terça-feira, maio 1

Pérgamo, a Igreja Casada Com O Mundo. Lição 05 – CPAD


Pérgamo, a Igreja Casada Com O Mundo.
Lição 05 – CPAD                                  –               Subsídio:Osvarela
Temática Versicular:
Texto Áureo
I João 2:15-16.Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.
Apocalipse 2:12-17.E ao anjo da igreja que está em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a espada aguda de dois fios:
 Leitura Bíblica em Classe
Conheço as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.
Mas algumas poucas coisas tenho contra ti, porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria, e se prostituíssem.
Assim tens também os que seguem a doutrina dos nicolaítas, o que eu odeio.
Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da minha boca.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.
A Revelação se baseia em três Fatores e Tempos:
-Conhecimento das Obras e do local onde habita a Igreja de Pérgamo;
-Conhecimento em guardar o nome de Cristo e não negar a Fé;
-Conhecimento da atividade dos Doutrinadores da Doutrina de Balaão e da Doutrina dos nicolaítas;
Exórdio:
Pérgamo.
Significado: Pérgamo significa casamento, uma igreja mundana, falsas doutrinas circulavam dentro da igreja, crentes de Pérgamo estavam casados com o mundo.
IDENTIFICANDO PÉRGAMO:
PÉRGAMO.
Pergamom - em grego: Πέργαμος, transl. Pérgamos
“Pérgamo” parece significar “casamento”.
Pérgamo era a cidade mais idólatra de toda província da Ásia. Era cidade famosa por sua escola de medicina.
Durante mais de 200 anos, foi a capital da província romana da Ásia. Teve a maior biblioteca fora de Alexandria, Egito. Foi o povo de Pérgamo que começou a usar peles de animais para fazer pergaminho, substituindo o papiro.
O deus da saúde – Esculápio, simbolizado por uma serpente, era adorado.
-Cidade de Mísia, a beira do Caíco e 30km distante do mar. É celebre pelo fato de ser ali que o pergaminho foi primeiramente preparado.
Teve também uma biblioteca, com 200.000 volumes, que depois foram levados para Alexandria.
Segundo uma lenda era Pérgamo terra sagrada por ter aí nascido o deus Júpiter.
Quando dominavam os reis atálicos, tornou-se Pérgamo uma cidade de Templos, colégios (principalmente o de medicina) e palácios reais, e era considerada a primeira cidade da Ásia.
Um dos seus principais monumentos era um templo dedicado a Esculápio (o deus da saúde), sendo este um deus representado por uma serpente, visto como a medicina desse tempo compreendia entre os seus agentes curativos os encantos e os encantamentos.
Interessante notarmos que hoje a medicina usa o mesmo símbolo como sua marca.
Será simples coincidência?
O Mundo continua, muitas vezes gostando de coisas sem sentido na atualidade, mas nas quais há um fundo um sentido pagão.
Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Nada contra os médicos, pois são bênçãos para nós, Jesus mesmo disse: “os médicos são para os doentes...”, mas a humanidade venera sem saber deuses, só porque foram milenares, desconhecendo o sentido espiritual anterior, o que não nos impede de continuar a admirar estes homens e mulheres que são instrumentos de Deus para curar as nossas doenças e tratar dos que sofrem por elas.
Não vamos fazer disto uma forma de maldizer a Medicina. Graças a Deus pela Medicina.
Lembrando que em Gn.3.15 Deus lança uma maldição sobre a serpente, ao proclamar o proto-evangelho.
Há sempre uma mito-semelhança entre as coisas que satanás cnhece e que Deus falou, pra trazer confusão à mente dos homens.
Números 21:9-8.E Moisés fez uma serpente de metal, e pô-la sobre uma haste; e sucedia que, picando alguma serpente a alguém, quando esse olhava para a serpente de metal, vivia.
Por isso o povo veio a Moisés, e disse: Havemos pecado porquanto temos falado contra o SENHOR e contra ti; ora ao SENHOR que tire de nós estas serpentes. Então Moisés orou pelo povo.
E disse o SENHOR a Moisés: Faze-te uma serpente ardente, e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo o que, tendo sido picado, olhar para ela.
Muito embora, não podemos nos esquecer da serpente levantada no deserto:
João 3:14-15.E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado;
Contexto:
Pérgamo era Muito idólatra.
Era uma cidade famosa por sua escola de Medicina e Esculápio [Na antiga Grécia havia templos dedicados ao deus da medicina (Esculápio ou Asclépio), onde os doentes eram curados de forma sobrenatural durante o sono.
Compare com a forma que Jesus fala da filha do príncipe da Sinagoga:  Marcos 5:39.E, entrando, disse-lhes: Por que vos alvoroçais e chorais? A menina não está morta, mas dorme.], simbolizado por uma serpente, era adorado como o deus da medicina.
Conteúdo Histórico-místico:
Mitologia Grega:
Segundo o escritor Ovídio, Asclepios foi o filho do deus Apolo com a mortal Coronis.



Durante a gravidez, Coronis trai Apolo com um homem e é morta pelo deus. No entanto, ele salva o filho, tirando-o de seu ventre. Logo depois de ser tirado de sua mãe, Asclepios é levado por Apolo até Magnésia, confiado ao centauro Quíron, que conhecia todas as plantas medicinais e que o instruiu na arte da cura. "Curava a uns com as doces palavras da magia, a outros oferecia poções eficazes, ou lhes aplicava ervas em torno de seus membros, ou cortava o mal com o ferro, para devolver-lhes a saúde."
Asclepios, segundo a lenda, adquiriu um conhecimento tão grande que se tornou capaz de ressuscitar os mortos.
Plutão, o deus dos infernos, pediu a Zeus que o matasse, pois estava despovoando seus domínios. Zeus atendeu a seu pedido e feriu com um raio o filho de Coronis.
Depois, para consolar Apolo, seu pai, colocou-o no céu, onde forma parte da constelação da Serpente.
Símbolos significam a representação de alguma coisa ou de alguma atividade e podem, em determinado período, perder a sintonia com aquilo que ele representa. O famoso artista gráfico americano, Paul Rand, nos diz muito bem sobre isto:
"Há bons símbolos, como a cruz.
Há outros como a caveira - morte.
Seus significados são tomados de uma realidade.
Símbolos são uma dualidade.
Eles tomam significado das causas... boas ou más".[transliterado pelo autor deste subsídio.]
Asclepios é representado geralmente com um bastão de viajante [há controvérsias sobre este bastão e outro quase idêntico, o caduceu, que seria símbolo do comércio, o que tem duas asas e uma serpente envolta nele] , envolto por uma serpente - símbolo da adivinhação entre os gregos e acólito de todas as divindades médicas.
A serpente que desde o tempo dos babilônios esteve relacionada com a cura e, portanto, com a atividade médica. Na lenda do príncipe Gilgamés, transmitida pela escrita cuneiforme, a serpente, após comer a erva da vida despiu-se de sua pele envelhecida e se rejuvenesceu. Tornou-se o símbolo de vários deuses da cura nas culturas antigas
Há diversos animais associados a ele: serpente, cão, cabra e galo - este último, símbolo de vigilância no exercício da profissão médica.
Na mitologia, Asclepios tem uma família que simboliza vários aspectos da Medicina.
Sua esposa Epione aliviava a dor. Sua filha Hygeia era a divindade da saúde.
Outra filha, chamada Panacea, representava os remédios que curam todas as doenças. Seu filho Telesphoros representava a recuperação do enfermo.
Hygeia, a filha preferida de Asclepios, é às vezes representada alimentando uma serpente.
É do nome Hygieia (saúde, em grego) que vem o nosso termo "higiene".
Para nós, a palavra se refere a limpeza, asseio.
No entanto, seu significado primitivo é muito diferente: representava tudo aquilo que se pode fazer para manter ou restaurar a saúde.
Quando outras deusas eram invocadas para dar a saúde, davam-lhes também o epíteto de Hygeia (por exemplo: Atenas Hygeia ou Demeter Hygeia).
A deusa egípcia Isis, associada à Medicina, era também cultuada entre os gregos, com o nome de Isis Hygeia. Era também representada com uma serpente.
Egito também existia a Medicina religiosa:
Os doentes tinham o costume de se encerrar nos templos de Isis e de Serapis, e esperar que essas divindades lhes revelassem, durante o sono, os remédios que lhes eram necessários.
História:
Esculápio foi representado em moedas cunhadas por 46 imperadores e imperatrizes romanos, e essas moedas circulavam em todo Império Romano.
Esculápio pode ter existido de fato, vivendo em torno de 1200 a.C., e sido mais tarde divinizado.
Dentro da cultura grega não era incomum que heróis célebres fossem objeto de culto após sua morte.
Escrevendo no século I, Celso explicou que pelo fato de ter aperfeiçoado as artes médicas, antes primitivas, ele mereceu um lugar entre os imortais.
As origens de seu nome são obscuras.
É possível que significasse "curador gentil", também foi relatado que a princípio ele se chamava Epios, e que depois de curar Ascles, tirano de Epidauro, passou a se chamar Asclepios. Seu status divino não era unânime entre os antigos, alguns o tinham como um deus, outros como um herói-deus ou como um semideus.
Em torno do século V a.C. já havia uma grande quantidade de folclore criado a seu respeito.
O local de seu nascimento era disputado por várias cidades: Lacereia, Tricca e Epidauro.
Contexto Religioso e Socio-Cultural que envolvia a Igreja:
A Igreja era muito influenciada com doutrinas falsas que incentivavam os irmãos a praticarem idolatria e imoralidade.
Tinha dois tronos de Satanás: o altar de Zeus, com 60 metros de altura e um templo de culto ao imperador romano: os Césares.
Depois de Alexandria, possuiu a segunda maior biblioteca.
Foi em Pérgamo que nasceu o uso de peles de animais para fazer pergaminhos, substituindo o papiro.
Apocalipse 2:12-17.
“...e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.”

Logo após o martírio de Antipas, São João, o Apóstolo, fez referência ao seu nome no livro do Apocalipse: Antipas, minha fiel testemunha - Hieromártir Antipas, bispo de Pérgamo († c. 90)

O mártir cristão Antipas foi contemporâneo dos apóstolos que o tinham posto à frente da Igreja de Pérgamo.
Na época da perseguição de Domiciano (c. 83), mesmo já sendo de idade avançada, o santo bispo foi levado à prisão pelos pagãos por negar-se a oferecer sacrifícios aos ídolos.
INTRODUÇÃO:
Erros apontados em Pérgamo:
Era uma igreja no meio da qual, alguns estão casados com o pecado.
1- Idólatra e prostituta
Pérgamo era uma igreja idólatra e prostituta (v.14,15)
Esta igreja tinha caído em uma cilada do diabo.
Diz o escritor Newell:
Satanás, ao fracassar na sua tentativa de derrubar à igreja mediante a perseguição, nos dias de Esmirna, agora procurava enganar a igreja de Pérgamo, arrastando-a à idolatria e a fornicação”.
2-Prostituição-
Na Bíblia a prostituição sempre está apontando para a mistura espiritual.
A devassidão, lascívia moral.
A mistura do corpo que deve servir a Deus, com o Mundo!
AP.2.12  E ao anjo da igreja que está em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a espada aguda de dois fios:
13  Conheço as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.
Infelizmente para Pérgamo, satanás que era seu vizinho, ou ao derredor, só esperando uma brecha para atacar-nos, mas o Sangue de Jesus tem poder,  sob o manto da Doutrina do que quer amaldiçoar e não pode.
Mas, não podemos nos assustar com esta vizinhança, mas porque Deus é Por Nós!
Colocou seu trono...poucas vezes se fala de um trono de satanás.
Fala de uma seita babilônica ocultista, que se instalara na cidade de Pérgamo.
Se nós não combatermos estas ‘casinhas’ de ídolos, Satanás vem e faz trono no meio da Igreja, e nós somos os culpados...
Podemos ser vizinhos, mas não pode deixar entrar em nossa casa e em nossas vidas...aqui manda o Espírito Santo.
Porque damos atenção a sonhadores, que no meio de nós querem projetar as suas más intenções, nos nossos membros, e ainda saem falando:
“Conseguimos Balaque! Não amaldiçoei, mas deixei lá umas pedras de tropeço!”, por mera vingança pessoal ou por orgulho ou emulação, ainda há isto, infelizmente no meio do povo de Deus!  
14  Mas algumas poucas coisas tenho contra ti, porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria, e se prostituíssem.
A doutrina de Balaão – É a mistura espiritual da Igreja com o mundo, quanto às suas práticas e procedimento, perdendo ela assim sua pureza e santidade.
A Síndrome de Balaão:
É o caminho da perversidade e de enganar, mesmo falando em nome de Deus.
Nm.22. 20  Veio, pois, Deus a Balaão, de noite, e disse-lhe: Se aqueles homens te vieram chamar, levanta-te, vai com eles; todavia, farás o que eu te disser....
... 31  Então o SENHOR abriu os olhos a Balaão, e ele viu o anjo do SENHOR, que estava no caminho e a sua espada desembainhada na mão; pelo que inclinou a cabeça, e prostrou-se sobre a sua face.
32  Então o anjo do SENHOR lhe disse: Por que já três vezes espancaste a tua jumenta? Eis que eu saí para ser teu adversário, porquanto o teu caminho é perverso diante de mim:
Deixa ao profeta cego, pelo premio desta vida, que lhe é oferecido por alguém!
A Praga da doutrina de Balaão:
Faz a Igreja parar!
Nm 25.1-3. E ISRAEL deteve-se em Sitim...
Foi isso que Balaão fez a Israel, induzindo-os a se prostituírem com mulheres pagãs. Ele, que era profeta de Deus, se contaminou por causa do dinheiro e ensinou a Balaque (inimigo do povo de Israel), rei dos moabitas, a lançar tropeços diante dos filhos de Israel para contaminá-los.
Assim, por conselho de Balaão, Israel profanou sua separação do mal e interrompeu sua peregrinação para a Terra prometida (Nm 25.1-3. E ISRAEL deteve-se em Sitim e o povo começou a prostituir-se com as filhas dos moabitas. Elas convidaram o povo aos sacrifícios dos seus deuses; e o povo comeu, e inclinou-se aos seus deuses. Juntando-se, pois, Israel a Baal-Peor, a ira do SENHOR se acendeu contra Israel.).
Doutrina de Balaão:
A Doutrina de Balaão é a doutrina do tropeço, da prostituição espiritual:
Tudo é possível ser feito, mesmo sendo cristão, ‘é possível’ vivenciar uma vida igual ao Mundo.
-“Pode fazer!”
-“Não faz mal!”
E depois, você e eu, o povo sofre a conseqüência com a ida para o Exílio!
Como Ocorre o Efeito Balaão entre a Igreja:
É a Doutrina e dos que querem amaldiçoar, afim de obter benesses posteriores na Obra e contra O Anjo da Igreja, por detrás ensinam ao povo, lançando tropeços na sua caminhada, longe dos ensinos e dos ouvidos do Anjo da Igreja.
Quero ressaltar que hoje, o conceito de ver Pastor, como anjo da Igreja é falado, porém tenho notado, que a membresia já [com exceções] tem perdido a visão, de que realmente, aquele que está ali conduzindo o rebanho,pode ser falado, criticado, caluniado, ser alvo de piadas, desconsideração é grande contra os pastores, dirigentes pois muitos “Balaaõs” tem se introduzido em nosso meio e desconhecem e deixam de transmitir que há algo divino na imposição das mãos do ministério sobre a vida dos pastores e líderes.
Se há erro entre estes e darão contas a Deus.
Os falsos espirituais:
Hoje devemos ter cuidado com pessoas que, muitas vezes aparecem na igreja como os “espirituais”, e que por fim levam outros a se desviarem dos propósitos do evangelho.
Afim, de que o povo se revolte contra “Moisés” e sem atentar e com ignorância e simplicidade, vai atrás deste tipo de gente, que os levará ao erro.
Diante do povo pronuncia bênçãos e Profetiza prosperidade;
Por detrás, nas casas das viúvas, as ensina a lançar tropeços no meio da Obra, para parar a Obra de Deus e virem a dizer, depois:
“Eu não falei...?”
Aparentemente estão dando sempre bons conselhos aos outros, mas por detrás sempre tem um resmungo, que faça mais forte ao coração dos que o ouvem e esta palavra é sempre a última, pois fica como aterro de tudo de “bom” que porventura ele tenha falado!
Até em casa ensinam diferente do que prega na Igreja!
Doutrina dos nicolaítas:
o que nos chama a atenção é que se em Ap 2.6 na carta à Igreja de Éfeso, o que era “obra dos nicolaítas”(Vrs. 6) tornou-se agora “doutrina” em Pérgamo.
15 Assim tens também os que seguem a doutrina dos nicolaítas, o que eu odeio.
Quando o povo mesmo seguindo a Deus com verdade, deixar em nosso meio ser cultivada algum ensino errado, logo pelo uso e pelo costume vivencial este passa a ter o tamanho e largura, entre nós como doutrina, a doutrina do erro, a doutrina dos nicolaítas que antes era uma prática, alcançou em Pérgamo a estatura doutrinária.
O que antes eram obras ou obra dos nicolaítas agora se tornara uma doutrina, um ensino – compêndios, base literária, ensinamentos com forma hermenêutica e exegética.
Antes o que era apenas obras dos nicolaítas, agora se tornou, pela prática, em Pérgamo, Doutrina:
Conselho:
Chamada Ao Arrependimento!
16 Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da minha boca.
O termo grego significar “mudança de mente”, então este conselho é para abandonar esta falsa doutrina, tirá-la de suas mentes, pois dela Jesus Cristo tem seu ódio, pois ele odeia o pecado, embora ame ao pecador!
Foi o que aconteceu com os hebreus, após se prostituirem com a Doutrina e ensino de Balaão:
25  Então Balaão levantou-se, e se foi, e voltou ao seu lugar, e também Balaque se foi pelo seu caminho.
Nm. 25.1  E ISRAEL deteve-se em Sitim e o povo começou a prostituir-se com as filhas dos moabitas.
Elas convidaram o povo aos sacrifícios dos seus deuses; e o povo comeu, e inclinou-se aos seus deuses.
Juntando-se, pois, Israel a Baal-Peor, a ira do SENHOR se acendeu contra Israel.
Disse o SENHOR a Moisés: Toma todos os cabeças do povo, e enforca-os ao SENHOR diante do sol, e o ardor da ira do SENHOR se retirará de Israel.
Então Moisés disse aos juízes de Israel: Cada um mate os seus homens que se juntaram a Baal-Peor.
Solução:
A única vacina contra as heresias é o conhecimento da Palavra e a comunhão com o Espírito Santo, só assim há proteção. Esse é um dos motivos do Senhor dizer no final de todas as suas cartas:
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”.
Destacar:
"Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração."  (Hebreus 4 : 12)
“...e contra eles batalharei com a espada da minha boca.”
Sei onde habitas:
Deus sabe o local onde nossos pés pisam!
Se é local onde ele pisaria, ou se é em locais impuros?
Onde você e eu estamos pisando?
Fala da essência da personalidade de Deus:
Suas qualificações como O Eterno:
Sei onde habitas – Deus é Onisciente (sabe tudo), Onipotente (tem todo poder), Onipresente (está em todos os lugares).
17 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.
A PEDRA BRANCA:
A história antiga dos gregos e romanos menciona essa pedrinha.
Julgados e não achados culpados, somos imputados sem pecado:
"Bem-aventurado o homem a quem o SENHOR não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano." (Salmos 32 : 2)
"Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça." (Romanos 4 : 5)
"Assim também Davi declara bem-aventurado o homem a quem Deus imputa a justiça sem as obras, dizendo:" (Romanos 4 : 6)
"Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa o pecado." (Romanos 4 : 8)
"Vem, pois, esta bem-aventurança sobre a circuncisão somente, ou também sobre a incircuncisão? Porque dizemos que a fé foi imputada como justiça a Abraão." (Romanos 4 : 9)
Julgado e absolvido:
1) Nos tribunais, os juízes tinham pedras brancas e pretas. Se o acusado recebia uma pedrinha preta, estava condenado; se branca, estava perdoado, liberto, livre.
2) Vencedor tem o Nome Gravado Numa pedra Branca;
Nos jogos públicos, os vencedores recebiam pedrinhas brancas com os seus nomes gravados nelas. Isso lhes dava direito a auxílio do governo pelo resto da vida.
3) Entrada livre:
Também pedrinhas brancas eram fornecidas a certas pessoas para livre trânsito em certas regiões, situações e reuniões.
Era o passe, a entrada livre, autorização, nesses casos especiais.
A Mensagem Final é:
-Entrada livre – acesso ao Santíssimo Lugar;
Acesso aos Céus no arrebatamento da Igreja.
-Direito a absolvição eterna
-Livres para todo o sempre, em Cristo.
“Se o Filho vos libertar verdadeiramente sereis livres!”
Vencedores podem vencer as falsas doutrinas e não cairão no golpe de Balaão nem na Doutrina dos nicolaítas, os vencedores podem ser mortos como Antipas, mas não negam ao nome do Senhor, são fiéis testemunhas.
Amam a Cristo de verdade e o Amor de Deus está neles, porque não MAM mais ao Mundo.
I João 2:15-16.Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.
Podem viver onde Satanás tem seu trono, isto é no Mundo,porém, sã aprovados, porque retém o nome de Deus.
Conheço as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé
Fonte:
Apontamentos do autor
WILLIAM R. NEWELL
Wikipédia
Bíbli Plenitude
Outras Bíblias
Chamada.com
Escola de cardiologia
Outras fontes

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical