sábado, outubro 10

A Criação dos Céus e da Terra - 4º Trimestre CPAD 2015 - Revisão em 17/10/2015

A Criação dos Céus e da Terra
4º Trimestre CPAD 2015
Estudo Subsído Pr Osvarela
Texto Áureo - “Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus, foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.” Hebreus 11:1-3
Leitura Bíblia Em Classe - Salmos 104:1-14
Bendize, ó minha alma, ao Senhor! Senhor, Deus meu, tu és magnificentíssimo! Estás vestido de glória e de majestade,
Ele cobre-se de luz como de um vestido, estende os céus como uma cortina.
Põe nas águas as vigamentos das suas câmaras; faz das nuvens o seu carro, anda sobre as asas do vento.
Faz dos ventos seus mensageiros, dos seus ministros, um fogo abrasador.
Lançou os fundamentos da terra; para que não vacile em tempo algum.
Tu a cobriste com o abismo, como com uma veste; as águas estavam sobre os montes.
À tua repreensão fugiram; à voz do teu trovão se apressaram.
Subiram aos montes, desceram aos vales, até ao lugar que para elas fundaste.
Limite lhes puseste, que não ultrapassarão, para que não tornem mais a cobrir a terra.
Tu, que nos vales fazes rebentar nascentes que correm entre os montes.
Dão de beber a todos os animais do campo; os jumentos monteses matam com elas a sua sede.
Junto delas habitam as aves do céu, cantando entre os ramos.
Ele faz crescer a erva para os animais, e a verdura, para o serviço do homem, para que tire da terra o alimento.
Etimologia
Vazia - no hebraico: tohuw ; sem forma e vazia; alguns afirmam, no mundo teológico hebraico, que este "break" foi planejado por Deus em primeiro lugar, pois era uma "destruição para fins de construção,"
Primeira Parte
I -Introdução
A saga da Criação é uma das mais importantes buscas da Humanidade. Como entender o que vemos e conhecemos, principalmente, o que não podemos alcançar: O Cosmos!
Ainda que a Ciência possa ter acesso limitado a alguns pontos do Universo, embora possamos tocar a terra onde vivemos, o homem, ainda busca conhecer a Terra como sua morada provisória e desconhecida em inumeráveis detalhes.
Disto brotam teorias e pesquisas. Despreza-se a revelação das Escrituras, pois a mente humana quer ir alem da mente de Deus.
“Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus, foram criados...”
A subjetividade da Fé é desprezada pela chamada Ciência, que deseja provas irrefutáveis.
O que para nós é bastante, para os descrentes é nada.
Como neste Estudo, no qual se fala sobre a origem do que foi criado.
De que foi criado cada elemento, seja ser vivo, seja elemento da terra, seja elemento da água, seja elemento do Cosmo?
De onde Deus buscou matéria-prima para sua Criação?
Faz-se necessário pelo menos citarmos algumas teorias, ou pensamentos existentes sobre a Criação e a origem, principalmente quanto a este primeiro verso bíblico.
II- Existem
A Teoria da lacuna
O Criacionismo Fiat. Outro modelo adotado pelos cristãos evangélicos hoje é o criacionismo Fiat, ou teoria da Terra jovem.
Criacionismo Progressivo ou teoria do dia-época. Os proponentes desse modelo argumentam que os dias da Criação, em Gênesis 1, conotam períodos parcialmente coincidentes de tempo indeterminado.
Costumam indicar textos no Antigo Testamento em que "dia" significa algo mais amplo que um dia literal de 24 horas.
Há a chamada Teoria da Lacuna, que ressalta a preexistência de uma Terra perfeita, ou uma criação primitiva, anterior a Terra citada no versículo 2. Lembro que um gráfico formulado/compilado [apud Dake] pelo pastor Lawrense Olsen (a quem conheci, e convivi e estudando na sua escola teológica, no RJ) aborda esta teoria, com diversidade quanto ao período da queda de Satanás. Cito como, e é uma Teoria, pois é de difícil confirmação no contexto geral das Escrituras.
Arthur Custance argumenta que a frase "sem forma e vazia" alude a uma expansão arruinada e devastada como resultado de um julgamento e que deve, portanto, ser interpretada como "uma ruína e uma desolação".
O que diz a Teoria da Lacuna: “segundo a Teoria da Lacuna, num passado muito remoto, houve uma "criação primitiva", referida em Gênesis 1.1. usando a referencia contextualizadora de Isaías 45.18Assim diz o Senhor que tem criado os céus, o Deus que formou a terra e a fez; ele a estabeleceu, não a criou vazia, mas a formou para que fosse habitada".
É baseada na queda de Lúcifer, que devido a esta sua derrocada atingira a terra e provocara sua ruína e caos. 
Ele teria sido o primeiro governante, da Terra, ainda um querubim ungido, em seu estado de pureza. Ela propõe que assim, Lúcifer/Satanás, antes da sua queda, governava a Terra pré-adâmica, que seria um reino originalmente perfeito.
Então ele, juntamente com as cidades e nações dos povos pré-adâmicos, rebelou-se, e a Terra (sob/ou seu domínio) foi amaldiçoada e destruída por uma inundação (cujos resultados são referidos em Gênesis 1.2: "a face do abismo").
Tudo isto viria a ser ordenado, principalmente as porções secas e as águas, numa fase posterior, à partir de Gênesis 1.2.
Mas, não nos firmamos nesta Teoria da Lacuna, apenas a citamos, para conhecimento de nossos leitores, por falta de maior contextualização bíblica, porém muitos já adentraram neste campo. Trata-se, porém campo complexo para firmar estudo categórico.
         Isaías 45.18 “Assim diz o Senhor que tem criado os céus, o Deus que formou a terra e a fez; ele a estabeleceu, não a criou vazia, mas a formou para que fosse habitada". Este versículo, segundo a Teoria da Lacuna, quer comprovar que Gênesis 1.2 não pode estar descrevendo a criação original de Deus como vazia e sem forma (tohu), mas que era uma ordem perfeita, que continha uniformidade, complexidade e vida. Mas, como Teoria tem suas brechas que aceitam refutações.
Alguns proponentes apontam o acento disjuntivo rebhia, introduzido pelos rabinos medievais entre Gênesis 1.1 e 1.2 para indicar uma subdivisão, o que teria provocado toda a celeuma quanto as Eras.
Além disso, a conjunção hebraica waw pode indicar "e", "mas" ou "ora". Então, optam por traduzir assim o versículo 2: "A terra tornou-se sem forma e vazia". Mas reconhecem que a Bíblia não declara o tempo que a Terra permaneceu nesse estado caótico (lacuna) - entre Gênesis 1.1 e 1.2.33
H. Thiessen diz: "O primeiro ato criador ocorreu no passado sem data, e entre ela e a obra dos seis dias há espaço bastante para todas as eras geológicas".
III – Para que Compatibilizar a Bíblia Com a Ciência?
Aqueles que querem compatibilizar a cronologia cientifica com a Criação usam alguns eventos, como a possível existência de um pré-dilúvio, para ver neles, Eras contidas em Genesis 1.1 O certo é que quase todos teólogos acreditam e muitos evitam discutir a existência de uma Era ou Eras neste curto conteúdo escrito por Moisés.
Creio que há realmente um conteúdo Temporal neste versículo, que ainda será revelado, ao tempo da revelação progressiva da Palavra de Deus, ou apenas ao estarmos com Cristo na Glória.
Os estudiosos do AT, eruditos e conservadores, em comum, reconhecem que Genesis 1.1 é uma Introdução resumida á História da Criação.
Como estudioso bíblico e Ensinador, tenho ensinado que a Escritura tem  uma forma original de ensinar e narrar eventos.
Parte sempre, de uma narrativa condensada e simples, para posteriormente narrar em detalhes todo o conteúdo interno do conteúdo condensado.
Isto já pode ser entendido e verificado no próprio início do Livro e do Texto em tela. 
A História da Criação do Homem é narrada de forma simples:
Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou”. Genesis 1.27
Para posteriormente detalhar a formação do Homem e da Mulher, com detalhes especiais.
Então Genesis 1.1 também pode ser lido e entendido sob esta regra de leitura exegética, bíblica.
De acordo com o próprio relato da criação, Deus começou com o Caos em vez de com nada. Claro, que isso não diz uma forma de/ou outra, na tentativa em  explicar como o Caos chegou lá. Se queremos abordar esse texto como um texto de Ciências, temos algumas perguntas interessantes. 
Estava esse vazio eternamente na Existência, ao lado de Deus? 
Ou Deus criou o vazio anteriormente, mas que parte da Criação não era suficientemente importante para ser citado na narrativa ou tocado ou usado na Criação?
Sendo assim, não há nenhum óbice em entendermos, que Deus na Criação da Terra usou, Nada, á partir, de um estado caótico, afinal, Ele é Deus Criador e como Oleiro pode formar e reformar toda a Obra da Criação, não criou o Universo nesta forma, nem criou um mundo pré-adâmico, apenas no processo de Criação.
Ele criou, a Terra, ainda sem forma e vazia, o que é viável, e espanca toda a tentativa de compreensão de outra visão bíblica, ainda que sobre a Bíblia, como a Teoria da Lacuna e outras compatibilizações teóricas, cronológicas, materiais e biológicas.
Podemos entender, que Deus criou a Terra, ainda sem forma e vazia. Ou seja, Deus não criou a Terra com sua forma atual de Continentes e Montanhas, nem com pessoas já habitando nela. 
Nos três primeiros dias, Ele deu forma à Criação; e nos três dias seguintes a encheu. 
O restante da narrativa na Bíblia refere-se a esses dias como Criação, e não como nova Criação. O termo verbal [inicial] bara' indicando iniciando a criação é a intenção básica para criar.
IV - Querendo Entender – Sofrimento da mente Humana. A Bíblia Elucida.
A questão que perturba a mente humana é baseada na origem do material usado por Deus, a origem destes e a substancia dos mesmos..
Principalmente para a formação dos elementos como água, terra, céus, nuvens e camadas que cobrem, o que hoje chamamos de céus.
Jó 38.9 “...quando eu lhe pus nuvens por vestidura, e escuridão por faixas
Já citamos Jó que fala da cama de recobrimento da Terra, descrita pelo próprio Deus, mas o proverbialista Salomão também descreve o inicio anterior ao que chamamos e é chamado de NADA:
Provérbios 8:26-30
Quando ele ainda não tinha feito a terra com seus campos, nem sequer o princípio do pó do mundo.
Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando traçava um círculo sobre a face do abismo,
Quando estabelecia o firmamento em cima, quando se firmavam as fontes do abismo,
Quando ele fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando traçava os fundamentos da terra,
Então eu estava ao seu lado como arquiteto...

CONTINUA

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical