terça-feira, janeiro 3

O AVANÇO DA IGREJA ROMANA SOBRE A IGREJA INGLESA!


Organização católica vai gerir conversão de episcopais.
A Igreja Católica e a Igreja Anglicana [fora da Inglaterra chamada, normalmente de Episcopal], fruto de uma decisão sismática, voltam a tentar a união.
Um pouco de História:
Orientação: Protestante, Católica e Reformada
Origem: Século XVI
Sede: Church House, Great Smith Street, Londres
Número estimado de Membros: 13,4 milhões [80 milhões estimados em todo o Mundo?]
Em 1534, a Igreja da Inglaterra se separou em definitivo da Igreja Católica Romana, por iniciativa do rei Henrique VIII, da Casa de Tudor. A princípio havia se mostrado um leal defensor do catolicismo, que fez queimar publicamente os escritos de Lutero.
Mas por conta do conflito havido com o Papa Clemente VII, relacionado com o pedido de anulação de seu casamento com Catarina de Aragão, para se casar com Ana Bolena e ter descendentes homens, resolveu romper com Roma. A cisão se deu através do Ato de Supremacia, confiscando todas as propriedades que a Igreja Católica possuía na Inglaterra.
Teologicamente, protestantes clássicos, reconhecendo certos elementos católicos como os sacramentos e o episcopado histórico. Os anglo-evangélicos foram os grandes responsáveis pelo reavivamento evangélico na Inglaterra e em outros países, com forte preocupação missionária.
Desmembramento de trabalhos missionários e ex-colônias do mundo britânico, formando 44 igrejas nacionais ou regionais ao redor do mundo, e compreendendo mais de 160 países. Com cerca de 80 milhões de membros, a Comunhão Anglicana é a terceira maior denominação cristã do mundo, depois da Igreja Católica Romana e das Igrejas Ortodoxas.
O Arcebispo de Cantuária é o Foco para a Unidade desses três Instrumentos de Comunhão e é, consequentemente, um foco único de unidade anglicana. Ele conclama a Conferência de Lambeth uma vez a cada década, encabeça o Encontro dos Primazes e é o presidente do Conselho Consultivo Anglicano. O Reverendíssimo Rowan Williams é o 104o Arcebispo de Cantuária.
Ele foi entronizado na Catedral de Cantuária no dia 27 de fevereiro de 2003. Este conteúdo é postado no site da Igreja Episcopal.
Polêmica instalada:
Este é um assunto polemico, entre os anglicanos, com várias facetas de discórdia.
A Igreja Anglicana tem um viés da reforma, e Protestante, mas com liturgia sacerdotal, que inclui trajes dos seus sacerdotes.Isto em tese.
Casamento dos párocos
-casamento dos Bispos.
 -ordenação de mulheres, entre os anglicanos, inclusive com uma Bispa de forte prestigio
-Bispos e párocos com famílias constituídas.
Tudo isto esta sendo costurado a longo tempo.
Há discórdia entre os anglicanos.
Há o fato de que a Rainha da Inglaterra é na realidade, a Chefe da Igreja Anglicana.
A questão do Credo será um problema, pois eles se dizem sem credo confessional, terá que ser revisto.
Incluindo-se neste a figura da Virgem Maria, como adorada, aos moldes da Igreja Romana.
Sem falarmos no longo tempo de distanciamento e da autonomia da Igreja Anglicana.
O Vaticano já quer impor as suas regras: os bispos anglicanos casados que se converterem não poderão manter-se esta posição e servirão a Igreja Católica como padres.
Esta página, e seu editor já publicaram matéria sobre o assunto, com maiores detalhes.
O que me chamou a atenção é a instalação de uma Diocese, para tratar do assunto, dando maior formalidade e prevendo a instalação de outras dioceses, na Austrália e no Canadá.
A diocese será comandada por um Bispo convertido ao catolicismo: O reverendo Jeffrey Neil Steenson, pai de três filhos.
Desta forma a ICAR quer agregar os líderes da Igreja Episcopal.
Tudo isto passara a ser comandado sob “Sua Santidade” o ‘Sucessor’ de Pedro, Dom Ratzinger, ou seja, o Papa!
AGENCIA ESTADO
O Papa Bento 16 nomeou um ex-bispo episcopal casado, neste domingo, para dirigir a primeira organização para anglicanos e episcopais que desejam se unir à Igreja Católica de Roma.

O reverendo Jeffrey Neil Steenson, pai de três filhos e convertido ao catolicismo, será o coordenador da Cadeira de São Pedro, o equivalente a uma diocese mas que irá operar nacionalmente.
O Vaticano criou a primeira destas organizações na Inglaterra no ano passado.
Outras estão sendo avaliadas para serem abertas na Austrália e no Canadá.
Steenson deixou o Bispado Episcopal de Rio Grande, em Albuquerque, Novo México, depois que a Igreja Episcopal elegeu um homossexual assumido como bispo de New Hampshire.
Em 2009, o Papa convidou os anglicanos a tornarem-se católicos, em um momento em que os anglicanos tradicionais em diversos países estão ficando aborrecidos com a ordenação de mulheres e de homossexuais como bispos.
Antigamente, os anglicanos convertidos ao catolicismo eram aceitos apenas caso a caso.
A decisão do Papa criou tensões com o Arcebispo de Canterbury, Rowan Williams, o líder espiritual do mundo anglicano, que, como seus predecessores, negocia com o Vaticano para aproximar católicos e anglicanos.
O plano do Papa é de que os anglicanos que se tornarem católicos poderão conservar parte de suas tradições na liturgia e também em outras áreas.
Os padres anglicanos casados que se converterem poderão continuar casados e ser ordenados na Igreja Católica, uma exceção à regra do celibato do Vaticano.
Mas os bispos anglicanos casados que se converterem não poderão manter esta posição e servirão a Igreja Católica como padres. As informações são da Associated Press.

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical