quarta-feira, abril 11

Ética Cristã e Ideologia de Gênero Lição 2 – CPAD 2º Trimestre 2018 2ª PARTE Continuação


Ética Cristã e Ideologia de Gênero
Lição 2 – CPAD 2º Trimestre 2018
2ª PARTE
Continuação
Estudo Pastor Prof. Docente Univ Osvarela
TEXTO ÁUREO
"E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou." (Gn 1.27)
LEITURA BÍBLICA
Isaías 5.18-24
18 Ai dos que puxam a iniquidade com cordas de vaidade, e o pecado com tirantes de carro!
19 E dizem: Avie-se, e acabe a sua obra, para que a vejamos; e aproxime-se e venha o conselho do Santo de Israel, para que o conheçamos.
20 Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!
21 Ai dos que são sábios a seus próprios olhos, e prudentes diante de si mesmos!
22 Ai dos que são poderosos para beber vinho, e homens de poder para misturar bebida forte;
23 Dos que justificam ao ímpio por suborno, e aos justos negam a justiça!
24 Por isso, como a língua de fogo consome a palha, e o restolho se desfaz pela chama, assim será a sua raiz como podridão, e a sua flor se esvaecerá como pó; porquanto rejeitaram a lei do SENHOR dos Exércitos, e desprezaram a palavra do Santo de Israel.
Etimologia
אסון - ’acown; n. m. mal, dano, prejuízo
רע  - ra’ adj. ruim, mau; ruim, desagradável, maligno - ruim, desagradável, maligno (que causa dor, infelicidade, miséria)
Ψευδης - pseudes; adj. mentiroso, enganador, falso
חכם - chakam; adj. sábio (homem) - astuto, perspicaz, esperto, habilidoso, sutil; instruído, perspicaz (classe de homens);prudente; sábio (no sentido ético e religioso)
רשע - rasha; adj. perverso, criminoso; perverso, alguém culpado de crime (substantivo); perverso (hostil a Deus);perverso, culpado de pecado (contra Deus ou homem)
שתי – sh^ethiy; n. m. uma bebida, uma bebedeira Ec 10.17
Μεθη-  methe; n. f. intoxicação; embriaguez
μεθυω - methuo; v. estar bêbado
Definições

“ ..., para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade; Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.” 1 Timóteo 2:2-4
Humanismo:
Humanismo, no sentido amplo, significa valorizar o ser humano e a condição humana acima de tudo. Está relacionado com generosidade, compaixão e preocupação em valorizar os atributos e realizações humanas. O teocentrismo (Deus como centro de tudo) cede lugar ao antropocentrismo, passando o homem a ser o centro de interesse. O humanismo procura o melhor nos seres humanos e para os seres humanos sem se servir da religião. A filosofia humanista oferecia novas formas de reflexão sobre as artes, as ciências e a política, revolucionando o campo cultural.
Teocêntrico; adj. que tem Deus como o ponto de convergência de tudo.
Teocentrismo é a doutrina que considera Deus o centro de todo o Universo e responsável pela criação de tudo o que há nele. Tem como base os preceitos da Bíblia.
Humanismo - subs masc.; movimento intelectual difundido na Europa durante a Renascença e inspirado na civilização greco-romana, que valorizava um saber crítico voltado para um maior conhecimento do homem e uma cultura capaz de desenvolver as potencialidades da condição humana. p.ext. fil conjunto de doutrinas fundamentadas de maneira precípua nos interesses, potencialidades e faculdades do ser humano, sublinhando sua capacidade para a criação e transformação da realidade natural e social, e seu livre-arbítrio diante de pretensos poderes transcendentes, ou de condicionamentos naturais e históricos.
O antropocentrismo (do grego anthropos, "humano"; e, kentron, "centro") é uma concepção que considera que a humanidade deve permanecer no centro do entendimento dos humanos, isto é, o universo deve ser avaliado de acordo com a sua relação com o ser humano, sendo que as demais espécies, bem como tudo mais, existem para servi-los. O antropocentrismo coloca o ser humano no centro do universo, postulando que tudo o que existe foi concebido e desenvolvido para a satisfação humana
Relativismo:
Relativismo é uma corrente de pensamento que questiona as verdades universais do homem, tornando o conhecimento subjetivo.
O ato de relativizar é levar em consideração questões cognitivas, morais e culturais sobre o que se considera verdade. Ou seja, o meio que se vive é determinante para construir essas concepções.
“Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” João 14:6
A relativização é a desconstrução das verdades pré-determinadas, buscando o ponto de vista do outro. Aquele que relativiza suas opiniões é aquele que acredita que existam outros tipos de verdade, de perspectivas para as mesmas coisas, e que não há necessariamente um certo ou errado.
“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:32
Uma das linhas é:
Relativismo Sofista
O chamado Relativismo Sofista é uma linha de pensamento da filosofia grega que defende a subjetividade da verdade. O que o homem acredita e defende, seja enquanto moral ou conhecimento, é conforme ele vê e experimenta, conforme seu contexto.
Veja o significado da frase do sofista grego Protágoras "O homem é a medida de todas as coisas".
Retira do relacionamento humano a centralidade de Deus em tudo que faz a Humanidade.

Comentário Introdutório:
Diz o comentário do livro de Isaías que mostra a posição da Bíblia neste instante, alcança a toda a Humanidade, como no contexto de Isaías, é Cristológica e Messiânica a qual, achei de boa lavra e que reproduzo:
“A relação de Deus com a Sua Igreja é frequentemente descrita como um casamento pelos profetas, e trata-se da base das metáforas em que a idolatria é chamada de adultério. Materialmente, a terra pertence a Javé. A profecia de Isaías, porém, dá conta de uma posse moral; a partir daquele momento, Ele não só seria Deus dos judeus, mas também dos gentios.” Não encontrei nome do autor
Discurso:
Ao estudar, ou melhor, continuando o nosso pensamento sobre a iniquidade latente nos discursos relativistas sobre o Gênero Humano, chegamos ao ponto que devemos analisar corretamente o texto bíblico.
Trata-se dos Ais que a Bíblia ou a profecia bíblica coloca como noção de Juízo de Deus para estas ações
Tratar o bem como mal
Tratar o errado como certo
Tratar a luz como trevas
Ser sábio a seus próprios olhos
Isaías 5:18—19: AS MENTIRAS, A FORÇA E A LOUCURA DO PECADO  - Alexandros Meimaridis
Tudo isto, é julgado diante do Todo Poderoso como o homem que sob sua própria consciência cauterizada pelo pecado, contudo entregues a suas próprias paixões desprezam o interior humano, no qual, como demonstrado com Adão e Eva, há um elemento divino do Imago Dei (como atributo divino) desprezado na sanha dos que assim querem viver, desprezando o Criador e criando suas próprias regras, que se esvaíram em desejos humanos incontroláveis.
Quando digo isto, não apenas falamos sobre a sexualidade, mas na própria relativização de um modo de Viver longe de Deus.
Meu Corpo, Minhas Regras” (lógico que não se pode apropriar do corpo de ninguém, a não ser nas relações co-habitacionais legitimadas pelo casamento, sem que um ou outro seja um dominador, a não ser dar e amar, ao cônjuge) uma das máximas do feminismo que, mostra o quanto o humanismo relativista quer fazer com que o homem se sinta dono do que lhe foi dado e não construído por seu próprio braço, ou forças.
Deus é o autor da vida:
Tal ciência é para mim maravilhosíssima; tão alta que não a posso atingir. Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face? porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.” Salmos 139: 6,7;14-16
A palavra “puxar”. Ela indica um ato deliberado da vontade.
O povo de Israel naqueles dias estava:
Se desviando para o pecado.
Se motivando para o pecado.
Se preparando para pecado.
Indo deliberadamente à busca do pecado.
Puxar indica a necessidade de vencer alguma resistência.
Que resistência?
Aos ensinos da palavra de Deus.
A presença do Espírito Santo cuidando e guiando.
A formação ética como povo de Deus.
Romanos 2:15...testemunhando-lhes também a consciência e os seus pensamentos, mutuamente acusando-se ou defendendo-se”.
Romanos 1:21—23 “..., porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se lhes o coração insensato. Inculcando-se por sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, bem como de aves, quadrúpedes e répteis”.
Romanos 13:14 dizendo: “Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e nada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências.”
As pessoas estão apegadas ao pecado.
Tudo é maliciado.
Tudo tem duplo sentido.
As coisas só são engraçadas se forem pornográficas. Roberto Carlos, o cantor, admitiu bem este sentimento ao perguntar, em uma de suas canções: “será que tudo que eu gosto é ilegal, imoral ou engorda?".
O engano, a mentira — traduzido aqui como injustiça. O fato de que a vida no pecado não vale nada, mas nos é apresentada como fantástica.
Os Ais são a ponta de um grande Iceberg do pecado que relativiza os danos do Mal e do Erro.
Com frases como estas:
Frases típicas usadas pelo pecado:
Você não pode ficar de fora. Você não pode perder.
Todo mundo faz ou todo mundo tem.
Não há nenhum mal nisso.
Não seja radical. Você está atrasado no tempo.
O pecado nos diz:
Vai ser ótimo.
Vai ser maravilhoso.
Vai ser o máximo.
O pecado nunca nos diz o que vamos perder, mas acena com um possível liberdade e estado de prazer da SARX, contra a angústia do PNEUMA.:
Adão e Eva – Lhes foi dada uma ideia de que eles seriam como Deus. Sobre eles pesou a sentença de Deus: “Gn. 3.19 ..., tu és o pó e ao pó voltarás”.
Além da condenação pela desobediência, que os levou à morte, passagem desconhecida pelo Adam.
Embora, mitigada por Deus, levou o Homem a morte espiritual deixando o casal edênico vivo, mas prezo ao ato da sua desobediência (imediatamente, conforme Genesis 3.10,11) ao único a quem deveriam obedecer.
A escolha do Adam pelo pecado é anunciada de forma notória nas Escrituras: “Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente, ...Gênesis 3:22
Sabendo o bem e o mal!
O conhecimento do bem e do mal é determinante para sabermos que a livre escolha do homem o leva a sentir-se dono do seu próprio destino, corpo, alma e espírito.
Aí vem o Juízo:
Paz, paz; quando não há paz. Porventura envergonham-se de cometer abominação? Pelo contrário, de maneira nenhuma se envergonham, nem tampouco sabem que coisa é envergonhar-se; portanto cairão entre os que caem; no tempo em que eu os visitar, tropeçarão, diz o Senhor.” Jeremias 6:14,15
Como vemos, no texto deste Estudo, os seis Ais:
18 Ai dos que puxam a iniquidade – escarnecem de Deus: Avie-se, e acabe a sua obra, para que a vejamos
O Iníquo, soberbo confiante em suas próprias forças, escarnece de Deus, com se pudesse contender com o Eterno.
Assim, apontam que tem força, saúde, que o Mal não lhes atingirá, não sabendo do seu fim e de que o juízo está, às portas:
“24 Por isso, como a língua de fogo consome a palha, e o restolho se desfaz pela chama, assim será a sua raiz como podridão, e a sua flor se esvaecerá como pó; porquanto rejeitaram a lei do SENHOR dos Exércitos, e desprezaram a palavra do Santo de Israel.”
20 Ai dos que ao mal chamam Bem, e ao Bem Mal – os imorais, deste tempo, como os de Sodoma e Gomorra, condenados também, por Jesus (“já o reino de Deus é chegado a vós. E digo-vos que mais tolerância haverá naquele dia para Sodoma do que para aquela cidade.” Lucas 10:11,12)
Estes são os que usam e buscam as ações da Imoralidade, como os que usam o sexo de maneira libertina, e querem impor sua mentalidade concupiscente a todos e os acusam de “homofóbicos”, ou termos irmãos, desprezando a opinião daqueles que seguem o dito divino, até sem conhecer as Escrituras, mas o fazem pela balança do Bem e não do Mal. Que querem usar a grande Mídia para atacar aqueles que servem a Deus e seguem as Escrituras, que dizem do Gênero Humano:
Macho e Fêmea, os fez: “Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém. Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.” Romanos 1:24-27
Tudo que este chama de forma contrária a determinação divina é perdem, ou não tem senso ou sobriedade e perdem a consciência do que é certo ou errado, o que no final, ou com brevidade, os levará à Morte!
Ensandecidos, mentalmente cauterizados, tudo o que tem vontade, o fazem, é aparentemente, um desejo irrefreável e sem freios, de fazerem o que lhes parece certo, aos seus olhos, as suas trevas, aparentemente iluminam seus corações e mentes tomados pela loucura:
Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!” Mateus 6:23
A bebedice os leva a noite inteira a se tornarem juízes do Mal, confundidos pela mente, distorcem o direito e apregoam, seus juízos distorcidos de verdade, mas abastecidos pelo suborno.
21 Ai dos que são sábios a seus próprios olhos
As Escrituras, dizem que o homem nada sabe e que a Sofia só vem de Deus, no entanto, muitos se achem sábios a seus próprios olhos, mesmo sem poder determinar a queda de uma folha, ou dos pelos da sua cabeça:
22 Ai dos que são poderosos para beber vinho, que é anteriormente citado na perícope do texto do capítulo de Isaías 5.11:
Ai dos que se levantam pela manhã, e seguem a bebedice; e continuam até à noite, até que o vinho os esquente! Isaías 5:11
A bebedice tira a sobriedade de qualquer um, e os leva a situações que beiram ao ridículo, a pensar de que são invencíveis, a pronunciar palavras que em estado sóbrio não diriam e se acharem com forças que não possuem.
Cito um caso, que em minhas andanças a trabalho, por vários Estados e até no Exterior, vivi de perto:
Um dos muitos operários, de umas das grandes obras que participei, após beber por várias horas, na noite, foi para a linha férrea que passava, junto ao Canteiro de Obras e ali se colocou-se, com uma assistência de outros bêbedos e desta platéia ensandecida, postou-se na frente de um trem dizendo que iria pará-lo, lógico teve um fim trágico. Assim, há muitos casos desta monta, que acontecem diariamente, como os motoristas bêbedos que, matam e ferem, por perderem o controle mental, pela bebida forte.” Osvarela
A insensibilidade pela bebida os faz, se tornarem-se loucos e contra o Criador:
“..., vinho há nos seus banquetes; e não olham para a obra do Senhor, nem consideram as obras das suas mãos.” Isaías 5:12
“Deus é juiz justo, um Deus que se ira todos os dias. Se o homem não se converter, Deus afiará a sua espada; já tem armado o seu arco, e está aparelhado. E já para ele preparou armas mortais; e porá em ação as suas setas inflamadas contra os perseguidores. Eis que ele está com dores de perversidade; concebeu trabalhos, e produziu mentiras.” Salmos 7:11-14

23 Dos que justificam ao ímpio por suborno

Estes As decretaram o juízo e destruição de um povo, o reino de Judá e continua sendo atuante, corroborada pelas Escrituras Neotestamentárias: Epístola Aos Romanos, Epístolas aos Coríntios, Epístola a Tito.
Destes pecados e atitudes, vêm a destruição, no tempo da exaração (proclamação) da profecia, e nos dias atuais, numa lista de erros, que levam a destruição:
Cobiça
Bebedice
Prazeres do pecado
Falta de respeito a Palavra de Deus
Falta de consideração com a ordem divina e as causas de Deus (perigo latente, dentro das Igrejas)
Soberba e arrogância
Pecados multiplicados e levados continuamente, sem expressão de culpa ou arrependimento, consciência cauterizada e insensível
Juízes bêbedos que justificam ao ímpio e condenam o justo, em suas causas
Desprezo pelas Leis de Deus
Desprezo pela Palavra de Deus
É neste tempo e desta forma que o Humanismo e o Relativismo têm entrado com força na Sociedade, seja na Educação, inclusive Infantil, nas relações sociais, seja em relação as regras, e Leis que regem as Constituições, Códigos Penais ou Civis.
Que ao se insinuarem como detentores das regras morais, desconsideram a realidade social da maioria da Sociedade.
A quebra de regramento social é a causa da Violência e da Desobediência Civil, quando levada as últimas consequências, pois há uma errônea noção de liberdade ou mesmo libertinagem.
O ordenamento da Sociedade desde a Antiguidade, é determinada para crescimento geral ordenação das relações e da Justiça, que determina Direitos e Deveres.
Isto vemos, desde o Código de Hamurabi que regrava as relações da sociedade da Mesopotâmia.
A quebra deste regramento cria destempero e nascimento de uma sociedade que se esvairá com consequência impensável, até e destruição dos povos, que assim vivem!
Vivamos os valores Cristãos não nos deixemos enganar!
Bibliologia:
Isaías 5:18—19: AS MENTIRAS, A FORÇA E A LOUCURA DO PECADO
Bíblia Plenitude
Bíblia Dake
Bíblia on line
Bíblia Explicada – S.E.MacNair
Apontamentos do Autor
Site: http://estudandopalavra.blogspot.com.br deste Autor

Nenhum comentário:

Seguidores

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical