sábado, maio 28

A Nova Vida em Cristo LIÇÃO 9 – CPAD 2º TRIMESTRE 2016 1ª Parte

A Nova Vida em Cristo
LIÇÃO 9 – CPAD 2º TRIMESTRE 2016
Estudo de Pr Osvarela
Texto Áureo: “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.”Romanos 12:1
Leitura Bíblica em Classe
 “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.
Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.
Porque assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma operação,
Assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros.
De modo que, tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada, se é profecia, seja ela segundo a medida da fé;
Se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino;
Ou o que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com cuidado; o que exercita misericórdia, com alegria.
O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem.
Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros.
Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor;
Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração;” Romanos 12:1-12
Pensamento: “Se alguém morre necessita de renascer para ter uma nova vida.” Osvarela
Etimologia:
Rogar – verbo; regência múltipla; pedir com insistência e humildade; suplicar, implorar, instar; solicitar com empenho; exortar, insistir.
Grego – παρακαλώ; hebraico – לְהַעְתִיר
“Παρακαλω (imploro,rogo) ουν υμας αδελφοι δια των οικτιρμων του θεου παραστησαι τα σωματα υμων θυσιαν ζωσαν αγιαν ευαρεστον τω θεω την λογικην λατρειαν υμων
και μη συσχηματιζεσθε τω αιωνι τουτω αλλα μεταμορφουσθε τη ανακαινωσει του νοος υμων εις το δοκιμαζειν υμας τι το θελημα του θεου το αγαθον και ευαρεστον και τελειον.” Romanos 12:1,2
Αιτεω - aiteo; v. pedir, rogar, suplicar, desejar, requerer.
ερωταω - erotao; v. questionar; pedir; requerer, pedir, rogar, implorar, suplicar.
βιος- bios; n. m.vida; vida num sentido amplo; o período ou curso de vida; aquilo pelo qual a vida é sustentada, recursos, riquezas, bens.
חיות - chayuwth; n. f.abstr-vida
βιωσις - biosis; n .f. maneira de viver e agir, modo de vida.
βιωτικος - biotikos; adj. que pertence à vida e aos afazeres desta vida.
γενεσις- genesis; n. f. fonte, origem; livro genealógico de alguém, i.e. registro onde sua linhagem ou descendência são enumeradas; usado para nascimento, natividade; daquilo que segue a origem, i.e. existência, vida; roda da vida, ciclo vital (Tg 3.6);seu curso de vida
חיה - chayah;v. 1) viver, ter vida, permanecer vivo, sustentar a vida, viver prosperamente, viver para sempre, reviver, estar vivo, ter a vida ou a saúde recuperada; reanimar, reavivar, revigorar; restaurar à vida; fazer crescer; restaurar; reviver; restaurar à vida.
αναγενναω - anagennao; v. regenerar, renascer, nascer de novo; metáf. ter passado por uma transformação da mente, que leva a uma nova vida que procura conformar-se à vontade de Deus.
αναξαω - anazao; v. viver novamente, recuperar a vida; ser restaurado a uma vida correta; de alguém que retorna a um estado moral melhor; ressurgir, recuperar força e vigor.
ανακαινοω- anakainoo; v. fazer crescer, renovar, tornar novo; nova força e vigor dado a alguém; ser mudado para um novo tipo de vida oposto ao estado corrupto anterior.
αναστασις - anastasis; n. f. ato de levantar, levantar-se (p.e. de um assento); ressurreição dos mortos; de Cristo; de todos os homens no fim desta presente época; a ressurreição de certas pessoas históricas que tiveram a vida restaurada (Hb 11.35).
ασωτια – asotia; vida dissoluta, descontrolada; desperdício, prodigalidade.
Vida - Uma palavra importante neste Estudo é definida como:
A Nova Vida Em Cristo é na realidade fruto de uma nova forma de vida, após a “morte” para o pecado, de todo e qualquer homem que se dispõe convencido pelo Espírito Santo a viver esta nova forma de vida.
Antes desta decisão com a ajuda do Espírito, mas de forma livrearbitrária, o homem vivia em total “asotia”, ou seja, tinha uma vida dissoluta e descontrolada.
Introdução
Sob a luz que emana do texto parenético dos primeiros versículos – 1,2 – Paulo vai exortar a comunidade de Roma a uma vida de Novidade, na qual o espirito humano deve ser controlado e exercitado a viver sob a égide do Espírito Eterno, que virá habitar no homem, para exercitar o espírito humano como centelha do divino, a uma vida controlada, sem os excessos do homem natural.
Entendendo que uma Nova Vida significa: viver novamente, ser restaurado a uma vida correta.
Parenético: adjetivo relativo a parênese. ETIM gr. 'próprio para exortar'; parenética; sf (fem de parenético);
Eloquência sagrada. Coleção de discursos morais.
Podemos ver que a proposta de Paulo em sua Epístola aos Romanos, no capítulo 12, traz uma série de ações que vão demonstrar, na Nova Vida do homem, que há realmente uma renovação de vida e regeneração moral e espiritual, pois as ações vão produzir fruto que só o espírito pode produzir, em contraste com a vida anterior, a qual agia de forma natural sem produzir benefícios, antes produzia danos ao Homem, é por isto que Paulo coloca a racionalidade e o entendimento como centrais e colunares da sua retórica doutrinaria, neste discurso. Onde toda a eloqüência se baseia em mudança da mente e do coração do homem, em flagrante contradição com a posição do homem natural:
Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor; Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração; Comunicai com os santos nas suas necessidades, segui a hospitalidade; Abençoai aos que vos perseguem, abençoai, e não amaldiçoeis. Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram; Sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios em vós mesmos; A ninguém torneis mal por malprocurai as coisas honestas, perante todos os homens. Romanos 12:10-17
Assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo,mas individualmente somos membros uns dos outros. De modo que, tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada, se é profecia, seja ela segundo a medida da fé; Se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino; Ou o que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidadeo que preside, com cuidado; o que exercita misericórdia, com alegria. O amor seja não fingidoAborrecei o mal apegai-vos ao bem. Romanos 12:5-9

NOVA ATITUDE
NOVA FORMA DE VER
NOVA FORMA DE AGIR
Amai-vos cordialmente 

preferindo-vos em honra
sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor
Alegrai-vos 
sede pacientes
perseverai 
Comunicai 
os santos nas suas necessidades
a hospitalidade
Abençoai 
não amaldiçoeis
aos que vos perseguem
A ninguém torneis mal por mal
Alegrai-vos 
chorai
com os que se alegram
com os que choram

Sede unânimes 

não ambicioneis 
acomodai-vos 
humildes;
não sejais sábios em vós mesmos
um só corpo 
individualmente

membros uns dos outros
tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada
ministrar
é ensinar
exortar
o que reparte

o que preside
exercita misericórdia


segundo a medida da fé
dedicação ao ensino
com cuidado
com liberalidade
com alegria

O amor
Aborrecei o mal 

seja não fingido

apegai-vos ao bem

O Homem Pneumático É A Versão Do Homem Da Nova Vida Em Cristo.
Ele tem as características espirituais em relevância, em detrimento das características do homem natural.
É interessante observar que “pneuma” pode se referir à vida após a morte. Se morreu o homem natural ele se torna homem pneumático, ou seja, um novo tipo de criatura.
“Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão, nem a incircuncisão tem virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura.” Gálatas 6:15
“O espírito é freqüentemente usado a respeito de Deus; a alma nunca é usada dessa forma. Isto sugere que “pneuma” representa o homem em seu lado voltado para Deus, enquanto que “psyche” representa o homem em seu lado humano.” G. E. Ladd, A Theology of the New Testament (Grand Rapids: Eerdmans, 1974), 457 apud A Pessoa Total, Tricotomia ou Dicotomia? Anthony Hoekema.
Paulo renova a afirmação no texto, à seguir: “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.”2 Coríntios 5:17
A mudança não é estética, mas é moral, é interna, nos rins, ou leb (o coração) de onde parte as sensações da emoção e da espiritualidade humana. Há uma ligação sobrenatural entre Deus e o Ser Humano, bem como, podemos estender esta certeza, para toda a Criação. Contudo esta relação do espírito concedida, pelo “ruach”, ao homem e pelo fato do homem ser dotado de intelecto, estabelece uma certeza que temos uma ligação/relação sobrenatural, mística [no sentido do que não é físico, mas espiritual] da nossa existência, com o mundo sensorial espiritual divino.
“A transição da teologia para a antropologia, isto é, do estudo de Deus para o estudo do homem, é natural. O homem não é somente a coroa da criação, mas também é o objeto de um especial cuidado de Deus” – Louis Ber khof
Quando estudamos o assunto da questão da Vida do Homem, para podermos entender esta questão temos necessariamente, de buscar informações sobre a existência do homem, com base nas Escrituras. Para isto, nos utilizamos do entendimento que as Escrituras revelam, da formação do Ser Humano, com nos informam as definições do hebraico [ainda que utilizando a Escritura Neotestamentária], e na Regra de Interpretação do Entendimento Geral das Escrituras, há uma forma bíblica de se referenciar aos centros de emoções e espiritualidade de todos os homens, que são os centros da Vida, como um todo do Ser Humano:
A composição do Homem e o espírito sob a visão das Escrituras.
Obs.: Cinco palavras hebraicas relativas ao “ser humano” no Antigo Testamento, principalmente quatro palavras hebraicas descrevem os aspectos primordiais da natureza humana: basar ou se’er (“carne”), basar ou se’er referem-se a parte visível, externa, física e material da natureza humana;
- ruah (“espirito”), ocorre 378 vezes no texto hebraico e 11 vezes nas porções aramaicas da Bíblia. Mais ou menos 113 vezes rûah se refere a “vento” ou ar em movimento. Em 136 lugares rûah se refere ao “espírito de Deus”, deixando 130 referencias para o “espírito humano” e outros significados. A ideia básica de rûah, como na palavra grega pneuma, é “vento”. Jesus comparou a obra do Espírito ao vento (João 3.6-8), seguindo os profetas e escritores do Antigo Testamento que viam em rûah um poder ativo, sobre-humano, invisível, misterioso.
O AT faz a associação entre o “sopro” de Deus e o “principio de vida” no ser humano (Genesis 2.7; 6.17; 7.15-22). O sopro que energizou  o ser humano foi uma dádiva do espírito de Deus (João 9.18; 19.17; 27.3; 33.4; Isaías 42.5; 57.16). Essa dádiva de vida do espírito de Deus não foi exclusiva do ser humano. O Antigo Testamento diz que a vida ou vitalidade dos animais também provem do espírito de Deus (Genesis 6.17; 7.15, 22; Eclesiastes 3.19, 21). Os ídolos não têm “espírito” ou “fôlego”. Eles não têm vida nem poder (Jeremias 10.14; He 2.19). Os “ossos” de Israel voltam a ter vida quando o “espírito” vem dos quatro ventos e sopra sobre eles (Ezequiel 37.6, 8-10, 14). Portanto, o espírito é o sopro e o principio vital no ser humano.
- nepesh (“alma”) e leb ou lebab (“coração). O Antigo Testamento nenhuma vez explica esses aspectos da natureza humana de modo sistemático. No AT dava-se pouca importância ao aspecto físico do coração. O mesmo vale para as outras partes do corpo humano mencionadas no AT, que se concentra nas qualidades psíquicas ou etéreas, das partes do corpo, mais do que em suas funções físicas.
Cada termo tem mais de um sentido, às vezes físico, outras vezes psíquico. Um termo referente a uma parte da pessoa pode ser usado para a pessoa na totalidade do seu ser individual. “Coração”, no Antigo Testamento, refere-se principalmente aos poderes psíquicos da pessoa, com expressão dos processos intelectuais e volitivos. O coração é a origem dos pensamentos, palavras e ações (Pv 4.23), tanto bons como maus.
O AT atribui ao coração tudo o que nós atribuímos à cabeça e ao cérebro – capacidade de perceber, raciocinar, pensar, compreender, entender e tomar conhecimento, a consciência, memória, conhecimento, sentimento, vontade e juízo.
Coração” pode ser usado como sinônimo de nepesh (“alma”) e rûah (“espírito”), em termos de sentimentos e emoções. Alegria e tristeza podem muito bem ser descritas por expressões como “dar força ao coração” ou “trazer refrigério à alma” (Genesis 18.5; Juízes 19.5, 8; Salmos 104.15); “derramar o coração” ou “derramar a alma”(Salmos 62.8; Lamentações 2.19). Hebraico e natureza humana, apud Ralph Smith, do livro Teologia do Antigo Testamento, Marcelo Berti
No Antigo Testamento são usualmente traduzidas, as seguintes palavra, como “coração”: lebh e lebhabh.
Brown-Driver-Briggs dá dez significados para estas duas palavras, incluindo os seguintes: “o homem mais interior ou alma”, “mente”, “resoluções da vontade”, “consciência”, “caráter moral”, “o homem em si mesmo”, “o lugar dos apetites”, “o assento das emoções”, “o assento da coragem”.
F. H. Von Meyenfeldt, em seu estudo etimológico, conclui que lebh ou lebhabh usualmente representa a pessoa total e tem uma significação predominantemente religiosa.
Há uma mudança no coração do homem. Esta é a verdadeira mudança, a mudança do homem interior que se renova:
“Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia.” 2 Coríntios 4 16
O que precisa mudar é a forma de viver Uma Nova Vida.
“O espírito é freqüentemente usado a respeito de Deus; a alma nunca é usada dessa forma. Isto sugere que “pneuma” representa o homem em seu lado voltado para Deus, enquanto que “psyche” representa o homem em seu lado humano.” Ladd
Então, a vida em Cristo, em novidade deve ser absolutamente controlada pelo espírito.
Primeiro: Viver em Espírito. Pois, somos, agora, o Templo do Espírito e demos lugar para Ele habitar em nós e controlar nosso espírito.Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito.” Gálatas 5:25
O que se traduz em novidade de vida: “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.” Gálatas 5:22-24
Segundo: não pode mais viver na carne. “Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.” Romanos 8:9
Terceiro: somos sacrifícios vivo. “que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.”
“E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.” Gálatas 5:22-24
Nosso corpo na totalidade, como demonstrado, acima, sob a ótica da composição teológica do Ser, é em sua totalidade de Deus, e o sacrifício, agora, é que este Homem em Nova Vida, tem controle do Espírito, que dirige e o ensina a controlar o espírito humano em sua Nova Vida.
“E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.” Mateus 22:37
“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” 1 Tessalonicenses 5:23
Quarto: a Misericórdia de Deus nos alcançou e ela é a causa de nossa Novidade de Vida.
“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação;Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação.” 2 Coríntios 5:17-19
Quinto: Paulo não tomar a forma, suschematio, o usa um termo que significa aquilo que toma a forma, que podemos exemplificar com um liquido que toma a forma do recipiente que o contém, ou mesmo a forma pela qual, a água toma conforme a baixa temperatura o congela.
Assim, não podemos nos adaptar as condições do Mundo, mas mantermos a forma espiritual de forma racional, de forma a manter a forma espiritual, conduzindo nosso corpo, alma e sob a liderança do espírito, que foi dominado de forma livrearbitrária pelo Espírito divino.
“E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”
Συσχηματιζω - suschematizo; v. conformar-se (i.e., mente e caráter de alguém) ao padrão de outro, (moldar-se de acordo com)
αναγενναω - anagennao; v. regenerar, renascer, nascer de novo; ter passado por uma transformação da mente, que leva a uma nova vida que procura conformar-se à vontade de Deus.
Sexto: a Nova Vida em espírito é uma forma de atingirmos o alvo da Vida futura em Cristo. Só alcançada se vivermos a justiça de Cristo em nós, que nos imputa absolvidos da vida do pecado.
“E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.” Romanos 8:10
Sétimo: a capacitação para sermos ministros da Nova Aliança, só existe para quem tem Nova Vida Em Cristo. É o efeito da transformação.
 “O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica.” 2 Corintios 3.6
O importante é que temos a certeza que a Nova Vida em Cristo nos faz homens e mulheres melhores, e autenticados pelo Espírito Eterno que nos auxilia a viver de maneira lidima para a Igreja, no Mundo e para Cristo, sem tomar a forma do Mundo e sermos abençoados para um futuro de glória com Cristo.
1ª Parte - Continua...
Fonte:
Dicionário Strong
Citações no corpo do Estudo
Romanos – G. Marvin Pate
Bíblia Explicada
Apontamentos do autor

Hebraico e natureza humana, apud Marcelo Berti em Antropologia

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical