sexta-feira, maio 21

O PODER DA VERDADEIRA PROFECIA. Lição 08 – 2º Trimestre/2010 - CPAD

O PODER DA VERDADEIRA PROFECIA.

Lição 08 – 2º Trimestre/2010 - CPAD Autor: Osvarela

Isa. 8.20. À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, nunca verão a alva. [é porque não há luz neles].

SITUANDO O ALUNO:

LEIA O CAPÍTULO 27 DE Jeremias.

Ali está a situação pela qual Jeremias foi levado a colocar a canga em seu pescoço, em um simbolismo próprio do exercício de seu ministério profético em Israel.

Jr. 27.1-3;9. NO princípio do reinado de Jeoiaquim, filho de Josias, rei de Judá, veio esta palavra a Jeremias da parte do Senhor, dizendo:Assim me disse o Senhor: Faze uns grilhões e jugos, e põe-nos ao teu pescoço. E envia-os ao rei de Edom, e ao rei de Moabe, e ao rei dos filhos de Amom, e ao rei de Tiro, e ao rei de Sidom, pela mão dos mensageiros que vêm a Jerusalém a ter com Zedequias, rei de Judá. E vós não deis ouvidos aos vossos profetas, e aos vossos adivinhos, e aos vossos sonhos, e aos vossos agoureiros, e aos vossos encantadores, que vos falam, dizendo: Não servireis ao rei de Babilônia.

VEJA ESTUDO DO AUTOR:

Link: http://www.ensinodominical.com.br/os-falsos-profetas-osiel-varela/

NESTE ESTUDO PUBLICADO EM 04/09/2009, o autor dá uma visão etimológica para prophetes, nabi e outros termos e destaca a atuação da ação dos falsos profetas, numa visão neotestamentária e veterotestamentaria.

Assim, o leitor deste texto é aconselhado a ler ou reler o estudo em destaque para obter ou rever os dados ali publicados de forma extendida.

Mt. 7.15. Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.

Jr.5.5. Irei aos grandes, e falarei com eles; porque eles sabem o caminho do Senhor, o juízo do seu Deus; mas estes juntamente quebraram o jugo, e romperam as ataduras.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE:

Livro do Profeta Jeremias. 28.5-12;16,17.

Destaque No Texto:

Jr.28. 6 Disse, pois, Jeremias, o profeta: Amém! Então Hananias, o profeta, tomou o jugo do pescoço do profeta Jeremias, e o quebrou....veio a palavra do Senhor a Jeremias, depois que Hananias, o profeta, quebrou o jugo de sobre o pescoço de Jeremias,este ano morrerás, porque falaste em rebeldia contra o Senhor. o profeta, dizendo:...Eis que te lançarei de sobre a face da terra; 17 E morreu Hananias, o profeta, no mesmo ano, no sétimo mês.

ITEM 1- COMO ERAM CLASSIFICADOS E DENOMINADOS OS PROFETAS NO AT?

Eram utilizadas quatro palavras básicas para os que ministravam a palavra profética, sobre o povo:

Além de serem denominados “profetas” (hebraico nabi), também recebiam o nome de “videntes” (roeh ou chozeh),,“sentinelas” (tsaphah) ou “pastores” (raah).

Os profetas de Israel foram chamados individualmente e ungidos por Deus para o serviço de “emergência”, em contraste com o serviço regular dos sacerdotes, anciãos e reis.

As funções gerais dos profetas podem ser observadas nas três seguintes classificações:

28. O profeta que tem um sonho conte o sonho; e aquele que tem a minha palavra, fale fielmente a minha palavra.

As funções fundamentais do profeta eram:

Proclamar;

Exortar;

Anunciar Juízo.

Jeremias é um profeta do tipo canônico, ou seja, é um dos profetas bíblicos com interveniência escrita no cânon Sagrado do Antigo Testamento.

Assim, com o exemplo do Profeta Jeremias, ensine ao aluno, a existência de uma outra classificação dos profetas.

Tem-se teologicamente o profeta Samuel como o iniciador de uma Ordem Profética em Israel.

Isto se confirma em Atos 3:24: Sim, e todos os profetas, desde Samuel, todos quantos depois falaram, também predisseram estes dias.

1 Samuel 3:1. E O JOVEM Samuel servia ao Senhor perante Eli; e a palavra do Senhor era de muita valia naqueles dias; não havia visão manifesta.

Note no texto acima: a profecia vista como a visão.

Deus já não se manifestava com voz audível a Israel.

Isto volta acontecer com o pequeno Samuel. Leia 1 Sm 3.19,20. E crescia Samuel, e o Senhor era com ele, e nenhuma de todas as suas palavras deixou cair em terra. E todo o Israel, desde Dã até Berseba, conheceu que Samuel estava confirmado por profeta do Senhor.

ITEM 2 - Profetas da “palavra” e da “escrita”.

Profetas da palavra (acanônicos) - profetas da “palavra” - que apenas profetizaram e não se registrou nada sobre suas profecias.

Profetas da escrita (canônicos) - profetas da “escrita” - cujas palavras foram proferidas e também registradas na Bíblia Sagrada.

A. Porta-voz Especial de Deus. O termo “profeta” (heb., nabi, e gr. Prophetes) significa “falar por” ou representar. Sua tarefa mais importante era agir como embaixador ou mensageiro divino, anunciando a vontade de Deus para o seu povo, especialmente em época de crise. Era, acima de tudo, pregador da justiça em época de decadência moral e espiritual, quase sempre numa posição isolada.

B. Vidente. A credencial de um profeta verdadeiro de Deus era a habilidade infalível de penetrar no futuro e revelá-lo (Deuteronômio 18:21-22). Essa habilidade autenticava sua mensagem como sendo divina, porquanto somente Deus conhece o futuro. Por intermédio dessa função profética Deus chamou a atenção para o seu programa futuro com relação a Israel e às nações elaborando depois o que já tinha esboçado nas alianças com os antepassados.

C. Professor da Lei e da Justiça. Apesar de os sacerdotes e levitas serem normalmente os professores de Israel, os profetas também receberam essa função quando o sacerdócio degenerou (Levítico 10:11; Deuteronômio 33:10; Ezequiel 22:26).

ITEM 3 - Período de Atividade Destes Profetas:

Mais ou menos época da extirpação do Culto a Baal por parte de Jeú, ocorre o período de maior atividade desses profetas.

Por volta, dos tempos da destruição do Reino do Norte, e antes da destruição do reino do Sul.

Embora alguns teólogos afirmem que os profetas manifestavam-se geralmente em épocas de decadência nacional e julgamento iminente, a o povo de Israel sempre teve os seus grandes profetas na literalidade do termo.

Profeta Verdadeiro, sempre incomoda os acomodados.

Assim, os profetas em Israel, quando agiam como Jeremias, nos ensinam a ser profetas nos dias de hoje e exercer com honestidade, sem aceitar peitas, como Balaão.

Exercer o exercício que nos foi dado por Deus, com total obediência àquele que nos comissionou.

Temo que ser a voz da consciência da Igreja.

Alguns podem ser como Hananias, mas creio que Deus levantou outros Jeremias nesta nação.

Temos assistido alguns ‘profetas’ da ‘Casa de Hananias’ mais preocupados com o ‘status’ e com profetizar o que o povo quer ouvir, incentivando a tal ‘prosperidade’’ pessoal, em lugar da Prosperidade Bíblica, que inclui a Paz, como conforto total do Homem, incluindo o Buscar a Deus em primeiro lugar.

Alguns estão sob o controle de algum ‘reinado material’, que os obriga negociar com o povo. São obrigados a emitir opinião de acordo com o líder pretensioso.

É incômodo ter ‘Jeremias’ no Ministério destes homens.

ITEM 4 – DEFINIÇÕES:

Dados da Pequena Enciclopédia de Orlando Boyer.

Definindo:

Referências bíblicas:

Falsos Profetas – Profetas impostores que se fazem passar por homens de Deus, mas não possuem autoridade divina (Dt 18.20; Is 9.15; Jr 14.13; Ez 13.3; Zedequias, I Rs 22.11; Jr 29.21)

Profetisa – O feminino de profeta, mulher que tinha revelações proféticas e as declarava. (Êx 15.20; Jz 4.4; II Rs 22.14). A esposa de Isaías também é chamada de “profetisa” (Is 8.3). Este uso pode está relacionado com o significado “companheiro e/ou seguidor de profeta”.

Vine define profetisa de NEBÎÃH, este termo ocorre 6 vezes.

Entre os profetas havia aqueles de ofício pagãos como, por exemplo, os de Baal e os de Aserá, que comem da mesa de Jezabel (I Rs 18.19), a palavra usada no hebraico é a mesma nabi’, ou navi’ significando “profeta” literalmente.

O termo define genericamente e etimologicamente ou alguém que fala por alguma divindade, assim para os profetas de Baal ou de Aserá, ou de qualquer outros deuses, mesmo os pagãos, se utilizava da grafia e do mesmo e idêntico vernáculo. Texto editado de Luís Filipe - Reflexão Cristã Reformada

ITEM 5 - PROFETA OU VIDENTE?

1Sm 9,9. “O que hoje em dia se chama profeta, outrora se chamava vidente”.

1-PROFETA – RO’EH - Este substantivo, traduzido por “vidente”, em português, indica a capacidade especial de se ver na dimensão espiritual e prever eventos futuros.

O título sugere que o profeta não era enganado pela aparência das coisas, mas que as via conforme realmente eram — da perspectiva do próprio Deus.

Como vidente, o profeta recebia sonhos, visões e revelações, da parte de Deus, que o capacitava a transmitir suas realidades ao povo.

Os.9.7. Chegarão os dias da punição, chegarão os dias da retribuição; Israel o saberá; o profeta é um insensato, o homem de espírito é um louco; por causa da abundância da tua iniqüidade também haverá grande ódio.

2-VIDENTE - RO’EH – Chozeh - era o homem de Deus, o profeta, que tinha a mensagem para dar ao povo, seja ela oral ou por sinais.

É um Dom de Deus para seu povo.

Ele vê o sobrenatural invisível aos olhos humanos;

Ele ouve a voz de Deus inaudível aos homens;

Ele prevê fatos, atos e juízos;

Ele deveria ver além do natural ou físico, mas a Onisciência não é uma qualidade do vidente, mas sim de Deus – veja I Samuel 16.

Formas de obter a vidência:

Visões;

Sonhos;

Revelações.

Um exemplar do vidente é encontrado em situação nada boa, mas exemplifica o exercício da vidência citada no AT.

Podia-se também consultar ao Senhor por Urim e Tumim - do hebraico אורים ותמים luzes e perfeições.

Neste caso é um exercício Sacerdotal, vai além do Dom da vidência ou do exercício do vidente, está situado no âmbito da Liturgia sacerdotal, da qual poderia ou não o vidente fazer parte.

Pedras que Deus concedeu ao povo no deserto, para que Arão consulta-se ao Senhor Jeová.

Texto Auxiliar:

Dt: 18,22. Se o profeta falar em nome de YHWH, e o que disse não acontecer nem se realizar, então é coisa que YHWH não disse”.

ITEM 6- O PROFETA:

Moisés, Elias, Isaías, Jeremias e Ezequiel e tantos outros foram ameaçados, perseguidos e mortos.

Quem acreditou neles?

O mesmo aconteceu inclusive com o próprio Senhor Jesus, O Profeta.

Revelado, como tal, apenas para mulher Samaritana.

O verdadeiro Profeta era esperado em Israel, o Messias na pessoa de Jesus Cristo.

Esta era uma função daquele que viria resgatar Israel de todos os seus pecados

Dt.18.15. Senhor teu Deus te levantará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis;

18 Eis lhes suscitarei um profeta do meio de seus irmãos, como tu, e porei as minhas palavras na sua boca, e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar.

19 E será que qualquer que não ouvir as minhas palavras, que ele falar em meu nome, eu o requererei dele.

15 O Senhor teu Deus te levantará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis;

ITEM 7 - As Culpas dos que teem o Dever Proclamar os Avisos de Deus ao Povo:

Jr.5.5. Irei aos grandes, e falarei com eles; porque eles sabem o caminho do Senhor, o juízo do seu Deus; mas estes juntamente quebraram o jugo, e romperam as ataduras.

A correlação e o atavismo apresentado por Jeremias da uma noção, da qual, Jesus mandou avisar a João – O Baptista:

“Os pobres ouvem o Evangelho”.Mt.11.5.

1- Qual a correlação entre Jeremias e as Palavras de Jesus?

Jeremias usa o termo ‘pobres’, com um sentido, até atual, num contexto cultural nacional de Israel e de nossos dias, que embute o pensamento da dificuldade da obtenção do conhecimento através daqueles que devem conduzir povo, como Nação.

A estes pobres não lhes é dada oportunidade de obter cultura, conhecimento, sabedoria, pois lhes seria oneroso.

Estes grandes que o profeta aponta são os detentores, de conhecimento, não compartilhado, detentores das riquezas e dos poderes da nação.

Vivenciamos isto em nossos dias, em nossas Igrejas.

Quantos estão deixando de receber a Palavra de Deus porque alguns assuntos só lhes são transferidos o conhecimento, com a paga dos que se consideram grande.

Nos dias de Jeremias, como vimos estudando este 2º trimestre de 2010, os Nabi’s estavam corrompidos, e em total letargia espiritual pelo culto misto que se infiltrara no seio de Israel.

Assim, quando Jeremias aponta os ‘grandes’ e os vai ouvir, verifica que estes que deveriam transmitir o conhecimento estão fora do jugo da Aliança e romperam as ligaduras que os prendia ao Senhor.

Para melhor entendimento é necessário entender, que a Nação de Israel, até mesmo ao tempo de Jesus era uma Nação com caráter teocrático gerenciado por lideranças espirituais, conforme destaques acima:

Sacerdotes;

Profetas;

Príncipes;

Anciãos.

Estes, os chamados grandes no sentido cultual e histórico da Nação de Israel, tinham a obrigação de chamar o povo ao despertamento e exorta-los.

Temos feito este exercício?

Proclamamos aos pobres [aqui como os destituídos da Salvação] o que poderá abrir-lhes os olhos ao conhecimento que lhes levará a obter as riquezas eternas?

Isto se nota cristalizado nos idos de Jesus de Nazaré, quando os fariseus são condenados pelo Cristo:

Mt. 23. 23. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, e tendes omitido o que há de mais importante na lei, a saber, a justiça, a misericórdia e a fé; estas coisas, porém, devíeis fazer, sem omitir aquelas.

Jeremias nota e aponta com ordem divina este estado letárgico apóstata [‘porque as suas transgressões se avolumam, multiplicaram-se as suas apostasias’].

A situação é especialmente dura para estes Grandes, na visão Neotestamentária:

Lc.4.18. O Espírito do Senhor está sobre mim, porquanto me ungiu para anunciar boas novas aos pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos, e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos,

Este versículo dá a dimensão divina dos cargos em Israel, os Rabis, como Jesus, eram ungidos por Deus para executar a Proclamação das Verdades da Lei, entre o povo desprovido de conhecimento.

Passagem é forte, pois ela faz-nos entender que há uma responsabilidade cultural, principalmente m Israel que transmite oralmente as Escrituras e seus ensinos – ver Dt.14 – o estado dos ‘grandes’ é

A - Veja o contexto histórico e religioso, com a profecia de Jeremias é extremamente corroborador.

Era tempo de vivenciar o desastre em andamento, sofrer a aguda dor de separação dos filhos.

Ver o seu rei levado cativo.

Parecia que a profecia de Hananias era mais condizente com que o povo gostaria de ouvir.

Era uma profecia agradável e de esperança, mas descartava o básico para aquela situação acabar; O arrependimento!

Jeremias é colocado em ‘xeque’ pelo Profeta conhecido e de Judá.

Falava em nome do Senhor, quem poderia deter uma mensagem como esta.

Quando todos queriam ouvi-la?

Só mesmo um tolo, um profeta esquisito como Jeremias, que andava com uma canga no pescoço era, antes de tudo de um grupo religioso desacreditado, lá de Anatote.

B - Uma Situação de Disputa Entre Profetas:

Pareceu fácil a Hananias despreza-lo e desmoraliza-lo, em frente a todos os grandes e a todo o povo.

Jr.28.4. Também a Jeconias, filho de Jeoiaquim, rei de Judá, e a todos os do cativeiro de Judá, que entraram em Babilônia, eu tornarei a trazer a este lugar, diz o Senhor; porque quebrarei o jugo do rei de Babilônia.

Quando Jeremias coloca o jugo [canga] em seu pescoço, entre outras mensagens ele está anunciando uma mensagem messiânica [no sentido, de que Jesus levou sobre si todas as nossas cargas, que não eram dele].

Boi – como elemento de sacrifício

Boi – como servo que coloca o seu pescoço sob um jugo para servir

C - E No Contexto da Linguagem Do Livro Profético:

Boi - com canga para ser usado sob a direção daquele que o possui, assim seria para com Israel, um boi de serviço subjugado.

A canga representa o jugo pesado do Rei da babilônia.

Representa o jugo pesado do pecado, nos dias atuais, e antigos.

Simbolizado no Evangelho de Marcos, o Evangelho do Servo.

Jesus assumiu a face de boi, a semelhança está nas características do boi, o mais belo símbolo de suportador-de-cargas.

Este é animal forte, manso, útil, serviçal e obediente.

O boi aceita, toma, suporta e leva as cargas leves ou pesadas, sem se queixar jamais.

De igual modo espiritualmente, Jesus assume a face de boi, para: libertar, tomar, aceitar, suportar, ajudar e levar, sobre si mesmo, as cargas dos filhos de Deus.

Na cruz Ele levou sobre si, não apenas o madeiro, levou nossos pecados, nssas enfermidades e dores, para que não tenhamos mais necessidade de levá-las (Isaias 53:4; I Pedro 2:24). E ainda hoje, e sempre, Ele tira de nós e leva sobre si as mesmas cargas. Podemos lançar sobre Ele nossas cargas. (Lucas 4:18,19: Mateus 11:4-6). Texto da IEQuadrangular – Lapa - SP. – A Face do Boi no Evangelho. Adaptação do autor.

Note que Ezequiel, no mesmo período, estava tendo visões com um Animal de Quatro rostos entre eles o Boi.

Enquanto Jeremias profetizava em Israel, o profeta Ezequiel ecoava as palavras de Jeremias no distante cativeiro chegado.

Ez.7.26. Miséria sobre miséria virá, e se levantará rumor sobre rumor; e buscarão do profeta uma visão; mas do sacerdote perecerá a lei, e dos anciãos o conselho.

ITEM 8 - A POSIÇÃO DO PROFETA AMEAÇADO E DESACREDITADO POR ALGUÉM MAIS PODEROSO:

O processo em andamento neste momento da história de Israel era semelhante;

O novilho tem que ser domado para aceitar o trabalho, a canga colocada é inaceita inicialmente, mas após certo tempo ele se torna um objeto aceitado pelo boi e ele passa ser conduzido.

Israel foi aos poucos aceitando o jugo, como reino apoiado no Egito, nas alianças para se ‘fortalecer’, com pagamento de tributos até vir a ser dominado, com domínio total pelos seus inimigos.

Este processo Hananias não havia entendido, por isto, ele achava que estava ainda falando em nome do Senhor, quando o Senhor já estava longe de usar seus lábios.

Por isto, já subjugado, pela prostituição, Hananias achava natural, Israel ser ligado aos outros bois [Nações] dominados por Nabucodonosor.

1- Eis A Síndrome Israel Apóstata - aceitar tudo ou ser igual a todos. Não precisa fazer a diferença

28.1,2. ...no princípio do reinado de Zedequias, rei de Judá, no ano quarto, no mês quinto, que Hananias, filho de Azur, o profeta que era de Gibeom, me falou na casa do Senhor, na presença dos sacerdotes e de todo o povo, dizendo:Assim fala o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel, dizendo: Eu quebrei o jugo do rei de Babilônia.

28.10.11. Então Hananias, o profeta, tomou o jugo do pescoço do profeta Jeremias, e o quebrou. E falou Hananias na presença de todo o povo, dizendo: Assim diz o Senhor: Assim, passados dois anos completos, quebrarei o jugo de Nabucodonosor, rei de Babilônia, de sobre o pescoço de todas as nações. E Jeremias, o profeta, seguiu o seu caminho.

2- A Ação do Profeta lhe traz juízo de Morte ou Vida:

Hananias não aceita, não entende o simbolismo da profecia demonstrada pelo uso da canga por Jeremias.

Pior ele despreza a palavra de juízo, despreza a Verdadeira Profecia e a menospreza.

Quando Hananias quebra o jugo do pescoço de Jeremias e o lança fora, ele não pode compreender que naquele instante estava selando seu próprio destino: A Morte.

A Quebra do Jugo nos faz lembrar da ida de Jeremias a Olaria no Vale de Hinom.

Hananias ao despedaçar o Jugo, de forma irada e desprezando-o, está despedaçando, ou rasgando a sua própria vida, como Saul rasgou o manto de Samuel – Profeta – Pai da Geração de Profetas da Nação - e teve o seu reino rasgado, assim, acontecerá com Hananias, ele não despedaça o jugo, ele despedaça a própria Palavra de Deus, em Simbolismo; forma pela qual Jeremias é chamado para ser Profeta [tipo de Cristo]: O Profeta dos Símbolos.

Assim como Jesus falaria séculos depois por símbolos ou parábolas.

Mt. 13. 34 ,35. Tudo isto disse Jesus, por parábolas à multidão, e nada lhes falava sem parábolas; Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta, que disse: Abrirei em parábolas a minha boca;

3- O Jugo foi despedaçado, mas a Palavra é Inquebrável em sua ação, por isto ele vai morrer.

No Novo Testamento encontramos uma profecia com simbolismo, demonstrando que Deus, mesmo após o batismo com Espírito Santo, continua falando por sinais, parábolas e revelação ao seu Povo.

Ágabo, profeta de avisa a Igreja e a Paulo que ele seria preso em Jerusalém e tal qual a profecia do cinto de linho, ele se amarra com a cinta de Paulo e profetiza o que vai acontecer com o Apóstolo:

At.21.10,12. E, demorando-nos ali por muitos dias, chegou da Judéia um profeta, por nome Ágabo;E, vindo ter conosco, tomou a cinta de Paulo, e ligando-se os seus próprios pés e mãos, disse: Isto diz o Espírito Santo:Assim ligarão os judeus em Jerusalém o homem de quem é esta cinta, e o entregarão nas mãos dos gentios.E, ouvindo nós isto, rogamos-lhe, tanto nós como os que eram daquele lugar, que não subisse a Jerusalém.

4- Jeremias se retira do palco onde profetizara e colocara o jugo no pescoço.

E nos deixa uma lição com respeito a profecia:

A profecia dita, exarada em nome do Senhor deve ser ouvida e dado crédito, sem murmuração.

Jeremias deixa o palco e todos perplexos:

Não contesta, mas diz: “Amém. Assim faça o Senhor; confirme o Senhor as tuas palavras, que profetizaste, e torne ele a trazer os utensílios da casa do Senhor, e todos os do cativeiro de Babilônia a este lugar”. Ora é uma prova inconteste do amor por Israel, mas quem ama fala a verdade, mesmo que possa doer a todos.

Aja desta forma, e você será honrado por Deus.

5- Deus Peleja pelos Seus:

Parece-me ver um profeta Jeremias, voltando ao capítulo de sua chamada, ‘eu sou um menino’.

Será que agi como um menino?

Muitas vezes somos confrontados por alguém aparentemente mais acima, mais próximo do ‘poder’ eclesiástico, com mais voz que nós possamos ter.

É o desanimo alcançando os nossos corações.

Mas, ainda não acabou.

Jeremias volta a ouvir a voz do Senhor. 12 Mas veio a palavra do Senhor a Jeremias...

Não desista até a voz do Senhor não falar que é tempo de parar de profetizar.

Você ainda tem mensagem para entregar.

Deus vai fazer como fez com Jeremias ‘eu zelo pela minha palavra para fazê-la cumprir’.

Assim como aconteceu com Isaías, acontece com Jeremias.

Hananias quebrou símbolo, mas não podia despedaçar em sua ira e falsa profecia, a Palavra do Senhor, não podia despedaçar a ordem de Deus.

ATENÇÃO:

Satanás pode quebrar quantas cruzes quiser, mas não pode mudar a história da Cruz do calvário, porque o principal da cruz, não foi o madeiro, mas o que estava pregado nela, e este ressuscitou ao terceiro dia e está vivo para sempre – O Profeta Jesus Cristo, mais do que um profeta...O Salvador da humanidade.

É interessante ressaltar que Jeremias passou por várias destas provas.

O Rei Jeconias rasgou a faca ou estilete o rolo escrito com as profecias de Jeremias, escritas por Baruque.

O Que Fez Jeremias?

Chamou a Baruque e re-editou todas as profecias.

Quando o Senhor nos da, ninguém pode nos tirar a sua Palavra, pois como diz o Salmista:

“Escondi a tua palavra no meu coração...”.

Hananias desconhecia esta verdade.

Desconhecia não de saber, mas por ter tido a sua mente tomada pelo legalismo do culto.

Assim acontece entre o que tem a verdadeira profecia e o que não a tem.

ITEM 9 - A ILUMINAÇÃO DA PROFECIA AFASTA AS TREVAS DO ERRO.

O testemunho de um profeta é avalizado pelo Senhor.

Hananias era um profeta sem iluminação.

Hananias Era Trevas, Contra Jeremias, e Sua Luz.

Isa. 8.20. À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, nunca verão a alva. [é porque não há luz neles].

Não havia luz em suas profecias.

Não falara segundo a Palavra das Escrituras, mesmo falando em nome do Senhor fez como os profetas pagãos.

Hananias despreza o que Deus havia falado, sem dúvida despreza, pois sendo profeta deve ter ouvido no Átrio do Templo o que Jeremias profetizara: “

12 Negaram ao Senhor, e disseram: Não é ele; nem mal nos sobrevirá, nem veremos espada nem fome.16 A sua aljava é como uma sepultura aberta; todos eles são poderosos.

As Escrituras são na verdade, o Oráculo Sacro, dogmático, para estabelecimento do valor e da legalidade das profecias.

Além, de ser o instrumento balizador de toda e qualquer profecia.

O que poderia parecer crueldade e uma profecia de maldição, na realidade seria uma forma de deixar guardado um remanescente e prepara-lo pra voltar a Terra Prometida.

Enquanto Hananias pregava uma profecia de fácil digestão mental, a profecia de Jeremias congestionava o cérebro da Nação e seus ‘grandes’ pela dureza aparente.

Mas, a Onisciência do Senhor era a garantia de Deus para livrar o seu povo de uma destruição total, ainda que como castigo pelos seus erros.

I - A Bíblia Sagrada é a Verdadeira Profecia.

As Profecias escritas pelos antigos profetas, o que em tese judaica, são todos os escritos, e todos os escritores são profetas, definia alguns parâmetros a serem analisados na proclamação da profecia:

Entre eles:

Devem ter poder de regenerar as pessoas;

Devem fazer referencias aos ditos dos Patriarcas, e outros.

Os líderes de Israel são indicados como pessoas que não tinham perdido a principal qualidade para um profeta.

Falar conforme a Palavra de Deus.

Aliás, em nossos dias toda e qualquer profecia só deverá ser abalizada após ser cotejada com a Bíblia Sagrada, e encontrar nela respaldo.

Assim estamos sendo direcionados em nosso estudo atual a chegar ao ponto principal desta Lição:

Destarte o assunto indicar que falamos ou estudamos nesta lição o Poder da Verdadeira Profecia inferindo que há profecias verbalizadas [profecia é um dom de elocução – verbalizar ditos do Senhor, em nome do Senhor], que nos são pronunciadas.

Assim, profecias serão verdadeiras com base em pontos desta lição, quando ocorrer a seqüência sinalizadora da Verdade:

Só terão autoridade e poder por estes parâmetros;

Só devem ser dado ouvido, as mesmas, quando ocorrer o que o Profeta Jeremias indica em sua profecia escrita, neste Livro canônico.

II - O Prumo e o Nível é a Bíblia Sagrada.

Era a hora do prumo e do nível profetizado desde o mau Rei Manassés, protagonista deste Contexto Histórico de Destruição.

2 Rs.21.13. E estenderei sobre Jerusalém o cordel de Samaria e o prumo da casa de Acabe; e limparei a Jerusalém, como quem limpa o prato, limpa-o e vira-o para baixo.

A arrogante posição dos líderes de Israel em desprezarem a verdadeira profecia e, além disto, maldizerem das verdadeiras profecias é algo tão atroz que o Senhor demonstra de imediato sua ira destruidora, como pronunciamento do Juízo:

Assim era a voz profética de Jeremias soando em Israel.

Jr. 23. 21. Não mandei esses profetas, contudo eles foram correndo; não lhes falei, contudo eles profetizaram.

III - Tudo porque não deram Atenção a Verdadeira Profecia:

Hananias despreza o julgamento de Deus representado pelo Jugo, dentro do contexto gramatical do Livro do Profeta Jeremias, de forma metafórica e ilustrativa.

O castigo viria de forma agressiva em um ataque mortal contra a presa:

Israel que estava envolto em densas trevas, chegando a uma noite total de discernimento espiritual, onde não se via profeticamente uma luz que impedisse o ataque final.

Veja que Deus sempre da um aviso antes do mal atacar aquele que é objeto de sua justiça.

Aconteceu com Caim, o Senhor o avisou:

Eis que se você não der ouvidos, a minha voz, e mudar o seu coração pelo arrependimento, um demônio está a tua espreita, ou a tua porta na hora, que você for executar o mal e te alcançará. Esta é a literal interpretação do texto abaixo.

Gn.4.7.Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.

A palavra está dentro do contexto gramatical do Livro do Profeta Jeremias, de forma metafórica e ilustrativa.

Podemos localizar nestes textos esta linguagem e forma de escrita.

Podemos localizar no Livro do Profeta Jeremias, esta linguagem e forma de escrita.

Jr. 5.6. Por isso um leão do bosque os feriu, um lobo dos desertos os assolará; um leopardo vigia contra as suas cidades; qualquer que sair delas será despedaçado; porque as suas transgressões se avolumam, multiplicaram-se as suas apostasias. 9. Deixaria eu de castigar por estas coisas, diz o Senhor, ou não se vingaria a minha alma de uma nação como esta?17. E comerão a tua sega e o teu pão, que teus filhos e tuas filhas haviam de comer; comerão as tuas ovelhas e as tuas vacas; comerão a tua vide e a tua figueira; as tuas cidades fortificadas, em que confiavas, abatê-las-ão à espada.

Quando o Senhor diz que os bens de Israel serão destruídos, consumidos pelo inimigo ele o faz através da Voz de Jeremias numa forma de símbolos:

Leopardo;

Leão do bosque;

Lobo dos desertos

Por isto, reis foram levados acorrentados pelas narinas, tiveram os seus olhos furados, pois deram mais crédito a falsas profecias do que a Profecia Verdadeira e legítima de Jeremias.

28.5. Então falou o profeta Jeremias ao profeta Hananias, na presença dos sacerdotes, e na presença de todo o povo que estava na casa do Senhor.

Veja que Deus sempre da um aviso antes do mal atacar aquele que é objeto de sua justiça.

Israel que estava envolto em densas trevas, chegando a uma noite total de discernimento espiritual, onde não se via profeticamente uma luz que impedisse o ataque final.

CONCLUSÃO:

O final de ambos os profetas é uma forma de despertamento a nossa consciência profética.

Devemos servir ao Senhor com honestidade.

Ter compromisso com a Verdade profética das Escrituras

Ser honesto com o nosso coração e com o povo

Não desprezar a profecia de outros profetas. Devemos desprezar a Síndrome de Elias – “só eu fiquei”:

1 Rs. 19. 14; 18. E ele disse: Eu tenho sido em extremo zeloso pelo Senhor Deus dos Exércitos, porque os filhos de Israel deixaram a tua aliança, derrubaram os teus altares, e mataram os teus profetas à espada, e só eu fiquei; e buscam a minha vida para ma tirarem. Também deixei ficar em Israel sete mil: todos os joelhos que não se dobraram a Baal, e toda a boca que não o beijou.

Não ser arrogante, isto precipita a morte do profeta.

Após 2 meses do da palavra de juízo de Jeremias, Hananias morreu.

Leia os Textos e Veja os resultados:

Confira as palavras do profeta Jeremias.

Ele recebe a do SENHOR:

"Vai e fala ao profeta Hananias: Assim diz o SENHOR: vocês continuarão servindo ao rei da Babilônia. Eu dei uma canga de madeira, mas agora vai ser uma canga de ferro. E você, Hananias, é mentiroso e enganou o povo: dentro de um ano morrerás".Nota: melhor leitura : "no decorrer deste ano morrerás".

O Que Aconteceu?

Não se passaram dois meses, e Hananias caiu e morreu.

Jr.28.1. E SUCEDEU no mesmo ano, no princípio do reinado de Zedequias, rei de Judá, no ano quarto, no mês quinto, que Hananias, filho de Azur, o profeta que era de Gibeom, me falou na casa do Senhor, na presença dos sacerdotes e de todo o povo...

17.E morreu Hananias, o profeta, no mesmo ano, no sétimo mês.

Por sua vez Jeremias viveu para ver acontecer o que profetizara.

Ainda que em desterro, mas ele pode assistir todas as nuances de sua Voz profética se cumprir.

Deve ter se lembrado do início de sua caminhada como Profeta:

Jr. 1.9,10. E...tocou-me na boca; e disse-me...: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca;Olha, ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares, e para derrubares, e para destruíres, e para arruinares; e também para edificares e para plantares.

Jr. 1.12;15-19. ...porque eu velo sobre a minha palavra para cumpri-la.[...] convoco...reinos do norte, diz o Senhor; e virão, e cada um porá o seu trono à entrada das portas de Jerusalém, e contra ...e contra todas as cidades de Judá...; pois me deixaram, e queimaram incenso a deuses estranhos, e se encurvaram diante das obras das suas mãos...cinge os teus lombos ...dize-lhes tudo quanto eu te mandar; não te espantes diante deles, para que eu não te envergonhe diante deles. Porque, eis que hoje te ponho [...] contra os reis de Judá, contra os seus príncipes, contra os seus sacerdotes, e contra o povo da terra. E pelejarão contra ti...

Jeremias descansou por ter entregado, todos os ditos do Oráculo Divino, diretamente lhes dado da boca do Senhor.

Sejamos conscientes da responsabilidade, que nos foi dada.

A Verdadeira Profecia se Cumprirá!

Para que ao abrir da nossa boca nos seja dado a Palavra Profética e a entreguemos cônscios de que é a Palavra Revelada, Ungida pelo Espírito Santo.

Boa Aula!

Fonte:

Teologia em Alta - André Rodrigues.

Luís Filipe - Reflexão Cristã Reformada

Ministro do Evangelho, teólogo, professor de Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa. Casado com Cíntia Matheus e pai do Luís Fernando e do Murillo.

Jeremias 28 - Pr. Elso Venema

Bíblia Plenitude

Wikipédia

Bíblia digital - cortesia Tio Sam

Bíblia Explicada – CPAD

Monergismo

Apontamentos do Autor

Diversas fontes de pesquisa

Autores indicados no Corpo do texto

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical