sexta-feira, junho 26

Sexta feira Sangrenta no Mundo. Atentados Terroristas na França e na Tunísia. Oremos.

Sexta feira Sangrenta no Mundo
Atentados terroristas na França e na Tunísia
Oremos. A França outra vez no centro dos ataques terroristas.
Seria ainda repercussão do ataque do Jornal francês ao profeta Maomé? 
Atualizando:
Misericórdia. Mais terror
Saindo, há pouco, ouvi pelos rádios que também, o Kuwait sofreu com ação terrorista.
Trata-se de ato do grupo terrorista, fortíssimo, autodenominado, Estado Islâmico, que causou espanto dos analistas de política internacional.
O Estado Islâmico realizou um duro atentado a uma, espanto geral, Mesquita Muçulmana.
Mesmo que seja contra uma das diversas correntes existente no Islamismo, divididas entre sunitas, xiitas e outras, não se entende porque eles atacaram, em um dia de celebrações do Mundo islâmico, como sagrado!
A explosão aconteceu na mesquita de Al Imam al Sadeq da cidade de Kuwait.
O grupo jihadista sunita Estado Islâmico (EL) reivindicou este atentado, assim como já fez em outros casos de ataques contra mesquitas xiitas na Arábia Saudita e no Iêmen.
Em um comunicado, a "Província de Najd", que se manifestou recentemente como a facção saudita do EI, afirma que um "camicase" (alguém que se suicida em ataque a um inimigo), Abu Suleiman al Muwahhid, realizou o atentado contra uma mesquita "que promovia o ensinamento xiita entre a população sunita".
A "Província de Najd" reivindicou em maio dois atentados contra xiitas na Arábia Saudita.

No final de maio, o emir do Kuwait pediu aos países muçulmanos que intensifiquem a luta contra o extremismo, durante uma conferência pan-islâmica dedicada a coordenar os esforços contra os grupos jihadistas.
Valls: "terrorismo islâmico atingiu mais uma vez a França".Atentado em Isère: Homem decapitado era o empregador do suspeito, que tinha autorização para entrar com seu veículo na sede da empresa. Esposa do suposto terrorista alega que são muçulmanos normais, mas ele já toinha ficha de suspeição na Polícia francesa, a Gendarmerie.
Assistindo estes atos brutais, no qual a vida humana se torna algo sem valor, como ocorre em nosso país, em vários casos.
Lembrando da ocorrência de fatos marcantes:
Liberação do casamento entre pessoas do mesmo sexo, pela Suprema Corte dos USA
Assinatura de acordo de apoio do Vaticano a favor da Palestina.
Fico pensando em tudo que Jesus disse ao responder a pergunta de seus discípulos sobre o fim do Mundo em um momento intimo do circulo dos discípulos apóstolos.
É tempo da Igreja deixar de lado picuinhas denominacionais e nós pastores nos atermos a realidade do Evangelho, deixando de lado pregações vazias e em muitos casos, verdadeiras aulas de auto-ajuda, em lugar de pregarmos a palavra e a Iminência.
                               E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane; Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.Mas todas estas coisas são o princípio de dores.” Mateus 24:3-8
Com base nestas palavras, concito a mim e a todos a nos unirmos na defesa do Verdadeiro Evangelho, sabendo que ainda não é o Fim. 
Não podemos ter a visão de que seremos arrebatados, para nos distanciarmos desta etapa que o Mundo passa, necessitando da Palavra de Jesus.
"Terrorismo islâmico atacou novamente a França", Manuel Valls, disse nesta sexta-feira após uma usina de gás industrial ataque mortal em Isère, declaração denunciando o "cenário abjeto" do ataque.
Um homem foi decapitado em sua empresa e os terroristas deixaram a parte decapitada na cerca da Empresa.
Na Tunisia também houve atentados com dezenas de mortos.
Num Dia sagrado para os muçulmanos e dia que o Vaticano reconheceu o Estado palestino.
As autoridades querem saber se foram ações isoladas ou atos coordenados pelas “entidades”, grupos terroristas
Na Tunísia, segundo as notícias que nos chegam, ALQaeda assumiu o atentado.
Uma operação durante a Invasão
Uma operação do Raid é ser a casa do suposto autor do ataque em Saint-Priest (Rhône), de acordo com informações da France 2 .
Cena macabra.  Em uma encenação macabra, a parte decapitada (alterei a palavra) da vítima foi encontrada numa corrente pendurada no local cerca Seveso de a Empresa Air Products,  em Saint-Quentin-Fallavier. Estava rodeada por duas bandeiras, um branco e um preto, com inscrições em árabe. O corpo foi encontrado nas proximidades.
O que aconteceu e como aconteceu? O ataque contra  a fábrica de Saint-Quentin-Fallavier  ocorreu por volta das 10 horas de sexta-feira de manhã.
Dois homens entraram no local, como entregadores, em uma van. Eles lançaram o veículo a grande velocidade contra os vários cilindros de gás armazenados dentro, causando  uma grande explosão  seguida de um incêndio. No entanto, esta não foi a explosão que matou a vítima. Duas pessoas estão em custódia, incluindo um suspeito preso na cena do ataque, um homem de 35 anos e já eram conhecidas dos serviços anti-terroristas. A outra pessoa foi presa em meio-dia, disse uma fonte judicial.
Tunísia
Por Margaux Duguet e François Geffrier
Didier, um residente francês na Tunísia, foi uma das primeiras testemunhas do ataque terrorista que atingiu um hotel na cidade de Sousse na sexta-feira.
É um novo drama para a Tunísia.
Três meses após o devastador ataque do Museu Bardo em Tunis, o país enfrenta um novo ataque terrorista.
Estudante tunisina, que mais tarde foi morto a tiros pela polícia, atirou em turistas estrangeiros e tunisianos em um hotel na cidade de Sousse, no Canadá leste-central. Pelo menos 28 pessoas morreram.
Didier que é um residente francês de Sousse e chegou entre os primeiros na cena, ele descrfeveu estas cenas de horror para a equipe do Europe 1.
"Foi como fogos de artifício”. Didier explica ouvi pela primeira vez "detonação, em seguida, como fogos de artifício." "Como você vive a 50 metros da praia, nós fomos lá", diz ele. "Quando chegamos, todos estavam correndo para todos os lados", disse ele antes de descrever o que viu: "as pessoas que permaneceram deitados nas espreguiçadeiras de praia foram mortos Nada ainda era normal .. A polícia correndo por toda parte. "
Pelo menos 37 pessoas foram mortas na Tunísia sexta-feira quando um atirador disfarçado em guarda vidas da praia, puxou uma arma que estava em seu guarda-sol, e abriu fogo na costa do Mediterrâneo entre dois hotéis, disse a polícia.
O atacante foi morto após o tumulto à beira-mar, em Sousse, uma estância turística popular para ambos os tunisinos e europeus.
A polícia inicialmente suspeitava de dois jovens, que invadiram a areia, mas depois disse que o atirador morto, um jovem estudante anteriormente desconhecido pelos policiais, agiu sozinho.
Havia corpos por toda a área da praia.(cenas graves)
O diretor do hotel da Tunísia Sousse, onde houve um ataque terrorista sexta-feira reage a micro Europe 1.
A Tunísia foi novamente atingido por  um ataque terrorista . Após o terrível ataque no Museu Bardo  em Tunis, é a cidade de Sousse, no centro do país, que foi vítima de um ataque.
Um Estudante tunisina, que mais tarde foi morto pelas forças de segurança disparou na praia do Hotel Imperial Marhaba.
De acordo com um recente relatório, pelo menos 28 pessoas, incluindo turistas estrangeiros, foram mortos. Com a voz cheia de emoção Zohra Driss, o gerente do hotel, reagiu ao microfone Europe 1.
Didier: "Uma mulher e seu bebê"
Didier se lembra de uma cena particularmente aterrorizante: "vimos uma mulher com seu bebê, ela o segurou em seus braços, mas eles foram mortos. disse também que "os corpos estão em toda parte, na praia, na piscina e até mesmo no jardim."
Ele garante que a identificação das vítimas está em andamento e mede a tragédia deste último ataque da Tunísia: "É terrível o que está acontecendo na Tunísia (...) É muito difícil."
" "Quando você vê isso, é horrível", ele repetiu várias vezes. "Você fica impotente contra estas coisas", disse ele de novo, antes de perceber de repente: "Meu Deus, se eu que estivesse ali tomando sol com minha esposa e meu filho, hoje, eu seria notícia, isso é tudo ".
Ele matou 37 pessoas, incluindo turistas da Tunísia, Reino Unido, Bélgica e Alemanha, disseram autoridades.
Outras 36 pessoas ficaram feridas no tiroteio, e dois ou três deles estão em estado crítico, porta-voz do Ministério da Saúde Choukri Nafti disse, acrescentando que havia uma falta de apoio psicológico para os sobreviventes.
Funcionários ainda, não identificaram a nacionalidade das qualquer vítimas, mas  o político irlandês Ray Butler disse que uma mulher irlandesa que fazia turismo na Tunísia, com seu marido foi morta.
Com Europe1
G1
DailyNews

BFMTv

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical