segunda-feira, outubro 10

ARÁBIA SAUDITA - JOGADOR DE FUTEBOL PRESO POR USAR TATOO COM IMAGEM CRISTÃ - Egito Crise e Cristãos

Colombiano é detido na Arábia por exibir tatuagem de Jesus em público.

Pino 24 anos e sua esposa grávida, foram detidos por membros da Comissão em um shopping de Riad esta semana com o fundamento de que ele estava usando uma camiseta sem mangas.
O jogador de futebol, colombiano Juan Pablo Pino, que atua no time do Al Nasr, até já havia comprado uma roupa muçulmana para sua mulher, vestimenta típica como a abaya túnica negra que cobre desde a cabeça até os pés das mulheres. - "para que ela saísse de maneira respeitosa".O xeque Mohammed Nayimi, um dos clérigos mais respeitados do país, disse: “as leis sauditas proíbem tatuagens, os jogadores têm que respeitar estas regras e escondê-las”. 
A Região dos Países Islamitas É Conhecida Pela Rigidez de Seus Atos Anticristãos.

EGITO:


Enquanto escrevo a TV informa sobre as manifestações no Egito, das quais são acusados os Egípcios coptas, seculares cristãos daquele país. O tumulto aconteceu em Assuã, uma cidade distante do Cairo.Leia mais abaixo...
Nenhum tipo de proselitismo cristão é permitido.
Jr.25.24 ...a todos os reis da Arábia, e a todos os reis do povo misto que habita no deserto;
Imagens, até nomes, são restringidos e correspondências com nomes característicos cristãos são violadas.
A polícia moral formada para coibir: Mulheres dirigir Mulheres sem véu Mulheres desacompanhadas nas ruas, só podem sair com um homem da família, mesmo que seja apenas um menino Uso de símbolos de outras religiões O ramo que domina o Islã e atua na Arábia Saudita, é o ramo do Wahhabismo (árabe: الوهابية) é um movimento religioso de muçulmanos que teve a sua criação na Arábia central em meados do século XVIII e originalmente criado por Muhammad bin Abd al Wahhab. A influência wahhabbi na Arábia Saudita, no entanto, permanece materializada nas roupas, no comportamento público e na oração pública. De acordo com os resgates religiosos feitos por Muhammad ibn Abd al Wahhab, um muçulmano deve fazer bayah (um juramento de fidelidade) ao governante muçulmano durante sua vida, para assegurar sua redenção depois da morte. E este governante deve jurar fidelidade ao seu povo enquanto o mesmo governar, segundo a shariah (jurisprudência, ou lei religiosa, que domina as ruas e até o poder judiciario) islâmica. Três objetivos para o governo islâmico e sua sociedade: "crer em Allah, ordenar o bom comportamento e proibir o ilícito." O objetivo deste movimento era de que o povo e o governante exercessem a shariah, assegurando que o povo conhecesse estas leis divinas.


 

Ad Diriyah, foi um centro de estudos religiosos, sob a orientação de Muhammad ibn Abd al Wahhab, enviando após o assentamento deste centro, milhares de fiéis com conhecimento dos princípios fundamentais da religião por toda a  península arábica, golfo pérsico, Síria e Mesopotâmia.
O ambiente político e cultural da Arábia Saudita contemporânea é influenciado por este movimento desde meados do século XVIII. Tem também forte influência no Kuwait e no Qatar.

EGITO:Is.19. 21 E o Senhor se dará a conhecer ao Egito e os egípcios conhecerão ao Senhor naquele dia

Enquanto escrevo a TV informa sobre as manifestações no Egito, das quais são acusados os Egípcios coptas, seculares cristãos daquele país.
O tumulto aconteceu em Assuam, uma cidade distante do Cairo.
Há restrições e movimentos de acossamento aos cristos em todo o Egito.
Há leis que impedem a construção de Igrejas cristãs.
Já houve invasão e morte em igrejas cristãs.
Conhecemos família de missionários que tiveram filho preso, ao evangelizar no Egito. Mas, a Obra não pode parar.
Porém, este caso da Arábia Saudita é singular.
Digo isto, por conhecimento por parte de pessoas, que tinham endereço brasileiro, os quais têm em muita quantidade, o São ou Santo.
Mas, esta notícia indica que há um recrudescimento da motivação do Islã, contra qualquer pessoa, mesmo estrangeiros, que vivem nestes países.
Um jogador de futebol colombiano, que atua na Arábia Saudita, que é aliada de algumas Potências políticas ocidentais e de maioria cristã, mostra o quanto é perigoso demonstrar qualquer tipo de crença, ou símbolo de outra religião em público.
O jogador objeto da ira da população, em um Shopping da capital Riad, acabou preso por exibir símbolos religiosos.
O que causou uma quase agressão a ele e a família, com a qual passeava.
Embora alegando ser estrangeiro, e que sua esposa usa roupas apropriadas, não lhe deram chance e o prenderam.
Fica difícil defender esta atitude, ou pelo menos, aceitar, que um país, que se assenta na mesa das Nações Unidas, aceite esta ação e a considere normal. 
É bom que alguns jogadores brasileiros pensem bem, antes de assinar contrato com times destes países.
E que a Igreja ore para que Deus abra espaço e levante Missionários para estes países.

Oremos pela Arábia Saudita!

- Juan Pablo Pino fazia passeio por shopping acompanhado de sua mulher

10/10/2011 15h30 - Por GLOBOESPORTE.COM-Riad
Página de noticiário árabe reproduz notícia da proibição no país (Foto: Emirates247.com)
O jogador de futebol colombiano Juan Pablo Pino, que joga na liga da Arábia Saudita, foi detido pela polícia do país por exibir em público tatuagens com motivos religiosos. O incidente ocorreu quando o atleta fazia um passeio por um shopping da capital da Arábia Saudita, Riad, acompanhado de sua mulher. Ele vestia uma camiseta sem mangas que deixava à mostra uma tatuagem de Jesus Cristo em um dos seus braços.

De acordo com a imprensa do país, a imagem provocou indignação de várias pessoas que estavam no local, que começaram a insultá-lo, atraindo a atenção da polícia moral, encarregada de garantir o cumprimento das leis que regem o reino saudita. Os agentes detiveram o jogador do clube Al Nasr até a chegada do delegado da corporação. O clube não quis comentar o caso, mas chegou a publicar declarações do atleta, que manifestou sua "profunda tristeza" pelo que houve e afirmou respeitar as leis do país. O colombiano disse que até comprou uma roupa muçulmana para sua mulher "para que ela saia de maneira respeitosa" e possa se vestir com vestimentas típicas como a abaya, túnica negra que cobre desde a cabeça até os pés das mulheres.
"A imagem provocou indignação de várias pessoas que estavam no local, que começaram a insultá-lo"
O jogador também acusou os torcedores de equipes adversárias de explorar o episódio para prejudicar o Al Nasr. Segundo informações divulgadas por jornais locais, a esposa do jogador está preocupada com a situação e até pediu para que seu marido deixe a equipe e saia do país. Essa não é a primeira vez que ocorre um problema parecido na Arábia Saudita. No ano passado, o jogador romeno Mirel Radoi, que jogava no Al Hilal, beijou a tatuagem de uma cruz em seu braço após marcar um gol, o que provocou uma reação de descontentamento popular. O xeque Mohammed Nayimi, um dos clérigos mais respeitados do país, disse que as leis sauditas proíbem tatuagens, e que os jogadores têm que respeitar estas regras e escondê-las. Ele chegou a pedir que os contratos dos jogadores estrangeiros tenham uma cláusula que os obrigue a respeitar a lei islâmica (sharia). O reino da Arábia Saudita é um dos países mais conservadores do mundo muçulmano, no qual se aplica uma versão estrita e rigorosa do islã, o wahhabismo. 
Notícia traduzida do Jornal Emirates 24I7-Dubai: Tradução livre. 
A Polícia religiosa da Arábia Saudita teria dito que jogadores estrangeiros com tatuagens em seus braços tem que cobrir tais desenhos, enquanto estão jogando no campo, dizendo que eles afetam negativamente os jovens sauditas, informou um jornal nesta segunda-feira.  
A Comissão para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício enviou uma carta para o Alto Comitê da Juventude pedindo-lhe para avisar todos os jogadores estrangeiros no Reino muçulmano conservador do Golfo para cobrir suas tatuagens antes de entrar no campo durante as partidas, em Sabq língua árabe jornal.  
A carta cita o jogador colombiano no Al Nasr Club, Juan Pablo Pino, cujas mãos e ombros são cobertos com tatuagens ", em violação das regras existentes."  
"Essas tatuagens têm efeitos negativos sobre a juventude saudita ... você devem chamar a atenção de todos os jogadores estrangeiros no Reino para a necessidade de respeitar as regras e cobrir suas tatuagens durante as partidas ", diz a carta.  O jornal disse que a carta continha uma foto de Pino, mostrando seus dois braços estão cobertos com tatuagens.  O jornal disse que a carta seguiu uma foto publicada nos jornais locais mostrando tatuagens Pino está incluído alguns "desenhos cristãos ."  
Pino 24 anos e sua esposa grávida, foram detidos por membros da Comissão em um shopping de Riad esta semana com o fundamento de que ele estava usando uma camiseta sem mangas.

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical