sexta-feira, outubro 24

O DEUS DA REDENÇÃO - Lição 04 - CPAD – 4º Trimestre

O DEUS DA REDENÇÃO
Lição 04 - CPAD – 4º Trimestre Autor:
Osvarela
TEXTO ÁUREO: DEUS ESTAVA EM CRISTO RECONCILIANDO CONSIGO O MUNDO, NÃO LHES IMPUTANDO OS SEUS PECADOS, E PÕS EM NÓS A PALAVRA DA RECONCILIAÇÃO. II Co. 5.19.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: II Co. 5. 14, 15, 17-21.

“Redenção e Salvação, termos que a Bíblia trata desde as suas primeiras páginas, mesmo se considerarmos o Livro de Job, o qual alguns teólogos indicam, possivelmente ser o primeiro livro do Cânon Sagrado. Contudo, utilizando a formação usual bíblica vemos em Gênesis que o Grande Plano de Deus foi providenciar uma forma de redenção para o homem, e o fez daquilo que seria mais impensável, através da forma humana em Jesus Cristo Ele realizou a Perfeita Redenção Salvifíca”. Gn. 3.15 - Osvarela

Glossário:
Redentor
– Cristo é simultaneamente o nosso redentor e o preço do nosso resgate.
O direito hebraico incluía o "goel" - redentor, libertador, com uma tríplice função:
a-executar a "vingança" (Nm 35,9-29; Dt 19,1-13; Js 20);
b-resgatar as propriedades familiares (Rt 2,19s; 4,4; Lv 25,8-34);
c - ser "goel" na lei do levirato (Dt 25,5-10; Rt 3,13; 4,1-8).
Redenção: De forma simplifucada podemos dizer que “redenção significa livrar alguém através do pagamento de um preço”.
Remir : Tomar novamente posse de uma pessoa ou coisa, reaver pela compra, tornar a alcançar um direito, são atos que a lei mosaica regula com muita particularidade.
A redenção incluía: propriedades (Lv 25.23,24,29; Lv 27.9 a 27), um homem israelita (Lv 25.48) Era natural que, como a pessoa que havia vendido a casa, ou a terra, ou a si próprio, poucas probabilidades tinha de alcançar os meios de resgatar o que tinha sido alienado, era assegurado aos seus parentes o direito da redenção (Lv 25.48,49). No N.T. as duas idéias que as palavras redenção e remir do A.T. sugerem, são compra (Gl 3.13 - 4.5, e Ap 5.9), e libertação (Lc 1.68 - 24.21 - Rm 3.24 - Ef 1.7 - Tt 2.14 - 1 Pe 1.18). (*veja Expiação, Sangue (Vingador do), Propiciação.)
No grego: resgate e redenção - para ambos é lytron, que era usado para o ato de pagar o resgate de escravos de guerra.Pode também ser definido como: “É aquilo que se oferece para libertar e resgatar um homem de uma escravidão bárbara”. Redenção é, pois, resgate, compra do poder da escravidão.
Palavras congênitas ou da mesma família, em relação a Lição 04:
Salvação:
Salvamento, redenção, resgate, remição
Remição: Resgate, salvação, libertação, redenção
Resgate: Cumprimento, satisfação, pagamento, redenção, libertação, remição.
Rebbe (do ídiche רבי rebbe ) é um título dado aos rabinos dentro do judaísmo ortodoxo
A - Origem da Palavra:
A Bíblia apresenta-nos a expressão primeiramente em Êxodo 13.13 com a idéia é de dar algo em troca de algo Um cordeiro, um cabrito... Os primogênitos, desde a saída do Egito, pertenciam a Jeová. O próprio Israel é declarado primogênito de Jeová em Êxodo 4.22. Em Êxodo 13.2, todo animal primogênito é de Jeová.
B - A idéia do valor ou preço: o jumento era muito necessário, pela sua força física, para o trabalho no campo. Ele podia ser resgatado, ou seja, se poderia pagar um preço por ele, como lemos em Êxodo 13.13.,
Resgate é dar um valor para se ter algo que pertencera a pessoa, mas que agora lhe havia fugido do seu domínio e poder, ficando dependente do redentor, remidor.
Em Êxodo 30.12 tem o sentido de “cobertura”. Os israelitas eram por vezes recenseados, para se ter idéia da força militar, em termos de varões que ‘puxassem’ a espada, ou para se dispor deles em algum serviço oficial [o que é feito até ao dia de hoje]. Pagar-se-ia um resgate, um valor, por isto. Uma taxa (um imposto) pelo direito de serem do Senhor.
I - UMA DEFINIÇÃO TEOLÓGICA:
Redenção inclui tudo aquilo que chamamos salvação:

a-livramento do pecado,
b-perdão dos pecados,
c-justificação,
d-santificação
e-vida eterna.

É o ato pelo qual o crente passa a ser de Deus. Longe de Deus, o homem é escravo (Jo 8.34-35), e é libertado em Cristo (Jo 8.36). É libertado para não mais ser escravo de ninguém (Gl 5.1).
I I– Discurso Introdutório:

Baseados no pensamento que Deus preparou redenção para todos os homens e conseqüentemente Salvação para todos, leiamos o texto de I Tm2.3.ss: Pois isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, o qual se deu a si mesmo em resgate por todos, para servir de testemunho a seu tempo.
Podemos, portanto dizer que Redenção é, portanto, a essência da salvação. Significa que fomos comprados para Deus, como o texto de Apocalipse 5.9.
Ap.5.9: E cantavam um cântico novo, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda tribo, e língua, e povo e nação;
A - Esta essência da Redenção permeia toda a Bíblia.

Na inicial deste texto falamos de Job, e verificamos que este reconhecia e conhecia a doutrina da redenção, senão, leiamos:
Job 19. 25: Pois eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra.
III – O Redentor:
A principal questão
deste axioma, era encontrar a resposta dentre todos os homens nascido de mulher.
A - Eva mostra que entendeu a necessidade proposta por Deus do nascimento de um gerado pela mulher para devolve-los ao estágio edênico e louvou a Deus quando lhe nasceu Caim, e exultou dizendo:
Gn.4. 1: Conheceu Adão a Eva, sua mulher; ela concebeu e, tendo dado à luz a Caim, disse: Alcancei do Senhor um varão.
Isaías continua mantendo a esperança de todos os homens quanto ao nascimento do redentor, e ainda aponta local de seu nascimento:
Is.59.20: E virá um Redentor a Sião e aos que em Jacó se desviarem da transgressão, diz o Senhor.
O Redentor permeia toda a Bíblia, juntamente com a idéia macro da necessidade da redenção humana, alguém que fosse nascido de mulher, que pudesse neste corpo pagar o preço da redenção.
B - No Novo Testamento encontramos duas figuras de Simeão e a anciã viúva Ana, que não se afastava do Templo, e por sua persistência estava no seu lugar de sempre e na hora que José e Maria levaram o menino após o período de purificação da mãe, [quarenta dias], como mandamento da Lei ela pode contemplar a figura meiga de um bebê que reconheceu pela ação do espírito Santo no mesmo instante dizendo:
Lc.2.38: Chegando ela na mesma hora, deu graças a Deus, e falou a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém.
...22 Terminados...da purificação...levaram-no a Jerusalém, para apresentá-lo ao Senhor(conforme está escrito na lei do Senhor: Todo primogênito será consagrado ao Senhor),
...havia em Jerusalém um homem Simeão; e este homem...esperava a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele...lhe fora revelado...que ele não morreria antes de ver o Cristo do Senhor....pelo Espírito foi ao templo; e quando os pais trouxeram o menino Jesus...Simeão o tomou em seus braços, e louvou a Deus, e disse: Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo....pois os meus olhos já viram a tua salvação, a qual tu preparaste ante a face de todos os povos; luz para revelação aos gentios, e para glória do teu povo Israel....Simeão os abençoou...Havia também uma profetisa, Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era já avançada em idade...viúva, de quase oitenta e quatro anos. Não se afastava do templo...noite e dia...Chegando ela na mesma hora, deu graças a Deus, e falou a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém.
Nota-se no exemplo de Ana e Simeão, que a esperança da redenção não se houvera perdido e que alguém reconheceu imediatamente a sua chegada, não só ela, que pronunciou a palavra exata: redenção, mas também o ancião que abençoou ao menino.
O Autor da Redenção:
Uma vez nascido o autor da redenção de todos os homens, que crêem em seu sacrifício e Nome, a Bíblia, através do Apóstolo Paulo nos revela o mistério desta redenção ou seja, o mistério intrínseco deste feito. Paulo revela-nos que tudo foi feito por Deus, note e lembre do Plano exarado em Gn.3.15, para que em Jesus Cristo e por meio D’Ele tudo se cumprisse de forma eterna e plena para que nada mais restasse a ser pago por qualquer homem, em relação aos seus erros e pecados adâmicamente e federativamente relacionados, tal qual um gen espiritual, após a Morte do Redentor, quando o mesmo declara “Está Consumado”, é plenitude ou pleroma da Redenção finalmente executado.
Neste momento, no flagrante experimentado primeiramente pelo ladrão da cruz, vemos que se realiza e se completa o nosso Texto Áureo:
II Co. 5.19:DEUS ESTAVA EM CRISTO RECONCILIANDO CONSIGO O MUNDO, NÃO LHES IMPUTANDO OS SEUS PECADOS, E PÕS EM NÓS A PALAVRA DA RECONCILIAÇÃO.”
C - Paulo deixa claro esta questão:
I Co.1.30: Mas vós sois dele, em Cristo Jesus, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção;
Ef.1. 7: em quem temos a redenção pelo seu sangue, a redenção dos nossos delitos, segundo as riquezas da sua graça,

Só podemos voltar à Deus através da pessoa de Nosso senhor Jesus Cristo, pois ele, tal como Boaz resgatou Rute e toda a família de Noemi, lhes dando esperança e herança e um nome, somos novamente do Senhor por meio de Cristo, que é descendente desta remissão de uma Moabita.
Rute 3.9: E perguntou ele: Quem és tu? Ao que ela respondeu: Sou Rute, tua serva; estende a tua capa sobre a tua serva, porque tu és o remidor. Ora, é bem verdade que eu sou remidor, porém há ainda outro mais chegado do que eu.
IV - O Preço da Redenção:

Canta-se um hino avulso que diz, algo como:‘eu nunca saberei o preço...pago...salvação’.
Como também costumo escrever poesias ou crônicas, entendo que talvez o sentido que o autor queria exaltar na frase, fosse: o preço foi tão alto que é inimaginável entender, como alguém ouse morrer pelo mau, como diz a Bíblia, mas ouvindo a letra sem este entendimento pode-se inferir que desconhecemos quanto foi pago pelos nossos pecados na cruz de Jesus, no Calvário. A Bíblia esclarece fortemente e procura valorar em entendimento humano o preço pago pela nossa Redenção.
a-A Redenção é de graça ou a Gratuidade da Redenção por Cristo:
Já não resta mais sacrifícios para o homem, como o escritor aos hebreus nos diz.
Todo e qualquer sacrifício humano ou de animais, no tempo presente na busca da salvação de um homem, se tornou vão após o sacrifício perfeito de Jesus Cristo.
b-Quanto nós pagamos pela nossa redenção:
Antes estava determinado o preço da redenção:
Ex.21.30: Se lhe for imposto resgate, então dará como redenção da sua vida tudo quanto lhe for imposto;
Sl. 49. 8:
pois a redenção da sua vida é caríssima, de sorte que
os seus recursos não dariam;
Hoje o que precisamos pagar para nossa redenção:
Absolutamente nada, foi-nos dado o Dom Gratuito de Deus por Seu Filho Jesus Cristo.
Ef.2.8: Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus;
Rm.3. 24 sendo justificados gratuitamente
pela sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus,
V -O Efeito da redenção:
a-Foi a anulação da nossa dívida, que era impagável:
Cl.2. 14 e havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, removeu-o do meio de nós, cravando-o na cruz;

Paulo continua falando da Graça como Dádiva de Deus [Dom] como Salvação gratuita que é e ensina mais um pouco sobre a distância que estávamos de Deus, sem esperança e corrompidos, mas Deus em Cristo nos reconciliou com seu povo e nos fez co-herdeiros com Cristo.
Ef.2.9.ss : não vem das obras, para que ninguém se glorie. Porque somos feitura sua, criados [aqui, infiro um entendimento, :no sentido de regenerados para com Deus, muito embora, todas as coisas tenham sido feitas por Ele] em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas.
b-A Redenção aproximou povos e em especial, à nós gentios de Deus:
Mais uma parte do mistério revelado do texto Áureo:
Ef. 2....
Portanto, lembrai-vos que outrora vós, gentios na carne, chamam circuncisão, feita pela mão dos homens, estáveis naquele tempo sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos aos pactos da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.
Para resgate e redenção do Homem, qual seria a forma deste valor?

Já sabemos, que para resgate de alguém ou de um bem precisava ser pago um determinado valor.Seria muito ouro, prata.
Deus havia realizado desde Gênesis demonstração que para “cobrir” o homem seria necessária a morte de alguém. Inicialmente o sacrifício de remissão de pecados era ’pago’ com sangue de ovelhas ou bodes, especialmente separados para tal evento de ‘cobrir pecados’.
Deus em sua primeira demonstração de que o homem necessitava desta cobertura realizou o primeiro sacrifício para tal ato.
Gn.3. 21: E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu.
Ef.1. 7: em quem temos a redenção pelo seu sangue...
VI - A Forma de pagamento, deste valor executado por Deus, através de Jesus, foi:
O Meio usado por Deus, para executar o pagamento:
a-Amor:
I João. 4.9.10,14: Nis
to se manifestou o amor de Deus para conosco: em que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por meio dele vivamos. Nisto está o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados. E nós temos visto, e testificamos que o Pai enviou seu Filho como Salvador do mundo.
Cl 1.13: e que nos tirou do poder das trevas, e nos transportou para o reino do seu Filho amado;
b-Doação:

O Preço para Deus em Jesus Cristo, na doação DO Filho do Seu Amor e o derramamento do Sangue de Jesus.
Gl.4.4: mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo de lei,
c-A Vida de seu Unigênito:
Hb.9.12:
e não pelo sangue de bodes e novilhos, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez por todas no santo lugar, havendo obtido uma eterna redenção.
A Redenção alcançada precisa ser zelada por todos que a alcançaram:

Ef.4.30: E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção.
Hb.9. mas agora, na consumação dos séculos [plenitude dos séculos], uma vez por todas se manifestou, para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo.
Mt.10.40: Quem vos recebe, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou.
Nos dando o direito de voltarmos ao Pai!
d-A entrega voluntária do autor da redenção:
Ef.5.2:
e andai em amor, como Cristo também vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave.
CONCLUSÃO:
A Esperança da Redenção continua:
Para o povo de Israel:
Lendo uma página da comunidade israelita encontrei o seguinte trecho, que demonstra que a esperança da redenção ainda não morreu para aquele povo [ que pena! Só que tardiamente...compreenderão isto – segundo a Bíblia]:

Como concluiu o Rebe, estas atividades trarão o advento da suprema Redenção neste mês, que é também chamado "mês da Redenção." Naquela ocasião, teremos o mérito de ver não apenas a essência de Mashiach, como também a revelação de Mashiach no mundo em geral, quando ele "aperfeiçoará o mundo inteiro, [motivando todas as nações] a juntas servirem a D’us, como está escrito: "Farei os povos puros de palavras, para que todos proclamem o nome de D’us e O sirvam com um único propósito."
Que isso ocorra imediatamente.
Para a Igreja:

Uma vez redimidos por Cristo, através do seu sacrifício na Cruz do Calvário – “Calvário – Monte da Redenção”, continuamos agora, aguardando a redenção em Glória para sermos tal qual, Cristo, pois a Bíblia nos afirma: “assim como Ele é nós seremos”, pelo Arrebatamento.Aleluia!
Lc.21.28:
Ora, quando essas coisas começarem a acontecer, exultai e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção se aproxima. Maranatha!
Rm. 8 23:
e não só ela, mas até nós, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, aguardando a nossa adoração, a saber, a redenção do nosso corpo.
Fonte:

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho
duvida.net
bibliaonline.net
A Redenção Final - chabad
Rabi Shmuel M. Butman

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical