sexta-feira, abril 29

A Maravilhosa Graça - 2º Trimestre de 2016 – Lição 05 - CPAD -

A Maravilhosa Graça
Estudo e edição: Pastor Osiel Varela
2º Trimestre de 2016 – Lição 05 - CPAD - Maravilhosa Graça - O Evangelho de JESUS CRISTO Revelado Na Carta Aos Romanos
TEXTO ÁUREO
"Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça." Romanos 6.14

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Romanos 6.1-12
2 - De modo nenhum! Nós que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?
3 - Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em JESUS CRISTO fomos batizados na sua morte?
4 - De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como CRISTO ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.
5 - Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição;
6 - sabendo isto: que o nosso velho homem foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, a fim de que não sirvamos mais ao pecado.
7 - Porque aquele que está morto está justificado do pecado.
8 - Ora, se já morremos com CRISTO, cremos que também com ele viveremos;
9 - sabendo que, havendo CRISTO ressuscitado dos mortos, já não morre; a morte não mais terá domínio sobre ele.
10 - Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para DEUS.
11 - Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para DEUS, em CRISTO JESUS, nosso Senhor.
12 - Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências;
Etimologia
מופת - mowpheth ou מפת  - mopheth; n m. maravilha, sinal, milagre, prodígio; maravilha (como uma demonstração especial do poder de Deus); sinal, símbolo (de evento futuro)
פלא - pele’; n. m. Maravilha, prodígio; maravilha (extraordinário, coisa difícil de se compreender); maravilha (referindo-se aos atos divinos de juízo e de redenção)
תמה - têmahh (aramaico); n. m. maravilha, milagre
θαυμασιος - thaumasios; adj. maravilhoso, magnífico; obras maravilhosas, milagres
θαυμαστος - thaumastos; adj. maravilhoso, magnífico; digno de admiração devota, admirável, excelente; o que vai além da compreensão humana; que causa admiração e terror ao mesmo tempo; magnífico; extraordinário, que chama atenção, surpreendente.
Graça
χαρις - charis; n f. graça; boa vontade, amável bondade, favor; da bondade misericordiosa pela qual Deus, exercendo sua santa influência sobre as almas, volta-as para Cristo; o que é devido à graça; lat. gratĭa,ae'agradecimento, reconhecimento; favor, benevolência; graça, beleza'
Na Septuaginta, o termo grego traduzido por “graça” é charis que significa “graça ou favor imerecido”. As Escrituras Hebraicas não possuem nenhum termo hebraico equivalente. Os termos originais hebraicos traduzidos na Septuaginta por charis são chanan ou chen, que se traduzem por “graça”, “favor” ou “misericórdia”.
חן - chen; n m. favor, graça, charme; favor, graça, elegância; favor, aceitação
חן  - Chen – idem anterior - n pr m. Hem = “favor”
As duas palavras hebraicas são usadas no Antigo Testamento para retratar o mesmo significado de Charis:
1) mostrar misericórdia para com o pobre - Provérbios 14.31;
2) proporcionar misericórdia àqueles que invocam a Deus em tempo de angústia - Salmos 4.1; 6.2; 31.9;
3) demonstrar favor a Israel no Egito - Êxodo 3.21; 11.3; 12.36;
4) (Deus) conceder Sua graça a Noé (Genesis 6.8), José (Genesis 39.21), Moisés (Êxodo 33.12,17), e Gideão (Juízes 6.17). Além disso, a graça de Deus será derramada sobre a nação de Israel no tempo da sua salvação (Zacarias 12.10).
O  conceito hebraico de Graça utiliza outros termos, tais como:
 - racham ou rachamim (i.e., “misericórdia”)
- echesed (“amor leal” ou “bondade”) são termos que ocorrem conjuntamente para,  no texto hebraico, explicar o conceito da graça de Deus, e que podem ser encontrados nos seguintes textos bíblicos
- Êxodo 34.6; Neemias 9.17; Salmos 86.15; 145.8; Joel 2.13; Jonas 4.2.
Graça - substantivo feminino; favor que se dispensa ou recebe; mercê, dádiva.
Na Teologia - Dom que Deus concede aos homens e que os torna capazes de alcançar a salvação. - Favor ou benefício concedido por Deus a um crente. Boa vontade para com (alguém); benevolência, estima.
χαρισμα - charisma; n n. favor que alguém recebe sem qualquer mérito próprio; dom da graça divina; economia da graça divina, pela qual o perdão do pecados e salvação eterna é apontada aos pecadores em consideração aos méritos de Cristo conquistados pela fé;
χαριτοω - charitoo; v. tornar gracioso; encantador, amável, agradável; favorecer muito, mostrar grande generosidade; honrar com bênçãos
חנמאל - Chanam’el; n pr m. Hananel = “Deus é gracioso”
חן - chen; n m. favor, graça, charme; favor, graça, elegância; favor, aceitação
חן  Chen – idem anterior - n pr m. Hem = “favor”
חין - chiyn; n m. beleza, graça
No caso de Ana é com o conceito de beleza ou charme - חנה – Channah - grego - Αννα; n pr f.Ana = “graça”
חנם - chinnam; adv. de graça, por nada, sem causa; grátis, gratuitamente, por nada; sem propósito, em vão; gratuitamente, sem causa, imerecidamente
חנס Chanec - de derivação egípcia; n pr loc. Hanes = “a graça fugiu”
שרוחןSharuwchen; no sentido de habitar; n. pr. loc. Saruém = “refúgio de graça”
תגמול - tagmuwl; n. m. benefício, ato de graça
εμφανης - emphanes; adj. Manifesto; fig. de Deus dando provas de sua graça salvadora e, desta maneira, manifestando-se
εμφανιζω - emphanizo; v. manifestar, exibir, tornar visível; mostrar-se, vir para ver, aparecer, ser manifesto; indicar, divulgar, declarar, tornar conhecido
ευαγγελιον - euaggelion; n n. boas novas; as boas novas da salvação através de Cristo; a proclamação da graça de Deus manifesta e garantida em Cristo; o evangelho.
καταλλαγη - katallage; n f. troca; do negócio de cambistas, que troca valores equivalentes;reconciliação, restauração à situação favorável anterior; no NT, da restauração da graça de Deus aos pecadores que se arrependem e colocam sua confiança na morte expiatória de Cristo
καταλλασσω katallasso; v. trocar; voltar a ter o favor de, ser reconciliado com alguém; receber alguém em favor, reconciliar
προσμενω - prosmeno; v. permanecer com, continuar com; manter-se firme a: a graça de Deus recebida pelo Evangelho
Discurso
- Graça é o dom gratuito de Deus ao homem num encontro transformante em que a criatura humana é restaurada. Através da graça, Deus confere ao homem a participação na vida divina fazendo-o Seu filho adotivo.
“Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.” João 1:12,13
A grande conquista do homem, não foi por seu mérito, mas totalmente por amor de Deus.
“E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade, Para louvor da glória de sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado, Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça,” Efésios 1:5-7
Importante entender que: “do ato de livre arbítrio de Deus pela qual, antes da fundação do mundo, decretou sua Graça a toda a Humanidade; decreto feito através da escolha pelo qual decidiu abençoar todos em Cristo apenas pela Graça;
“Porque a Graça Salvadora de Deus se há manifestado a todos os homensTito 2.11
O homem, sem distinção, mas todo o ser humano, foi alcançado pelo Favor da Graça. Mesmo após ao Dilúvio a Raça humana e a própria Criação, foi preservada [os homens através da multiplicação da família de Noé e a alimária, através, das espécies coletadas na Arca] e recebeu o favor de Deus, através da Aliança Noiaca:
“E eu, eis que estabeleço a minha aliança convosco e com a vossa descendência depois de vós. E com toda a alma vivente, que convosco está...” Gênesis 9:9,10
É alvo do livre arbítrio de Deus, que impede que haja acusação, a Deus, pelas suas escolhas em beneficiar algum grupo de seres humanos, pelo contrário ele elegeu o Ser Humano, O antrhopos para ser alvo de sua Maravilhosa Graça, igualitariamente.
Se não fora assim, Ele não seria Deus, com suas qualidades inerentes a Sua divindade e que o faz diferente de outros seres que vivem entre os espíritos, no mundo místico.
A qualidade de Deus, ou seja, uma das suas qualidades, é ser totalmente e imparcialmente Justo.
“Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou...Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.” Romanos 8:29-33
Sabemos que na Teologia cristã e no conceito etimológico significa “favor imerecido”. O termo original no grego “charis” deriva do verbo “charizomai”. Palavra que significa “mostrar favor para” e assume a bondade do doador e a indignidade do favorecido ou receptor da “charis”. Ocorre cerca de 150 (cento e cinquenta) vezes no Novo Testamento, sendo quase dois terços destas citações de autoria do Apóstolo Paulo.
“E dou graças ao que me tem confortado, a Cristo Jesus Senhor nosso, porque me teve por fiel ...; A mim, que dantes fui blasfemo, e perseguidor, e injurioso; mas alcancei misericórdia...” 1 Timóteo 1:12,13
“Assim também estes agora foram desobedientes, para também alcançarem misericórdia pela misericórdia a vós demonstrada.” Romanos 11:31
Quando comparada com a Misericórdia, numa sinonímia possível, devemos entender que a “misericórdia” é universal, mas a Graça é particular no sentido da aceitação por livre-arbítro.
Sendo assim, há uma Misericórdia estendida para todos os homens tal qual uma oferta divina para toda a Humanidade, desde Adão, pela Justiça de Deus, que não poderá ser acusado de injusto, por que alguns aceitam a Maravilhosa Graça a todos estendida e outros não se arrependem, mesmo após idêntico oferecimento. Com citações compiladas de Roger L. Smalling em “O que é a Graça?”
“Para que buscassem ao Senhor, se porventura, tateando, o pudessem achar; ainda que não está longe de cada um de nós; Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração. Sendo nós, pois, geração de Deus... Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam; Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou;” Atos 17:27-31
A Maravilhosa Graça é um Favor Eterno
Para nós, os homens, a Graça, como eu sempre digo: “ A Graça sempre foi Graça, independentemente do Tempo “cronos”, mas agora ela se mostra Maravilhosa, o estender a passagem para eternidade aos que, no tempo da plenitude, se colocam sob a sua ação, através de Jesus Cristo!
“E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança ... E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a... Gênesis 1:26-28
Quando Deus se propõe a criar o Mundo, para este ser a sede de vida da geração humana, e ser gerenciado pelos Homens, Ele o fez pelo beneplácito da Graça.
“Que nos salvou, e chamou com uma santa vocação; não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos dos séculos;” 2 Timóteo 1.9
Tendo em vista que a Misericórdia se baseia num pensamento divino de que todos venham a se arrepender, com a chance de se tornar filhos de Deus, mas a Graça é individualmente assertiva, para cada pecador, ou cada homem, por isto, Jesus morreu, particularmente pelos meus pecados e isto me faz ser alcançado pela Graça.
“E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade, Para louvor da glória de sua graça...” Efésios 1.5,6
“Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue...mas de Deus.” João 1:12,13
Graça e Salvação
Meio pelo qual somo retirados do Mundo, para sermos aceitos por Deus, em um ato de sua própria benevolência e beneplácito para com a Humanidade de forma individual. Acho importante entendermos que a Maravilhosa Graça é disposta universalmente, mas seu efeito é individual. Pois, cada homem dará conta de seus próprios atos, ainda que se insira num mundo de pecados em multidão será cobrado individualmente.
“Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos)” Efésios 2:4,5
A Eternidade da Graça, se manifesta na Trindade, Seja, no Pai, no Filho e no Espírito Santo, como podemos ler, nos versos abaixo: é uma característica do Eterno Deus e sem ela nada poderia subsistir literalmente, pois é Graça que move, sustenta e Salva, ainda que saibamos que nada do que foi feito, se fez, sem a presença divina, e não sem mantém, sem esta presença. Mas, no sentido da Maravilha da Graça tudo poderia ser instantaneamente aniquilado sem a subsistência da Graça, como favor de Deus aos homens, dado que não merecíamos este Dom divino.
Romanos 1.7 “A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados santos: Graça e paz de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.”
Gálatas 6. 18 “A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja, irmãos, com o vosso espírito! Amém.”
Zacarias 12. 10 “Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram;”

CONTINUA

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical