sexta-feira, setembro 18

Exortações Gerais Lição 12 – CPAD – 3º TRIMESTRE 2015 – 1ª Parte

Exortações Gerais
Lição 12 – CPAD – 3º TRIMESTRE 2015 – 1ª Parte
Autor do Estudo Subsídio Osvarela
TEXTO ÁUREO
Tito 2.7 “Em tudo te dá por exemplo de boas obras; na doutrina mostra incorrupção, gravidade, sinceridade,”
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Tu, porém, fala o que convém à sã doutrina. Os velhos, que sejam sóbrios, graves, prudentes, sãos na fé, no amor, e na paciência; As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias no seu viver, como convém a santas, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras no bem; Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos, A serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada. Exorta semelhantemente os jovens a que sejam moderados. Em tudo te dá por exemplo de boas obras; na doutrina mostra incorrupção, gravidade, sinceridade, Linguagem sã e irrepreensível, para que o adversário se envergonhe, não tendo nenhum mal que dizer de nós. Tito 2:1-8
Etimologia
- "exortação " - s.f. (latim - exhortatione) Ato ou efeito de exortar. Palavras com que se procura reformar ou melhorar os atos, costumes ou opiniões de alguém. Admoestação, advertência. Conselho. Estímulo, incitação. Direito: Apelo do juiz aos jurados para que profiram sua sentença de acordo com a consciência e os ditames da justiça. Em Atividade Religiosa: discurso em estilo familiar, com que se exorta à devoção.
A palavra grega para este dom é “paraklesis” que significa “chamado ao lado”, “consolar”, “advogar”, “animar”, “confortar”, “incentivar”.
Tito 2:9 “Exorta os servos a que se sujeitem a seus senhores, e em tudo agradem, não contradizendo...”
A Bíblia usa a palavra exortação, com significados diversos, como a própria etimologia, aponta. Muitos têm usado a palavra apenas no sentido disciplinar, ou corrigir, com dureza. Aliás, foi por muito tempo este, quase o único significado da palavra exortação e suas correlatas.
Paulo ensina a seus filhos na Fé, Tito e Timóteo o que devem praticar na sua ausência.
 “Até a minha chegada, dedique-se à leitura pública da Escritura, à exortação e ao ensino.” I Timóteo 4.13
Mas, Exortar vai além e deve ser utilizada como forma de influenciar a vida da igreja e seus membros, é esta a Hora de Doutrinar, hora de Ensinar, para o futuro ser concebido e vivido sob a Sã palavra e Ensino duradouro.
Assim, Exortar é uma forma de ensino prático para a vida em todas as suas facetas, e em especial para a Vida Cristã.

                            “Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.” Josué 1:6,7
Deus é um exortador peculiar, e utilizou a Exortação, tanto para ânimo, quanto para correção e para abrir a visão do que Ele exorta, quanto ao Futuro próximo!
Pois vocês sabem que tratamos cada um como um pai trata seus filhos, exortando, consolando e dando testemunho, para que vocês vivam de maneira digna de Deus, que os chamou para o seu Reino e glória.” 1 Tessalonicenses 2:11,12
Exortar, além do que muitos em nosso meio pensam é um ato de Amor, seja até mesmo, no ato de corrigir.
Deus corrige: “Se por estarmos em Cristo, nós temos alguma motivação, alguma exortação de amor, ... profunda afeição e compaixão”. Filipenses 2:1
A exemplo, do Senhor, os que corrigem amam os que necessitam, neste caso usando Exortação na forma de correção, da necessidade e valor do cuidado:                   
                                                                               “Pois nossa exortação não tem origem no erro nem em motivos impuros, nem temos intenção de enganá-los; pelo contrário, como homens aprovados por Deus, a ponto de nos ter sido confiado por ele o evangelho, não falamos para agradar a pessoas, mas a Deus, que prova os nossos corações. Vocês bem sabem a nossa linguagem nunca foi de bajulação nem de pretexto para ganância; Deus é testemunha. Nem buscamos reconhecimento...” 1 Tessalonicenses 2:3-6
Atos 13.15 “E, depois da lição da lei e dos profetas, lhes mandaram dizer os principais da sinagoga: Homens irmãos, se tendes alguma palavra de consolação para o povo, falai.”
NVI - “Depois da leitura da Lei e dos Profetas, os chefes da sinagoga lhes mandaram dizer: "Irmãos, se vocês têm uma mensagem de encorajamento para o povo, falem".”
Romanos 12.8 “...ou que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com zelo; o que usa de misericórdia, com alegria.”
Há esta qualidade de dom como o de Exortação, como era dotado desta qualidade José, ou Barnabé, eloqüente pregador e primeiro companheiro de Paulo, que passou a ser chamado assim, pela sua qualidade em exortar a todos, em momentos difíceis, seja na eloqüência de suas pregações ou pelo aconselhamento natural expresso em suas palavra
 Atos 4.36 “José, um levita de Chipre a quem os apóstolos deram o nome de Barnabé, que significa encorajador
O mais eminente exemplo bíblico do dom da exortação foi o companheiro de Paulo, cujo nome era Barnabé, que foi chamado de “filho de exortação”, em Atos 4:36
Barnabé foi instrumento de Deus para introduzir Paulo no Ministério, como também para encaminhou João Marcos - que fora recusado, em algum momento na Missão, pelo apóstolo Paulo, ao qual depois de exortado voltou a ser bom companheiro do Apóstolo.
2 Timóteo 4.11Só Lucas está comigo. Toma Marcos, e traze-o contigo, porque me é muito útil para o ministério.”
Esse Dom pode manifestar de maneiras diversas seja em uma situação de pregação ou de ensino (em reuniões coletivas, como cultos de ensino ou um encontro de grupo); seja no trabalho junto a um membro, ou crente, ou família, sob situações particulares, no modo interpessoal, atendendo uma  necessidade específica, ou um momento especial. 
Aquele que é dotado deste Dom preocupa-se com o bem-estar espiritual dos irmãos na fé, segundo as premissas elencadas, em pontos deste Estudo e segundo a Bíblia Sagrada.
É necessário que tenha uma qualidade especial em ministrar palavras de consolo, encorajamento, ânimo e conselho a outros membros do Corpo, de tal modo que estes se sintam ajudados, curados e reanimados a retomar direções e caminhos com segurança.
Entende-se por exortar, o poder de exercer influência sobre a vontade e as decisões de outra pessoa. Com o objetivo de guiá-la para um código geralmente aceito de comportamento e encorajá-la a observar certas instruções. A exortação sempre pressupõe algum conhecimento prévio.
Exortar é dirigir-se ao objetivo de edificar o homem integral. Isto pressupõe o princípio de usar o conhecimento (Palavra; Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras. 1 Tessalonicenses 4:18), a emoção (Espírito) e a vontade (livre-arbítrio). “Portanto, se há algum conforto em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão no Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixõesFilipenses 2:1
O Dom inclui, além da exortação, mas também o conforto, o consolo e o encorajamento. Aquele que se sente, dotado desta capacitação, necessita procurar-se na “brecha” e ao lado de alguém, tendo empatia, o que fará que possa compreender seus problemas e confortá-lo com uma palavra de Exortação.
“Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.” 2 Coríntios 1:4
O Dom da Exortação é uma qualidade especial dada por Deus a alguns membros do Corpo de Cristo para ministrar palavras de consolo, encorajamento, ânimo e conselho a outros membros do Corpo, de tal modo que estes se sintam ajudados. Entendo que aqueles sobre quais é imposta a mão do Presbitério para consagração a Ministros recebem no seu Ministério este Dom, de maneira sobrenatural.
2 Coríntios 1:3 “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação”
Conselheiro- Exortador- A palavra, “conselheiro” pode ser, boa, para ser dar a idéia sobre Exortar, e ajudar a entendermos, o sentido completo do que se propõe estudar sobre Exortações.
Não se entende aquele que exorta, sem a capacidade de ensinar e explanar de forma prática a ser utilizável na vida da Igreja ou do que é exortado, os  princípios doutrinários e amplos da Escritura e aplicá-los a uma situação específica;ele tem que ter fundamento do que ele dá o seu conselho. Algo, como: “Porque a Escritura ensina isto, você deve...
Exortação deve ser mútua.
A forma de nos estimularmos ajudando uns aos outros é uma variante autentica do Evangelho, dois juntos não podem ser derrotados, ou será mais difícil.
Hebreus 3:13: “... exortai-vos mutuamente cada dia...”
A exortação não é unicamente usada pelos líderes, podemos nos exortar mutuamente, seja em momentos de desanimo, a mais potente forma de usar a palavra.
“Se por estarmos em Cristo, nós temos alguma motivação, alguma exortação de amor, alguma comunhão no Espírito, alguma profunda afeição e compaixão,” Filipenses 2:1
“Vocês se esqueceram da palavra de ânimo que ele lhes dirige como a filhos: "Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor, ...pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho"...Deus os trata como filhos. ... a disciplina é para todos os filhos, então vocês não são filhos legítimos, mas sim ilegítimos.Além disso, tínhamos pais humanos que nos disciplinavam, ... Deus nos disciplina para o nosso bem, para que participemos da sua santidade.Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento... Portanto, fortaleçam as mãos enfraquecidas e os joelhos vacilante’”.Hebreus 12:5-12
Seja para correção, seja para chamar a atividade os que conosco trabalham na Obra de Deus e nos acompanham na vida diária, seja na família, seja nas atividades do trabalho diariamente.
Hoje, em dias de redes sociais, sabemos compartilhar e usamos bem esta forma de passar informações boas ou ruins.
‘Irmãos, peço-lhes que suportem a minha palavra de exortação; na verdade o que eu lhes escrevi é pouco.” Hebreus 13.22
Assim a Palavra também é usada para nós podermos inspirar uns aos outros: aconselhar, compartilhar e encorajar uns aos outros a todo o tempo.

Há horas, como diz o escritor aos Hebreus, que se faz necessário usar da exortação de forma firme, pela necessidade que se encontra, para mudar situações. Tito 2:15 “Fala disto, e exorta e repreende com toda a autoridade.”
CONTINUA...
Fonte:
DONS ESPIRITUAIS  -  COMO ACHAR SEUS DONS ESPIRITUAIS. 
EXORTAÇÃO Anônimo
Uma Exortação - Para amar a Deus. Thomas Watson. Com adaptação da foto para este estudo.
Apontamentos do autor
Bíblia Plenitude

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical