quinta-feira, fevereiro 5

A Maldição do Pecado - Lição 06 - CPAD

A MALDIÇÃO DO PECADO.
Lição 06- CPAD Autor:Osvarela
Texto Áureo:
Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor. Rm. 6.23.
Leitura em Classe:
Josué 7.1,5-7;11,12.
Leituras para Meditação:
Rm 7. 7.ss:
Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Contudo, eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás. Mas o pecado, tomando ocasião, pelo mandamento operou em mim toda espécie de concupiscência; porquanto onde não há lei está morto o pecado. E outrora eu vivia sem a lei; mas assim que veio o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri; Logo o bom tornou-se morte para mim? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado, operou em mim a morte por meio do bem; a fim de que pelo mandamento o pecado se manifestasse excessivamente maligno.
Gn. 4. 5.ss: mas para Caim e para a sua oferta não atentou. Pelo que irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante. Então o Senhor perguntou a Caim: Por que te iraste? e por que está descaído o teu semblante? Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar.
“... e se não procederes bem, o pecado jaz à porta” – este trecho do aviso de Deus, significa literalmente: Um demônio agachado junto à entrada, prestes a saltar sobre o que vai praticar o pecado.
A Maldição primária edênica:
Maldição a serpente:

Gn.3. 14-15: Então o Senhor Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isso, maldita serás tu dentre todos os animais domésticos, e dentre todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida.Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a sua descendência; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.
Maldição a mulher:
Gn.3.16: E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a dor da tua conceição; em dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará.
Maldição ao Homem:
Gn.3.17: E ao homem disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei dizendo: Não comerás dela; maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida.18 Ela te produzirá espinhos e abrolhos; e comerás das ervas do campo.19 Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela foste tomado; porquanto és pó, e ao pó tornarás.
Maldição do Terra por causa do Homem:
Gn.3.17: ...maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida.18 Ela te produzirá espinhos e abrolhos
O oportunismo do pecado e o pecado do oportunismo:
A LENIENCIA DE ACÃ QUANTO A ORDEM DE DEUS FRUTIFICOU EM PECADO QUE TROUXE MALDIÇÃO AO POVO HEBREU.
JOSUÉ 7.1: Mas os filhos de Israel cometeram uma transgressão no tocante ao anátema, pois Acã, filho de Carmi, filho de Zabdi, filho de Zerá, da tribo de Judá, tomou do anátema;
Anátema:
O fulcro desta lição é a maldição proveniente do pecado de Acã.

Deus nos fez entender, que, o Fato correu por:
Oportunismo – aliado e arma fatal do pecado em seu alto grau de malignidade.
Desobediência – Acã olvidou e foi leniente em obedecer ao Senhor, através da ordem dada por Josué o seu profeta e líder.
Concupiscência – uso do olhar engodado e embaçado pelos valores materiais deste mundo, um olhar mudado ao ver tesouros que não são seus. Js. 7.21: quando vi entre os despojos uma boa capa babilônica, e duzentos siclos de prata, e uma cunha de ouro do peso de cinqüenta siclos...
Egoísmo – Acã foi extremamente egoísta, ao pegar para si e sua família, o anátema, pensando que este lhe poderia ajudar em seu sustento, desprezando o sustento de Deus, do qual ele era uma testemunha ocular, das providências de seu povo e de sua família.
Js. 6.18:Mas quanto a vós, guardai-vos do anátema, para que, depois de o terdes feito tal, não tomeis dele coisa alguma, e não façais anátema o arraial de Israel, e o perturbeis.
Cobiça - é desejar possuir o que não nos pertence.
Js. 7.19-21: Então disse Josué a Acã: Filho meu, dá, peço-te, glória ao Senhor Deus de Israel, e faze confissão perante ele. Declara-me agora o que fizeste; não mo ocultes. Respondeu Acã a Josué: Verdadeiramente pequei contra o Senhor Deus de Israel, e eis o que fiz: quando vi entre os despojos uma boa capa babilônica, e duzentos siclos de prata, e uma cunha de ouro do peso de cinqüenta siclos, cobicei-os e tomei-os.
Prevaricação - Prevaricar é: Agir secretamente, às escondidas de maneira desleal.
Js.7. 11: Israel pecou e transgrediu. Vs.21: eis que estão escondidos na terra, no meio da minha tenda, e a prata debaixo da capa.
Mudança do objetivo do saque:
Deus determinara, e era praxe o saque das cidades conquistadas, além de que Deus queria mostrar que tudo era dele, e era o dominador de todos os povos, para isto o povo hebreu foi levantado, como proclamador e testemunha deste poder.
Preste atenção, nesta afirmação: Acã não subtraiu algo maldito, mas algo que Deus reservara para si.
Entenda esta afirmação, lendo as definições pesquisadas, sobre a palavra anátema, que estão no corpo deste texto.
Como ele outros personagens bíblicos agiram, da mesma maneira:
I Sm.15.9: “mas Saul e o povo pouparam Agag e tudo o que havia de melhor do gado miúdo e graúdo, os animais gordos e as ovelhas, enfim, tudo o que havia de bom não quiseram incluí-lo no anátema”.
O pecado se manifesta na oportunidade de tirar proveito daquilo que é de Deus, e sempre pela concupiscência dos olhos engodados pelo desejo de possuir.
Js.6.17.ss: A cidade, porém, com tudo quanto nela houver, será anátema ao Senhor; somente a prostituta Raabe viverá, ela e todos os que com ela estiverem em casa, porquanto escondeu os mensageiros que enviamos. Mas quanto a vós, guardai-vos do anátema, para que, depois de o terdes feito tal, não tomeis dele coisa alguma, e não façais anátema o arraial de Israel, e o perturbeis. Contudo, toda a prata, e o ouro, e os vasos de bronze e de ferro, são consagrados ao Senhor; irão para o tesouro do Senhor.
*Anátema :
**A palavra na sua origem grega é formada da preposição aná – em cima, sobre e de uma forma do verbo tithemi – pôr, colocar.
Em grego este termo indicava uma oferta votiva para o sacrifício, ou que era colocada em cima do altar.
O seu significado atual:
Excomunhão, condenação, maldição, reprovação enérgica, repreensão solene, é fruto da transformação semântica.
Júlio Nogueira diz que a palavra anátema depois passou a significar o que o espírito do mal põe de lado, isto é, coisa maldita.
Temos em grego duas palavras para anátema, isto é, anavqema e anavqhma, uma com épsilon e a outra com eta.
Crêem alguns, serem ambas a mesma palavra com grafia diferente; como as variantes portuguesas coisa e cousa; flecha e frecha.
No grego bíblico as duas formas apresentam diferença de significação, pois anavqema significa dedicado em um mau sentido e anavqhma, num sentido positivo.
Um confronto entre as passagens de Atos 23:14; Rom. 9:3; I Cor. 12:3; Gál. 1:8 com Luc. 21:5 nos convencerão desta realidade.
Nas quatro primeiras encontramos anátema com e breve e na última com e longo.
Na Septuaginta (tradução do hebraico para o grego do Velho Testamento) encontramos a palavra anátema traduzindo a hebraica hérem, com a idéia de:
Coisa dedicada, devotada, mas também amaldiçoada.
Confirme nas passagens de Lev. 27:28; Núm. 21: 3 e Deut. 7:26.
O Dicionário de Arndt and Gingrich apresenta o mesmo significado para estas duas formas.
Mais definição:
O termo hebraico para anátema é “herem”, que significa excomunhão, destruição, extermínio, abominação, injustiça. No grego denota algo que se põe de lado ou que é suspenso.
No Novo Testamento expressa uma maldição: “Se alguém não ama ao Senhor Jesus Cristo, seja anátema” (1 Co. 16:22).
Esse vocábulo é usado em 3 modos diferentes:
No contexto profético significa o ato de extermínio.
No contexto sacerdotal se trata do sacrifício que é dado a YHWH quando se paga uma promessa.
Na história deuteronomística, da qual 1Samuel faz parte, é o objeto que tem que ser eliminado, como diz Deuteronômio: 7,1 e 13,18.
YHWH promete que quando o povo entrar na Terra Prometida, todos os inimigos serão vencidos e deverão ser exterminados completamente, sem piedade.
Anátema - Ou “extermínio”(em hebraico herem ), significa uma pessoa, animal ou coisa que alguém subtrai do uso profano, consagrando-a a Deus (Dt 12,12-14; Js 11,11.14).
Tal “anátema” não podia ser resgatado, e muitas vezes devia ser destruído (cf. Js 6,17 e 1Sm 15,3; Jz 11,30-31 e nota).
Com o tempo, “anátema” indicava apenas objetos oferecidos a Deus (Lv 27,28; Ez 44,27; Mc 7,11; Lc 21,5). Neste sentido Paulo diz que desejava ser “anátema” de Cristo em favor dos judeus (cf. Rm 9,2-5:... 2 que tenho grande tristeza e incessante dor no meu coração... Porque eu mesmo desejaria ser separado de Cristo).
Mas, no NT “anátema” podia significar também exclusão temporária ou definitiva de uma pessoa do culto e da comunidade (1Cor 16,22: Se alguém não ama ao Senhor, seja anátema!; Gl 1,8-9:... Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.; No AT cf. Esd 10,8: e que todo aquele que dentro de três dias não viesse, segundo o conselho dos oficiais e dos anciãos, toda a sua fazenda se pusesse em interdito, e fosse ele excluído ou separado da congregação dos que voltaram do cativeiro.).
Considere a definição, abaixo, como uma sucinta definição:
Esta palavra (Herem) tem dois significados:
a) Coisas dedicadas a Deus.
a-1) Que coisas seriam dedicadas a Deus? (Jericó).
Js.6. 17 e 19 - Prata, Ouro, Bronze, Ferro, Raab e sua Família.
b) Coisas dedicadas para destruição.
b-1) Que coisas seriam dedicadas para destruição? (Jericó).
Js.6. 17,21,24 - Homens, Mulheres, Jovens, Crianças, Velhos, Bois, Ovelhas, Jumentos e toda cidade.
Agora você pode entender o alto nível e a gravidade do pecado de Acã, um paralelo com Ananias e Safira [At.5] é possível.
O impedimento provocado pelo uso irregular do Anátema:
Perda para todo o povo:
Cria desânimo na liderança:
– Js.7.10.ss: Respondeu o Senhor a Josué: Levanta-te! por que estás assim prostrado com o rosto em terra? Israel pecou; eles transgrediram o meu pacto que lhes tinha ordenado; tomaram do anátema, furtaram-no e, dissimulando, esconderam-no entre a sua bagagem. Por isso os filhos de Israel não puderam subsistir perante os seus inimigos, viraram as costas diante deles, porquanto se fizeram anátema. Não serei mais convosco, se não destruirdes o anátema do meio de vós.
Nesta passagem você poderá verificar e entender, o uso da palavra anátema como:
Algo separado para Deus – ‘eles transgrediram o meu pacto que lhes tinha ordenado; tomaram do anátema, furtaram-no...
E como algo amaldiçoado – ‘porquanto se fizeram anátema’.
Morte;
Impedidos de dar Glória à Deus;
Js.7.19: Então disse Josué a Acã: Filho meu, dá, peço-te, glória ao Senhor Deus de Israel, e faze confissão perante ele. Declara-me agora o que fizeste; não mo ocultes.
Mesmo confessando é levado a Morte.
Encontramos aqui, um diferencial paralelo ao caso, já citado neste texto de Ananias e Safira, deus não mitigou a maldição sobre a família de Acã, mas executou a sentença.
Hb.12. 16-17: e ninguém seja devasso, ou profano como Esaú, que por uma simples refeição vendeu o seu direito de primogenitura. Porque bem sabeis que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado; porque não achou lugar de arrependimento, ainda que o buscou diligentemente com lágrimas.
O pecado contamina todo o corpo da Congregação.
Ag. 2. 11.ss:
Assim diz o Senhor dos exércitos: Pergunta agora aos sacerdotes, acerca da lei, dizendo: Se alguém levar na aba de suas vestes carne santa, e com a sua aba tocar no pão, ou no guisado, ou no vinho, ou no azeite, ou em qualquer outro mantimento, ficará este santificado? E os sacerdotes responderam: Não. Então perguntou Ageu: Se alguém, que for contaminado pelo contato com o corpo morto, tocar nalguma destas coisas, ficará ela imunda? E os sacerdotes responderam: Ficará imunda. Ao que respondeu Ageu, dizendo: Assim é este povo, e assim é esta nação diante de mim, diz o Senhor; assim é toda a obra das suas mãos; e tudo o que ali oferecem imundo é.Ficou assim a situação de Israel depois do pecado de Acã.
I Co.5. 9.ss:
Já por carta vos escrevi que não vos comunicásseis com os que se prostituem; com isso não me referia à comunicação em geral com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo. Mas agora vos escrevo que não vos comuniqueis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal nem sequer comais. Pois, que me importa julgar os que estão de fora? Não julgais vós os que estão de dentro? Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai esse iníquo do meio de vós.
Só tem uma solução:
Para Deus operar o milagre da travessia do Rio Jordão, ele mandou Josué dizer ao povo:
Santificai-vos!

Agora para que o pecado fosse extirpado e Deus pudesse continuar a operar no meio de Seu povo a ordem é renovada, para o povo continuar alcançando o seu objetivo: a continuidade da operação de Deus ao seu lado na conquista da Terra Prometida.
Santificação:
Js.7. 13: Levanta-te santifica o povo, e dize-lhe: Santificai-vos para amanhã, pois assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Anátema há no meio de ti, Israel; não poderás suster-te diante dos teus inimigos, enquanto não tirares do meio de ti o anátema.
Deus ainda dá tempo para o povo se arrepender, mas Acã manteve-se quieto e não procurou confessar, à tempo, a Josué o seu erro.Infere-se que para enterrar seu anátema Acã precisou de ajuda de alguém mais de sua família.
Desenterrar o anátema e enterrar o pecado:
Js.7.22. ss:
Então Josué enviou mensageiros, que foram correndo à tenda; e eis que tudo estava escondido na sua tenda, estando a prata debaixo da capa. E disse Josué: Por que nos perturbaste? Hoje o Senhor te perturbará a ti: E todo o Israel o apedrejou; queimaram-nos no fogo, e os apedrejaram: E levantaram sobre ele um grande montão de pedras, que permanece até o dia de hoje. E o Senhor se apartou do ardor da sua ira. Por isso se chama aquele lugar até hoje o vale de Acor.
Um montão clamando por lembrança de que devemos obedecer integralmente, as ordens de Deus, para que não retenhamos o que é anátema de Deus.
Graças a Deus que posteriormente Deus transforma o Vale de Acor em Vale de esperança ou Porta de Esperança.
Os. 2.15: E lhe darei as suas vinhas dali, e o vale de Acor por porta de esperança;
Is. 65. 10: E Sarom servirá de pasto de rebanhos, e o vale de Acor de repouso de gado, para o meu povo, que me buscou.
Isto se buscarmos à Deus de todo o coração!Aleluia.
Entendendo a questão da maldição:
Para podermos melhor explicar esta Lição se faz necessário, uma explicação ou um olhar com mais acuidade sobre a questão da Maldição.
Que tipos há de Maldição?
A maldição aparece na Bíblia quando da proclamação do protoevangelho em Gn.3.15: “Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a sua descendência; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar”.
No contexto próximo, isto no texto anterior e posterior desta Proclamação [kerigma] vai encontrar a maldição sendo declarada por Deus, sobre aqueles que desobedeceram aos princípios eternos de sua Palavra.
Devemos entender que quando o protoevangelho foi proclamado, uma parte integral desse evangelho:
- boas-novas

Foi a maldição de Deus que colocava toda a criação sob sua ira.
Quando Deus pronunciou uma maldição, ele reteve aqueles que estavam sob sua ira e os removeu da esfera de bênção ou removeu as bênçãos deles.
Deus pronunciou quatro maldições quando abordou Adão, Eva e Caim.
Para serpente:

O termo 'arûr é usado quando ele se dirige à serpente (Gn 3.14);
Deus pronunciou uma maldição contra a serpente: 'arûr 'attah miccal-habbehemâ (maldita és entre todos os animais domésticos, RA).
Para Satanás:
A maldição dirigida à serpente, no entanto, também foi dirigida diretamente a Satanás.
Esta maldição foi absoluta.
Satanás teria sua cabeça esmagada; ele seria completamente dominado, derrotado e feito impotente.
A sua vida e o envolvimento no reino cósmico de Deus chegariam a um fim.
Esta maldição foi dirigida a Satanás e sua semente, seus seguidores demoníacos e aqueles da raça humana que permanecessem sob seu controle e a seu serviço.
O pronunciamento desta maldição sobre Satanás incluiu uma promessa de vitória para a mulher e sua semente porque do esmagamento de Satanás viria a vitória e a continuidade de vida para aqueles da raça humana que viessem a ser incluídos na semente da mulher.
Para o homem –ADAM - Adão e seu filho Caim:
Adão - Primeiro, foi declarada a razão para a maldição de Deus com relação a Adão: “kî sama ta leqôl 'iseteka” (porque “atendeste a voz de tua mulher”).
Uma repreensão é inferida, a qual é particularmente óbvia porque Deus acrescentou, "eu te ordenara que não comesses” dela (Gn 3.17).
Adão não ouviu nem obedeceu a seu Senhor: ele havia seguido sua esposa desviada.
Mas Adão recebeu mais do que uma repreensão.
A ele, a quem havia sido dado o domínio sobre o cosmos [Gn.1.28: Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai...], um mandato [autoridade] para mantê-lo e cultivá-lo e dele receber o alimento para o sustento da vida física, foi dito que a maldição de Deus estava sobre “há ádamâh” (o solo, ou a terra) por causa do que ele, Adão, havia feito.
Rm.8. 19.ss: Porque a criação aguarda com ardente expectativa a revelação dos filhos de Deus. Porquanto a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa daquele que a sujeitou, na esperança de que também a própria criação há de ser liberta do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação, conjuntamente, geme e está com dores de parto até agora; e não só ela, mas até nós, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, aguardando a nossa adoração, a saber, a redenção do nosso corpo.
O local de trabalho do gerente de Deus, mandatário co-trabalhador real de Deus, se tornaria, doravante, um lugar de trabalho difícil, de atividade desagradável e de resistência a seus esforços. Seu trabalho não seria uma maldição; sofrimento e frustração no seu trabalho, sim.
Vários termos têm sido usados para descrever o que Deus disse: labuta dolorosa, suor, espinhos e cardos[planta composta de folhas espinhosas,tida como praga na lavoura], em lugar da planta da vida apropriada para alimento.
Sua existência física temporária continuada deveria depender de uma terra hostil e refratária. Mas, essa maldição sobre o solo deve ser considerada como mitigada, pois Adão não seria separado completa e imediatamente do seu lugar de trabalho e fonte de sustento.
Ambos, ele e o solo continuariam juntos, mas nessa proximidade existiria muito desapontamento, frustração, dor e destruição.
Pode-se inferir uma série de outras dificuldades, a partir desta maldição:
Velhice
Doenças
Falta de alimento
Secas
Áreas desérticas
Fome no Mundo
Abrolhos
Solos inférteis
E um final:
Retorno ao pó, i.e., a morte física e a deterioração do corpo.
Quando ele se dirige a Adão e referiu-se a ha 'adamâI (o solo) (Gn 3.17); o mesmo quando ele se dirigiu a Caim (Gn 4.11). O conceito expresso pelo termo aparece freqüentemente nas Escrituras.
Deus abordou Caim inicialmente quando este estava muito aborrecido (Gn 4.6). vide inicial.
Mas Caim manifestou o crescimento do pecado; em ira e ciúme, ele assassinou seu irmão.
Então, Deus veio a Caim novamente e pronunciou uma maldição sobre ele: we attâh arûr min ha adamâh (e agora amaldiçoado seja você sobre a terra).
Gn 4.11.ss: Agora maldito és tu desde a terra, que abriu a sua boca para da tua mão receber o sangue de teu irmão. Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e vagabundo serás na terra. Então disse Caim ao Senhor: É maior a minha punição do que a que eu possa suportar. Eis que hoje me lanças da face da terra; também da tua presença ficarei escondido; serei fugitivo e vagabundo na terra.
O solo encharcado com sangue não seria seu lar nem seu lugar seguro de trabalho, ele passou a se errante sobre a terra.
Para a mulher – Eva:
Deus Yahweh se dirigiu a Eva diretamente; o termo "maldição" não é usado. Mas, indiretamente ela atingida no pronunciamento da maldição para Satanás; não porque ela seria poupada das conseqüências do seu pecado, mas porque ela, sendo a portadora da semente, sofreria eseb (dor) enquanto cumprisse seu privilégio e responsabilidade de ser mãe.
A maldição pronunciada sobre Satanás e sua semente, com a declaração correlata de vitória e vida para a semente da mulher, também incluiu um pronunciamento da maldição sobre a semente da mulher.
A ira de Deus Yahweh seria sentida no "esmagamento no calcanhar".
Esta é uma declaração eufemística que, no processo do tempo e da história, foi demonstrada como sendo uma referência ao sofrimento, condenação, morte e sepultamento de Jesus Cristo que sofreu a ira de Deus e teve a maldição da humanidade colocada sobre si (Rm 5.9; 1 Ts 1.10; Gl 3.10-13).
Outros termos para maldição na língua do Antigo testamento:
“Visto que em Israel, Deus é o guarda de toda a ordem e o supremo legislador [Ex.19] o AT atribui a um maldição imposta por Deus, ou em seu nome, a eficácia de causar a calamidade ou prejuízo ou juízo prenunciada”. Dic. Fredericus A Stein. Nota:com inserções do editor.
Ainda que outros termos hebraicos sejam traduzidos por "maldição":
Qalal / Qelalah - O sentido básico de sua raiz quer dizer “diminuir”, “lidar desdenhosamente”, “ridicularizar”, “zombar”. Fazer desprezível ; opróbrio, vergonha; to curse a maldição; sempre aparece associado à idéia tradicional de “lançar uma praga”, “proferir uma maldição”. Seus efeitos podem ser trágicos e duradouros, do ponto de vista espiritual. Deuteronômio 27 e 28. “E estes para amaldiçoar [qalal], estarão sobre o monte Ebal” (v. 13).
Acã julgou como coisa vã, e invalidou e desprezou a ordem de Deus, tornando-a desprezível.
ALAH – Quando uma maldição trouxe efeitos desastrosos, sobre uma pessoa, sobre nação, sobre um povo, sobre um país, esta pessoa se tornou “uma maldição”.
Foi o que ocorreu com Acã.
Sempre descreve uma maldição com origem na quebra da aliança com Deus.
Deuteronômio 27 e 28, quando Deus realizou um pacto com o seu povo, ele adverte: “ninguém que, ouvindo as palavras desta maldição [ALAH], se abençoe no íntimo, dizendo: Terei paz, ainda que ande na perversidade do meu coração”; e, ainda diz mais: “O SENHOR o separará de todas as tribos de Israel para calamidade, segundo todas as maldições [ALAH] da aliança escrita neste livro da lei.”
Acã ficou sem paz, de tal forma, que não pode dar Glória a Deus.
Js.7. 19: Então disse Josué a Acã: Filho meu, dá, peço-te, glória ao Senhor Deus de Israel, e faze confissão perante ele. Declara-me agora o que fizeste; não mo ocultes.
‘ARAR - palavra usada pelas Escrituras para descrever uma pessoa debaixo da maldição. Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento, “Com base no acadiano ARÃRU, ‘capturar, prender’, e no substantivo IRRITU, ‘armadilha, funda’ Arar significa ‘prender’ (espiritualmente), cercar com obstáculos, deixar sem forças para resistir”.
É exatamente assim que a maldição atua sobre quem a possuiu: prende-a em uma área de sua vida.
Não foi isto exatamente que aconteceu, pelo processo federativo, com o povo hebreu através de Acã?
qabab –ou profanado/profanação-
naqab,
za'am – significa propriamente ameaçar, mas uma ameaça, sobretudo quando proferida por Deus, pode ser igual a “ maldição”.
A forma passiva do verbo 'arar expressa com a maior força a intenção do que Yahweh disse.
Em hebraico, a idéia de "reter" é proeminente.

Por essa razão, aqueles que são amaldiçoados, são retidos, banidos [Acã e sua família], e separados de uma circunstância ou situação original ou preferida.
O que aconteceu com Israel, após o anátema ser escondido, as bênçãos foram retidas e a desgraça da derrota acampou literalmente no arraial dos hebreus.
Em grego, aparecem quatro:
ANATHEMA,
KATARAOMAI,
KAKOLOGEO
RHAKA
Mitigando a maldição:
Mas a maldição não era absoluta em todos os casos; na verdade, era uma maldição mitigada na maioria dos casos.
Mas a maldição de Satanás foi em termos absolutos e sem escape ele está condenado.
Assim, como ocorreu com Acã, pela desobediência e por tomar o anátema divino.
A proposta federativa hebréia estabelecida pelo próprio Deus, levou todos, a uma só condição:
A Maldição do pecado de um – Acã - atingiu à todos.
Entenda pelo que a própria Bíblia diz:

JOSUÉ 7.1: Mas os filhos de Israel cometeram uma transgressão no tocante ao anátema, pois Acã, filho de Carmi, filho de Zabdi, filho de Zerá, da tribo de Judá, tomou do anátema;
O texto bíblico generaliza para toda a congregação sob a bandeira de Jeová o pecado pessoal de Acã.
O termo federativo, em uma de suas definições, quer dizer, numa versão livre, de minha lavra:
Uma reunião de pessoas em grupos que formam um só povo, assim como na Igreja, tendo um por cabeça, assim como na questão do pecado “todos pecaram”, ou seja, como o cabeça da federação dos homens pecou, todos os homens pecaram.
Rm.3. 23: Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus
Rm.5. 16 Também não é assim o dom como a ofensa, que veio por um só que pecou;
I Co.10. 8: Nem nos prostituamos, como alguns deles fizeram; e caíram num só dia vinte e três mil.
I Co.12.12: Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros do corpo, embora muitos, formam um só corpo, assim também é Cristo.
Voltando ao tema principal da Lição:
O pecado de Acã.

A forma como Deus se pronuncia enquanto o pecado de Acã, não é confessado é que Ele não pode agir e andar com o seu povo.
Js.7.12: Não serei mais convosco, se não destruirdes o anátema do meio de vós.
A cabeça das tribos estava contaminada:
Js.7.16.ss: Então Josué se levantou de madrugada, e fez chegar Israel segundo as suas tribos, e foi tomada por sorte a tribo de Judá; fez chegar a tribo de Judá, e foi tomada a família dos zeraítas; fez chegar a família dos zeraítas, homem por homem, e foi tomado Zabdi; fez chegar a casa de Zabdi, homem por homem, e foi tomado Acã, filho de Carmi, filho de Zabdi, filho de Zerá, da tribo de Judá.
Deus poupou todas as tribos revelando diretamente por sorte [talvez Urim ou Tumim], que a primeira tribo a ser inquirida fosse a tribo de Judá.
É relevante que na tribo de onde o cetro não se apartaria, estivesse escondido o anátema.
Deus não quer que nós como líderes sejamos encontrados com anátema em nossas tendas, como cabeça do lar, em nosso lar, como líder de um departamento, como reis e sacerdotes.[Ap.1]
Da mesma forma, satanás procura atingir os líderes, que por Deus são colocados como cabeça sobre o rebanho, sobre um coral, sobre o Círculo de Oração, mas, ele já teve a sua cabeça pisada na Cruz do Calvário, Monte da Redenção.Aleluia!
Conclusão:
A lição nos mostra que em algumas vezes, vemos os nossos trabalhos, definhando ou perdendo pelejas e não entendemos o que está acontecendo.
Como Eliseu com a mulher que perdeu o filho[II Rs.4.27: porém, o homem de Deus lhe disse: Deixa-a, porque a sua alma está em amargura, e o Senhor mo encobriu, e não mo manifestou.], algumas vezes, Deus não nos mostra, o que está ocorrendo, mas a sensibilidade do homem ou mulher de Deus, lhe leva ao discernimento que é preciso passar o povo sob revista, como um pastor passa as ovelhas para verificar doenças, carrapichos, algo sob a lã, que não pode ser visto e aí ao berro da ovelha, tocada naquele lugar é descoberto o erro.
Que Deus nos de sabedoria e discernimento de Josué para procedermos assim e extirpar o anátema de nosso meio.
Js.7. 6: Então Josué rasgou as suas vestes, e se prostrou com o rosto em terra perante a arca do Senhor até a tarde, ele e os anciãos de Israel; e deitaram pó sobre as suas cabeças.
Procuremos a resposta na Oração e clamor ao Deus dos céus para podermos obter a visão necessária do que está ocorrendo no meio do povo.
Js.7. 10.ss: Respondeu o Senhor a Josué: Levanta-te! Por que estás assim prostrado com o rosto em terra? Israel pecou; eles transgrediram o meu pacto que lhes tinha ordenado; tomaram do anátema, furtaram-no e, dissimulando, esconderam-no entre a sua bagagem.
É importante insistir, em um ponto, que está nestes versículos:
Deus trouxe a peste a derrota ao povo, pois o povo havia furtado o que Deus determinara como anátema, ou seja algo separado para seu tesouro.
Então, procuramos, mais uma vez, ressaltar, aqui anátema, não leva a adjetivação usual de coisa maldita, mas de coisa separada.
Já no versículo abaixo a palavra é usada pelo próprio Deus como coisa vil e amaldiçoada.
Porque Acã furtara o que devia ser separado, trazendo maldição sobre o bem a ser despojado e separado para Deus.
Js.7. 12: Por isso os filhos de Israel não puderam subsistir perante os seus inimigos, viraram as costas diante deles, porquanto se fizeram anátema. Não serei mais convosco, se não destruirdes o anátema do meio de vós.
Que Deus nos guarde de reter pecado no nosso meio.
É necessário santificação, extirpar o pecado do nosso meio, madrugar na presença de Deus, para obtermos vitória sobre os nossos inimigos.
Js.7. 13: Levanta-te santifica o povo, e dize-lhe: Santificai-vos para amanhã, pois assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Anátema há no meio de ti, Israel; não poderás suster-te diante dos teus inimigos, enquanto não tirares do meio de ti o anátema.
Fonte:
Lição bíblica CPAD – 2009
Dicionário Aurélio
Dicionário bíblico-teológico Fredericus A Stein
Pastor Luís Gonçalves.
UPM - Teologia da Aliança - - Adaptação de Criação e Consumação
* Da apostila Explicação de Textos de Difícil Interpretação - Pastor Pedro Apolinário –‘In memorian’
** compilado pelo editor.
Jaime Nunes Mendes
Pr. Ivan Canhadas
Pr. Arnaldo Henríquez.
Pr. Alcione Emerich
Apontamentos do autor

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical