sexta-feira, julho 8

A MENSAGEM DO REINO DE DEUS. LIÇÃO 02-07/2011 CPAD

 

MENSAGEM DO REINO DE DEUS.
LIÇÃO 02-07/2011 CPAD
AUTOR: Osvarela
Texto Áureo:
“[...]O tempo está cumprido, e o Reino de Deus está próximo.Arrependei-vos e crede no evangelho”. Mc. 1.15.
Leitura Bíblica em Classe: 
Marcos 1.14,15.
E, depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galiléia, pregando o evangelho do reino de Deus, e dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho.
Mateus 5.3-12
Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;
Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.
Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.
Romanos 14.17
Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.
A Mensagem do Reino.
A mensagem do Reino de Deus é explicitada no Texto Áureo da Lição.
“Arrependei-vos e crede no evangelho”. Mc. 1.15.
É inegável e impossível fugir desta declaração basal ao reino.
O que vamos estudar nesta Lição será como vivenciar esta Mensagem;
Como cumprir esta mensagem individualmente e até mesmo eclesiasticamente, ministerialmente, e extrapolando nacionalmente.
Eis aí um sentido para se analisar a Mensagem do Reino de Deus.
A implantação da Mensagem é anunciada por João O Batista e declarada divinamente por Jesus de Nazaré!
Como o escritor aos hebreus nos ensina o principal Mensageiro do reino de Deus é o próprio Filho.
Hb.1.1. HAVENDO Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho...
Esta é a grande diferença da Mensagem do Reino.
O Filho encarnou e se tornou o Mensageiro da Mensagem do Reino, ao qual foi alçado a Rei.
Mt.2-5.  E João, ouvindo no cárcere falar dos feitos de Cristo, enviou dois dos seus discípulos,A dizer-lhe: És tu aquele que havia de vir, ou esperamos outro? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Ide, e anunciai a João as coisas que ouvis e vedes: Os cegos vêem, e os coxos andam; os leprosos são limpos, e os surdos ouvem; os mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o evangelho.
A Transição da Mensagem:
Mt.11.13. Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João.
A Rejeição da Mensagem e dos Anunciadores da Mensagem fez parte desta transição da inclusão na vida do Homem, como Ser espiritual e antropológico da Nova Mensagem do Reino, agora entre os Homens.
João 8.48-53. Responderam, pois, os judeus, e disseram-lhe: Não dizemos nós bem que és samaritano, e que tens demônio?Jesus respondeu: Eu não tenho demônio, antes honro a meu Pai, e vós me desonrais. [...] Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte. Disseram-lhe, pois, os judeus: Agora conhecemos que tens demônio. Morreu Abraão e os profetas; e tu dizes: Se alguém guardar a minha palavra, nunca provará a morte. És tu maior do que o nosso pai Abraão, que morreu? E também os profetas morreram. Quem te fazes tu ser?
Há que se destacar que os Céus Reina, Eternamente. Dn. 4.26. ...depois que tiveres conhecido que o céu reina.
Jesus é o Senhor. Era considerada de uma postura subversiva, pois o título de Kírios (Senhor) era atribuído exclusivamente a César, o Imperador.
Agora o Reino estava estabelecido entre os homens, com a presença divino-humana, o que humanizou o Reino trazendo uma Mensagem sem intermediários, o próprio Deus estava entre os homens, O Verbo se fez carne e habitou entre nós e vimos a Sua Glória, como a Glória do Unigênito de Deus.
Ou seja a Mensagem do Reino andava entre os homens, em ouvir, falar, e na práxis do que era verdadeiro, pois o Verbo era a Palavra,a Mensagem viva.
MT..11.18.19. Porquanto veio João, não comendo nem bebendo, e dizem: Tem demônio. Veio o Filho do homem, comendo e bebendo, e dizem: Eis aí um homem comilão e beberrão, amigo dos publicanos e pecadores. Mas a sabedoria é justificada por seus filhos.
Operando a Mensagem do Reino.
O Modus Operandi da Mensagem do Reino de Deus
Desealienação.
A Mensagem do Reino não é alienada do cotidiano, pelo contrário, ela envolve o que a houve , na sua prática e no seu sentimento.
At.20:24-25. Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus. E agora, na verdade, sei que todos vós, por quem passei pregando o reino de Deus, não vereis mais o meu rosto.
A proposta do Evangelho não é a fuga da realidade, ou qualquer tipo de escapismo ou alienação;
A Mensagem do Reino é que o homem busque na Palavra de Deus, a solução para os seus problemas atuais, encarando-os, solucionando-os na força do Espírito Santo. João 17:15.
Cotidiano na Mensagem do Reino.
Um exemplo da atuação da Igreja na solução de problemas cotidianos está em Atos 6:1-3; Gl.2:10; 2 Co.8.
...8. para provar, pela diligência [cuidado] dos outros, a sinceridade de vosso amor.
...12. se há prontidão de vontade, será aceita segundo o que qualquer tem, e não segundo o que não tem.
...24. mostrai para com eles, e perante a face das igrejas, a prova do vosso amor...
Quando queremos observar a realidade da Mensagem vemos, que as parábolas, que fazem parte da Mensagem do Reino, são demonstração da prática – práxis – ou seja, a Mensagem do Reino é para ser ouvida, ilustrada e vivida.
A Mensagem é essencialmente prática em sua condição de Mensagem do Reino de Deus:
O homem que descia de Jerusalém para Jericó: Lucas 10.
E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.
E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo.
E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo.
Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão;
E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele;
[...]
Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?
E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele.
Prática:
Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira.
Ali estão as figuras, que a Mensagem do Reino quer descaracterizar, como obrigação de uma ‘casta’, ou de um grupo seleto, mas a misericórdia é um dos pilares da Mensagem do Reino:
Eis a diferença transicional da Mensagem a ser ouvida por todos.
Não há mais acepção de gênero, raça, nação. Rm.1.16. Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego.
Há apenas uma Mensagem que atinge a todos, que a aceitarem.
Considerando épocas e mensagens de Deus ao Mundo, podemos encontrar o ponto e os mensageiros, no qual, ou qual a Mensagem do Reino chegou ao Mundo divinamente autorizada desde as Eras eternais.
A ocasião como escrevemos, na Lição passada, deu-se na Plenitude dos Tempos. Gl. 4.4.
A Visão do Reino de Deus vem para transformação do Legalismo pela Graça salvifíca e Regeneradora, sem invalidar, mas aperfeiçoando pela Igreja – nós, Hb. 11.31
“Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito”.
Rm.9.4.5. Que são israelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e as alianças, e a lei, e o culto, e as promessas; Dos quais são os pais, e dos quais é Cristo segundo a carne, o qual é sobre todos, Deus bendito eternamente. Amém.
A Mensagem do Reino de Deus é quebra de paradigmas atendidos até aquele momento pela estrita obediência a padrões Legais, em que se exteriorizava havia criado estereótipos exteriores que padronizavam e eram utilizados como cumprimento da Lei.
MT.22.33-40.  E, as turbas, ouvindo isto, ficaram maravilhadas da sua doutrina.            E os fariseus, ouvindo que ele fizera emudecer os saduceus, reuniram-se no mesmo lugar.E um deles, doutor da lei, interrogou-o ... Dizendo: Mestre, qual é o grande mandamento na lei?E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento.   E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.
A impossibilidade da Lei é a acessibilidade à Graça, existente desde o Aeon, em Jesus Cristo, O Rei e Proclamador da Mensagem pleromatica da Salvação e entrada no Reino.
Esta atitude humana, não desqualifica a lei como diz Paulo, em seus pensamentos sobre a nomia:
Rm.7.12-16. E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom. E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa.
Ao fazer estas declarações o Apóstolo Paulo nos remete para a Mensagem do Reino, sob as palavras do Cristo.
Neste texto encontramos a manifestação da Mensagem e práxis da mesma para entendimento sobre a Mensagem do Reino, que diz Paulo:
Rm. 8.1-9. PORTANTO, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne;Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito.Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito.Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser.Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.
Da mesma forma que Tiago tem o mesmo entendimento:
Tiago 1.8. Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente;
Tiago 2.8. Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis.
Afinal, a Lei era uma Lei do Reino de Deus, apresentada como regra áurea para o povo hebreu.
A Mensagem atualizadora do Reino de Deus vem na Plenitude dos Tempos, para introduzir uma nova relação e entendimento, do que era a Mensagem de Deus.
Tanto é fato, de que a Lei continua sem ser abrogada, e sobre Ela, o próprio Filho embasa a vontade da Mensagem de Deus, sob uma nova ótica:
-Amor
-Fraternidade
-Honra ao próximo. Exemplo: Em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João o Batista; mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele.
-Valorização do próximo, que se baseia no amor a mim mesmo
-Sob as características da personalidade e traços de Deus que são divididas, até a possibilidade humana perecível, mas Imago Dei.
-Mensagem da Reconciliação de todos em Cristo, em só Reino:
-Reino de Deus.
Gl.4.4,5. Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.
-Novidade de vida
-Regeneração – Nascer de novo, da água e do Espírito
-Um Reino de Vida eterna
-Uma Mensagem do Reino para os que não têm esperança e perspectiva de vida:
-Pobres, mancos, ressequidos, cegos, doentes, impuros para Lei, encontram na Mensagem do Reino a real Mensagem de Esperança.
Mt.2.5. E Jesus, respondendo, disse-lhes: Ide, e anunciai a João as coisas que ouvis e vedes: Os cegos vêem, e os coxos andam; os leprosos são limpos, e os surdos ouvem; os mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o evangelho.
Mensagem do Reino – Esperança aos aflitos.
Tiago 2.5. Ouvi, meus amados irmãos: Porventura não escolheu Deus aos pobres deste mundo para serem ricos na fé, e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam?
Um reino que influencia e modifica o modo de viver, dos que entram no Reino, esta é a diferença da Mensagem do Reino:
Primeiro Espiritualmente – Natanael.
Fisicamente – Sogra de Pedro;
Emocionalmente -
Familiar – O régulo do Rei
Socialmente – Cego de Jericó. Maria de Magdala.
É um Reino com a face do seu Rei: Espiritual.
Mt. 22.19-21. Mostrai-me a moeda do tributo. E eles lhe apresentaram um dinheiro. E ele diz-lhes: De quem é esta efígie e esta inscrição? Dizem-lhe eles: De César. Então ele lhes disse: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.
Um Reino de Obediência;
Um Reino de Justiça do seu rei;
Um Reino com a face do Rei.
Qual a face da Mensagem do reino?
A face da Mensagem do Reino é a face de um homem comum – Jesus Cristo.
A Mensagem do Reino tem a face da aceitação da mortalidade a ser transformada em imortalidade, assim como aquele que Proclamou a Mensagem do Reino, de forma audível, na qual a adultera encontrou salvação e perdão; João 8.5-11. E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? [...] E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.
Na qual o cego teve vista restaurada, por entender qual era a Mensagem e o Porta-voz do Reino:
Uma nova mensagem diferente dos legalistas, fariseus:
A Mensagem do Reino é libertadora, de fardos, obrigações físicas, e sim espirituais.
A aceitação da Mensagem não impõe novas e duras regras, mas humaniza as relações da Comunhão e União entre os Homens, sem que se obrigue a ritual a não ser o rito do Amor que é a Essência do Reino.
Não mais sacerdócio humano para purificar, mas sacerdócio Eterno para transportar ao Santíssimo os que aceitam esta Mensagem do Reino.
Não há cortinas e impedimento à vista, mas Caminho, Verdade e Vida em Jesus Cristo.
A Mensagem do reino não impõe fardos que cansam, nem obrigação que oprime.
Mt.11.27-30.  Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.
A Mensagem do Reino não impõe, mas liberta:
Se o Filho vos libertar verdadeiramente, sereis livres!
João 8.32;36. E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.
A Mensagem do Reino não cria dificuldades no andar com Deus, mas ilumina a todo o que N’Ele – O Filho – crer:
João 8.12. Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.
A Mensagem do Reino prevê Promessas  para a Igreja:
Deus possui apenas um povo na Terra: a Igreja.
E que este povo é alvo da continuidade da Promessa da Mensagem do Reino.
É inegável que Deus tenha algum propósito particular com o remanescente e atual estado espiritual de Israel.
Mas, podemos entender que agora, pela eternidade da Graça, somos verdadeiros descendentes de Abraão, e não necessitamos, mais pela carne, mas pelo Espírito, [devido a Plenitude dos Tempos,] com a re-introdução da Nova Mensagem do Reino de Deus, como aqueles, que descendem dele segundo a carne.
As promessas contidas nas Escrituras têm seu cumprimento na Igreja, salvo aquelas que se cumpriram antes do primeiro advento de Cristo. Rm.2:28-29; 10:12; Gl.3:7, 28-29; 4:25-26; 6:15-16; Ef.2:11-14.
A Mensagem do Reino abriu o espaço do sobrenatural á Igreja, através da morte e ressurreição de Jesus Cristo.
Os mundos visível e invisível se tornaram as duas faces de uma mesma realidade recriada em Cristo. Mt.6:10; Ef.1:9-10; Col.1:16-20; Ap.21:1-2.
Conclusão:
A Mensagem do Reino de Deus demonstra a todos os homens, que é possível o religare verdadeiro, pela mensagem proclamada.
Que há Esperança a todos os homens, que aceitarem esta Mensagem.
Que a Mensagem do Reino nos conduz a verdadeira Justiça, que não é a dos homens, mas a divina.
Por graça.
Sem meritoriedade:
Pela Graça sois salvos! Ef.2.
Introduzindo a questão da justiça, pela questão da Graça:
Tt. 3:5 -   Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo,
A Mensagem do Reino imputa Justiça absolvitória dos pecados do homem.
Pelo Filho: Rm.10.4.  Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.
A Justiça comum entre homens, não se compara com a Mensagem do Reino de Deus, no aspecto legal, e de imputabilidade do pecado:
Na Mensagem do Reino somos imputados justos.
Fp.3.9. E seja achado nele, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé;
Na Mensagem do Reino de Deus, há que acontecer fruto:
Fp.1.11. Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.
A Mensagem demonstra que os desprezíveis deste mundo, são os que no Reino de Deus, sãos mais procurados, para dele serem cidadãos.
1 João 3.10. Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus.
A Justiça da Mensagem do Reino é possível de ser executada pelos homens, pois as Escrituras revelam que por um Homem, seremos julgados, isto é singular na Mensagem do reino,não há nada que não esteja ao alcance dos homens.
At.17.37. Porquanto tem determinado um dia em que com justiça de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos.
O Sermão das Beatitudes, do texto da Lição, demonstra e especifica:
-qualidades  e características do cidadão que houve a Mensagem do Reino e as vivencia em sua vida prática:
Exclui desta Mensagem os que não praticam estas bem-aventuranças.
Na medida deste Sermão das Beatitudes, Jesus manifesta em sua pregação a veradeira Mensagem do Reino.
Como estamos as lendo, não interessa, mas em como as praticamos, está o peso desta Mensagem em nossas vidas.
Mas, inclui os que as praticam.
-os pobres de espírito;
-os que choram;
-os mansos;
-os que têm fome e sede de justiça;
-os misericordiosos;
-os limpos de coração;
-os pacificadores;
-os que sofrem perseguição por causa da justiça.
Mt.5.20. Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus
Que o Reino de Deus é um Reino de Alegria.
Sal 51:12 - Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.
Esta alegria advém da salvação, em Cristo.
Is. 12:3 - E vós com alegria tirareis águas das fontes da salvação.
Rm. 14.17. Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.
Concluindo a Missão Integral da Igreja está formatada:
Em anunciar a mudança de vida para quem aceita a Mensagem do Reino.
Regeneração da alma, corpo e espírito.
Regenerando o modo de agir, andar e principalmente o Modo de Amar.
Viver em Justiça, confiado na Justiça redentiva da Mensagem que nos alcançou!
Crer que a Mensagem não é nossa, mas é do Cristo ressurreto.
E principalmente crer, que: “[...]O tempo está cumprido, e o Reino de Deus está próximo.Arrependei-vos e crede no evangelho”. Mc. 1.15.
Esta é a visão da Mensagem do Reino a nós confiada.
Fonte:
O Evangelho do Reino - Charlie Brackett
Dennis Allan
http://www.estudosdabiblia
Por que crer que Cristo reina agora? - Hermes C. Fernandes
Bíblia Chamada
Bíblia digital – cortesia Tio Sam
Apontamentos do autor.

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical