quinta-feira, março 4

Um Fantasma de Volta...A Gosht comeback...

Um Fantasma de Volta...
Ele foi uma barreira contra a Paz nos anos 80 a 90.
Ele que é Governante – Chefe de Estado - da Líbia desde 1969.
Tido, anos atrás, como financiador do Terrorismo do oriente Médio.
Ez.38. Soldados da Pérsia, Etiópia e Líbia estão com ele, e todos têm escudos e capacetes. Todas as tropas das terras de Gomer e de Bete Togarma, que ficam no Norte, estão com ele, e também soldados de muitas outras nações.
Apertou a mão de muitos líderes mundiais, alguns até já morreram e ele está aí firme e forte, mas, continua apertando a mão de poderosos, que precisam falar com ele, querendo ou não, o homem não é nada desprezado ou desprezível.
Sentado sobre milhões de barris de petróleo de alta qualidade, ele sabia de sua força e que podia determinar colapso no fornecimento do óleo vital nas urbes ocidentais, senão por quantidade, mas pelo poder de convencer seus pares a diminuir a produção dos poços do precioso fruto negro das profundezas das terra da àfrica.
Morando em palácios e tendas luxuosas, numa vida regalada, com um bom cordeiro, muitas frutas, mas sem vinho ou bebida alcoólica, causa da religiosidade, casado com uma ocidental, por seu status e posição estratégica mundial, era obrigado a ser aceito nas Entidades mundiais.
Falava mais do que devia, mas podia.
Sabri Elmehdwi/Efe.

Por fim, parece que se acalmou e passou a ser um elemento de peso nas relações Oriente x Ociente.
Passou a ter um respeito até dos EUA, nas relações Internacionais.
Mas, não é que ele volta ao cenário político Mundial, da pior forma?
Com o mesmo discurso duro, agressivo e bombástico.
Estou falando de: Coronel Muammar Kadafi [معمر القذافي] , Governante da Líbia.
A Suíça, novo alvo de Kadafhi tem uma forte relação com Muammar, de toda ordem.
Em relação a família Kadhafi eles já prenderam o seu filho por maus tratos as suas empregadas domésticas.
Em relação ao comércio é forte a presença na suíça e Líbia na balança comercial entre os dois países.
Naum 3. 9. Etiópia e Egito eram a sua força, que era inesgotável; Pute e Líbia eram teus aliados.
A Líbia é o principal fornecedor de petróleo da Suíça e seu segundo parceiro comercial na África, atrás apenas da África do Sul e antes da Nigéria.
Cerca de metade das importações suíças de óleo bruto vem da Líbia.
A refinaria de Collombey (cantão do Valais, sudoeste da Suíça) trata apenas petróleo líbio.
Daí o espanto do entrevero entre suíços e Muammar.
Atos 2. 8.ss. Como é, pois, que os ouvimos falar cada um na própria língua em que nascemos? Nós, partos, medos, e elamitas; e os que habitamos a Mesopotâmia, a Judéia e a Capadócia, o Ponto e a Ásia, a Frígia e a Panfília, o Egito e as partes da Líbia próximas a Cirene, e forasteiros romanos, tanto judeus como prosélitos...
Muammar é própria Líbia, sempre imprevisível...
Veja as últimas deste personagem difícil de ser entendido.
Aliás, em termo de questões religiosas, os minaretes tem avançado e muito sobre as nações ocidentais.
Mas, a União Européia, tem sido, principalmente a França e Suíça, eméritamente radical com os simbolos religiosos, passando do crucifixo, ao uso do chador - lenço islãmico, agora aos minaretes, tudo em nome da laicidade total européia, na realidade...me faz lembrar de um texto nesta página de Martin Niemöller, 1933.
Europeus condenam pedido de Kadafi por 'jihad' contra Suíça
sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010, 10:01 Online
Na quinta-feira, líder líbio convocou a guerra contra o país por conta da proibição de minaretes.
Notícia vem 'em momento infeliz, quando a União Europeia trabalha' por solução diplomática, diz porta-voz
BRUXELAS - A União Europeia classificou nesta sexta-feira, 26, como "infeliz" o pedido do líder líbio Muamar Kadafi para que seja realizada a jihad - guerra santa - contra a Europa, segundo o discurso de um porta-voz da chefe da política externa do bloco. O pedido do líder foi uma resposta à proibição da Suíça à construção de minaretes, tradicionais torres de ornamentação de mesquitas.
"Se essas notícias estão corretas, vêm em um momento infeliz, quando a União Europeia está trabalhando com a Suíça para tentar alcançar uma solução diplomática" para a longa divergência entre os dois países, afirmou Lutz Guellner, porta-voz da alta representante do grupo, Catherine Ashton.
"Jihad contra a Suíça, contra o sionismo, contra a agressão estrangeira não é terrorismo", afirmou Kadafi na quinta-feira, na cidade de Benghazi. Os eleitores suíços aprovaram em referendo no ano passado a proibição da construção dos minaretes, que são torres das mesquitas muçulmanas.
As relações entre Líbia e Suíça estão ruins desde julho de 2008, quando Hannibal, filho de Kadafi, foi brevemente detido em Genebra. O problema piorou quando a Líbia reagiu prendendo brevemente e confiscando o passaporte de dois empresários suíços, Rashid Hamdani e Max Goeldi. As informações são da Dow Jones.
Parece que ele quer por fogo no barril....De novo...

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical