do mesmo modo que Jesus Cristo e Para que sejamos permanentes:

Sermos regenerados do pecado é uma ação espiritual, que se completará naquele dia, com a regeneração física para sermos iguais ao Senhor e para podermos entrar nas mansões celestiais, pois nos céus não habitam a carne e o sangue. I Co.15.50: Mas digo isto, irmãos, que carne e sangue não podem herdar o reino de Deus; nem a corrupção herda a incorrupção.este versículo demonstra a necessidade de uma completa regeneração do homem, o ser natural só pode habitar a terra, mas o homem regenerado pode habitar os céus.Aleluia.
Mt.19.28: Em verdade vos digo a vós que me seguistes, que na regeneração, quando o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, sentar-vos-eis também vós sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.I Pe.1.3;21:Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua grande misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, que por ele credes em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos e lhe deu glória, de modo que a vossa fé e esperança estivessem em Deus.I Co.15.53,54: Porque é necessário que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade. Mas, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. Desmascarar a morte e nos tornar eternos em uma nova forma de vida, vida eterna!
Cl.3-4:Se, pois, fostes ressuscitados juntamente com Cristo...porque morrestes, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus...Quando Cristo...se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.
II Co.3.11:...muito mais glorioso é o que permanece. A Bíblia diz que o escravo não fica para sempre na Casa do seu dono, mas o filho, sim, fica para sempre na Casa do Pai, desta forma somos consolados, que há um lugar para sermos para sempre do Senhor e ficarmos ao seu lado. Fomos escolhidos como Igreja-Noiva e a noiva precisa morar junto ao Noivo, João O Baptista disse: quem tem a noiva é o noivo...o amigo alegra-se com a voz de alegria do noivo...Então a Igreja precisa subir para a casa de Jesus, os céus, e estar para sempre junto a Ele, pois já ocupou o seu lugar, a dextra de Deus, para sempre.
I Pe.123: tendo renascido, não de semente corruptível, mas de incorruptível...a qual vive e permanece.
Quinto:
Para que os céus vejam o resultado do seu trabalho.

Os céus aguardam ansiosos a chegada da Igreja dos remidos de todos os séculos, e ansiosos desejam conhecer a multidão dos salvos, que Cristo apresentará diante dos Céus em Glória, Arcanjos, Querubins, Serafins e Anjos aos milhares, alegremente verão a entrada da Noiva do Cordeiro.
Salmos 24.9: Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória. Agora entrará com sua Noiva!
II Tess.1.7: e a vós, que sois atribulados, alívio ...quando do céu se manifestar o Senhor Jesus...
I Hb.1.6: E outra vez, ao introduzir no mundo o primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.
Lc. 12.8,9: E digo-vos que todo aquele que me confessar diante dos homens, também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de Deus; mas quem me negar diante dos homens, será negado diante dos anjos de Deus.
Sexto:
Para envergonhar as potestades.

Os principados e potestades dos ares, já foram envergonhados; eles que dominavam e agem nas regiões entre os céus de Deus e a Terra, terão que abrir passagem para a Igreja, como profetizou Enoque: Jd. 14: também profetizou Enoque...: Eis que veio o Senhor com os seus milhares de santos.
Quando Cristo morreu e logo após, quando Cristo Ascendeu aos céus, as potestades dos ares pensavam, que agora tinham liberdade para agir, mas Deus demonstra em sua Palavra que maior autoridade foi dada ao Senhor Jesus Cristo, Filipenses 2.7-11.
O seu advento para buscar a Igreja, será mais uma manifestação de seu poderio, quando as potestades dos ares verão ao Senhor e o seu agir ajuntando dos quatros cantos da Terra, a multidão que adora ao seu nome, reunidos para estarem para sempre com o Senhor.
Efésios1.18-23: sendo iluminados os olhos do vosso coração, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos...e fazendo-o sentar-se à sua direita nos céus,muito acima de todo principado, e autoridade, e poder, e domínio, e de todo nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro...para ser cabeça sobre todas as coisas o deu à igreja, que é o seu corpo, o complemento daquele que cumpre tudo em todas as coisas.
Efésios 3: 3-10: como pela revelação me foi manifestado o mistério, conforme acima em poucas palavras vos escrevi, e demonstrar a todos qual seja a dispensação do mistério que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou, para que agora seja manifestada, por meio da igreja, aos principados e potestades nas regiões celestes.
Sétimo:
Para apresentar-nos pessoalmente ao Pai.

As pessoas podem tornar-se conhecidas entre si de várias maneiras. Assim sendo, podem ser conhecidas, uma das outras, por serem descrição, de um intermediário, que conheça a ambas, conhecer-se por escritas (cartas), por palavras (por ouvir uma a voz da outra), ou serem apresentadas pessoalmente, nós já conhecemos e somos conhecidos de Deus, por Jesus, o nosso Intercessor,como também, já ouvimos sua Voz e sua Palavra Escrita, só nos resta sermos apresentados pessoalmente e não ficaremos confundidos neste dia.
Jesus Cristo afirma que foi nos preparar lugar para que estivéssemos junto dele, desta forma, Ele também só aguarda a ordem do Pai, para vir nos buscar para apresentar-nos ao Pai de maneira completa, pois por enquanto só conhecemos por espelho ou enigma, mais neste dia o veremos como Ele é face a face.
Para tomar posse de uma promessa dada por Testamento, é necessário estar diante do juiz para que ele autorize entrar na posse; nós já temos nossa possessão como co-herdeiros com Jesus, só nos resta estar diante daquele que nos fez filhos co-herdeiros, com seu Unigênito.
Mt.25.34: Então dirá o Rei:Vinde, benditos de meu Pai. Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Mc.8.38: Porquanto, qualquer que, entre esta geração adúltera e pecadora, se envergonhar de mim e das minhas palavras, também dele se envergonhará o Filho do homem quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos.Lc.9.26: Porque, quem se envergonhar de mim e das minhas palavras, dele se envergonhará o Filho do homem, quando vier na sua glória, e na do Pai e dos santos anjos.
Nós já fomos incluídos na Oração de apresentação da Igreja dos Remidos por Cristo, agora seremos Poe Ele apresentados ao Pai: JOÃO 17.6-26: Manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste. Eram teus, e tu mos deste; e guardaram a tua palavra...por aqueles que me tens dado, porque são teus...neles sou glorificado...guardava no teu nome que me deste..os conservei, e nenhum deles se perdeu...para que se cumprisse a Escritura...eles tenham a minha alegria completa em si mesmos... mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim...Pai, desejo que onde eu estou, estejam comigo também aqueles que me tens dado, para verem a minha glória...
Mt. 10.33: Mas qualquer que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus.I Jo.2.28:...permanecei nele; para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança, e não fiquemos confundidos diante dele na sua vinda.Ap. 3.5: O que vencer será assim vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; antes confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.Ap. 7.17: ...o Cordeiro que está no meio...os conduzirá às fontes das águas da vida; e Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima.
e.t.: para não deixarmos os nossos leitores sem o comentário, postamos o artigo com base na lição 10 - CPAD.
Grato
E apresentamos nossas desculpas aos nossos fiéis leitores semanais!
Obs.: Devido a problemas com cabos da rede que atende ao local que moro, que se romperam (diz a empresa dona do sinal) em 13/12/2007, ficamos sem acesso a rede Internet, pelo tempo que a operadora necessitou para os reparos.
Como todos os dados estavam em nosso PC não foi possível enviar o comentário ou postar na rede.Eu tb. não gosto de usar lan-house.
Outrossim, devido a estes problemas e de outros, junto ao provedor de nosso outro blog, ligado a Teologia, http://nucleosetadvilacurucasandresp.globolog.com.br , o mesmo está temporáriamente sem acesso, porém retorna esta semana, mas ainda depende da ação do provedor.

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical