quarta-feira, janeiro 19

Brasil o descaso e a Insensatez...

Brasil
Moradores de área destruída em Teresópolis ignoram risco e pensam em ficar.
Brasil de sempre.
Já fui socorrista de Defesa Civil.
A falta de recursos e preparação para abrigar aos flagelados se torna triste quando, alguns sem solução se desesperam e por questões de local de trabalho, escola e outras ligações teimam em voltar à Área de Risco.
É quase impossível demove-los desta decisão.
Nesta semana lembrei ocaso do Morro do Bumba, onde um morador já está tomando posição para voltar para a única casa que não desabou naquele local, no Rio de Janeiro, onde foram construídas residências sobre um antigo lixão.
Agora são os moradores da região serrana do mesmo Rio, que querem voltar para suas antigas casas.
Um deles relata, na TV, diante da seguinte situação:
A casa teve a parte de baixo, na encosta soterrada, e só ficou a laje superior a vista, ele já pensa o seguinte: “...é só bate uma laje, que já ta comprada e construir para cima...”
Pergunto:
Podem os governos serem apáticos a esta decisão?
Uma Insensatez...
Diversos moradores do bairro do Caleme, um dos mais afetados pelas enchentes e deslizamentos na cidade de Teresópolis (região serrana do Rio), deixaram suas casas devido aos riscos de ficar no local, enquanto outros ignoraram o perigo e resolveram permanecer.
A casa do motorista autônomo Manoel Lourenço, de 42 anos, fica sobre um morro e suas fundações estão muito próximas ao curso do rio que transbordou na madrugada da última quarta-feira, destruindo dezenas de moradias.
No dia em que a enxurrada passou, Manoel e sua família - a mulher e dois filhos - buscaram abrigo em uma igreja evangélica situada no Caleme.
Todos ficaram assustados com o volume de água, mas acabaram voltando para casa depois. Embora sua residência esteja praticamente sobre o rio, Manoel diz não temer o pior.
"A estrutura aqui aguenta a pressão da água", afirmou o morador à BBC Brasil, se inclinando sobre a mureta da área de serviço, na parte de trás da casa, e apontando as marcas que a lama deixou na parede, alguns metros abaixo.
Além de estar perto do rio, a construção fica de frente para uma encosta. Ainda assim, Manoel não vê riscos.

O descrédito no perigo e a falta de entendimento, sobre Deus.
Ora!Deus já deu um livramento, ele agora usa o nome de Deus para invocar segurança.
Esqueçe das palavras de Jesus, como construir e onde construir.
Mt.7. 24-27. Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática, será comparado a um homem prudente, que edificou a casa sobre a rocha. E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa; contudo não caiu, porque estava fundada sobre a rocha. Mas todo aquele que ouve estas minhas palavras, e não as põe em prática, será comparado a um homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia. E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa, e ela caiu; e grande foi a sua queda.
"Aqui onde nós estamos, não corremos esse risco que muitas pessoas estão falando", afirma.
"Tem local que você sabe que o barranco pode cair a qualquer momento, mas eu tenho uma segurança, que é confiar em Deus. A nossa confiança está nele", diz Manoel.
`Inimigo´
Embora não tema os deslizamentos, Manoel Lourenço tem receio dos saques, que, segundo ele, estão ocorrendo no bairro - e que também foram relatados por pessoas de outras localidades de Teresópolis.
"Sair das casas nesse momento é abrir as portas para o inimigo. Não é para se precipitar e sair por aí desesperado", diz.
"Nós não queremos sair do nosso bairro. A catástrofe não está localizada só no Caleme, ela está em outros pontos da cidade e em cidades vizinhas."
Manoel está hospedando a sua mãe, Maria José Lourenço, de 61 anos, que teve sua casa destruída por um deslizamento no Caleme.
Ela saiu do lugar a tempo de se salvar, buscando refúgio na propriedade de um vizinho. Maria José diz que, quando comprou o terreno de sua residência, há 22 anos, sabia dos riscos que corria.
"Comprei por que era barato, era na beira do rio, mas já comprei pensando no perigo da barragem", afirma ela, citando a barragem da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), que traz medo aos moradores devido ao suposto risco de rompimento, que causaria uma inundação semelhante à ocorrida na última quarta-feira.


Esta é uma galeria que eu não gostaria de postar, mas é a dura realidade do Brasil sem prevenção 
 






 Mais de 700 Mortos




 Austrália.

Centenas de voluntários ajudam a limpar bairro em Sherwood, Brisbane, na Austrália, região que foi devastada por chuvas nos últimos dias Dean Lewins/EFE

 Alemanha.

Castelo tem parte inundada na Alemanha, após o derretimento da neve que acometeu a região nas últimas semanas Armin Weigel/EFE

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical