domingo, março 13

Japão...Onde Vai Parar Tudo Isto? Vídeos -14/03

Assista Vídeos de momentos cruciais do Desatre Japonês.
Onda Tsunami

Incêndio e Explosão da Usina Nuclear.
As últimas Informações, dão conta, de que o Siatema de Resfriamento do Núcleo do Reator - container, que contém a capsula de Urânio enriquecido - parou de funcionar.



Fuga e Embarcações nas Ruas...









Japão
Destruição?
Há 376.871 desabrigados.
Natori, na península de Oshika pode ter mais de 10 mil mortos!

Quando vai parar?
Qual o fim?
Há risco da Ilha Japão se tornar inabitável?
Quanto restará de espaço habitável no Japão?
Se olharmos sob o ângulo de necessidades rudimentares do ser humano, para manutenção de uma população nacional, é uma possibilidade, o aumento da migração japonesa aos outros países, seja da região ou de outros Continente!
Pode haver uma Diáspora japonesa de grandes Dimensões?
Onda Tsunami!
Desastre Nuclear.
Pessoas em Isolamento por contato com a Radiação.14 de março - Jovem isolada em instalação improvisada em Nihonmatsu por risco de contaminação radioativa olha para seu cão por meio do vidro
Reuters
Agora Vulcão!
Um vulcão situado no sudoeste do Japão voltou a lançar cinzas e pedras a uma altura de 4 mil metros, depois de duas semanas de relativa calma, segundo as autoridades.
O vulcão Shinmoedake, situado na ilha Kyushu, tem 1.420 metros de altura e entrou em atividade em janeiro, pela primeira vez em 52 anos.
As novas erupções ocorrem dois dias após um forte terremoto de 8,9 de magnitude, seguido de um devastador tsunami, ter provocado centenas de mortes e destruição no nordeste do país.
Lava fica mais visível dentro da cratera do vulcão do Monte Shinmoedake, na ilha de Kyushu, no sul do Japão, em 31 de janeiro. (Foto: AP
O Shinmoedake está a cerca de mil quilômetros da região afetada pelo terremoto.
Qual a razão desta fúria que se abateu sobre esta Nação?
Níveis de Radiação No Complexo de Fukushima Aumentam No Japão.
Nível exato de radiação no local não foi divulgado.
País enfrenta emergência nuclear após terremoto e tsunami na sexta-feira.
A empresa de energia japonesa Tokyo Electric Power (Tepco) relatou ao governo um aumento dos níveis de radiação no complexo nuclear de Fukushima Daiichi.
O Nível Exato de Radiação No Local Não Foi Divulgado.
A Tepco, maior companhia de energia elétrica do Japão, já está injetando água do mar nos reatores número 1 e 3 na planta para resfriar e reduzir a pressão dentro dos contêineres onde estão os reatores.
O governo do Japão alertou, mais cedo, sobre o risco de uma nova explosão.
O premiê Naoto Kan disse que a situação da usina ainda era muito grave.
As autoridades, no entanto, dizem que não esperam danos em nenhum reator do complexo.
O ministro porta-voz Yukio Edano disse que o reator número 3 da unidade sofre problemas em seu sistema de refrigeração, mas que não há risco de fusão do núcleo.
O porta-voz do governo disse que o nível de radiatividade que desprendia a central de Fukushima chegou a superar em um ponto o limite permitido de 500 microsievert até alcançar os 1.557 microsievert, mas 50 minutos depois tinha se reduzido para 184 microsievert.
O nível atual não é prejudicial para a saúde”, afirmou Edano, que equiparou o nível máximo de radiatividade emitido pela central com três radiografias de estômago.
Segundo a agência local Kyodo, apesar das retiradas maciças, pelo menos 22 pessoas foram expostas à radiatividade.
Em Fukushima, os esforços se centram em tentar reduzir a temperatura de seis reatores das usinas nucleares 1 e 2, cujos sistemas de refrigeração ficaram danificados pelo terremoto. Para isso, estão sendo usadas água do mar e ácido bórico.
Onagawa
Os níveis de radioatividade na usina nuclear japonesa de Onagawa voltaram ao normal depois do estado de emergência declarado este domingo, anunciou a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).
"As autoridades informaram à AIEA que os níveis de radioatividade da usina nuclear de Onagawa tinham voltado a ser normais", informou a AIEA em um comunicado.
O alto nível de radioatividade constatado mais cedo em Onagawa levou as autoridades a declarar o estado de emergência.
"O primeiro nível do estado de urgência, o mais baixo, foi decretado na instalação no domingo, depois de ser detectada uma alta do nível de radioatividade nos limites das instalações", prosseguiu a agência.
Cerca de 400 brasileiros vivem na província de Fukushima, onde uma usina nuclear corre risco de colapso em decorrência do terremoto de magnitude 8,9 que atingiu o Japão, informou neste domingo (13) a Embaixada do Brasil no país asiático.
"Na região, vivem mais de 380 brasileiros", afirmou, por telefone, a assessoria de imprensa da embaixada.
A usina Fukushima Daiichi foi fortemente afetada pelo tremor e chegou a sofrer uma explosão que ameaça de derretimento um reator nuclear. Água do mar está sendo injetada para esfriar o equipamento da unidade.
A usina de Tokai, na província de Ibaraki, sofreu uma pane em uma bomba d'água do sistema de resfriamento, e a Agência Internacional de Energia Atômica declarou emergência na usina de Onagawa.
Contudo, os riscos de contaminação nuclear nessas duas usinas é bem menor do que na de Fukushima.
Até o momento, o terremoto deixou pelo menos 1.353 mortos, 1.743 feridos e 1.085 desaparecidos
Uma bomba d'água do sistema de resfriamento da usina nuclear de Tokai entrou em pane, mas as auxiliares funcionam, anunciou neste domingo (13) o operador da planta, situada na província de Ibaraki, a 120 quilômetros a nordeste de Tóquio.
"Nossa bomba principal, que funciona com um gerador a diesel, parou, mas recorremos, então, ao sistema sobressalente", disse à AFP o porta-voz da Companhia de Energia Atômica do Japão, Masao Nakano, para quem a temperatura do reator começa a baixar suavemente.
Foto de satélite mostra cidade devastada pelo tsunami em Miyagi
Natori, na península de Oshika, foi bastante afetada por maremoto.
Província pode ter mais de 10 mil mortos, segundo a polícia local.
Fotos divulgadas pela GeoEye mostra a cidade japonesa de Natori, na península de Oshika, província de Miyagi, afetada pelo tsunami de sexta-feira. A da esquerda foi tirada em 4 de abril, e a da direita, neste sábado (12), um dia após o terremoto de magnitude 8.9. (Foto: AP Photo/GeoEye).

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical