quarta-feira, junho 18

CHINA, UM UNIVERSO ESPECIAL E DIFERENTE!

CHINA-UM UNIVERSO DIFERENTE!
Lendo recentes reportagens sobre a China, decorrente dos recentes terremotos e pelo desafio missionário que este país representa para nós os evangélicos, além da tão propagada Olimpíadas 2008 (não se espante, em citar as Olimpíadas, além de ser citada indiretamente, na Bíblia, é alvo de evangelismo) deparei-me com notícias que demonstram o abismo cultural entre nós latinos ocidentais e os chineses.
A diversidade é demonstrada de várias formas:
mulher tibetana, em templo em Xigahzhe
Variedade de etnias;
Há cerca de 55 grupos étnicos, que o governo chama de “minorias étnicas”.
Variedade de religiões:
-MULÇUMANOS;Seguidores de Confúncio,
Variedade de dialetos, em função destas etnias;
-tibetanos, a maioria dos quais não fala o mandarim dos chineses han.
Variedade cultural:
- os chineses han e têm mais identidade cultural com os habitantes da Ásia Central.
- Só em Yunnan, província mais ao sul, há 25 diferentes grupos étnicos, o maior número em toda a China. Entre eles, um dos mais interessantes são os Naxi, que possuem uma organização social matriarcal. As mulheres são responsáveis pelos negócios e o trabalho, enquanto os homens se dedicam à música e à poesia. Quando os Naxi recebem visitas em casa, cabe ao homem entretê-los com suas habilidades artísticas.
Variedade de formatos de aparência, entre os chineses, em seu vasto país e os bilhões de chineses;
A etnia uighur são de aparência diversa e em nada se parecem com os chineses han.
Variedade de estranhos de estimação:
Gafanhotos, grilos, escorpiões, lagartos, formigas e sapos estão entre os “bichos de estimação” mantidos pelos chineses, ao lado dos mais familiares cães, gatos, peixes e pássaros. Os grilos e gafanhotos são prezados pelo som que emitem e existe a convicção de que eles trazem sorte. Os insetos são carregados em pequenas gaiolas ou caixas com furinhos. Carregados no bolso do paletó, no carro. O hábito de ter grilos ou gafanhotos surgiu há cerca de 1.000 anos.
espetinho de escorpião ou bicho da seda, vai um?
E os hábitos alimentares?
Muito embora a dieta comum dos chineses seja constituída de arroz, legumes, massas e carne de porco.
O exotismo é parte integrante da gastronomia local e quem criou o ditado segundo o qual eles comem de tudo foram os próprios chineses.
Coisas estranhas são consideradas iguarias e é possível encontrá-las em vários restaurantes e farmácias de medicina tradicional chinesa.
Como se diz na China:"aqui comemos tudo que se move e voa", ou como disse Claudia Trevisan, correpondente internacional naquele país em seu blog:
"Pude comprovar o popular ditado segundo o qual os chineses comem tudo o que voa e não é avião, tudo o que anda e não é carro e tudo o que se move na água e não é navio."
Isto é comprovado com nas ruas da China com suas barracas de alimentos, que vendem comida, você pode comer desde cachorros, escorpiões e bichos da seda fritos, até cavalos marinhos, ninhos de pássaros e barbatanas de tubarão e estrelas do mar.
Patas de urso estavam entre os pratos mais sofisticados na época imperial (que acabou há menos de um século). Apesar de sua venda ser proibida atualmente, há traficantes que as oferecerem pelo preço de US$ 1 mil cada uma para os novos-ricos chineses.
Cérebro de macaco é outra das iguarias imperiais e ainda é servido em algumas regiões da China.
jaula com cachorro, para serem comidos
Cachorros são consumidos no sul, a região campeã em esquisitices, e estima-se que 10 milhões são mortos a cada ano só para atender a demanda chinesa. Você pode ver um cachorro inteiro sendo assado em um espeto, em alguma, cidade da China, como Lijiang, na província de Yunnan, no sudoeste chinês. "Fiquei tão perturbada que não consegui fotografar a cena.", como diz Cláudia Trevisan.
Destacada diferença de feições.Quanto as etnias, veja as fotos:
Entre os chineses, dependendo da região podemos encontrar, muito diferentemente, do que você e eu estamos acostumados a imaginar e pensar num chinês de olhos puxadinhos e rosto característico, encontramos diversos tipos de feições, muito distintas deste padrão.
Tem um puco de tudo, mulheres que nunca cortaram os seus cabelos, mantendo sua tradição local, tal como um recabita chinês, a diferenças religiosas, como os monges e povo tibetano [em luta pela sua liberdade, representados pelo Dalai-Lama, seu líder religioso], como a presença da mensagem esotérica do Yin e Yang, presentes até nos símbolos olímpicos.
60%(sessenta por cento) do território chinês é dominado pelas minorias étnicas, em regiões de fronteira, no norte, sul e oeste, e em áreas montanhosas de difícil acesso. As províncias habitadas majoritariamente por povos que não pertencem à etnia han são chamada de "regiões autônomas" pelo governo de Pequim.
Há cinco regiões que se enquadram nessa categoria: Xinjiang, Tibete, Mongólia Interior, Guangxi e Ningxia. É nestas regiões que encontramos as maiores diferenças de comportamento e estética.A província muçulmana de Xinjiang, no extremo oeste; a etnia uighur, que representam 45% da população local.
Diferenças entre nós e os chineses? São tão estranhas assim?
Tudo isto, pode nos parecer estranho para nós brasileiros, mas, lembre-se do que se come por este Brasil:
formiga tanajura frita no NE, cabeça de boi com miolo (cérebro de boi), no Oeste,buchada de bode, teiú (tipo de largato), macaco assado (Norte), carne de cobra,nossos índios comem larvas de tronco de madeira,etc.
Notou? Então, já não é tão estranha assim a cultura chinesa.
Fontes:

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical