terça-feira, abril 8

A EDUCAÇÃO E A PENSADORA ATUAL - A EDUCAÇÃO NÃO PODE TER ESTE PARÂMETRO.

A EDUCAÇÃO NÃO PODE TER ESTE PARÂMETRO.
Novo parâmetro da Educação na Rede de Educação em Brasília?
Será verdade, tudo isto?
Ai dos que são sábios a seus próprios olhos, e prudentes diante de si mesmos! Isaías 5:21                                                                                                                   Onde estão os erros e acertos!
“...é sério, isso?”. Aluno da escola de Brasília sobre questão com letra de funk!
Um sinal ou prova do caminho do fim da escola brasileira?
Nem uma coisa, nem outra.
Eu pergunto: Teremos forças para começar, de novo?
Não por causa da questão inserida na prova, mas por causa das notas do PISA.
Isto sim, muito mais preocupante.
Escrevi há alguns dias matéria compilada do PISA, sobre a péssima situação da Educação brasileira.
Aliás, a Artista não tem culpa alguma neste fato, que fique bem claro! Até mesmo repetitivo!
Primariamente, nada contra a moça artista, a qual nem conheço, como ter algo contra?
A não ser o tipo de música que ela propaga, aliás, a qual não sei como classificar, mas é problema dela e do seu produtor, e lhe rende uns belos rendimento$ em shows.
Opiniões divididas:
Ou: Valesca é a nossa Schopenhauer.
Ou: A escola brasileira morreu.
Teremos de recomeçar do zero. Reinaldo Azevedo
Desejo a todas inimigas vida longa
Pra que elas vejam cada dia mais nossa vitória
Bateu de frente é só tiro, p...... e bomba
Aqui dois papos não se cria e nem faz história
A primeira frase é muito usada no dia a dia de muitos para-choques e para-brisas. Estranhamente eu encontro a resposta que tem a palavra beijinho em vários perfis de rede social de Crentes! Estou envelhecendo???
Ela, a artista, foi lançada no foco (ótimo para ela conseguir mais shows, e ainda poder ser considerada “Cult”) de uma discussão sobre a Educação Brasileira, após um “educador” inserir um trecho de um dos versos de um de seus sucessos como base para ser respondida em uma questão de Filosofia de para alunos do Centro de Ensino Médio 3 de Taguatinga, no Distrito Federal.
Trecho do texto, compilado do jornalista Reinaldo Azevedo sobre este polemico assunto:
“A Escola Brasileira acabou, morreu, foi para o ralo. Virou lixo. Foi vítima de “progressiste” aguda. A “progressiste” é uma infecção provocada por um vírus cuja letalidade se deve à mente de Paulo Freire, que muita gente considera um santo. Não é que ele tenha criado o bichinho original.
Mas foi quem o espalhou. A “progressiste” — que é o progressismo na sua fase terminal — inverte a lógica da educação: em vez de o professor ter algo a ensinar ao aluno, é o aluno que deve levar a sua experiência ao professor. Ou, então, ter-se-ia uma “relação autoritária” e “não dialógica”, compreendem?”
Texto à seguir é compilado como citação, até G1: Vejo agora que um professor de filosofia do Centro de Ensino Médio 3 de Taguatinga, no Distrito Federal, aplicou uma prova de filosofia — teste!!! — a seus alunos e resolveu, como direi?, “incorporar” Valesca Poposuda, que virou uma  Pois é… Até Dilma Rousseff estava dando “beijinho no ombro” no Twiiter outro dia. Mano Brown e “Gabriel, o Pensador” já se tornaram, como posso dizer?, referências “conservadoras”. A escola brasileira morreu. Teremos de recomeçar do zero. Por Reinaldo Azevedo
RIO - Disse o professor: "A intenção foi fazer uma provocação à imprensa. Não quis ser irônico". G1
Assim o professor de filosofia da Escola de Ensino Médio 3, no Distrito Federal, Antonio Kubitschek, justifica a sua decisão de colocar em uma prova do terceiro ano uma questão citando a música "Beijinho no ombro", de Valesca Popozuda, e se referindo à funkeira como "grande pensadora contemporânea"."
Com sobrenome de um dos mais famosos Presidentes e construtor de Brasília, este nosso professor Kubitscheck, Antonio, quer agora mostrar certo grau de futurismo ao afirmar esta “pérola”, após a reação animosamente contrária da população e de seus próprios alunos (???) contra sua pretensa liberalidade.
Alguns versos de hits podem ser citados em discussão, desde que haja um bojo envolvente.
Mas, lançar chama sem sentido, como proposta de ensino moderno é utilizar método de ensino de forma equivocada, no caso avaliação sem nexo.
Há até mesmo pretensão de fama e brilho das páginas dos jornais, o que infere um certo grau de orgulho do professor, no meio de toda a celeuma.
Contudo, não é assim que o assunto tem sido tratado, pois
- ¨Achei que um membro da imprensa local fosse nos procurar, e não toda a imprensa nacional. A provocação partiu de um debate em sala de aula e nesse debate pensamos no papel da imprensa, que gosta de sensacionalismo e só vem à escola quando o assunto é ruim” - disse Kubitschek, em entrevista pelo telefone. Parece que os alunos não entenderam o debate, ou não foi tão longe assim, (¨veja abaixo).
Na prova elaborada pelo professor os alunos deveriam responder à seguinte pergunta: “Segundo a grande pensadora contemporânea Valesca Popozuda, se bater de frente:", e aí vinham as opções: "a) É só tiro, poxxxxa e bomba b) É só beijinho no ombro c) É recalque e, por fim, d) É vida longa".
Em sua página no Facebook, Valesca se disse honrada com a referência a ela.
O professor questiona o grau de polêmica que a questão da prova suscitou.
- A grande discussão foi porque eu a chamei de "pensadora contemporânea", disse ele. A proposta não era ser irônico com ela. Era muito mais uma discussão na sociedade, continuou.
Eu, este editor, procurei verificar dados da Escola que está no olho do furacão: onde fica, como funciona (por meio digital) o local da polemica.
Certo que fiquei, ainda que à distância, bem impressionado com as acomodações do Centro de Ensino 3.
Ele se chama 3 porque faz parte de uma Rede de Ensino Médio na capital Federal.
Não posso endossar a qualidade das instalações, ou do ensino, mas pelo que li e vi, me pareceu ter um projeto pedagógico, estrutura para aplicá-lo, e pelas fotos muita interação entre os alunos e professores.
Analisando o fato em si
Erros:
Professor:
Ai dos que são sábios a seus próprios olhos, e prudentes diante de si mesmos! Isaías 5:21
- inserir o nome da personagem, sim ela é um personagem, sem pesquisar os dados da famosa, pelo menos verificando a grafia correta do nome do personagem, ele grafou com W e o correto é iniciar com V.
- O enunciado usava o termo “funkeira”, e chamava a artista de: “Segundo a grande pensadora contemporânea”;
- utilizar-se da pretensa liberalidade que os métodos de ensino permite aos mediadores.
- buscar ser centro, quando deve ser meio de ensino e não destaque, o destaque deve ser o aluno.
Escola:
Não se pronunciou de forma correta, se é que o fez;
Deveria atentar para a repulsa da sociedade.
Mais forte, ainda:
- dos seus próprios interessados, OS ALUNOS!
Alunos
Os alunos demonstraram, eles que conhecem o Projeto Educacional, (o conteúdo que lhes é usual, do qual participam), ¨demonstraram não entender o que lhe foi proposto(VIDE ACIMA¨). Significando que as críticas tem fundamentação, já que mesmo entre eles, no seu meio, os discentes, houve visível constrangimento e surpresa, senão confusão, já que um aluno escreveu no corpo da prova e postou em rede social, vide foto, “é sério, isso?”.
Isto mostra a estranheza do fato, mesmo entre uma parte do Copro Educativo, os Discentes (ALUNOS), por mais que o professor diga que tenha sido propositado;
Leia: “Segundo a coordenadora, alguns alunos foram à diretoria do Centro de Ensino para reclamar porque teriam achado a questão (estranha)”.  R7DF
Segundo as modernas práticas de Ensino e Métodos, os alunos devem ser participantes da formação do conteúdo, e do currículo.
Pelo visto, a “modernidade” do professor foi unilateral e ele se esqueceu de um lado importante, o mais, do Ensino: O ALUNO!
A diretoria da escola afirma que o professor tem total liberdade para escolher as questões das provas e que o professor não vai sofrer represália devido ao caso. 
Segundo a coordenadora pedagógica da escola, Irisnar Lima, o professor Antônio Kubitschek se justificou sobre o caso.
— O professor afirma que a questão tem a ver com o conteúdo praticado em sala de aula (??).
Procurada pelo R7 DF, a Secretaria de Educação do DF, na noite desta segunda-feira (7) informou que ainda não tem uma posição sobre o assunto.
O assunto tema fazia parte de conteúdo de alguma matéria, que envolvia moralidade e relacionamento social.
Por que então não utilizar, é minha opinião, neste momento, (no qual a Sociedade brasileira vive sob a [des]ordem da violência e do conflito), de uma linguagem, menos polêmica, e lançar mão de uma letra, mesmo popular, sem o conteúdo da violência ou da excitação que esta letra conduz em seu conteúdo, embora, alguns a achem (discordo), entre tantas, seja, considerada, digamos: “singela”! Não é minha opinião.
Os Pais.
Os pais, pelas entrevistas se posicionaram contra.
É possível notar que são pessoas com idade que compreendem este movimento social.
Mas, não encontrei maiores reportagens com os pais, que deveriam ser ouvidos.
Governo
Nem o Governo Distrital, nem o Federal, através do Ministério da Educação se pronunciaram sobre o assunto!
Como educador?
Não. Eu não utilizaria este material desta forma, ainda que pudesse utilizar material da cultura cotidiana, sem nenhuma hipocrisia.
Como cristão, vejo nas Escrituras diversas citações sobre a cultura dos povos evangelizados, sem nenhum demérito, ou prejuízo ao ensino do Evangelho. Aliás, o Evangelho insere personagens desprezados pela Sociedade, mas a inserção promove a modificação da Moralidade, Comportamento, e a ascensão da personalidade. Mc 5.1.ss.
Um deles, seu próprio profeta, disse: Os cretenses são sempre mentirosos, bestas ruins, ventres preguiçosos. Tito 1:12
O professor tem que se relacionar com o dia-a-dia, com o universo dos seus alunos, de forma responsável, procurando, contudo orientá-los a buscar um nível de moralidade que os faça ascender, pois estão em fase de formação de educação e personalidade.
Tem que aproveitar a liberdade do Projeto escolar para dar oportunidade de ajudar aos educandos a construir uma nova visão do mundo, sem violência.
Sem necessariamente utilizar-se das mesmas armas da violência
Como o canto da violência (para mim, um rap - canto á violência, muito atual) que a Bíblia registra
E disse Lameque a suas mulheres Ada e Zilá: Ouvi a minha voz; vós, mulheres de Lameque, escutai as minhas palavras; porque eu matei um homem por me ferir, e um jovem por me pisar. Porque sete vezes Caim será castigado; mas Lameque setenta vezes sete”. Gn 4:23-24
Em tempos de Copa do Mundo:
Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. 1 Co 9:24
O que é: O Centro de Ensino Médio 3 – Taquatinga, Distrito Federal?
Histórico- O CEM 03 foi criado em 1971 com a denominação de Centro Interescolar n° 01 de Taguatinga Sul e a sua  clientela  era composta por alunos de 1ª  a 4 ª séries do Ensino Fundamental. A partir da década de 1980, esse estabelecimento de ensino passou a receber um público bem diversificado, formado por estudantes dos diversos níveis de ensino: Fundamental (5ª a 8ª séries), Ensino Médio e Cursos Profissionalizantes... a escola passou a chamar-se Centro de Ensino Médio 03 de Taguatinga, atendimento aos estudantes do Ensino Médio...CEM 03 é composta por moradores de Taguatinga, Águas Claras, Areal e Recanto das Emas. Há... estudantes de outras cidades... como ... Riacho Fundo, Ceilândia, Samambaia e Santo Antônio do Descoberto. Segundo pesquisas realizadas entre nossos estudantes, a escolha ... às boas referências na qualidade do ensino ministrado. A proposta pedagógica desenvolvida pelo CEM 03 apoia-se no trabalho com projetos, que são fonte de aprendizado permanente ...
Espero que este exemplo não se reduza a um fato curioso e de uso da mídia sem aproveitarmos a hora para discutirmos e repensarmos a questão Educação.
O Globo
Fotos: http://www.cem03.com.br/p/galeria-de-fotos.html

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical