quinta-feira, julho 3

DOENÇAS DO NOSSO SÉCULO - Lição 01 – 3º Trimestre

DOENÇAS DO NOSSO SÉCULO
Lição 01 – 3º Trimestre Autor:Osvarela
SUMÁRIO DA LIÇÃO:
Lição 1- As doenças do nosso século
2- Vencendo a ansiedade
3- Vivendo sem medo
4- Depressão, a doença da alma
5- Os males do consumismo
6- Os perigos da ambição
7- Cristo, a perfeita paz
8- Cuidando do corpo com moderação
9- A sedução das drogas
10- A inversão dos valores
11- Neopaganismo, um mal a ser combatido
12- Resistindo os apelos do mundanismo
Lição 13- Cristo, única esperança desta geração
- Conceitos de saúde e doença:
Doença (do latim dolencia = padecimento) é o estado resultante da consciência da perda da estabilidade de um organismo vivo, total ou parcial, estado este que pode cursar devido a infecções, inflamações, isquémias, modificações genéticas, sequelas de trauma, hemorragias, neoplasias ou disfunções orgânicas.
Distingue-se da enfermidade, que é a alteração danosa do organismo. O dano patológico pode ser estrutural ou funcional.
Pathos = doença ou sofrimento;
Para Novaes (1976), saúde e doença são muito mais valores sociais, historicamente colocados, do que a simples expressão da situação biológica do organismo (em geral), em um meio dado e, portanto, devem ser pensados em termos de sua historicidade.
Considerando que a doença ocorre num dado ambiente, Rouquayrol (1983) enfatiza que o estado final provocador de uma doença é resultado da sinergização de uma multiplicidade de fatores políticos, econômicos, sociais, culturais, psicológicos, genéticos, biológicos, físicos e químicos.
NOVAES,R.L. A saúde e os conceitos. São Paulo, 1976. [Dissertação de Mestrado - Faculdade de Medicina da USP].
SAÚDE - plenitude do bem-estar associado à vida biológica e a capacidade mental (psique).
DOENÇA - qualquer alteração dessa condição que afeta o organismo nesses dois aspectos. A relação entre ambas está no equilíbrio ou desequilíbrio do sistema imunológico e ou da mentalidade do indivíduo.
Ou:
Saúde é o bem estar físico mental e social, ou simplesmente a ausência de doença.
Doença é qualquer distúrbio capaz de alterar o bem estar.
I - Para você, o que é saúde?

Pergunta difícil... de acordo com nossa história de vida e expectativas podemos atribuir significados diferentes às palavras.
Alguns pensarão simplesmente na ausência de doenças ou de sintomas desagradáveis, outros pensarão no funcionamento harmônico entre corpo e mente, outros na saúde coletiva.
Entre muitas definições, encontrei uma bem abrangente, que consta do Dicionário de termos técnicos de medicina e saúde, organizado por Luís Rey (ed. Guanabara Koogan), que é a seguinte:
"Saúde é uma condição em que um indivíduo ou grupo de indivíduos é capaz de realizar suas aspirações, satisfazer suas necessidades e mudar ou enfrentar o ambiente. É um estado caracterizado pela integridade anatômica, fisiológica e psicológica; pela capacidade de desempenhar pessoalmente funções familiares, profissionais e sociais; pela habilidade para tratar com tensões físicas, biológicas, psicológicas ou sociais com um sentimento de bem-estar e livre do risco de doença ou morte extemporânea. É um estado de equilíbrio entre os seres humanos e o meio físico, biológico e social, compatível com plena atividade funcional."
Quero chamar sua atenção para uma parte muito interessante do conceito exposto acima. Mesmo dentro da "saúde", existem tensões físicas, biológicas, psicológicas ou sociais. O que pode diferenciar a pessoa saudável da doente é a habilidade que se tem (ou não) para lidar com tais tensões. Portanto, a palavra resiliência está muito ligada ao conceito de saúde. Segundo Grotberg, resiliência é a "capacidade humana universal de enfrentar as adversidades da vida, superá-las, ou até ser transformado positivamente por elas". Texto da Fonoaudióloga Keila A. Baraldi Knobel.
http://www.fonoesaude.org/saude.htm
II – Início:
Remontando ao passado de tudo, somos levados ao Éden, quando Deus Criador de todas as coisas as criou em um estado original de qualidade e pureza, o que infere um estado natural sem defeitos, afinal, era obra das próprias mãos do Todo-Poderoso e Perfeito.
Neste quadro, a coroa da criação, o homem foi criado a imagem e semelhança de Deus, com a mesma qualidade intrínseca de todas as coisas criadas, e mais com o sopro da boca de Deus – Ruah – em estado de pureza espiritual, física e mental.
O desvirtuamento do homem da meta original de pureza espiritual traçada por Deus, para mantença contínua do seu estado original e preservação de sua vida incluía:
Estar na presença de Deus;
Comer da árvore da vida;
Interagir com o ambiente perfeito que lhe foi entregue e com os outros homens que viriam.
Adorar a Deus.

Quando o homem se desvia destes propósitos para os quais foi criado, e em estado de pecado; atingida e perdidas foram as prerrogativas do seu estado de Bem-estar físico.
É desencadeado então um processo de degeneração do estado de bem-estar que interfere no que chamamos de saúde, que é um resultado da somatória dos itens elencados acima.
Portanto os estados de doenças, que vamos estudar neste trimestre nos obrigam ou nos remetem ao início de todas as coisas na face da Terra, principalmente ao homem Adam criado por Deus.
Paulo é feliz, e inspirado nas Santas Escrituras ao falar deste estado em que vivemos, estado de corruptibilidade.
II Co. 4.16: Por isso não desfalecemos; mas ainda que o nosso homem exterior se esteja consumindo, o interior, contudo, se renova de dia em dia.
II Corintios 4:16: Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia.
Esta corrupção é generalizadamente e oriunda da perda do estado inicial da criação, seja a criação inanimada, animal e o próprio Adam, que criados por Deus se integravam e viviam em um estado de comunhão e ação.
Saúde é o perfeito bem estar do ser humano no meio onde vive de modo a satisfazer todas as necessidades básicas. Já a doença é a falta de uma ou mais necessidade de modo a causar danos ao ser humano. A relação é que as duas não andam juntas, ou tem uma ou tem outra”.
Deus para preservar o homem primeiramente usa Noé como uma espécie de novo Adam, preservando-o assim da extrema corrupção que havia atingido o homem anti-diluviano.
Gênesis 6.1. ss: E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas, Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos...E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. Então arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração. E disse o SENHOR: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito. Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR. Estas são as gerações de Noé. Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus.
Este estado de justiça e perfeição de Noé podemos entender como um estado de bem-estar ou equilíbrio na vida de Noé, isto é o que queremos estudar neste trimestre.
III – Os nossos dias:
Uma vez introduzido os aspectos de doença saúde e bem-estar veremos, à seguir, como este distanciamento de Deus promove as doenças do nosso século.
No conceito de saúde, pelo bem-estar o homem do nosso século foi mais do que beneficiado pelo próprio Deus, pelo mandato de conhecimento e sabedoria, que aliás, nunca esteve fora de todas as gerações desde o tempo de Adão, seja com a construção da Pirâmides, pela sabedoria de José para alimentar a Terra do Egito e o Mundo daqueles dias, seja pela Sabedoria de Salomão, do rei Josafá.
Mas, o nosso século é o século que mais se beneficiou deste espírito excelente da inteligência como mandato cultural dado por Deus.
Assim, temos uma verdadeira explosão de invenções que trouxeram à vida do homem deste século uma vida regalada e melhor no aspecto de conforto do que nos outros séculos.
Porém, tudo isto trouxe para o homem do nosso século uma série de fatores que acompanharam ao desenvolvimento que procurava dar conforto e bem-estar, assim temos:
Aumento da competição;
Obrigações múltiplas diárias;
Necessidade de procurar conhecimento novo a cada dia e primeiro do que os outros;
Sedentariedade: Maior sedentarismo do homem e sua família;
Obesidade;
Comidas que enchem os olhos mais trazem doenças;
A alta atração das artes cênicas – cinema, teatro, TV.
Internet (sem satanizar este moderno meio de mídia, como alguns já começaram a fazer);
Afastamento do homem da família seja pelas horas de trabalho ou por meio dos aparelhos utilizados dentro do lar;
Trânsito das cidades, e suas conseqüências: grande risco e estressante;
Aumento da concupiscência através dos novos equipamentos do lar;
Aumento de pensadores ateus;
Teoria da Evolução;
Afastamento do pensamento do homem das coisas de Deus;
Mudanças do conceito familiar (juntar em vez de casar);
“Liberação” na educação dos filhos;
Novas doutrinas políticas que afastam Deus da Sociedade;
Novos tempos no meio Evangélico;
Comércio da Religião;
Novas crenças ou costumes dentro das Igrejas;
Disputas no meio das Igrejas;
Afastamento dos crentes das Igrejas por causa de trabalho, lazer, estudo.
Todas estas coisas trouxeram uma aparente segurança e distanciamento do homem deste século de Deus, como se tudo isto suprisse a presença de Deus, que foi relegado, a segundo plano, na vida de muitos até de certos crentes, que só cultuam a Deus, quando dá tempo e levaram a quebra do sentimento de bem-estar que fora dado ao homem.
IV – As Doenças e suas origens:
À luz da Bíblia, pois não nos parece que seja correto estudar esta Lição, sob a ótica da Medicina, até porque somos leigos nesta ciência.
Utilizando o pensamento bíblico podemos entender que tudo quanto elencamos na lista supra se houvesse sido criado sob a ótica de louvar a Deus e a Sua Glória haveria uma total e radical forma da ação destas coisas na vida do homem, que não se traduzisse em doenças, como ansiedade, depressão, tristeza, fuga da realidade e outras doenças que são oriundas da somatização de perdas, disputas, porfias, não só no mundo secular e com uma ênfase muito mais grave quando ocorre no seio da Igreja, pois aqui mesmo é que não deveriam tais fatos ocorrer.
Contudo, devemos entender que estas coisas das quais usufruímos tem a permissão de Deus e não devemos desprezá-las, porém o adversário de nossas almas as utiliza como ferramenta de escravidão do homem, criando com elas, correntes que amarram o homem apenas nesta vida e transforma todo o bem que possa existir nelas em objeto ou de adoração, de exploração, de escravidão.
Isto faz com que haja exageros como:
Work-a-holic ( pessoas que se dedicam ao trabalho, quase como um vício);
Jogadores compulsivos de games;
Desejo de ganhar mais e mais;
Desejos irrefreados;
Casamentos desfeitos com rapidez;
Filhos sem regras dentro do lar;
Descrença em Deus ou surgimento de novos segmentos “religiosos”, tais como, Nova era, movimentos orientais e seus gurus;
Competição com dolo (não só no mundo secular e na Igreja);
Emulações por cargos e lugares (idem);
Ira por questões carnais;
Ira no trânsito.
Gálatas 1.ss: Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão. Porque as obras da carne são manifestas, as quais são:
adultério, prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias,
e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.
Salmos 107.17: Os loucos, por causa da sua transgressão, e por causa das suas iniqüidades, são aflitos. 18 A sua alma aborreceu toda a comida, e chegaram até às portas da morte (ficaram doentes).27 Andam e cambaleiam como ébrios, e perderam todo o tino (perderam a noção e a direção ou não sabem o que fazer). 28 Então clamam ao SENHOR na sua angústia; e ele os livra das suas dificuldades.
Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixöes e concupiscências. E nos trazem paz e bem-estar para a alma e nos aproxima de Deus.
V – Opinião de médico:
Doenças psicossomáticas ou psiquiátricas podem aparecer, segundo o médico, à partir de:
Trabalhei com um grande personagem da cidade de Santo André - S P - Br (vou manter o anonimato por questões do momento em que estamos, com as eleições), o qual é médico (não crente) e ele com a sua experiência de vários anos de medicina me disse um dia:
“Se os homens obedecessem apenas o que a Bíblia ensina sobre a saúde, mesmo que não atentassem para a questão religiosa, a maioria dos males (doenças) estariam resolvidos, seja pelo comer, beber e práticas morais e de trabalho.”
Veja só o que o personagem, acima, quer dizer e disse:

Adultério: o cônjuge é obrigado a viver uma eterna tensão escondendo o fato, o que gera aumento de pressão, nervosismo, taquicardia, insônia, que acaba em problemas de ansiedade, pressão alta, e doenças do coração.
Porfias ou disputas, emulações, iras, pelejas, dissensões: o que incorre nisto inicia um processo de desavenças que podem até causar a morte, por violência (um dos males do presente século), tensões de toda a ordem;
Levam então alguns a, bebedices (quando não o isso de substâncias químicas, as drogas), e possivelmente desencadeará se o mesmo não se contiver ou não tiver um encontro com Cristo, as doenças pertinentes a esta prática, condenada em qualquer tratado de medicina, atingindo fígado, rins, artérias do coração, cérebro e por fim levando a morte, que é o desejo de satanás.
Nós não queremos que este desejo do maligno se cumpra em nossas vidas e por isto estamos escondidos em Deus por Cristo Jesus.
Prostituição: como têem avançado e mutado as doenças, chamadas DST’s, elas trouxeram a AIDAS (SIDA), o aumento da tuberculose, a hepatite A, B e outras, impetigo e uma outra série de doenças do nosso século.
V – a – Doenças citadas na Bíblia por situações de uma vida sem compaixão e estruturadas no ter:
Temos na Bíblia situações de morte por estresse, causada, por exemplo, pela usura ou apega a propriedades e dureza de coração.
Veja o caso de Nabal:
I Samuel. 2.ss.:E havia um homem em Maom, que tinha as suas possessöes no Carmelo; e era este homem muito poderoso, e tinha três mil ovelhas e mil cabras...o nome deste homem Nabal, e o nome de sua mulher Abigail...porém o homem era duro, e maligno nas obras, e era da casa de Calebe. E Nabal respondeu aos criados de Davi, e disse: Quem é Davi, e quem é o filho de Jessé? Muitos servos há hoje, que fogem ao seu senhor. Tomaria eu, pois, o meu pão, e a minha água, e a carne das minhas reses que degolei para os meus tosquiadores, e o daria a homens que eu não sei donde vêm?...eis que tinha em sua casa um banquete, como banquete de rei; e o coração de Nabal estava alegre nele, e ele já muito embriagado,...até à luz da manhã...deu a entender aquelas coisas; e se amorteceu o seu coração, e ficou ele como pedra. E aconteceu que, passados quase dez dias, feriu o SENHOR a Nabal, e este morreu.
Colocou seu coração nas suas propriedades, foi usurário, não hospitaleiro, não servindo ao Senhor, desprezou o ungido de Deus, e aparentemente sofreu um derrame ou um enfarte (e se amorteceu o seu coração, e ficou ele como pedra) e após isto morreu e sua mulher e fortuna foram tomadas por quem ele não quis ajudar. Não nos parece um fato dos dias de hoje?
Situações como esta, se multiplicaram, e mostram o quanto isto pode afetar ao homem, que age assim. Igualmente vemos que em nosso século isto tomou proporções desenfreadas, multiplicada pela banalização da moralidade sem Deus, se tornando um modo de viver: “seja assim e você vai conquistar o mundo”. Existe um grande empresário norte-americano que apresenta um dos inúmeros “realty-shows”, que sequer aceita dar a mão a quem não conhece.
Em nosso século muitas coisas tem proliferado, existem os tais livros de sucesso, de auto-ajuda, de como ganhar dinheiro, como ser bem sucedido, e por aí vai...Tudo sem Deus, e até em nosso meio já existem este tipo de literatura: “faça a sua Igreja ser um sucesso”, seja isto ou aquilo ....
Numa das definições de saúde relacionadas anteriormente, acima, vemos expressa a palavra plenitude a qual na Bíblia significa a realização da vontade total da salvação do homem ou resgate ou redenção da humanidade, através de Jesus Cristo, Seu Filho.
Colossenses 2.1.ss.: Porque quero que saibais..; Para que os seus corações sejam consolados, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para conhecimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo, Em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência...firmeza da vossa fé em Cristo. Como, pois, recebestes...também andai nele, Arraigados e edificados nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados...Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo; Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade; E estais perfeitos (bem-estar pleno) nele, que é a cabeça de todo o principado e potestade;
No texto encontramos plenitude, completo; perfeição – total bem-estar edênico restaurado pela redenção da Cruz de Cristo, agora não mais só para curar nossas dores físicas, mas também e principalmente curar e sanar as nossas almas em perfeição espiritual pela ação do Espírito Santo que habita em nós.
VI - Amando o presente século:
Podemos identificar as doenças do nosso século, dentro da Igreja, com a situação de Demas, muitos estão amando mais o presente século com suas ofertas, prazeres e facilidades do que a Cristo e Sua Igreja e por meio disto estão sendo dia-a-dia envolvendo-se em situações que só lhes trazem doenças e mal-estar em vez de felicidade e bem-estar que é o que Deus deseja para nós: gozar a vida, mas com a Sua benção.
Muitos estão amando mais o presente século e tudo que ele “oferece”:
II Timóteo 4.9,10: Procura vir ter comigo depressa, Porque Demas me desamparou, amando o presente século, e foi para Tessalônica, Crescente para Galácia, Tito para Dalmácia.
Leia o texto abaixo:
I Timóteo 6.1.ss.: Todos os servos que estão debaixo do jugo estimem a seus senhores por dignos de toda a honra, para que o nome de Deus e a doutrina não sejam blasfemados. E os que têm senhores crentes não os desprezem, por serem irmãos; antes os sirvam melhor, porque eles, que participam do benefício, são crentes e amados. Isto ensina e exorta.
Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, É soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas, Contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais. Mas é grande ganho a piedade com contentamento.
Qual é o objetivo do homem em ganhar o mundo, tendo como ótica as doenças, que podem advir desta dura porfia diária, sem a presença ou alvo em Jesus Cristo, se:
Primeiro:
I Coríntios 10:26: Porque a terra é do Senhor e toda a sua plenitude.
Segundo:
Mateus 16:26: Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?
VII - a - Você pensa que ganhar o mundo é o alvo do cristão, se você pensar assim, só vai ganhar decepções e provavelmente algum tipo de doença ou enfermidade, continue lendo o que Paulo diz:
Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele. Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes. Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão. Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas.
VIII - CONCLUINDO:
O que aprendemos com esta lição se andarmos na Luz de Cristo e tivermos uma vida para Deus, as doenças podem nos atingir, afinal estamos vivendo no corpo corruptível, mas a nossa alma estará isenta e liberta das doenças, não só nesta vida mais principalmente na vida eterna.
Filipenses 2. 26.ss: Porquanto tinha muitas saudades de vós todos, e estava muito angustiado de que tivésseis ouvido que ele estivera doente. E de fato esteve doente, e quase à morte; mas Deus se apiedou dele, e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza (preocupação com a sua saúde e de seus amigos e irmãos-angústia acumulada). Por isso vo-lo enviei mais depressa, para que, vendo-o outra vez, vos regozijeis, e eu tenha menos tristeza. Recebei-o, pois, no Senhor com todo o gozo, e tende-o em honra; Porque pela obra de Cristo chegou até bem próximo da morte, não fazendo caso da vida para suprir para comigo a falta do vosso serviço.
Mesmo nós que atuamos na Obra de Deus devemos cuidar de nossa saúde e evitar angústias aos outros, é o que Paulo - O Apóstolo, está dizendo, tristeza sobre tristeza trás angústia , desconhecer como vai o irmão, pode alterar o comportamento de toda uma comunidade levando muitos, a ansiedade. Outrossim, muitos obreiros se dedicam de forma valente e de tal energia, empregada na execução da Obra que, ficam doentes, como Epafrodito, as vezes por falta de companheiros que não os ajudam nas horas difíceis de um Ministério Pastoral.Que Deus nos dê companheiros para nosso labor pastoral e nós sejamos Epafroditos. Eu porém me gastarei e me deixarei gastar!
Fonte:
Bíbliaweb;
Lição CPAD;
Apontamentos do editor.
Texto da Fonoaudióloga Keila A. Baraldi Knobel.
Wikipédia.
http://www.fonoesaude.org/saude.htm
Site Yahoo.
Dicionário de termos técnicos de medicina e saúde, organizado por Luís Rey (ed. Guanabara Koogan).

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical