segunda-feira, outubro 12

Angela Merkel, Chanceler da Alemanha: "Eu gostaria de ver mais pessoas que têm a coragem de dizer: "Eu sou um crente cristão".

Angela Merkel, a forte Chanceler da Alemanha, hoje, a maior líder da Europa, junto com o Premier Cameron, da Inglaterra, embora tenha sido criada no lado  Leste do Muro divisório da Alemanha, na Antiga Alemanha Oriental Comunista, é filha de Pastor Protestante, e professa a Fé Evangélica. Surpreendeu interlocutores em recente Palestra em Uma Universidade na Suíça, ao conclamar todos a lerem a Bíblia. Ao afirmar: ““Gostaria de ver mais pessoas tendo a coragem de dizer: “Eu sou cristão”. 
Lembrou que na Alemanha a frequência à igreja caiu significativamente. Sua sugestão é que ao invés de ter medo das pessoas de outra religião, as pessoas deveriam voltar para as raízes do continente. Lembrou que “nossa tradição é assistir a um culto na igreja e aprender alguns fundamentos bíblicos”. 
É necessário 'Cristãos corajosos com fundamentos bíblicos', diz Merkel, a chanceler alemã: "Todos nós temos a liberdade de ter a nossa religião, para praticá-la, e acreditar nela."
A chanceler alemã, Angela Merkel gostaria de ver mais cristãos corajosos que conhecem bem a sua fé, vão à igreja e estão abertos a se envolver em debates sociais construtivas.
A Chanceler alemã Angela Merkel é filha de um pastor e nunca escondeu sua fé. Em uma palestra recente na Universidade de Berna, Suíça, foi questionada sobre o “perigo” que os imigrantes muçulmanos representariam para a Europa. A reação de Merkel causou grande desconforto entre os ouvintes, pois foi um tanto inesperada. 
Afinal, pareceram ter saído de uma líder religiosa, não uma liderança política. Até o momento nenhuma igreja deu declarações tão incisivas sobre o assunto. Angela Merkel disse acreditar que a melhor resposta é os europeus terem “a coragem de ser cristãos, de fomentar o diálogo (com os muçulmanos), de voltar à Igreja, de se aprofundar de novo na Bíblia”. Depois acrescentou, “se você perguntar às crianças em idade escolar o que é o Pentecostes, as respostas provavelmente serão muito decepcionantes”.
O governo alemão está bastante envolvido na busca de uma solução para a crise dos imigrantes. Mas sua líder quis mostrar que não haveria motivos para se ter medo do Islã. Ela tem pedido dialogo e defende que “antes é necessário nos conhecermos e entendermos”.”
Em uma visita à Universidade de Berna (Suíça), a chanceler alemã foi questionado sobre um potencial "perigos da islamização da Europa". 
Angela Merkel respondeu dizendo que, embora o terrorismo islâmico seja uma realidade em países como a Síria, também é verdade que "tragicamente, esta é também uma realidade que tem a ver com a gente: muitos destes jovens que lutam por eles cresceram em nossos países . "
"O medo nunca foi um bom conselheiro", disse ela ao comentar algumas reações "defensivas" que ela tem visto em seu país.
"Culturas que são marcadas pelo medo não vão conquistar o seu futuro." 
MERKEL: Entende e disse: AS raízes cristãs da Europa
Merkel também aproveitou a oportunidade para falar sobre a identidade cristã que ajudou a forjar os valores europeus.
"Eu tenho que ser muito honesta. Todos nós temos a oportunidade e a liberdade de ter a nossa religião, de praticá-lo, e acreditar nela. Eu gostaria de ver mais pessoas que têm a coragem de dizer: "Eu sou uma crente cristão".
"E mais pessoas, que tenham a coragem de entrar em um diálogo sobre a fé", disse Merkel.
No contexto alemão, onde a freqüência às igrejas caiu significativamente, Merkel sugeriu que as pessoas devem voltar para a "tradição de assistir a um culto na igreja de vez em quando, e conhecer e ter alguns fundamentos bíblicos".
Muitos não têm uma compreensão de conceitos cristãos como Pentecostes, acrescentou.
O debate sobre o Islã e a identidade da Europa, ela concluiu, "poderia levar-nos lidar novamente com nossas próprias raízes e conhecê-los melhor."
Texto Compilado da reportagem do Evangelical Focus:
A Chanceler alemã Angela Merkel é filha de um pastor e nunca escondeu sua fé. Em uma palestra recente na Universidade de Berna, Suíça, foi questionada sobre o “perigo” que os imigrantes muçulmanos representariam para a Europa. A reação de Merkel causou grande desconforto entre os ouvintes, pois foi um tanto inesperada. Afinal, pareceram ter saído de uma líder religiosa, não uma liderança política. Até o momento nenhuma igreja deu declarações tão incisivas sobre o assunto. Angela Merkel disse acreditar que a melhor resposta é os europeus terem “a coragem de ser cristãos, de fomentar o diálogo (com os muçulmanos), de voltar à Igreja, de se aprofundar de novo na Bíblia”. Depois acrescentou, “se você perguntar às crianças em idade escolar o que é o Pentecostes, as respostas provavelmente serão muito decepcionantes”. O governo alemão está bastante envolvido na busca de uma solução para a crise dos imigrantes. Mas sua líder quis mostrar que não haveria motivos para se ter medo do Islã. Ela tem pedido dialogo e defende que “antes é necessário nos conhecermos e entendermos”.”

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical