domingo, março 2

UM LUGAR DE ADORAÇÃO A DEUS, NO DESERTO. LIÇÃO 09- CPAD – MARÇO/2014 1ª Parte

LIÇÃO 09- CPAD – MARÇO/2014
1ª Parte
UM LUGAR DE ADORAÇÃO A DEUS, NO DESERTO.
À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles. Isaías 8:20
TEXTO ÁUREO
E me farão um santuário, e habitarei no meio deles” – Êxodo 25. 8
Leitura Bíblica Em Classe
Êxodo 25. 1-9
Então falou o SENHOR a Moisés, dizendo: Fala aos filhos de Israel, que me tragam uma oferta alçada; de todo o homem cujo coração se mover voluntariamente, dele tomareis a minha oferta alçada. E esta é a oferta alçada que recebereis deles: ouro, e prata, e cobre, E azul, e púrpura, e carmesim, e linho fino, e pêlos de cabras, E peles de carneiros tintas de vermelho, e peles de texugos, e madeira de acácia, Azeite para a luz, especiarias para o óleo da unção, e especiarias para o incenso, Pedras de ônix, e pedras de engaste para o éfode e para o peitoral. E me farão um santuário, e habitarei no meio deles. Conforme a tudo o que eu te mostrar para modelo do tabernáculo, e para modelo de todos os seus pertences, assim mesmo o fareis.
Etimologia e Introdução  
     1-     As Ofertas
הבהב habhab; n. m. presente, oferta.
זבח zebach; n. m. sacrifício; sacrifícios de justiça; sacrifícios de contenda; sacrifícios para coisas mortas;
O sacrifício da aliança
- a páscoa
- o sacrifício anual
- oferta de gratidão
Fala aos filhos de Israel, que me tragam uma oferta alçada; de todo o homem cujo coração se mover voluntariamente, dele tomareis a minha oferta alçada”.
Quando falamos de oferta muitos não entendem o que isto significa.
Porém o que noto em primeiro lugar é a declaração de Deus usando um termo não imperativo, considerando que todo homem que quiser dar algo para a edificação do santuário deveria ser de forma voluntária;
   2-    Qualidades de ofertas.
תרומה t ̂eruwmah ou תרמה t ̂erumah (Dt 12.11); n. f. contribuição, oferta; oferta alçada; qualquer oferta; uma oferta para Deus; uma oferta (referindo-se a cereal, dinheiro, etc.); contribuição.
אוצר ’owtsar; n.m. tesouro, depósito; tesouro (ouro, prata, etc.).
Oferta é um tesouro (assim pode ser interpretado diante da etimologia para, tesouro e depósito) em depósito diante de Deus. Mt. 12.35 O homem bom tira boas coisas do bom tesouro do seu coração, e o homem mau do mau tesouro tira coisas más.
Qual o tesouro como oferta você quer entregar para edificação do santuário?
Seu acúmulo é importante diante de Deus.
Nos fala do valor do talento (Talentos de ouro, prata...)
Elifaz; אליפז ’Eliyphaz; n. pr. m. “meu Deus é ouro (de boa qualidade)” nos mostra que Deus merece e requer diante dele algo que seja como Ele é: Puro!
Isto é vazio de qualquer espécie de interesse.
בר bar; adj. puro, claro, sincero; limpo, vazio;
- adv. puramente
Devemos ser testados como o ouro de Ophir (moído, reduzido a cinzas), no deserto, assim como nossas ofertas só terão valor, desta forma.
Mas, que deve brilhar, pois esta é uma das características do ouro, assim como das ofertas que brilham, no entanto, só para Deus.
Diz o texto da Lição:
E esta é a oferta alçada que recebereis deles: ouro, e prata, e cobre, E azul, e púrpura, e carmesim, e linho fino, e pêlos de cabras, E peles de carneiros tintas de vermelho, e peles de texugos, e madeira de acácia, Azeite para a luz, especiarias para o óleo da unção, e especiarias para o incenso, Pedras de ônix, e pedras de engaste para o éfode e para o peitoral.
Quando recebemos o bem de alguém temos prazer em retribuir com algum tipo de presente, que importe em representar a minha gratidão, pelo que recebi imerecidamente.  Assim, vejo a Oferta!
   3-     A finalidade das Ofertas
Havia um objetivo para as ofertas.
A edificação e a paramentação do santuário, para a manifestação da/e presença divina entre o povo.
“E me farão um santuário, e habitarei no meio deles”.
A finalidade da oferta solicitada por Deus, apenas do coração que se movesse voluntariamente, era para a edificação do santuário. Para que Deus tivesse um local representativo e literal de sua presença entre os homens.
Mas, Deus diz muito mais “e habitarei”; Deus quer habitar entre os homens, mas para isto se requer que eles sejam voluntários na edificação do santuário.
Hoje não mais necessário ser construído com valores terrenos, como pedras, peles e tintas humanamente doadas, mas pelo coração voluntário – isto é sempre, o que Deus quer do homem – liberdade em servir, de coração e no coração.
Deus continua chamando e pedindo um local para Ele habitar, não mais entre os homens, mas no homem!
Apocalipse 3:20Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo”.
   4-    Dos materiais das Ofertas
Para tudo e para todas as coisas, Deus já havia estabelecido materiais a serem trabalhados, nas mãos de Bezalel.
Quando Deus chama a Moises para lhe entregar o que deveria se executado, ele já havia se provido de homens especialmente nascidos como o talento necessário para construir tudo aquilo que fora proposto.
Da mesma forma, se Deus te deu um líder saiba que tudo o que Ele quer fazer em tua Igreja será dado, em primeiro lugar a este líder escolhido por Deus. Ainda, que você saiba realizar coisas especiais, só poderá realizá-las, após receber das mãos o teu líder, o que Deus quer realizar em sua igreja, aí você vai receber mais sabedoria para realizar, com os dons que receberás. Deus sabe onde você está e a sua Obra passa pelo talento que recebeste. Aguarde.
Êxodo 31:1-7 Depois falou o SENHOR a Moisés, dizendo: Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel, E o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência, em todo o lavor, Para elaborar projetos, e trabalhar em ouro, em prata, e em cobre, E em lapidar pedras para engastar, e em entalhes de madeira, para trabalhar em todo o lavor. E eis que eu tenho posto com ele a Aoliabe, e tenho dado sabedoria ao coração de todos aqueles que são hábeis, para que façam tudo o que te tenho ordenado. A saber: a tenda da congregação, e a arca do testemunho, e o propiciatório que estará sobre ela, e todos os pertences da tenda;
Compreendendo os materiais do santuário.
Este item está subdividido conforme a compilação dos assuntos realizada pelo editor. Poderá ser editado.
   5-    Entendendo de forma GERAL.
- As Cores
Azul Natureza Celestial de Cristo, Cristo O Espiritual, ou homem celestial. I Co 15.47,48; Jo 1.18; Hb 7.26; a origem celestial de Cristo.
PúrpuraRealeza, Soberania de Cristo, o “Rei dos reis, e Senhor dos senhores”. Ap 19.16; Mc 15.17-18. A cor púrpura é até hoje usada em vestes sacerdotais, entre os cristãos. Púrpura é a cor dos reis (Mc 15.17,18), portanto essa cor manifesta a verdade que Cristo é o Soberano e tem toda a glória dessa posição Real.
CarmesimSacrifício. Ap 5.9-10; Nm 19.6; Lv 14.4; Hb 9.11-14, 19, 23, 28.
Branca – do linho fino – Perfeição, pureza e santidade de Deus em Cristo, e aos que são lavados no sangue de Cristo. Ap 7.9-17; Sl 132.9.
- Tecidos
Linho Fino – Justiça, Cristo é o Justo, e os que são d’Ele tem a Sua justiça. II Co 5.21; Ap 19.8; I Co 1.30.
Pêlos de Cabras – Útil para servir. Tecido para fazer pano das cortinas para servirem de tenda sobre o tabernáculo. Ex 26.7; 36.14. É também crido que os profetas usavam roupa feita de pêlos de cabra, Zc 13.4,5.
Peles de carneiro tingidas de vermelho – Expiação de Cristo, ou a devoção do Sacerdote no seu oficio.
Peles de texugos – Humanidade ou a aparência de Cristo. A santidade que repele toda forma de iniquidade, Hb 7.26. A pele de texugo era sem revelo, manifestando o fato que o homem natural não vê em Cristo nenhuma formosura, Is 53.2; a capacidade de Cristo proteger o Seu Povo Jo 10.27,28.
   6-    Materiais diversos
Madeira
Madeira (Acácia) – A humanidade de Cristo, separada de iniquidade, Sl 16.10; Jo 14.30.
Azeite
Azeite – O Espírito Santo, ou Sua unção, I Jo 2.27. O Espírito Santo foi dado a Cristo sem medida, Jo 3.34. Cristo fez as Suas obras pela virtude do Espírito Santo, Hb 9.14; Sl 45.7; Is 11.2-4; Ef 1.19.
Cristo a Luz do mundo, João 8.12 (“Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida”; Jesus declara-se a luz do Mundo, estando no momento do sacrifício da tarde, ao lado das lâmpadas do candelabro); a Sua sabedoria divina, I Cr 1.30.
Ervas – o bom cheiro (perfume) de Cristo deve estar dentro de nós – somos o seu santuário. “Porque para Deus somos o bom perfume de Cristo, nos que se salvam e nos que se perdem”. 2 Coríntios 2:15
Especiarias – Fragrância agradável diante de Deus, II Co 2.14-17.
Pedras
Pedras de ônix e pedras de engaste – a preciosidade dos Cristãos a Deus por Cristo, Malaquias 3.17; As perfeições de Cristo como Sacerdote.
   7-     Os Metais Usados no Tabernáculo e o seu Significado
Ouro – Divindade, Apocalipse 3.18; como também Justiça Divina como aquela vista no propiciatório, Êxodo 25.17; a glória de Deus em Cristo, João 1.14.
Acácia, peles, óleos e outros materiais.
E peles de carneiros tintas de vermelho, e peles de texugos, e madeira de acácia”.
A escolha destes materiais demonstra cabalmente, que aquilo que Deus havia escolhido era para ser obtido das mãos do homem, do povo hebreu.
A pele do carneiro é tipo da pele flagelada de Jesus – “Farás também à tenda uma coberta de peles de carneiro, tintas de vermelho, e outra coberta de peles de texugo em cima”. Êxodo 26:12-14
O véu do tabernáculo foi rasgado pelo sacrifício legitimo no Calvário – Jesus.
A pele, tinta de vermelho, nos lembra - “in totum” - o “Cordeiro de Deus” apontado por João.
Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual. 1 Co 15:46
Peles de texugo
שפן shaphan - n. m. texugo do rochedo, coelho, hiracóide n. pr. m.
Animal que vive nas rochas. O texugo é um animal que vive escavando a terra, ou escondido sob a terra, basicamente vive escondido.
Jesus veio a esta Terra numa forma, quase obscura, muitas vezes, ele curou e realizou milagres e dizia aos que receberam:
 “E ordenou-lhe que a ninguém o dissesse. Mas vai, disse, mostra-te ao sacerdote, e oferece pela tua purificação, o que Moisés determinou para que lhes sirva de testemunho”. Lc 5:14
Pedras Preciosas
As pedras falam do valor das pedras tanto quanto a presença de Deus em meio a pedras preciosas e o valor do sacerdócio a ser exercido diante do Santo de Israel. As pedras preciosas, nos idos bíblicos, - do Antigo -, não eram classificadas de forma científica, por composição química ou grau de dureza. Eram classificadas, de acordo, com a aparência.  Veja mais sobre pedras preciosas na Bíblia em Ap.4 e também no 17;
   8-    A necessidade da edificação do santuário.
A menção de pedras remete a nossa visão de igreja, neotestamentária:
Agora, ainda no deserto, mas não o literal, mas edificados por Deus, como casa espiritual, nós caminhamos como o povo hebreu caminhava, e necessitava da presença duradoura e próxima para sua segurança e culto.
Ele foi e é e será a Pedra principal de qualquer santuário terreno ou celestial:
1 Pe 2:6 Por isso também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa;e quem nela crer não será confundido.
Jesus é a Pedra angular de esquina, mas também ao valor das pedras da edificação e vestimentas usadas no santuário, na liturgia de sacrifícios a Deus.
1 Pe 2:4-5 “E, chegando-vos para ele, pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa. Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo”.
   9-    O Cordeiro
Jesus foi de fato o cordeiro verdadeiro necessário para edificação do santuário.
Obedecendo ao modelo.
... e madeira de acácia... Então levantarás o tabernáculo conforme ao modelo que te foi mostrado no monte.
O mais importante para o servo é obedecer a ordem do Senhor.
Se aprendermos, isto nesta lição, teremos caminho aberto para a Presença de Deus em nossas vidas.
A obediência ainda é caminho seguro no deserto! Osvarela
   10-                       Material necessário e sua característica.
Acácia
A acácia é uma planta da família das leguminosas-mimosas. Trata- se de uma árvore ou arbusto de folhagem muito leve, elegante, resistente e muito comum nas regiões tropicais e subtropicais e cujo caule e ramos muitas vezes são armados de fortes espinhos ou aguilhões. Fornece madeira de longa duração pelo fato de não apodrecer com a umidade, nem mesmo quando diuturnamente (que vive muito tempo) mergulhada na água, e não ser sujeita a pragas, adquiriu (no passado oriental) fama de eterna e incorruptível”.
Deus escolheu um material, a acácia, para ser o repositório da sua presença e de sua Lei – Testemunho -, uma espécie sem muita aparência, mas que era a representação da perenidade, robustez para uma vida no deserto. Ex 16:34 “Como o Senhor tinha ordenado a Moisés, assim Arão o pôs diante do Testemunho, para ser guardado”.
Assim, também Deus nos faz ver que a aparência humana não é duradoura, mas a aparência da escolha divina é eterna.
Deus nos escolheu, pela sua Graça para que fossemos o local de sua habitação, agora na era neotestamentária, através de Jesus Cristo, é por isto que Jesus viveu aqui como homem completo para que como diz a Escritura do NT, “... somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos”. 1 Jo 3:2.
Voltando a acácia:
Os antigos acreditavam que tais características simbolizavam, assim, a natureza incorruptível da alma. No Tabernáculo hebraico, eram feitos de madeira de acácia: a Arca da Aliança (Êxodo, 25-10), a mesa dos pães propiciais (Êxodo, 25, 23), e o altar dos Holocausto (Êxodo, 27-1).
A acácia como:
Símbolo da imortalidade, deduzida de sua durabilidade excepcional, e por causa de sua tenacidade à vida.
A madeira de acácia é tipo da humanidade no deserto deste Mundo.
Uma particularidade deve ser entendida nesta lição:
Deus escolheu a “madeira de acácia” quando poderia ter indicado madeiras muito mais nobres.
Porque Deus escolhe a madeira de acácia, um arbusto, espinhoso, e que crescia nos lugares mais áridos do deserto, para guardar o seu TESTEMUNHO dentro dela?
Assim como o ouro citado nas ofertas, significa a divindade, a madeira de acácia representa a humanidade, assim como Cristo se fez homem, andou e peregrinou pelo deserto (figura deste Mundo).
Interessante, que a biologia nos informa que a acácia é uma madeira que se reproduz em todo o Mundo.
Nós também, como Ele fez, estamos como povo de Deus dos dias de hoje caminhando como a arca (vós sois o Templo e o Espírito de Deus habita em vós), caminhando pelo deserto e dentro de nós temos o Testemunho, A Palavra escondida para podermos resistir ao todo calor ou frio. Por isto a Bíblia diz: “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti”. Sl 119.11
O testemunho como dissemos neste texto está em nós: “Não escondi a tua justiça dentro do meu coração; apregoei a tua fidelidade e a tua salvação. Não escondi da grande congregação a tua benignidade e a tua verdade”. Sl 40.10.
Características da madeira de Acácia.
Madeira de Acácia (a humanidade Incorruptível) também chamada de Madeira de Cetim. A árvore de Shittah cresce nos desertos do Sinai, e nos desertos ao redor do Mar Morto. A madeira é dura, muito pesada, indestrutível por insetos, e é fina, de belo grão. É notavelmente exuberante em lugares secos e às vezes atinge uma altura de vinte pés. Tem amáveis flores amarelas e resistentes a insetos, sendo a madeira da Acácia usada para fazer caixões de múmias.
A acácia tem quase 400 variedades e existe praticamente no mundo todo: América do Norte, Ásia, Índia, Egito, Norte da África, China, Austrália, etc.
A acácia é universal. Nos fala de que homens de toda nação, tribos ou línguas podem conter a presença de Deus! Ap 7:9 Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro; Ap 5:9 Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação;
No Brasil a espécie acácia negra constitui uma das riquezas de Rio Grande do Sul. A acácia de Egito tem a particularidade de ser uma árvore espinhosa e certos autores especulam que a coroa de espinhos colocada na cabeça de Jesus era de este tipo de acácia.
Sl 16:10 Pois não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.
Conforme o Dicionário da Bíblia de John D. Davis, essa madeira é muito forte e tem longa duração. Josefo, antigo historiador, diz que essa madeira é muito resistente.
Cremos que era um material conhecido pelos hebreus desde o seu período no Egito, pois ela era usada para abrigar múmias, certamente conhecida por Moisés e por Bezalel. A acácia de Egito tem a particularidade de ser uma árvore espinhosa.
A madeira de acácia, era a madeira correta à ser utilizada por Moisés na construção da Arca da Aliança, mesmo que a vista humana, não fosse a mais bela imagem de um arbusto, mas quando se trabalha a sua madeira é aí, que a sua beleza aparece, após ser descascada, cortada, serrada, polida e trabalhada nas mãos de um Bezalel. Maná diário. O Pregador.
Uma inferência à resiliência, que nós seus servos (que são “descobertos” por Deus), precisamos ter aqui no “deserto” onde passamos anos até que cheguemos, após ter vencido batalhas e dificuldades na Terra da Promessa.
A acácia era uma planta capacitada para esta Jornada de Fé do povo, capaz de sobreviver em lugares mais secos e áridos como o deserto (tempestades de areia, Sol quente de dia e frio noturno) onde o povo caminharia por longos 40 (quarenta) anos.
Deus sabia que a acácia era muito resistente do que todas as outras plantas encontradas naquela região; a acácia era uma madeira dura, resistente, uma madeira que suportava as situações adversas muito mais que as outras plantas.
Deus sabia que a Arca da Aliança andaria por quarenta anos no meio de um deserto, e que esta arca, enfrentaria tempestades de areia, enfrentaria o Sol quente do dia e o frio noturno do deserto...
Sabia que depois destes quarenta anos, a arca enfrentaria mais algumas centenas de anos, indo de um lugar para outro, enfrentaria guerras...
Enfim, Deus sabia que se esta arca fosse construída por uma madeira qualquer, fina e bonita, de nome como a de pinos, não aguentaria, não resistiria às provas assim como a acácia.
   11-  Testemunho - s.m. Ação de testemunhar. Relato feito por uma pessoa do que viu ou ouviu: colher o testemunho. Fig. Sinal exterior, prova: testemunho de amizade, de satisfação.
   12-Local de habitação de Deus:
E habitarei no meio dos filhos de Israel, e lhes serei o seu Deus, E saberão que eu sou o Senhor seu Deus, que os tenho tirado da terra do Egito, para habitar no meio deles. Eu sou o Senhor seu Deus. Êxodo 29:45-46
   13-Característica divina da Arca:
A arca é um cesto coberto de ouro puro feito com a madeira de acácia.
Seus Nomes nas Escrituras
תבה tebah; n. f. arca; embarcação que Noé construiu; cesta em que Moisés foi colocado.
ארון ’arown (hã-‘ãrôn), ou ארן ’aron (no sentido de ajuntar); n.m. baú, arca; baú de dinheiro; arca da aliança; caixão. Uma caixa com uso para determinado propósito. Usado para a arca da Aliança de Deus com Israel. A arca de madeira de acácia, construída por Bezalel. DIT AT – Harris, R. Laird – Vida Nova (fls 166).
- A Arca da aliança.  ’arown b ̂eriyth; Nm. 10.33; por 184 vezes é assim citada.
- A Arca do Senhor. Js. 4.11
- A Arca de Deus. I Sm 3.3
- A Arca do Testemunho - ’arown  ̀eduwth (‘edût);
Sempre chamada assim: “A Arca do Deus de Israel”! pelos inimigos do povo de Deus, assim a chamavam os filisteus.  I Sm 5.2-11.
- A Arca da tua fortaleza.  Sl 132.8;
- A Arca Santa. ’arown qodesh;  II Cr 35.3
קדש qodesh; n. m. separado, santidade, sacralidade, posto à parte; separado, santidade, sacralidade; referindo-se a Deus; referindo-se a lugares; referindo-se a coisas; algo à parte, separado.
קדוש ou קדשׂ qadosh - adj. sagrado, santo, o Santo, separado;
κιβωτος kibotos; n.f. caixa ou baú de madeira; no NT, a arca da aliança, no templo em Jerusalém; da embarcação de Noé, construída em forma de uma arca. Usado (s.m.) na Vulgata.
   14-Tipo da presença de Deus encoberto.
Hebreus 9:8-9 Dando nisto a entender o Espírito Santo que ainda o caminho do santuário não estava descoberto enquanto se conservava em pé o primeiro tabernáculo, Que é uma alegoria para o tempo presente, em que se oferecem dons e sacrifícios que, quanto à consciência, não podem aperfeiçoar aquele que faz o serviço;
A Arca em primeiro lugar era o recipiente onde estavam as tábuas de pedra, escritas pelo Deus de Deus, contendo o Decálogo. Mas, ela era o sinal visível e palpável da presença de Deus no santuário e no meio do seu povo.
Ao longo de seu uso na vida e cultura do povo hebreu ela saiu, a despeito disto, do santuário e era levada até durante e no meio das batalhas (Js. 6.11), em conquistas, como da cidade de Jericó.
Hebreus 9:4 Que tinha o incensário de ouro, e a arca da aliança, coberta de ouro toda em redor; em que estava um vaso de ouro, que continha o maná, e a vara de Arão, que tinha florescido, e as tábuas da aliança;
   15- Local da guarda do Testemunho
Deuteronômio 31:26 Tomai este livro da lei, e ponde-o ao lado da arca da aliança do Senhor vosso Deus, para que ali esteja por testemunha contra ti.
שטה shittah [somente no pl.] שׂטים shittiym; n. f. acácia, madeira de acácia.
Êxodo 25:10.16 Também farão uma arca de madeira de acácia; Depois porás na arca o testemunho, que eu te darei.
A Lei de Deus é seu testemunho porque ela é a própria afirmação divina acerca de sua própria pessoa e de seu propósito. No Antigo Testamento as palavras escritas (tábuas da Lei) constituem o testemunho, pois simbolizavam a aliança de Deus com Israel e nessa condição as tábuas da aliança eram o testemunho.
A lei como entendemos neste parágrafo pode ser lida 23 (vinte e três) vezes no Sl 119.
Sl 19:7 A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices.
No Novo testamento o testemunho é proclamação do Evangelho em Jesus, o Logos de Deus, que é a essência do testemunho.
Jo 1: 1,17-19 No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo. Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou. E este é o testemunho de João, quando os judeus mandaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para que lhe perguntassem: Quem és tu?
עדות ̀eduwth (‘edût); n. f. testemunho;
עדה ̀edâ n. f. testemunho, testemunha; sempre no plural e sempre referindo-se a leis como testemunhas divinas.
A presença da arca garantia que Deus estaria disponível para falar ao seu povo, diante do local das ofertas, o Propiciatório.
Êxodo 25:21-22 E porás o propiciatório em cima da arca, depois que houveres posto na arca o testemunho que eu te darei.
E ali virei a ti, e falarei contigo de cima do propiciatório, do meio dos dois querubins (que estão sobre a arca do testemunho), tudo o que eu te ordenar para os filhos de Israel.
Propiciatóriokappõret – Segundo os fragmentos do Documento de Damasco, encontrados em Qumran, traz a interessante tradição de que a cópia da lei que estava na arca estava selada. 
O Maná dentro da Arca.
O Maná Contido no vaso Dourado
O vaso dourado que também estava na Arca tinha o maná.
A mesa de cetim – local para colocar o pão.
E sobre a mesa porás o pão da proposição perante a minha face perpetuamente. Êxodo 25:23-30
Nós não temos nenhum atrativo, mas Deus se importou conosco.
Embora a arca construída acácia que não servisse para nada, mas tem todas as condições em que Deus possa habitar no meio do povo de Israel. Da mesma forma, quando olhamos superficialmente para Jesus Cristo, embora Ele não tenha nenhum atrativo.
As cortinas impedem de se ver a Glória. Só sacerdotes tinham acesso.
Hb 9:1-3 ORA, também a primeira tinha ordenanças de culto divino, e um santuário terrestre. Porque um tabernáculo estava preparado, o primeiro, em que havia o candelabro, e a mesa, e os pães da proposição; ao que se chama o santuário.Mas depois do segundo véu estava o tabernáculo que se chama o santo dos santos,
Descortinando o escondido, pela Graça. Hb 10:19 Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus,
E o tabernáculo farás de dez cortinas de linho fino torcido, e azul, púrpura, e carmesim; com querubins as farás de obra esmerada. Êxodo 26:1
A pele do carneiro é tipo da pele flagelada de Jesus.
“Farás também à tenda uma coberta de peles de carneiro, tintas de vermelho, e outra coberta de peles de texugo em cima”. Êxodo 26:12-14
O véu do tabernáculo foi rasgado pelo sacrifício legitimo no Calvário – Jesus
Então levantarás o tabernáculo conforme ao modelo que te foi mostrado no monte.
Continua na 2ª parte
Fonte:
Dicionário Strong
Bíblia online
Apontamentos do autor/editor
TBAT – IPMackenzie
Champlin
Gardner, Pr Calvin – Estudos sobre Tabernáculo
Maná diário
DIT AT – Harris, R. Laird – Vida Nova (fls 166).
Bíblia Hábil digital

Bíblia Plenitude - SBB

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical