quarta-feira, fevereiro 23

Mundo àrabe e Nova Zelândia...Aonde vai parar isto tudo?

Dia de Hoje

22/02/2011.

Nova Zelândia - Devastada por terremoto, Christchurch ainda buscava retomada

New Zeland

22 de fevereiro de 2011 21h05

Estudantes japoneaea de convênio são resgatados no Hospital.
Observou o nome da cidade?
Why say your citizen...?
Por que perguntamos?
Sempre há um por que...
Em janeiro deste ano, o editor-executivo de Esportes do Terra, Anderson Giorge Regio, esteve em Christchurch, na Nova Zelândia, para cobrir o Mundial Paraolímpico de Atletismo. 
Na época, a cidade ainda se recuperava do terremoto de 7,1 graus, que, em setembro de 2010, que deixou um rastro de destruição, mas nenhuma vítima fatal.
Nesta terça, poucas semanas depois do Mundial, Christchurch veio a ser abalada por um novo terremoto. 
Embora mais fraco - 6,3 graus -, o tremor se originou mais próximo da superfície, amplificando o dano. 
E, atingindo a cidade ainda em estágio de recuperação, o prejuízo foi maior: dezenas morreram, e centenas estão desaparecidos.
Leia abaixo a impressão de Regio sobre o impacto do novo tremor de Christchurch.
A reportagem do Terra esteve em Christchurch no final de janeiro para a cobertura do Mundial Paraolímpico de Atletismo, quando a cidade e seus 400 mil habitantes ainda se recuperavam de um terremoto de 7 graus de magnitude, sofrido em setembro do ano passado.
O ambiente era de reconstrução. Na época, viam-se andaimes e cercas por toda a parte; muitas lojas estavam interditadas, enquanto outros locais estavam sendo inclusive demolidos.
Havia, porém, a sensação de retomada entusiasmo das pessoas, a esperança da volta à normalidade. Nas ruas, as pessoas curtiam o verão do janeiro neozelandês, bem diferente do brasileiro. A temperatura raramente passava dos 25ºC, mas turistas e habitantes festejavam os dias de sol pelo centro da cidade, repleta de arquitetura britânica. À noite, as pessoas aproveitavam bares da região central e pubs irlandeses e ingleses.
No entanto, tudo voltou a mudar nesta terça-feira, 22 de fevereiro, quando um segundo terremoto tornou a destruir Christchurch. Havia avisos preparando a população para o caso de um novo terremoto, e a cidade, encravada numa região de elevada atividade sísmica, tentava mostrar que estava preparada para novos abalos.
Mas, como acabou por ser provado, Chistchurch ainda não estava preparada. Ao menos não para um terremoto desta magnitude. Ao menos não em tão curto espaço de tempo. Até agora, 75 mortes foram confirmadas, e cerca de 300 pessoas seguem desaparecidas.
Christchurch é uma cidade em que as crianças, adultos e idosos apreciam parques, bares, lanchonetes. Na época em que estive lá, todos pareciam se divertir, apesar do histórico recente da tragédia de setembro. Mas o terremoto deste fevereiro chegou em má hora: mais grave, deixará cicatrizes por muitos e muitos anos.

 Oriente Médio

Líbia

Hoje 

 Região em destaque!
 Líbios toma armas do governo...
 Kadafi, hoje, em um prédio em ruína:"se vocês amam a Líbia 
ajudem a combater estes que querem o fim da Líbia"
Nas ruínas do palácio bombardeado pelos Estados Unidos em 1986, vestindo um traje marrom, ele fez um discurso inflamado de mais de uma hora e prometeu lutar pela Líbia ´até a última gota de sangue`.
Depois de mais de 400 mortos nos confrontos entre policiais e manifestantes, ele convocou seus seguidores e o Exército para saírem às ruas, hoje, e ´capturarem os ratos` - os opositores do regime.
Parece-me que os ratos vão engolir o gato.
Como Mubarak ele tenta se manter, contando com o cansaço da oposição, mas eles são apoiados pelos clérigos e por forças islâmicas interessadas em formar a 'umma' a Grande Nação, com base, no rico sunsolo.

Brasileiros na Líbia devem embarcar amanhã para fora do país em Caos.
Diário de Notícias
-Portugal
Líbia: Brasileiros em Benghazi serão retirados a partir de hoje por barco

Brasília, 23 fev (Lusa) - O Ministério das Relações do Brasil informou, ao início da noite (hora local), que os 183 brasileiros que estão em Benghazi, na Líbia, serão retirados por barco e levados para Malta.
O resgate deverá iniciar-se esta quarta-feira e finalizar-se na quinta-feira, segundo informou a assessoria do ministério.
Entre os 183 brasileiros estão os 130 funcionários da construtora Queiroz Galvão, que irá pagar a contratação da embarcação. A assessoria da construtora Queiroz Galvão não confirmou a informação do Ministério as Relações Exteriores.

O Mundo Condena o assassinato de inocentes e dos manifestantes.

Em meio a uma onda de revoltas populares em países do mundo árabe governados por ditaduras e dinastias, a situação da Líbia configura-se como a mais violenta até o momento.

Conselho de Segurança condena violência e responsabiliza Kadafi.

22 de fevereiro de 2011 20h01 atualizado às 20h24

O Conselho de Segurança da ONU condenou nesta terça-feira os atos de violência contra a população líbia por parte do regime de seu governante, Muammar Kadafi, a quem pediu que assuma responsabilidades pelo ocorrido e cumpra a obrigação de proteger os civis.
O principal órgão de decisões da ONU comandado pela Presidente de turno do Conselho, a embaixadora do Brasil Maria Luiza Ribeiro Viotti, o Conselho de Segurança da ONU expressou uma "grande preocupação" com o desenrolar dos acontecimentos na Líbia e divulgou uma declaração pedindo o "fim imediato da violência".
O Conselho de Segurança das Nações Unidas se reuniu em caráter de emergência para discutir a sangrenta repressão à onda de protestos no país, depois que o secretário-geral Ban Ki-moon exortou o ditador Muammar Kadafi a acabar com a violência.
O encontro seguiu-se a uma série de deserções por parte de diplomatas líbios - incluindo a delegação do país na ONU -, que denunciaram a violência brutal usada pelo regime de Kadhafi para reprimir as manifestações.
Na última segunda-feira, helicópteros foram utilizados para metralhar os manifestantes, enquanto aviões bombardeavam as maiores concentrações, segundo denúncias de testemunhas.
Navi Pillay, alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, alertou contra "ataques correntes e sistemáticos contra a população civil, que podem escalar ao ponto de crimes contra a humanidade".
Na última segunda-feira, Ban Ki-moon disse ter feito um apelo por moderação: "Pedi a ele que os direitos humanos e a liberdade de assembleia e discurso sejam totalmente protegidos", declarou Ban.
Organizações internacionais de defesa dos direitos humanos estimam em 400 o número de vítimas fatais da repressão até o momento.
"A indiferença com que as autoridades líbias e seus mercenários contratados estariam supostamente atirando contra manifestantes pacíficos é inconcebível", afirmou Pillay.
Últimas Horas:

Relacionadas
Brasil negocia com companhia italiana transporte de brasileiros.
DP-Pe-Brasil
A Construtora Odebrecht está mobilizada para retirar ainda hoje (22) os seus funcionários da Líbia, onde uma revolta popular tenta tirar do governo o ditador Muamar Kadhafi, há mais de 40 anos no poder. A informação foi dada pela assessoria de imprensa do grupo Odebrecht.
A construtora brasileira tem 5 mil trabalhadores de diversos países trabalhando na Líbia.  
O grupo dos brasileiros é de 187 pessoas, entre funcionários, mulheres e filhos.
Segundo a assessoria, a operação de retirada dos brasileiros deverá ser efetuada por via aérea, em voos de carreira e aviões fretados.
A Odebrecht está em operação na Líbia desde 2007, onde tem contratos no valor de US$ 1,4 bilhão, para a construção de dois terminais do aeroporto internacional da capital líbia (Trípoli) e para a criação de um anel rodoviário na cidade.
O Embaixador nos EUA abandona o posto e diz que também abandona o regime de Kadafi.
Hillary diz que Kadafi deve deixar o poder.
Vídeo.

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical