sábado, maio 31

LIÇÃO 09-VENCENDO AS TENTAÇÕES:AGRADANDO A DEUS.LIÇÃO 09-CPAD.

VENCENDO AS TENTAÇÕES: AGRADANDO A DEUS.
LIÇÃO 09-CPAD Autor: Osvarela
Tentar, basicamente é fazer uma tentativa.
Definição (Aurélio): 1 .Ato ou efeito de tentar. 2. Disposição de animo para pratica de coisas diferentes ou censuráveis.
Definição de tentar (Aurélio): 1. Instigar para o mal, para o pecado: O diabo tenta as boas almas. 2. Causar desejo a; despertar vontade em; ou provocar, tendo determinado fim ou objetivo. 3. procurar seduzir.
Tanto o hebraico massâh como o seu equivalente grego pirasmos significam tentar.
Exórdio:
Podemos iniciar este comentário falando sobre a questão da balança interna existente no coração de todos os homens, que é utilizada na tomada da decisão na hora de executar qualquer passo, seja para o bem como para o mal.
A cada momento precisamos tomar decisões que afetam a outros e a nós mesmos.
É nessa hora que precisamos estar preparados para responder as tentações advindas, da tomada de decisão que teremos que expor, seja para nós mesmos, que repercutirá nas nossas vidas, tanto pessoal, familiar e espiritual.
A ética cristã ajuda as pessoas a encarar seus valores e deveres de uma perspectiva correta, a perspectiva de Deus.
Ela mostra ao ser humano o quanto está distante dos alvos de Deus para a sua vida, mas o ajuda a progredir em direção esse ideal.Se fosse possível declarar em uma só sentença a totalidade do dever social e moral e espiritual do ser humano, para consigo mesmo, tanto como, para com Deus, poderíamos fazê-lo com as palavras de Jesus: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento... e amarás o teu próximo como a ti mesmo”. (Mt 22, 37 e 39)
I - Introdução:
É nesta ótica que podemos estudar esta importante lição sobre a tentação que nos sobrevém, à cada instante de nossas vidas, tentação que a Bíblia chama de:
I Co.10.13: Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar.
Tiago 1.14: Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência;
O que temos no coração, define como podemos vencer a tentação.
A tentação, que a Bíblia nos fala não é somente a tentação de fazer o mal, mas, também, o ser testado no embate diário, visando o crescimento do homem e da mulher de Deus.
Neste aspecto temos que entender como Tiago, a Tentação nos é benéfica, pois nos prova o quanto podemos ser fortes ou fracos diante destes embates.
Seja, com a nossa carne, com o mundo, ou com o mal e o seu principal articulador, satanás, que sempre estará aproveitando de algo, mesmo que seja bom, para nos tentar e fazer-nos errar, como Paulo diz ao Romanos 7.12.ss: De modo que a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom. Logo o bom tornou-se morte para mim? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado, operou em mim a morte por meio do bem; a fim de que pelo mandamento o pecado se manifestasse excessivamente maligno.
A idéia bíblica de tentação não é primariamente a de sedução, conforme se pensa atualmente, mas a de por uma pessoa em prova, de sujeitá-la a um teste. Isto pode se feito com o bom propósito de melhorar a sua qualidade, ou então com o propósito mal de mostrar a sua fraqueza visando levá-la a cair ou a praticar uma má ação. Então tentar significa basicamente testar. O sentido de aplicá-la sempre no sentido de testar com má intenção é recente.
O que define se é provação ou tentação é o contexto no qual a palavra aparece.
Quando se refere a Deus normalmente é no sentido de testar, provar; Quando se refere a Satanás normalmente é no sentido de tentar e quando se refere a pessoas pode se aplicar nos dois sentidos.
Ou seja, na hora de traduzir a palavra do hebraico ou do grego para o português a pessoa deve escolher qual sentido se encaixa melhor na frase, no texto.
II – Como a Tentação se apresenta ou seu entendendo, em cada situação a sua forma:
Seja de que maneira a palavra tentação é usada é necessário entendermos no contexto bíblico o uso etimológico desta palavra, pois poderemos incorrer em falta de compreensão ou em confusão no uso e compreensão da palavra tentação, como visto acima.
Poderia Deus tentar alguém? Claramente que não, então, podemos entender nos exemplos abaixo quando a palavra é exata no contexto próprio:
Tiago 1. 13: Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta.
Por exemplo:
Quando se refere a Deus normalmente é no sentido de testar, provar;
Por isso, que Tiago coloca a Tentação como prova como ser uma bem-aventurança, algo feliz, que nos possibilita vencer.
Neste sentido, Deus colocou, à prova, alguns homens citados na Bíblia e com o seu poder, permitiu a Tentação, permitiu o tentador alcançá-los, ou Ele próprio os colocou, à Prova:
O Patriarca Abraão:
Deus provou a fé de Abraão. (Gn 22:1ss: Sucedeu, depois destas coisas, que Deus provou a Abraão, dizendo-lhe: Abraão! E este respondeu: Eis-me aqui. Prosseguiu Deus: Toma agora teu filho; o teu único filho, Isaque, a quem amas; vai à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre um dos montes que te hei de mostrar.); Jacó, etc...
Uma Nação: Israel.
Deus pôs Israel à prova em relação à confiança n'Ele a fim de que aquele povo fosse capaz de se desenvolver:
Ex. 17.2: Então o povo contendeu com Moisés, dizendo: Dá-nos água para beber. Respondeu-lhes Moisés: Por que contendeis comigo? por que tentais ao Senhor?;
Hb. 3.7.ss: Pelo que, como diz o Espírito Santo: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação, no dia da tentação no deserto, onde vossos pais me tentaram, pondo-me à prova, e viram por quarenta anos as minhas obras. Outras referências: Sl. 78.18; At. 15.10;
No sentido de tentação do mal, encontramos:
Jesus:
Jesus foi tentado, quanto à Sua messianidade:
O diabo tentou ao Senhor Jesus:
Mt 4:1ss: Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo Diabo;
Lc.4.2: durante quarenta dias, sendo [tentado] pelo Diabo. E naqueles dias não comeu coisa alguma; e terminados eles, teve fome.

O Homem:
É tentado com o intuito de fazê-lo abandonar a vontade de Deus (Jó.1:9-12:Porventura Jó teme a Deus debalde? Não o tens protegido de todo lado a ele, a sua casa e a tudo quanto tem? Tens abençoado a obra de suas mãos, e os seus bens se multiplicam na terra. Mas estende agora a tua mão, e toca-lhe em tudo quanto tem, e ele blasfemará de ti na tua face! Ao que disse o Senhor a Satanás: Eis que tudo o que ele tem está no teu poder; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença do Senhor.,
Jó.2:4.ss: Então Satanás respondeu ao Senhor: Pele por pele! Tudo quanto o homem tem dará pela sua vida.Estende agora a mão, e toca-lhe nos ossos e na carne, e ele blasfemará de ti na tua face! Disse, pois, o Senhor a Satanás: Eis que ele está no teu poder; somente poupa-lhe a vida. Saiu, pois, Satanás da presença do Senhor, e feriu Jó de úlceras malignas, desde a planta do pé até o alto da cabeça. E Jó, tomando um caco para com ele se raspar, sentou-se no meio da cinza. Então sua mulher lhe disse: Ainda reténs a tua integridade? Blasfema de Deus, e morre. Mas ele lhe disse: Como fala qualquer doida, assim falas tu; receberemos de Deus o bem, e não receberemos o mal? Em tudo isso não pecou Jó com os seus lábios.;
A célula única do casamento – o casal:
I Co 7:5: Não vos negueis um ao outro, senão de comum;acordo por algum tempo, a fim de vos aplicardes à oração e depois vos ajuntardes outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência.; 10:13).
III – Tentado e conquistando a Vitória:
Tiago1. 12: Bem-aventurado o homem que suporta a provação; porque, depois de aprovado, receberá a coroa da vida, que o Senhor prometeu aos que o amam.
O homem é testado rotineiramente em toda a sua vida, o que caracteriza a vitória ou derrota do mesmo diante daquilo com o que é confrontado é a decisão acertada que se toma nestas horas. Por isso, na Escritura, a tentação tem o sentido de possibilidade, podendo resultar em santidade ou em pecado. Assim sendo, o resultado da tentação pode ser tanto a vitória quando a queda.
Quando falamos na ética cristã estamos colocando como Jesus falou:
Jesus mesmo disse que o que sai do nosso coração são: "os maus pensamentos, as imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios, as cobiças, as maldades, o engano, a devassidão, a inveja, a calúnia, a arrogância e a insensatez" (Mc 7:21,22). “A boca fala do que o coração está cheio”, se estamos cheios de Deus, tomaremos decisões sob a direção da ética e da ótica cristã, se vacilamos é porque não estamos totalmente firmados sobre a Rocha ou sobre a Palavra de Deus.
Tentação advinda para fazer o homem errar:
Tentar, basicamente é fazer uma tentativa.
Há no relacionamento do homem com o Universo em sua totalidade, uma relação de erros e acertos, por falta de saúde espiritual, por estarmos em pecado, nossos olhos não enxergam claramente nem nossos ouvidos entendem a voz do Criador.
Mas, quando entramos no sentido que Jesus nos fala no texto áureo da Lição, ou seja, no relacionamento, com as esferas místicas ou sobrenatural da vida, nos deparamos com a necessidade de sermos guiados ou fortalecidos por Deus, para que o sistema do Mundo não nos envolva de tal forma, que sejamos arrebatados, ou envolvidos por ele na hora da tentação.
Este sistema invisível e atuante no mundo tem três unidades distintas que vivem sobrecarregando o homem, principalmente o crente com sua carga detonadora, como uma bomba colocada nas mãos de alguém que se apertar o botão errado poderá ser no mínimo atingido pelos estilhaços ou podendo no máximo fatal, ser morto por ela, é assim que devemos olhar a Tentação na visão do texto áureo.
II -1: Então, temos três unidades, ou fontes de tentação, prontas para agir, que são:
O DIABO:
A fonte primária da tentação no sentido do mal, é sobrenatural, de origem. Satanás, o enganador ou adversário, um anjo decaído procurou atingir as criações de Deus, com a finalidade de destruir as mesmas. O pai da mentira, uma das causas básicas, da queda na Tentação, é um parasita do Reino de Deus, pois, se utiliza, da Criação do Todo-Poderoso, com a finalidade de estender as raízes do seu “reino parasita do mal”.Mas, mesmo assim só o pode fazer com a permissão de Deus, parece contraditória, mas Deus fez assim com Jó, com Jesus e o final foi para Glória de Deus e derrota e vergonha de satanás. Assim sendo, nós também quando entramos no processo de Tentação, devemos entender que o nome de Deus no final deve ser Glorificado, no teste de Deus, ou na Tentação do mal, somos mais do que vitoriosos se entendermos isto.
O MUNDO:
I Jo. 2 15: Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.
O mundo aqui deve ser entendido como o conjunto ou sistema do mundo que é formado de atos, fatos, palavras e ações ou práticas que são executados contra as leis ou Ensino geral de Deus sobre a convivência do Homem de Deus entre seus pares, cristãos ou não cristãos, em desobediência a sua Palavra ou tudo aquilo que Ela nos orienta a realizar como homens, mesmo os que desconhecem a Deus, à princípio como Deus salvífico ou Salvador, como diz Paulo em Rm. 1. 19.ss: Porquanto, o que de Deus se pode conhecer, neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis;
A CARNE:
A carne simboliza tudo que o homem natural deseja e acha que pode desfrutar sem que Deus possa puni-lo.
Neste sentido, (pois há outros para a palavra carne) a carne:Significa nossa inclinação para o mal. A nossa natureza caída que sempre nos atrai para o erro e normalmente nos leva a pecar com o corpo. Assim como nossa carne física se decompõe, "a carne no sentido moral também apodrece, tornando o coração uma espécie de fossa negra de onde emanam idéias, atitudes, palavras e ações perversas”. Todos carregamos, nas profundezas do nosso ser, esta natureza perversa que, se não for dia a dia sufocada, se manifestara e nos arrastara ao pecado.
Assim a carne, neste contexto, muito embora use nossos membros da carne física, para cometer o objetivo da Tentação, é um conjunto de desejos que normalmente vem pela concupiscência dos olhos, desce ao coração e se o praticarmos caímos na armadilha da Tentação.
Pois se a Tentação pode ser vencida, é sinal que ela pode ser detida no seu processo inicial, a isto, Tiago até louva a atitude daquele homem que vence a tentação.
Quanto a Tentação da carne, do mundo e do diabo ao Bíblia nos orienta:
III –a: Tentação: fugir ou enfrentar?
Paulo aconselha a Timóteo dizendo:
I Tm. 6.11:"Tu porém, ó homem de Deus, foge destas cousas" advertindo-o contra o perigo das riquezas.
De outra feita diz: II Tm 2:22: "Foge, outrossim, das paixões da mocidade".
Em sua Epístola aos Coríntios Paulo adverte: I Co 6:18: "Fugi da impureza!".
Referindo-se aos pecados de imoralidade.
Diz também:
I Co 10:14:
"Portanto, meus amados, fugi da idolatria".
A – 1 -Resistir para ser derrotado:
Muitos teem resistido a voz do Espírito Santo e por isto são derrotados, mas, para vencermos temos que ouvir esta voz:
Hb. 4. 7: determina outra vez um certo dia, Hoje, dizendo por Davi, depois de tanto tempo, como antes fora dito: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações.
Atos 7.51: Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; como o fizeram os vossos pais, assim também vós.
Não pense, porém alguém, que enfrentar a tentação não significa, se achar forte o bastante para brincar com o pecado permanecendo numa situação que pode nos levar a cair.
A – 2 - Resistir para vencer:
Mas, para sermos vencedores temos que usar da armadura de Deus, a qual recebemos e procuramos alcançar cada ferramenta protetora, com as quais, não só resistimos as tentações, bem como, podemos vencer as ciladas de satanás.
Ef. 6. 10.ss: Finalmente, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revestí-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo; pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, Portanto tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, permanecer firmes. Tomando, sobretudo, o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; com toda a oração e súplica orando em todo tempo no Espírito e, para o mesmo fim.
Uso mais uma vez Tiago 4.7: Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós.
I Pe. 5. 8.ss: Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que os mesmos sofrimentos estão-se cumprindo entre os vossos irmãos no mundo.
II Tm. 4. 15: Tu também guarda-te dele; porque resistiu muito às nossas palavras.
E temos muito mais vantagem ao lado de um que resistiu a todas as Tentações em carne, Jesus Cristo, Exaltado nos Céus:
Hb.4.15: Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
CONCLUSÃO:
Portanto é necessário que nós como crentes em Deus, saibamos diferenciar a Tentação da Provação.
Saibamos nos defender da tentação do mal que está em derredor de nós, com todo o conjunto de conhecimentos espirituais e armas espiritual, que Deus nos deu em Jesus Cristo para que possamos estar firmes e sermos vitoriosos.
Ninguém poderá nos acusar, pois o acusador já foi derrotado se nós nos conduzirmos dentro da égide da Palavra de Deus de seu Filho Amado Jesus Cristo, Senhor Nosso.
Rm. 10.33 Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Fonte:
Apontamentos do autor;
Bíblia cortesia Tio Sam;
Revista CPAD;
Jabesmar-tentação.

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical