sexta-feira, junho 29

ATUALIZAÇÃO - O BRASIL EVANGÉLICO CONTINUA AVANÇANDO...MAS, PRECISAMOS TRABALHAR MAIS...ALERTA!


A IGREJA CONTINUA CRESCENDO.
Número de evangélicos aumenta 61% em 10 anos, aponta IBGE
O censo é de 2010!
ATUALIZAÇÃO 

Igreja católica tem queda recorde de fiéis!

Censo do IBGE também mostra que evangélicos se desvinculam de igrejas.

29 de junho de 2012
Luciana Nunes Leal e Clarissa Thomé
Pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 29, pelo IBGE com novas informações do Censo 2010 mostram que o Brasil é um país cada vez menos católico, embora esta ainda seja a religião majoritária.
– Dado negativo
A Pulverização
Outro fenômeno é a pulverização das religiões evangélicas.
Os evangélicos continuam a crescer, embora em ritmo menor que na década anterior, e agora estão distribuídos em várias igrejas ou simplesmente deixaram de ter vínculo com denominações específicas e se declararam apenas evangélicos.
Reprodução
Proporção de católicos caiu 12,2% e passou de 73,6% dos brasileiros para 64,6%
Esta queda deve ser considerada maior, pois muitos apenas afirmam ser católicos, por tradição familiar, enquanto os evangélicos o afirmam ser evangélicos por decisão pessoal, advinda de uma cristalização confessional, pois sabem da pecha do nome Evangélico.
O País teve queda recorde da população católica entre 2000 e 2010.
A proporção caiu 12,2% :
- passou de 73,6% dos brasileiros para 64,6%.
Em 1991, os católicos eram 83% da população.
Duas Décadas de Perdas da Igreja Católica.
Em vinte anos, a população católica diminuiu 22%, ou seja, em proporção, a Igreja Católica perdeu mais de um quinto de seus fiéis.
Nota mantida esta perda daqui a 20 anos, ou seja, mais duas décadas os católicos representarão minoria religiosa no Brasil.
Deverão ter um número aproximado de 40 a 45% de católicos confessos.
Em números absolutos, a Igreja Católica perdeu quase 1,7 milhão de fiéis no País. O total de católicos caiu de 124,9 milhões em 2000 para 123,2 milhões em 2010. 
Entre 1991 e 2000, a queda na proporção de católicos também tinha sido elevada, de 11,3%, mas o número absoluto tinha aumentado.
Se o ritmo de queda da última década for mantido, em vinte anos os católicos serão menos da metade da população.
No questionário feito pelo Censo 2010, os evangélicos foram divididos entre evangélicos de missão - luteranos, presbiterianos, metodistas, batistas, congregacionais, adventistas etc. -, evangélicos pentecostais - Assembleia de Deus, Igreja do Evangelho Quadrangular, Igreja Universal do Reino de Deus, Maranata, Nova Vida, entre outras - e igrejas evangélicas não determinadas.
Censo 2010: população do Brasil é de 190.732.694 pessoas - IBGE
42.275.440 de Evangélicos representam uma força excepcional se levarmos em conta que os Evangélicos são batizados e inseridos na Igreja como membros após a Infância, quando já têm compreensão de sua crença.
No catolicismo as crianças são inseridas logo ao nascer, sem direito de escolha.
Os católicos diminuíram 1,3% entre 2000 e 2010, segundo o Censo.
Mas o país segue de maioria católica, com 123,2 milhões de pessoas.
15 milhões dizem ser sem religião!
Com base em dados do IBGE de Censos anteriores o Ministério de Apoio com Informação (Mai), criado pela matemática Eunice Stutz Zillner, 51 anos, membro de uma igreja evangélica, e seu marido, o engenheiro eletrônico Marcos Zillner, em 2003 realizou esta projeção.
Segundo as projeções do Instituto veja o quais eram as expectativas por Região e note quais as que conseguiram confirmar as projeções:
Segundo o Censo de 2000, o Norte do Brasil, com 19,8%, era a região com maior presença evangélica, e, conforme as projeções do Mai, continuará com essa posição e terá 32%[veja Rondônia, abaixo] em dezembro de 2009, seguida das regiões Centro-Oeste, com 31%, Sul, com 19,8%, e Nordeste, com 19,2%.[ficou menor do que a projeção]
29/06/2012 10h01 - Atualizado em 29/06/2012 16h15
Do G1, em São Paulo
O número de evangélicos no Brasil aumentou 61,45% em 10 anos, segundo dados do Censo Demográfico divulgado nesta sexta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Em 2000, cerca de 26,2 milhões se disseram evangélicos, ou 15,4% da população.
Em 2010, eles passaram a ser 42,3 milhões, ou 22,2% dos brasileiros.
Em 1991, o percentual de evangélicos era de 9% e, em 1980, de 6,6%.
Mesmo com o crescimento de evangélicos, o país ainda segue com maioria católica.
Segundo o IBGE, o número de católicos foi de 123,3 milhões em 2010, cerca de 64,6% da população.
No levantamento feito em 2000, eles eram 124,9 milhões, ou 73,6% dos brasileiros.
A queda foi de 1,3%.
Número de brasileiros em cada religião/Censo 2010
Religião
População
Católica apostólica romana
123.280.172
Evangélicas
42.275.440
Espírita
3.848.876
Umbanda, candomblé e religiões afrobrasileiras
588.797
Outras religiões
5.185.065
Sem religião
15.335.510
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE)
A queda do percentual de católicos é histórica, de acordo com o instituto. Até 1970, em quase 100 anos, a queda foi de 7,9 pontos percentuais: o número de católicos em 1872 (ano do primeiro Censo) representava 99,7% da população e passou a 91,8% em 1970.
O Nordeste ainda mantém o maior percentual de católicos, com 72,2% em 2010.
Apesar de ser a região do país com maior concentração do grupo religioso, a população nordestina católica sofreu queda. 
Em 2000, o percentual era de 79,9%. 
No Sul, o IBGE também identificou redução do percentual de católicos, saindo de 77,4% para 70,1% nos censos de 2000 e de 2010, respectivamente.
Brasileiros, por sexo, em cada religião/Censo 2010
Religião
Homens
Mulheres
Católica apostólica romana
61.180.316
62.099.856
Evangélicas
18.782.831
23.492.609
Espírita
1.581.701
2.267.176
Umbanda, candomblé e religiões afrobrasileiras
269.488
319.310
Outras religiões
2.364.696
1.122.524
Sem religião
9.082.507
6.253.004
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE)

















Norte e Nordeste do Brasil é destaque.
A maior redução foi registrada pelo instituto no Norte, passando de 71,3% da população em 2000 para 60,6% em 2010.
O IBGE registrou que, ao mesmo tempo em que o número de católicos caiu no Norte e no Nordeste, o número de evangélicos cresceu com maior volume nas duas regiões. 
A representatividade no Norte saiu de 19,8% (2000) para 28,5% (2010). 
A proporção de evangélicos foi maior em Rondônia, com 33,8%. Veja acima.
No Nordeste, o aumento de evangélicos foi menor, saindo de 10,3% para 16,4%, se comparados os Censos de 2000 e de 2010, respectivamente. 
No Piauí, o percentual de católicos foi o maior, com 85,1% da população do estado.
O Rio de Janeiro é o local com menor percentual de Católicos.
No Estado do Rio de Janeiro, o percentual de católicos é 45,8% da população em 2010, o menor do país, segundo o IBGE. 
No Estado também foi registrada a maior concentração de espíritas com 4%; seguido de São Paulo, com 3,3%; Minas Gerais, com 2,1%; e Espírito Santo, com 1%.
A menor foi registrada no Piauí, com 9,7%.
O IBGE registrou que 15 milhões de pessoas se declararam sem religião no Censo de 2010, o que representa 8% dos brasileiros. 
Em 2000 eram 12,5 milhões, o equivalente a 7,3% da população.
 Nível de Instrução:
Esta reportagem só destaca o nível de estudo, em curso superior entre os espíritas.
Vamos ver o detalhamento no IBGE para as demais religiões, principalmente entre os Evangélicos.
Contudo já há um destaque:Os Evangélicos detém o maior número do Grupo do Ensino Fundamental.
O Censo 2010 também apontou que 31,5% dos espíritas têm nível superior completo, apenas 1,8% das pessoas não têm instrução e 15% têm ensino fundamental incompleto. 
Outros 1,4% dos espíritas não são alfabetizados.
Os católicos têm 6,8% das pessoas sem instrução e 39,8% com ensino fundamental incompleto. 
No grupo dos que se declaram sem religião o percentual de pessoas sem instrução é de 6,7% e outros 39,2% têm ensino fundamental incompleto. 
Crentes avançam também nos Estudos.
Podemos considerar o grupo de Crentes Evangélicos, como o grupo religioso com média de estudo maior do que todos os grupos religiosos no País! 
Estamos formando uma Igreja mais culta e estudiosa e com consciencia, não dá mais para ninguem acusar os Evangélicos de 'povo inculto', ou religião de analfabetos!
Entre os evangélicos o percentual chega [Por que o 'chega' ??? se entre os católicos é de 0,6 menor?] a 6,2% (sem instrução) e a 42,3% [maior que todas as outras religiões]  (com ensino fundamental incompleto).

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical