sexta-feira, dezembro 7

A PROMESSA DE SEGURANÇA NUM MUNDO INSEGURO

LIÇÃO 10 – CPAD – 08/12/2007
AUTOR DESTE COMENTÁRIO: Osiel Varela

"Toda a Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.” (II Tm. 3.16,17)
A Bíblia sagrada é um repositório fiel e inquestionável das Promessas de Deus a Humanidade para todas as áreas de nossa vida.
Com base nesta ótica temos evidências bíblicas que nos levam a amar a Deus, pela Sua contínua preocupação com o bem-estar do homem, em todas as situações da vida.
Bendita hora em que esta Lição foi escrita, sobre tema tão “atual”: Violência e Insegurança.
Grifei com aspas, pois o tema é recorrente na Bíblia Sagrada, é uma preocupação do Eterno, através da própria Promessa Redentora do Emanuel – Príncipe da Paz – Jesus Cristo.
O próprio Cristo declara: Jo 14.27: “Deixo-vos a Paz, A Minha Paz vos dou não vo-lo a dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.” 29 Eu vo-lo disse agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós creiais. 30 Já não falarei muito convosco, porque vem o príncipe deste mundo, e ele nada tem em mim;
João 16.33: Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis aflições; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.
Veja! Há 2000 (dois mil) anos Jesus Cristo, ao falar aos seus discípulos, ressaltava a Sua Missão e se preocupava com tão importante tema, mais um motivo de ressaltar o termo: “atual”.
Portanto, o escritor da Lição, Pr. Geremias do Couto, inspirado pelo Espírito Santo, tocou num ponto sensível e preocupante para Jesus Cristo, com a sua Igreja, que estava no nascedouro.
INTRODUÇÃO:
Já nas páginas do AT encontramos textos sobre a violência nas ruas, a violência do homem contra o próximo, a violência entre irmãos, a violência contra uma nação, até mesmo a violência no trânsito é citada na Bíblia Sagrada, como confirmação profética da Onisciência, e Onipresença de Deus, em todos os atos de todas as gerações que passaram, passarão ou estão passando pela Terra; a violência pela violência.
Todos nós moradores do Mundo do século XX e XXI, cidadãos do presente momento, vivenciamos esta extrema violência e saudosamente lembramo-nos dos nossos dias de meninos, quando podíamos sair de casa á qualquer hora do dia ou da noite, pois tínhamos segurança natural, ou seja, a não provida ou de responsabilidade do estado, mas a segurança do homem interior e do próprio ambiente, que nos deixava dormir com janelas abertas.
Hoje infelizmente, já não podemos fazê-lo, vivemos trancados em nossas ilhas de sobrevivência, no se transformaram nossos lares.
HOMENS E POVOS VIOLENTOS:
Caim, Lameque, Nabal, Assírios.
Gn.4.23,24: Disse Lameque...: Ada e Zilá...escutai, mulheres de Lameque...pois matei um homem por me ferir, e um mancebo por me pisar. Se Caim há de ser vingado sete vezes, com certeza Lameque o será setenta e sete vezes.
Não vou deter-me em Caim, mas vou direto ao seu filho Lameque.
Como lemos acima, o livro de Gênesis, se torna atual, ao vermos como Lameque intimidava suas mulheres e seu clã, cônscio de sua Violência homicida, por futilidade e banalidades.
Tal qual em nossos dias, se nos olharmos muito para certas pessoas nas ruas, podemos ser questionados porque o fazemos e mesmo que seja por um motivo fútil, podemos até ser agredidos verbal ou fisicamente. Pessoas morrem por pisar, literalmente, no pé de alguém, ou por um par de tênis.
A fala e atos de Lameque, são atuais. Se publicassem como notícia em um dos diários de qualquer cidade do país ou do mundo, seria mais uma entre tantas notícias de violência, pois é idêntica a algumas atitudes dos nossos dias.
Por um pisão ele declara, matava qualquer um; um homem extremamente violento e perigoso, em nada diferente de alguns homens de nossos dias.
CIDADES E LARES SAQUEADOS: VIOLÊNCIA NAS RUAS:
Cidades cheias de violência:
Não é preciso falar muito sobre a violência estabelecida nas cidades, e até mesmo no campo; o terror, o pavor, ronda os corações dos moradores. Pais aflitos compram celulares par monitorarem seus filhos, para os localizar a qualquer hora do dia ou da noite, outros não dormem até toda a família chegar em casa.
Não há mais espaço sem violência, ela está na casa do rico, tanto quanto está na casa do pobre, do culto quanto na casa do desprovido de cultura.
Ezequiel.7.23: Faze uma cadeia, porque a terra está cheia de crimes de sangue, e a cidade está cheia de violência.
Lm.2.11: ...olhos com lágrimas, turbada...o meu coração se derrama de tristeza....porquanto desfalecem os meninos e as crianças de peito pelas ruas da cidade.
Este Pavor dos moradores das cidades é predito nas Escrituras:
Ezequiel 12.19: E dirás ao povo da terra: Assim diz o Senhor Deus...habitantes.....na terra...O seu pão comerão com receio, e a sua água beberão com susto...a terra será despojada de sua abundância, por causa da violência de todos os que nela habitam;embora predita para Israel, o que vemos hoje? A mudança climática, falta de alimento, desertificação, pragas nos alimentos e nos rebanhos, é tudo que se ouve sobre isto?
A Palavra de Deus é sensacional, o texto a seguir é uma síntese atualíssima, dos nossos dias sobre a falta de segurança, que todos reclamam pelos quatro cantos do Mundo: Dt.28.66: E a tua vida estará como em suspenso diante de ti; e estremecerás de noite e de dia, e não terás segurança da tua própria vida. Todos falam à uma só voz: “a gente sai mas não sabe se vai voltar para casa.”É a insegurança do Mundo atual é o pavor que a todos tenta dominar.
Isaías 13. 16-18: E suas crianças serão despedaçadas perante os seus olhos; as suas casas serão saqueadas, e as suas mulheres violadas.Eis que suscitarei..... E os seus arcos despedaçarão aos mancebos; e não se compadecerão do fruto do ventre; os seus olhos não pouparão as crianças.
Usando o texto profético, com uma visão da validade eterna da Palavra é assombroso.
Quando contemporizado com nossos dias, vemos estampado diante de nós o horror de acontecimentos, que hora a hora são notícias de jornais, Tv, rádio e outras mídias.
Notícias de violação de mulheres (a mais cruel maldade contra filhas, esposas, noras, sogras, mães...que alguém jamais pode suportar), quanta crueldade contra nossas crianças, seja dentro de seus próprios lares, quanto nos cruzamentos das grandes avenidas de nossas cidades;ou nos rincões deste Brasil, à beira das estradas.
Morar em condomínios fechados, ou prédios de apartamentos, outrora era um sonho de fuga da violência, no entanto prédios com sistemas sofisticados de segurança, são assaltados, á luz do dia, são saqueados; enfim parece que o caos está instalado em nossas cidades.
Salmos 127.1: Se o Senhor não edificar ....edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.
Um dos maiores banqueiros do mundo, brasileiro, judeu de descendência, morreu sufocado pelas chamas e fumaça em seu apartamento em um dos mais badalados “point’s” do “jet-set” internacional, por medo de abrir e por não querer abrir a porta de seu quarto, verdadeiro “bunker”, à prova de tudo, mas não à prova da Violência, que serpenteia por todas as camadas sociais.
É a palavra de Deus cumprindo-se em sua totalidade.
Promessa de extinção da violência dentre nossos muros:
No contínuo folhear da palavra de Deus, encontramos o profeta ISAÍAS 26.1-4: ...uma cidade forte temos, a que Deus pôs a salvação por muros e antemuros.Abri as portas, para que entre nela ...., que observa a verdade.Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti. Confiai sempre no Senhor....o Senhor Deus é uma rocha eterna. Deus cercou, ou circunvalou a nossa vida em Cristo, com o seu Sangue e ainda temos ajuda do mundo místico (sobrenatural) de Deus; Salmos 91.11: Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Todo-Poderoso descansará...Ele é o meu refúgio e a minha fortaleza...debaixo das suas asas encontras refúgio...Não temerás os terrores da noite....nem mortandade que assole ao meio-dia...tu não serás atingido...Senhor o teu refúgio, e Altíssimo é a tua habitação, nenhum mal te sucederá... Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.
A tua e a minha segurança já estabelecida em Deus e por Deus em Cristo Jesus, Nosso Senhor.
Quem é a Rocha se não Deus, em Cristo!
O único que nos livra da violência é Deus.
II Sm.22.3:...Deus, a minha rocha, nele confiarei...o meu alto retiro, e o meu refúgio...da violência tu me livras.
MATEUS 7.24-28: Todo aquele, pois, que ouve ..... as põe em prática.... um homem prudente, que edificou a casa sobre a rocha.E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa; contudo não caiu, porque estava fundada sobre a rocha. Ao concluir Jesus....as multidões se maravilhavam da sua doutrina.
Eu tenho especial prazer em ler esta passagem, o Senhor Jesus e o escritor dos evangelhos conseguem transmitir as palavras, com tal ritmo, quase posso ver e ouvir a chuva correr, os ventos soprarem e a casa está lá! Firme na Rocha.
Para termos segurança num Mundo inseguro só é possível, desta maneira, faça isto ainda hoje; a casa está vacilante? Comece a reconstruí-la na Rocha, não deixe nenhum fundamento na areia, vai trazer o desequilíbrio e a casa pode tombar.
As passagens acima, são Promessas de segurança para o fiel, em meio a tamanha violência num mundo dominado pelo Reino Parasita do Mal, que instalou a Antítese na face da terra, e através da criação de Deus, como a serpente no Éden, as usa para prática de inumeráveis maldades.
Que nenhum que comete maldades, pense que escapará de suas consequências: Isaías 26.21: “Pois eis que o Senhor está saindo do seu lugar para castigar os moradores da terra por causa da sua iniqüidade; e a terra descobrirá o seu sangue, e não encobrirá mais os seus mortos”, ou, ainda : Nm. 32.23: porém, sentireis o vosso pecado, quando (correndo) vos achar.
O FUNDAMENTO DA VIOLÊNCIA:
A antítese existente, pela cobiça veio estabelecer o principado de terror e maldade na terra, originou-se na extrema vaidade e na cobiça, de nosso adversário, Lúcifer, decaído, numa das possíveis interpretações do texto de ISAÍAS 14.12-14: Como caíste do céu...como foste lançado por terra...E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono; e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do norte;subirei acima das alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. Paulo e Cristo falam deste principado, Ef.2.2: ...segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos de desobediência.João 12.31; 16.11.
A instalação deste principado ou reinado, trouxe as consequências de sua ação, entre a criação de Deus (homens e todo o planeta), tendo como fundamento, entre elas:
A extrema violência (Caim e Abel), Salmos 94.6: Matam a viúva e o estrangeiro, e tiram a vida ao órfão.
A falta de amor;
Sentimento de maldade;
Injustiça;
Falta de misericórdia;
Falta de benignidade;
Mentira: Isaías 59.14: porque a verdade anda tropeçando pelas ruas, e a eqüidade não pode entrar.
Fúria destruidora – I Pe. 5.8: ...vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar;João 8.44: Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira.
Não se funda na justiça, mas na falta de Justiça: Isaías 59.14: Pelo que o direito se tornou atrás, e a justiça se pôs longe;
No Pecado: Ela está fundamentada no erro do homem no Éden: O Pecado. Rm3.23: Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;
Seu objetivo principal: atingir toda a Criação de Deus; nos céus e na Terra, no mundo sobrenatural e no visível.
Falta de temor de Deus:Rm.3.11-18: ...Não há quem faça o bem, não há nem um só...a sua boca está cheia de maldição e amargura...seus pés são ligeiros para derramar sangue.Nos seus caminhos há destruição e miséria;e não conheceram o caminho da paz.Não há temor de Deus...
Tudo isto, determinou o Fundamento da Violência. Leia Rm.3.10-20; e Rm. 1.29-31.
O FUNDAMENTO DA PAZ E DA SEGURANÇA:
João, ao escrever seu evangelho, nos transmite a revelação de algo notório, que fundamenta todo pensamento teontológico, do ímpar Reino dos Céus, estabelecido na Terra por Jesus Cristo. Mt.4.17: começou Jesus a pregar... : Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos Céus.
Jo.3.16: “Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a Vida eterna.”
O Emanuel está presente no Fundamento da Paz, profetizado pelo profeta Isaías.9.6-7: Porque um menino nos nasceu...e o governo estará sobre os seus ombros; e o seu nome será...Príncipe da Paz. Do incremento deste principado e da paz não haverá fim...e no seu reino...em retidão e em justiça...para sempre. Ora! Se há Paz não há insegurança, se há Paz não há violência.
O Fundamento da Paz é perene, e estabelecido sobre a Rocha, é inabalável, e o seu incremento, ou seja o aumento deste Reino, é pela ação do Espírito Santo sobre a Igreja, agência de Deus aqui na Terra, para Proclamar esta Paz.
Em que caminho está a Paz?
O Fundamento da Paz se firma no caminho que é Cristo:

João.14.6: Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho...
Jz.18.6: Ao que lhes disse o sacerdote: Ide em paz; perante o Senhor está o caminho que seguis.Isto é, ficar na presença do Senhor traz Paz ao homem.
· O fundamento da Paz e da Segurança está nesta atitude, seguir: o Caminho, a Verdade e a Vida.
O Fundamento da Paz está estabelecido sobre pilares bíblicos vindos do Coração de Deus:

  • Amor: O Grande amor de Deus. Jo 3.16 (acima)
    Amar a Deus e ao próximo, como lemos em Mt.22.37-40: ...Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração...alma...entendimento...o segundo...é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
    I Co.13.4-6: O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;
  • Benignidade:O Fundamento da Paz está estabelecido na prática do Bem:
    Rm.2.10: glória, porém, e honra e paz a todo aquele que pratica o bem...;
    Salmos 85.10: A benignidade e a verdade se encontraram; para que, para firmar a Paz.Veja a claridade da palavra de Deus, ao estabelecer como sábio arquiteto os alicerces da Paz.
  • Verdade:João.14.6: Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida.Sem Jesus não há Paz!
    Salmos 85.10: A misericórdia e a verdade se encontraram.
    Para que? Para firmar a Paz, fala de fundamento, fala de estabelecer os elementos necessários na edificação da Paz, são materiais básicos divinos, desta relação, que produzirão aquilo que Deus prometeu a todos os que o amam.
  • Justiça: Salmos 85.10: a justiça e a paz se beijaram. Onde há Justiça há Paz!
    Is.32.17: E a obra da justiça será paz; e o efeito da justiça será sossego (segurança)....para sempre.
    Lucas 11.42: Mas ai de vós, fariseus...desprezais a justiça e o amor de Deus...estas ...importava fazer, sem deixar aquelas. Pv.12.28: Na vereda da justiça está a vida; e no seu caminho não há morte.
  • O Senhor Jesus Cristo:O importante é crer como Paulo, o Fundamento já foi estabelecido – Jesus Cristo, e ninguém pode estabelecer outro Fundamento. I Co.3.10ss.
    Portanto quando Cristo declara: “Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros.”, está estabelecendo na esfera humana, um procedimento capaz de inserir entre nós, o Reino de Paz e vida em segurança, sem espantos. Leia: Rm.5.1-21 e o cap. 6. que violência, para o homem, é a morte e ela era um salário obrigatório para quem peca.
    Todos estes fundamentos constituem-se em permanente e duradoura Paz e segurança que só Jesus Cristo pode dar, para aqueles que esperam em Deus e em suas Promessas.

SEGURANÇA EM DEUS:
Falamos da falta de Paz, da violência e o que Deus tem preparado par nossa segurança, num mundo tão inseguro.
No início deste texto, falamos da necessidade de casas fortificadas, com grades e outros itens de segurança, mas nada disto impede a ação da violência, que toma vida nas mãos cheias de sangue, usadas por Satanás.
Todavia a Bíblia diz que: “o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus...mas o que é espiritual, discerne bem tudo e de ninguém é discernido”, por isto podemos ver como a Bíblia trata a questão.
O Salmista tem resposta pronta e inspirada por Deus, na sua Santa Palavra, no SALMO 91: “Porquanto fizeste do Senhor o teu refúgio, e do Altíssimo (‘Elyon) a tua habitação, nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda. Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos. Eles te susterão nas suas mãos...tanto me amou, eu o livrarei; pô-lo-ei num alto retiro, porque ele conhece o meu nome.Quando ele me invocar, eu lhe responderei; estarei com ele na angústia, livrá-lo-ei...e lhe mostrarei a minha salvação.”
Basta a Bíblia, pelo Espírito Santo para convencer, a nossa mente, que:
· Temos refúgio e fortaleza (vs.2); quando sentimos medo, ele está lá para nos abrigar, se há ataques que vêem como praga (doenças, opressões, fracassos de filhos, da família...), estamos em ‘Elyon.
· Habitamos no Altíssimo.
· Deus dá ordem aos seus anjos para nos guardar, em todo o nosso Caminho. Nas batalhas invisíveis que são travadas na nossa vida, Deus envia estes anjos, para combater por nós e nos guardarem. (Dn.10.1,13; Hb.1.14).
É confortante saber que Deus nos vê nos momentos de grande tensão e temor! (Nota de rodapé - Bíblia de estudo – Aplicação Pessoal - CPAD)
Vocês podem observar o que falamos de caminho neste texto?
Temos um Alto Retiro, para escapar, em Deus, para o Lugar em que habita a Paz e a justiça. Eu me lembro que quando jovem eu gostava de antes de dormir ouvir, bem baixinho, um hino que está expresso no Salmo 4.8: Em paz me deitarei e dormirei, porque só tu, Senhor, me fazes habitar em segurança.
Dizia mais ou menos assim:
Oh! Jesus Bendito
Que comigo estás
Eu não temo a noite
Vou dormir em PAZ!
Quantas pessoas que sofrem distúrbios de sono, por insegurança ou medo da violência.
Quantos que dariam toda a sua fortuna par ter segurança, e alguns literalmente gastam fortunas com, seguranças, carros blindados, e outros itens de segurança e mesmo assim não tem Paz para viver, mas Deus nos diz:
Salmos37.3: Confia no Senhor e faze o bem; assim habitarás na terra, e te alimentarás em segurança.
Pv.1:33: Mas o que me der ouvidos habitará em segurança, e estará tranqüilo, sem receio do mal.
Quantos vivem oprimidos por falta de opção ou por falta de recursos; habitam em favelas, em complexos habitacionais, sobre o medo, insegurança, nestes complexos encontramos muitos crentes muitos familiares nossos.
Muitos deles, membros de nossas Igrejas, nesta semana, estudarão esta Lição da EBD, e vivem estas situações no seu dia-a-dia, você já pensou o que vai lhes falar?
Mas diga-lhes: Deus dá uma Promessa de Segurança para eles, Deus não está assentado, nem distante, neste momento difícil e tem uma Promessa que os alcança, e é especial, só para eles, Salmos 12.5: Por causa da opressão dos pobres, e do gemido dos necessitados, levantar-me-ei agora, diz o Senhor; porei em segurança quem por ela suspira.
Jesus disse, que ele trabalha, o Pai também trabalha, e eles não estão inertes, através da Obra da Justiça, na Cruz do Calvário, legalmente prometida por Deus para tirar a humanidade das mãos daquele Opressor Cruel, foi consumada. Cl.2.14 ; Is.32.17: E a obra da justiça será paz; e o efeito da justiça será sossego e segurança para sempre.
CONCLUSÃO: É difícil o questionamento de alcançar a Paz e Segurança, nos dias de hoje, principalmente aos olhos humanos, distanciados da Graça de Deus; mas conforme vimos, há ainda esperança para o homem, para encontrar Paz, mesmo envolvido pelo dia-a-dia de violência extremada.
A Palavra de Deus nos conforta e consola o coração, pois Deus tem a preocupação de que nós, seus filhos, estejamos seguros, não na força do cavalo, na força do braço, na força do homem, na força da lei humana, mas como o salmista, ao escrever o Salmo 91: “Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Todo-Poderoso descansará...Ele é o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio. Porque ele te livrará...da peste perniciosa...te cobre com as suas penas, e debaixo das suas asas encontras refúgio; a sua verdade é escudo e broquel. Não temerás os terrores da noite, nem a seta que voe de dia, nem peste que anda na escuridão, nem mortandade que assole ao meio-dia.”Esta Promessa que continua de pé; dos altos céus Deus continua zelando pela sua Palavra, ela não cairá.

Verbetes:
Broquel – escudo pequeno e redondo. No hebraico existem no mínimo quatro palavras para definir escudo.
Violento – contrário ao direito, à justiça.
Violência – qualidade do violente; ato contrário à justiça e ao direito.
Antítese – oposição; oposição de idéias; mal versus bem.
Seguro – livre de perigo ou de risco.
Segurança – situação do que está livre de perigo ou de risco.
Oprimir – tiranizar; humilhar, afligir.
Opressão – ato de tiranizar; ação de humilhar.
Autor: Osiel Varela – Ministro das Assembléias de Deus – Missão.
Consagrado no Belém em 26/09/1996.
Membro em Santo André, V. Curuçá. SP. Pr. Nivaldo Rodrigues. Ligado ao Belém.
Professor de Teologia; Pós – graduado em Bíblia.
Fontes:
Apontamentos do autor
Bíblia de Estudo - Aplicação pessoal -CPAD
Bíblia Plenitude –SBB
Dicionário Aurélio
Pequena Enciclopédia – OS Boyer
Dicionário Universal Buckland
Dicionário Kinghost – digital

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical