quinta-feira, abril 10

A MINHA, ALMA TE AMA, Ó SENHOR! LIÇÃO 02 - 13/04/08

A MINHA, ALMA TE AMA, Ó SENHOR!
Lição 02 – CPAD - 2º Trim. 2008 Autor: Osvarela
EXÓRDIO:
Ao ser introduzido o Tema deste trimestre "As Disciplinas da Vida Cristã", talvez alguns de nós não tenhamos absorvido e envolvido em nosso pensamento o sub-tema ou bandeira deste trimestre: "Trabalhando em busca da perfeição."
Creio que nos comentários anteriores, muitos de nós esquecemos deste detalhe e buscamos ensinar ao aluno Disciplina, apenas como algo estanque, como uma lição avulsa do trimestre, quando o Comentarista Pr. Claudionor de Andrade, busca nos ensina uma série de Disciplinas no sentido de Regras, Ensinos da Vida Cristã em busca da Perfeição.
Dito isto, voltemos aos nossos comentários desta Lição de número 2 (dois).
INTRODUÇÃO:
Iniciamos estes nossos comentários citando as declarações peremptórias de Jesus, à respeito do essencial no exercício da Disciplina do que quer ser exercitado pela Disciplina divina.
Quando Jesus é questionado qual o maior mandamento, cita, desta maneira, o essencial e necessário para ser disciplinado em toda Disciplina judaica, a Lei Mosaica.
Como escrevemos no texto da primeira aula, ele afirma, e vamos usar, apenas, o trecho bíblico que consideramos ligado à lição deste domingo:
"Amar a Deus sobre todas as coisas...."
Ora, para que isto ocorra na vida do cristão, há que se ter meios para que esta relação de Amor, não seja, algo apenas de falar, ou desejar, mas principalmente algo a ser vivenciado numa estreita relação Deus – homem.
Portanto, requer-se que haja um estreitamento de relação, para que este relacionamento se desenvolva, de forma contínua, entre o ser humano e o Senhor Nosso Deus. Devemos Trabalhar em busca da perfeição, na nossa estreita relação de Comunhão com Deus.
É necessário ressaltar que Deus preservou o relacionamento com o homem, mesmo após a queda adâmica.
Como todos nós sabemos, por exemplos e palavras bíblicas, Deus nos amou primeiro, então importa ao cristão procurar, ou melhor, anelar, numa busca contínua, por uma comunhão íntima com o Senhor.
Portanto, uma das disciplinas fundamentais, a ser observada na vida diária do cristão é a Comunhão com Deus, disciplinar-nos nela, buscarmos conhecê-la, entendê-la, e exercê-la.
Iremos procurar demonstrar alguns exemplos bíblicos e formas de como esta disciplina: A Comunhão com Deus deve ser entendida e aplicada em nossas vidas.
I – Como alcançar Comunhão com Deus.
Haveria alguma regra que o crente deve seguir para alcançar o anelo da alma humana pela presença de Deus em sua vida?
Sem dúvida alguma, existe uma forma de alcançarmos a Comunhão Plena com Deus, a possível, nesta vida, pois a Comunhão perfeita somente será alcançada nos Céus.
Disciplinar-se pela regra divina dada por Jesus é a principal a ser seguida:
"Amar a Deus sobre todas as coisas...."
Porém, existem fatos e acontecimentos, em determinados momentos em nossas vidas, que fazem a nossa vida íntima com Deus desmoronar-se ou que vêem cauterizar ou embaçar, por momentos, este sentimento notório, que faz falta à todo o homem, é o vazio de Deus em nossas almas, a Comunhão Homem com Deus.
Leia o exemplo de um dos Heróis da galeria da Fé de Hebreus 11.32, Davi, um homem segundo o coração de Deus, que se viu em situação similar à esta.
Vejamos como ele foi levado a entender a necessidade de retomar a Comunhão com Deus, com lágrimas e com arrependimento.
I – a: Motivos que nos afastam da presença de Deus:
O salmista Davi teve, durante a sua vida, enormes falhas de caráter e personalidade, falhas que nós como nossos olhos humanos abominaríamos e o teríamos alijado de nossas relações pessoais, sociais, ou de qualquer atividade eclesial:
Adúltero;
Homicida;
Ardiloso; (malicioso)
Dado aos prazeres carnais.

II – a: Cometendo os erros:
A concupiscência dos olhos, a Bíblia diz que se teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz, mas se, porém os teus olhos forem maus, quão densas são as tuas trevas.
Mt.6.22: A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz;23 Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!
A concupiscência dos olhos em ação, na vida de Davi:
Ele envolvido pelos prezares de sua vida de rei, conquistando quase tudo que queria, envolvido nos afazeres diplomáticos, pois foi no reinado do rei Davi, que Israel ascendeu à posição e status de ESTADO reconhecido pelos ouros reinos; Tinha perdido a consciência da importância de sua relação com Deus.
2 Samuel 11.1.ss: E ACONTECEU que...numa tarde Davi se levantou do seu leito, e andava passeando no terraço da casa real, e viu do terraço a uma mulher que se estava lavando; e era esta mulher mui formosa à vista.3 E mandou Davi indagar quem era aquela mulher; e disseram: Porventura não é esta Bate-Seba, filha de Eliã, mulher de Urias, o heteu?...e mandou trazê-la; e ela veio, e ele se deitou com ela...;então voltou ela para sua casa...E a mulher concebeu; e mandou dizer a Davi: Estou grávida.....pela manhã Davi escreveu uma carta a Joabe; e mandou-lha por mão de Urias....: Ponde a Urias na frente da maior força da peleja; e retirai-vos de detrás dele, para que seja ferido e morra. 16 Aconteceu, pois, que, tendo Joabe observado bem a cidade, pôs a Urias no lugar onde sabia que havia homens valentes. 17 E, saindo os homens da cidade, e pelejando com Joabe, caíram alguns do povo, dos servos de Davi; e morreu também Urias, o heteu.
II –b: Reconhecendo os nossos erros:
Mas chegou um momento em sua vida, em que ele é notificado por Deus sobre o seu andar, e vê a precariedade de sua relação com Deus naquele momento de sua vida.
Então, é neste momento que ele sente a falta da relação ou Comunhão estreita que sempre teve com Deus desde os tempos em que pastoreava suas ovelhas nas montanhas de Belém.
Através da voz de Deus pelo profeta Natã, ele cai em si, e se derrama diante do Senhor, confessando e reconhecendo as suas iniqüidades no Salmo 51:
Salmos 51.1:Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.2 Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado.3 Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.4 Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.5 Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.
Reconhece a sua iniqüidade;
Reconhece suas transgressões;
Seus pecados contra Deus;
Reconhece o estado de pecado natural do homem;

III – a: Reconhecendo a necessidade de Ter Comunhão contínua com Deus:
Então, o Rei Davi sente que a sua Comunhão com Deus se esvai, como água pelos vãos de sua mão, ele já não consegue sentir a presença de Deus quando vai oferecer seus sacrifícios, o seu coração está aflito.
Salmos 51.6: Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria. 7 Purifica-me com hissope, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve.8 Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste.9 Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades.10 Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.11 Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.12 Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.13 Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão.14 Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a tua justiça.15 Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca entoará o teu louvor.
16 Pois não desejas sacrifícios, senão eu os daria; tu não te deleitas em holocaustos.17 Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.18 Faze o bem a Sião, segundo a tua boa vontade; edifica os muros de Jerusalém.19 Então te agradarás dos sacrifícios de justiça, dos holocaustos e das ofertas queimadas; então se oferecerão novilhos sobre o teu altar.
Ele sente isto, de forma tão intensa, que brota de sua própria alma, sente em seu espírito, e ele nota a falta de duas coisas, necessárias à sua vida, de Comunhão com Deus:
A Alegria da Salvação;
A Presença de Deus.
Então ele se volta ser um homem na busca da Comunhão com Deus, sabendo que a falta desta Comunhão é algo que causa sérios prejuízos na vida do crente em Deus, e que dependemos dela como mantenedora de Vida e Alegria Espiritual.
Aprendendo com erros de Davi:
a - Disciplina dos olhar:
Olhos disciplinados serão sempre uma candeia para o caminho reto do cristão, olhos indisciplinados, serão como guia cegos para outros cegos. 2 Samuel 12. 8: E te dei a casa de teu senhor, e as mulheres de teu senhor em teu seio, e também te dei a casa de Israel e de Judá, e, se isto é pouco, mais te acrescentaria tais e tais coisas.9 Porque, pois, desprezaste a palavra do Senhor, fazendo o mal diante de seus olhos?
b - Davi deixa-nos com este mau exemplo uma lição: sobre a importância do olhar, na conduta, o que afasta o crente da Comunhão, e sem que ele se aperceba do que esta ocorrendo, é engodado pelo seu olhar, e como no caso de Davi a aflição representa a falta de Comunhão com Deus.
2 Samuel 12.14: Todavia, porquanto com este feito deste lugar sobremaneira a que os inimigos do Senhor blasfemem, também o filho que te nasceu certamente morrerá.
15 Então Natã foi para sua casa; e o Senhor feriu a criança que a mulher de Urias dera a Davi, e adoeceu gravemente.16 E buscou Davi a Deus pela criança; e jejuou Davi, e entrou, e passou a noite prostrado sobre a terra.17 Então os anciãos da sua casa se levantaram e foram a ele, para o levantar da terra; porém ele não quis, e não comeu pão com eles.18 E sucedeu que ao sétimo dia morreu a criança; e temiam os servos de Davi dizer-lhe que a criança estava morta, porque diziam: Eis que, sendo a criança ainda viva, lhe falávamos, porém não dava ouvidos à nossa voz; como, pois, lhe diremos que a criança está morta? Porque mais lhe afligiria.
c - Outra lição, que retiramos deste fato é que, a falta da comunhão, ou resultado dos nossos atos, que nos afastam de Deus, podem levar o ímpio fazer aquela célebre pergunta: "Onde está o teu Deus?", blasfemando contra Deus e apontando os nossos erros, advindos do nosso afastamento de Deus:
2 Samuel 12. 14.Todavia, porquanto com este feito deste lugar sobremaneira a que os inimigos do Senhor blasfemem.
c-1 - Podem causar a morte de outros, o sofrimento de inocentes, inclusive e até no sentido espiritual.
2 Samuel 12. 17: Então os anciãos da sua casa se levantaram e foram a ele, para o levantar da terra; porém ele não quis, e não comeu pão com eles.18 E sucedeu que ao sétimo dia morreu a criança.
c- 2-
A aflição faz externar a busca da Comunhão
Salmos 42.1:ASSIM como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus!2 A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?3 As minhas lágrimas servem-me de mantimento de dia e de noite, enquanto me dizem constantemente: Onde está o teu Deus?4 Quando me lembro disto, dentro de mim derramo a minha alma; pois eu havia ido com a multidão. Fui com eles à casa de Deus, com voz de alegria e louvor, com a multidão que festejava...7 Um abismo chama outro abismo, ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado sobre mim...9 Direi a Deus, minha rocha: Por que te esqueceste de mim? Por que ando lamentando por causa da opressão do inimigo?10 Com ferida mortal em meus ossos me afrontam os meus adversários, quando todo dia me dizem: Onde está o teu Deus?
d- O Homem que se afasta de Deus, fica sozinho:
O Caminho para se conseguir retornar a Plena Comunhão com Deus, é um caminho solitário:
2 Samuel 12. 16: E buscou Davi a Deus pela criança; e jejuou Davi, e entrou, e passou a noite prostrado sobre a terra.17 Então os anciãos da sua casa se levantaram e foram a ele, para o levantar da terra; porém ele não quis, e não comeu pão com eles.
CONCLUSÃO:
A Doutrina da Comunhão com Deus é uma Doutrina eficaz para o crente, pois o leva a servir a Deus com alegria, com sabedoria e a desviar-se do mal.
É ela que nos conduz no caminho da perfeição:
Anda na minha presença e ser perfeito!
Que nós possamos exclamar como o Salmista:
Sl.42.2: A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?
Fonte:
Apontamentos do autor;
Bíblia Almeida, Corrigida, Revisada, Fiel.
Lição 02 – CPAD – 2º Trim.

Gráfico do estudo: Pai Desconhecido-Allan H. McLeod
Osvarela

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical