sábado, outubro 10

A Criação dos Céus e da Terra - 2ª PARTE - 4º Trimestre CPAD 2015

A Criação dos Céus e da Terra
4º Trimestre CPAD 2015
Estudo Subsído Pr Osvarela
Texto Áureo - “Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus, foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.” Hebreus 11:1-3
Leitura Bíblia Em Classe - Salmos 104:1-14
Bendize, ó minha alma, ao Senhor! Senhor, Deus meu, tu és magnificentíssimo! Estás vestido de glória e de majestade,
Ele cobre-se de luz como de um vestido, estende os céus como uma cortina.
Põe nas águas as vigamentos das suas câmaras; faz das nuvens o seu carro, anda sobre as asas do vento.
Faz dos ventos seus mensageiros, dos seus ministros, um fogo abrasador.
Lançou os fundamentos da terra; para que não vacile em tempo algum.
Tu a cobriste com o abismo, como com uma veste; as águas estavam sobre os montes.ss
2ª PARTE
CONTINUAÇÃO - A questão que perturba a mente humana é baseada na origem do material usado por Deus, a origem destes e a substancia dos mesmos..
Principalmente para a formação dos elementos como água, terra, céus, nuvens e camadas que cobrem, o que hoje chamamos de céus.
Jó 38.9 “...quando eu lhe pus nuvens por vestidura, e escuridão por faixas
Já citamos Jó que fala da cama de recobrimento da Terra, descrita pelo próprio Deus, mas o proverbialista Salomão também descreve o inicio anterior ao que chamamos e é chamado de NADA:
Provérbios 8:26-30
Quando ele ainda não tinha feito a terra com seus campos, nem sequer o princípio do pó do mundo.
Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando traçava um círculo sobre a face do abismo,
Quando estabelecia o firmamento em cima, quando se firmavam as fontes do abismo,
Quando ele fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando traçava os fundamentos da terra,
Então eu estava ao seu lado como arquiteto...
A - Deus traz ordem a partir do Caos. 
O cristão, neste Estudo, é convidado a entender que necessita conhecer, a verdade da Criação e entender a visão “ex nihilo”, Criação à partir do nada.
Na verdade Deus criou tudo pelo Poder de Sua palavra, e como Ele como tudo procede D’Ele, assim pelo Caos ele também criou.
Muitos cristãos assumem que Deus criou o Mundo do nada, contudo não buscam entender, segundo as Escrituras, isso é, não buscam a verdade - pelo menos não diretamente. 
     - “Criação ex nihilo (do nada) é mais que um pressuposto filosofia grega que veio mais tarde. De acordo com o próprio relato da criação, Deus começou com o Caos em vez de com nada”. Diz Ryan Robinson – Teólogo cristão
Sobre isto, compilo o que diz Stanley Horton:
Do nada (latim ex nihilo) Deus criou os céus e a Terra.... o sujeito da criação é “Deus”. O verbo ‘bara', é usado no hebraico apenas e tão somente no tocante a atividade divina, jamais se refere a atividade "criadora" humana. Quem rejeita a Doutrina Bíblica Da Criação não deve ter o reverente temor a Deus, que lhe é devido por força de seus eternos atributos. No Antigo Testamento, "os céus e a terra" abrangem a inteireza do "Universo ordeiro e harmonioso". Nada existe que não tenha sido criado por Deus.”  
A Luz
No princípio era o Verbo, ... Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. E a luz resplandece nas trevas...João 1:1-5
A Ação da Luz
A Luz é a instância inicial da matéria, a primeira ação do Logos para a o start da Criação.
Estamos diante de “estados”: um o transcendental divino, ou metafísico, e a transição para o estado físico natural.
Foi neste momento da Criação que Deus compartilhou com a sua Criação, uma das suas qualidades, mas como Luz da Sua Glória, a Luz que favorece a Vida e anula a ação das trevas, impedindo-as de manter o estado do Caos na Terra. A Sua Própria Luz, como diz o texto, a Luz, que quando Ele se move reluz nas suas vestes: "...Ele cobre-se de luz como de um vestido, estende os céus...Salmos 104:2.
Esta Luz inicial, não foi criada pela energia de nenhuma ação geratriz, mas foi concedida pela ação do Eterno através do próprio Filho. Basta ler o contexto próximo imediato nos versos seguintes, com a constituição dos luminares.
“E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi. E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra, E para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom.” Gênesis 1:14-18
Um aspecto do Criador, que transcende o ato de criação é agora trazido para a História.
O salmista ao relatar a Criação, no inicio com o que eu chamo, de Revelação da Luz, para a proposta criativa de Deus, em seu plano, para a Terra, incluindo o homem, a ser estabelecido nesta.
Mostra-nos que a Glória divina, existente no Filho se torna física, para possibilitar a existência de Vida, seja em todas as formas, na forma antropológica e biológica.
Estás vestido de glória e de majestade, Ele cobre-se de luz como de um vestido, estende os céus como uma cortina.”Salmos 104:1,2.
Tenhamos clareza, Deus já havia criado vida em seres espirituais numa dimensão mística que não necessitava da Luz como o “anthropos” necessitaria, e também, claro, as demais modalidades de vidas, que favoreceriam o homem, bem como, os animais a serem colocados a disposição daquele.
Ele poderia criar outros tipos de vida, como muitos sonham e querem encontrar no Universo, tais como seres de formas absurdas ao entendimento e semelhança humana, mas Deus quis pelo seu eterno Poder criar a Vida, tal qual ela é, por se imanente D’Ele.
Formando O Firmamento e a Terra
 A Expansão
“...estende os céus como uma cortina. Põe nas águas as vigamentos das suas câmaras; faz das nuvens o seu carro, anda sobre as asas do vento. Faz dos ventos seus mensageiros, dos seus ministros, um fogo abrasador. Lançou os fundamentos da terra; para que não vacile em tempo algum. Tu a cobriste com o abismo, como com uma veste; as águas estavam sobre os montes.”
O estabelecimento da chamada porção seca se tornou possível, com a Luz.
O estabelecimento da ordem se tornou continuado, pela caótica disposição dos elementos que o Espírito santo havia mantido ao longo dos tempos.
Agora, o Eterno vai dispor estes elementos em uma formatação e disposição para uso na criação de um ambiente propício ao seu Plano Eternal, no qual caberia ao homem, seu gerente por excelência.
“E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas. E fez Deus a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão; e assim foi. E chamou Deus à expansão Céus, e foi a tarde e a manhã, o dia segundo. E disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca; e assim foi. E chamou Deus à porção seca Terra; e ao ajuntamento das águas chamou Mares; e viu Deus que era bom.” Gênesis 1:6-10 
É necessário sabermos que As águas estavam dispostas em todo o ambiente, naquele caos abissal e em trevas. Saindo das trevas, a situação agora, era dispor ordem nas águas.
Neste relato as Escrituras vão nominar algumas áreas terrestres e ditas celestes, sob o ponto de vista do homem aqui no solo.
Lendo Jó 38 e Provérbios
Expansão - Quando ele preparava os céus, aí estava eu, quando traçava o horizonte sobre a face do abismo;
Quando firmava as nuvens acima, quando fortificava as fontes do abismo.
Águas e águas - Quando eu lhe tracei limites, e lhe pus portas e ferrolhos,
Ou quem encerrou o mar com portas, quando este rompeu e saiu da madre;
Águas debaixo dos céus
Porção seca
Ou entraste tu até às origens do mar, ou passeaste no mais profundo do abismo?
Ajuntamento das águas
Separação entre águas debaixo da Expansão - Quando eu pus as nuvens por sua vestidura, e a escuridão por faixa?
Sabes tu as ordenanças dos céus, ou podes estabelecer o domínio deles sobre a terra?
Diz a Sabedoria: Quando ele preparava os céus, aí estava eu, quando traçava o horizonte sobre a face do abismo;
Quando firmava as nuvens acima, quando fortificava as fontes do abismo;
Quando fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando compunha os fundamentos da terra.
Então eu estava com ele, e era seu arquiteto
Provérbios 8:27,28;29,30
CONTINUA 

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical