sexta-feira, outubro 2

A VOCAÇÃO DE DAVI - Lição 1 CPAD – 4º Trimestre 2009.


Autor: Osvarela

TEXTO ÁUREO:

I Sm.13.14. Porém, agora, não subsistirá o teu reino; já tem buscado o Senhor para si um homem segundo o seu coração, e já lhe tem ordenado o Senhor que seja chefe sobre o seu povo, porquanto não guardaste o que o Senhor te ordenou.

Texto bíblico suporte para o entendimento do assunto:

I Sm. 16.1-3. Então disse o Senhor a Samuel: Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado, para que não reine sobre Israel? Enche o teu vaso de azeite, e vem; enviar-te-ei a Jessé o belemita, porque dentre os seus filhos me tenho provido de um rei. Disse, porém, Samuel: Como irei eu? pois Saul o ouvirá e me matará. Então disse o Senhor: Leva contigo uma bezerra, e dize: Vim para oferecer sacrifício ao Senhor: E convidarás a Jessé para o sacrifício, e eu te farei saber o que hás de fazer; e ungir-me-ás a quem eu te designar.

Uma palavra sobre a Vocação de Davi:

I Sm.16.18. Respondeu um dos mancebos: Eis que tenho visto um filho de Jessé, o belemita, que sabe tocar bem, e é forte e destemido, homem de guerra, sisudo em palavras, e de gentil aspecto; e o Senhor é com ele.

Exórdio:

Quando começamos este Estudo pedimos a Deus, qual a direção tomar.

Buscando estudos próprios e de outros autores e Livros entendemos que:

Esta primeira lição sobre Vocação de Davi, é um incentivo para todos os vocacionados ao Trabalho de Deus,não importa se você é um Davi, ou um Bezalel, ou uma menina sem nome, empregada na casa do general Naamã.

O importante é você ouvir o chamamento de Deus, entender a causa do chamamento de Deus e como Davi estar disposto a enfrentar gigantes sob este chamamento, para que o nome de Deus seja glorificado e para que a sua “nação” seja um exemplo de que há um Deus em Israel.

I Sm.17.45.Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu venho a ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado.

Texto reflexivo:

George Bernard Shaw expressou o sentimento daquele que é vocacionado, quando disse: ‘Isso é a verdadeira alegria na vida, ser usado para um propósito reconhecido por você mesmo como grandioso... Ser uma força da natureza, e não um mísero punhado de aflições e ressentimentos reclamando que o mundo não quer se dedicar a fazê-lo feliz.’ p. 379.

Etimologia de Vocação:

A origem da palavra “vocação”: ela vem do verbo latino “vocare”, que quer dizer “chamar”.

A palavra vem do latim "vocare" que significa chamar; e "vocátio" que significa chamamento de Deus.

A vocação é, portanto, um chamado. No âmbito religioso, a vocação é sempre um chamado de Deus para alguma coisa. A vocação representa um chamado, algo que vem de Nosso Deus;Não devemos confundir vocação com talento.

Qual é o significado desse termo ‘klésis’ (grego: vocação) no contexto judaico-cristão?

Conforme escreve o Apóstolo São Paulo em 1Cor 7, 20. Que cada um permaneça na vocação em que foi chamado, em grego: “en té klései hé ekléthé”.

Definições etimológicas parentes:

KLÉSIS (grego) = VOCAÇÃO

A palavra “vocação” tem sua raiz latina em vox-vocis = voz; chamado, chamamento.

O verbo vocare é derivado de vox, vocis, "voz", ambos da mesma raiz sânscrita vac, que significa "falar".

Voco significa chamar (mesmo radical de vox, vocis “voz”, presente em vogal, vocativo, etc.): advoco é“chamar para perto”, daí advocatus, “o que foi chamado para perto (a fim de ajudar), isto é o advogado; invoco “chamar para dentro”, donde invocar; provoco “chamar para a frente (a fim de brigar)”, donde provocar...

Evocar e invocar têm origem no mesmo verbo latino vocare (de vox, voz), que significa chamar. E é justamente este o primeiro significado que os dicionários apresentam, quer para uma quer para outra palavra.

Em latim, evocare tem o significado de “mandar vir alguém ou algo, tirar, requisitar”; evocatio era a palavra usada para dizer “convocação dos soldados”.

Invocare significa “chamar por socorro, pedir proteção aos deuses”. Para nós crentes em Cristo e para o Israel de Abraão a Davi, é clamar ao Senhor. Sl.30.8. A ti, Senhor, clamei, e ao Senhor supliquei.

Os Prefixos:

e- exprime a ideia de «movimento para fora»;

in-, «movimento para dentro».

Então, na essência, evocar é chamar, fazendo sair algo, de alguma coisa;

Invocar é chamar, fazendo entrar ou integrando algo em alguma coisa ou situação.

A - Vocação:

É uma iniciativa gratuita, proposta que parte de Deus (dimensão teológica).

Impulso interior de cada pessoa onde conscientemente responde ao plano de amor de Deus (dimensão antropológica).

a- A vocação vinda do vocábulo “vocare”, de chamado é um chamado para determinada ação.

Ato de chamar ou invocar; Predestinação, desígnio, escolha, chamamento; Tendência, inclinação; Talento, aptidão, pendor.

b- É a tradução do termo “vocatione” que quer dizer chamado, apelo, ... toda vocação compreende um chamado.

Assim, toda vocação comporta aquele que chama (Deus) e aquele que é chamado (o homem).

1. Ato de chamar ou invocar.

2. Desígnio, escolha, chamamento.

3. Tendência, inclinação.

4. Talento, aptidão, pendor.

Sendo assim temos cada qual um chamado recebido segundo o propósito de Deus para cada um em sua Obra, sob as condições especiais até mesmo da particularidade pessoal respeitada por Deus.

A vocação é um convite, uma proposta à liberdade e responsabilidade do homem, à qual ele pode aderir ou não, mas não lhe compete fabricá-la ou modificá-la. É um chamado que vem de encontro ao homem, a ele cabe apenas atender ou não. Marías esclarece que “a vocação também não é escolhida, porém não seria correto dizer que me encontro com ela; antes ela me encontra, me chama, e correlativamente a descubro; não me é imposta, e sim apresentada, e embora não esteja em minhas mãos ter ou não ter essa vocação, permaneço frente a ela com uma essencial liberdade: posso segui-la ou não, ser fiel ou infiel a ela.” (Marías 1983, p.24). MARÍAS, Julián.

Ortega: las trayectorias. Madrid, Alianza Editorial, 1983.

O vocacionado se sente atraído para aquilo que é importante e necessário, para que, se faça para Deus e seu povo, eis a lição de Davi.

A vocação e os outros:

A vocação é sempre vista como algo que se pode fazer de útil para os outros, e que é, portanto, um serviço que se pode prestar aos outros.

É importante dizer que a vocação tem sempre essa dimensão da “alteridade”, é sempre “alter” [outro], isto é, é sempre voltada para o outro. É um serviço, uma doação.

Para nós, cristãos, teologicamente a vocação é um sentido profundo, que nos é dado pelo próprio Deus, que aceitamos como um Chamado para realizar a sua Obra.

Chamado: é um convite pessoal dirigido por Deus a uma pessoa. Is. 43.1.MAS agora, assim diz o Senhor que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu.

Segue-me - Missão: é o seguimento da prática de Jesus.É o despojamento de tudo para servir a Cristo e aos pobres e necessitados [alter].

Lc.18.22. E quando Jesus ouviu isto, disse-lhe: Ainda te falta uma coisa; vende tudo quanto tens, reparte-o pelos pobres, e terás um tesouro no céu; vem, e segue-me.

Doutrina da Vocação:

Toda vocação compreende um chamado divino.

Alguns textos bíblicos nos levam a entender melhor a questão da vocação.

Doutrinariamente, Paulo – O Apóstolo – deixou-nos um legado deste ensino.

Assim em suas Epístolas Paulo usa o termo com varias formas de entendimento, como mostrado acima, nas definições etimológicas.

O que significa essa “vocação?”.

Para responder a essa pergunta, creio que é interessante que leiamos Hebreus 3.1: “Por isso, santos irmãos, que participais da vocação celestial”.

Davi entendeu a sua vocação celestial ou sobrenatural, e por isto tinha um estreito relacionamento com Deus e com o Seu Povo, neste texto entendemos que somos participantes de uma “vocação celestial”.

A palavra grega aqui para “vocação” é klesis, que significa: “chamado”.

Em Efésios 4.1, Paulo diz: “Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no SENHOR, que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados”.

Efésios 1.18: “iluminados os olhos do vosso coração, para saberdes qual é a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos”.

Analisando o texto bíblico, temos o trecho: “alegria da nossa vocação”, veja:

Esperança - A etimologia do texto nos conduz a um entendimento, através da palavra “esperança”, esta palavra no grego é elpis. Esta palavra fala de “uma alegria antecipada”.

Ela é o lugar de uma firme convicção e, deste ponto de vista, não é uma incerteza.

A alegria que temos na nossa vocação, é compatível com o gozo que nos está proposto e que já vivemos “na fé que temos em Cristo”, alegria da vida futura, pois, fomos chamados por um chamamento especial em Cristo, por Deus.

É por isto que Davi falava da alegria em seus Salmos.

Os salmistas contam esta alegria:

Sl.122.1. ALEGREI-ME quando me disseram: Vamos à casa do Senhor

Elpis pode ser ainda entendida como: motivação que a vontade tem de atingir algo.a vocação de Davi o fez ser sempre motivado, nas perseguições, lutas, e arrependimento dos erros, pois ele se conhecia como Vocacionado.

É o mais alto privilégio ter essa vocação celeste.

Textos onde temos a ênfase dessa Doutrina:

- 2 Tm 1.9: “que nos salvou e nos chamou com santa vocação; não segundo as nossas obras, mas conforme a sua própria determinação e graça que nos foi dada em CRISTO JESUS, antes dos tempos eternos”.

- 2 Pd 1.10: “Por isso, irmãos, procurai, com diligência cada vez maior [motivados], confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum”. Compilado e editado para este subsídio, do Estudo “Como Podemos Conhecer a Deus?” ver fonte abaixo.

Como Deus nos chama?

- Pessoalmente e pelo nome;

- Pela sua soberania de escolha;

-Pela sua bondade.

Para que Deus nos chama:

- Para sermos usado na defesa da nossa, Igreja, do Seu Povo, como Davi.

- Pelas necessidades da Igreja e do mundo.

- É um chamado como Paulo diz a Timóteo:

Kalein, é uma verbo normal para "conclamar", convocar para um cargo. Como exemplo vemos o Apóstolo Paulo sendo chamado para ser Apóstolo. Usa-se a palavra kletós, chamado. (Rm 1.1; 1Co 1.1).
Em Mateus 25.14, os servos são chamados para dirigir os bens na ausência do Senhor.
Kalein é regularmente usado para convocar uma pessoa para um cargo, uma tarefa, uma responsabilidade, uma recompensa ou uma prestação de contas.

2Ts 1:11 - Por isso também rogamos sempre por vós, para que o nosso Deus vos faça dignos da sua vocação, e cumpra todo o desejo da sua bondade, e a obra da fé com poder;

Davi entendeu plenamente qual era a sua posição, ele era um homem que, se fez digno da sua vocação, como:

Filho

Pastor

Rei

É um exemplo a ser seguido por mim, e por todos vocacionados por Deus, isto é, Deus nos vocacionou.

Por isto devemos ser dignos desta vocação e procurar entende-la, porque Deus nos vocacionou? e para que ele nos vocacionou?

Entendendo “Vocação” na vida de Davi:

Os elementos essenciais da vocação de Davi são:

1- Escolha divina:

A Vocação encontra Davi, no campo atrás de um punhado de Ovelhas de Jessé seu pai:, I Sm.13.14. Porém, agora, não subsistirá o teu reino; já tem buscado o Senhor para si um homem segundo o seu coração, e já lhe tem ordenado o Senhor que seja chefe sobre o seu povo

2- Unção:

Embora Saul também tivesse recebido a unção do mesmo modo do que Davi, esta se retirou dele após a unção de Davi, segundo a escolha de Deus.

A Vocação [Chamada ou Chamamento] de Davi impede que Saul retenha a mesma qualidade que o escolhido de Deus.

Ainda em nossos dias muitos querem permanecer sobre posições, para qual Deus já escolheu outro, e outros querem usurpar o lugar daquele, ao qual Deus colocou e ainda não retirou a sua unção como Líder, são os Absalões da Igreja.

I Sm. 16.1-3. Então disse o Senhor a Samuel: Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado, para que não reine sobre Israel? Enche o teu vaso de azeite, e vem;

3- Conhecedor do seu Deus I Sm.17.26-b. pois quem é esse incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?

4—Coragem:

I Sm.17.31,32. Então, ouvidas as palavras que Davi falara, foram elas referidas a Saul, que mandou chamá-lo. E Davi disse a Saul: Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá, e pelejará contra este filisteu.

5- Liderança: veja estudo do autor deste texto.

6- Reconhecido da sua Vocação e de Deus: II Sm 22.1-4. Davi dirigiu ao Senhor as palavras deste cântico, no dia em que o Senhor o livrou das mãos de todos os seus inimigos e das mãos de Saul, dizendo:O Senhor é o meu rochedo, a minha fortaleza e o meu libertador. É meu Deus, a minha rocha, nele confiarei; é o meu escudo, e a força da minha salvação, o meu alto retiro, e o meu refúgio. O meu Salvador; da violência tu me livras. Ao Senhor invocarei, pois é digno de louvor; assim serei salvo dos meus inimigos.

7- Diálogo com Deus e alegria com o povo: II Sm.7.8. Agora, pois, assim dirás ao meu servo Davi: Assim diz o Senhor dos Exércitos: Eu te tomei da malhada, de detrás das ovelhas, para que fosses príncipe sobre o meu povo, sobre Israel;

II Sm.6.12-15.Então avisaram a Davi, dizendo: Abençoou o Senhor a casa de Obede-Edom, e tudo quanto tem, por causa da arca de Deus; foi pois Davi, e trouxe a arca de Deus para cima, da casa de Obede-Edom, à cidade de Davi, com alegria...levavam a arca do Senhor tinham dado seis passos, sacrificava bois e carneiros cevados.E Davi saltava com todas as suas forças diante do Senhor; e estava Davi cingido de um éfode de linho.Assim subindo, levavam Davi e todo o Israel a arca do Senhor, com júbilo, e ao som das trombetas.

O vocacionado tem o entendimento de que ele alguém com especial característica para com Deus.

Desta forma Davi mesmo em situações de erro, ou de perseguições, ou de vitórias, entendia perfeitamente que ele fora chamado.

Eu aprendo com a Vocação de Davi:

1º - O vocacionado é alguém que não precisa ser o primeiro a se apresentar diante da escolha de Deus.

2º - O vocacionado é alguém que entende em seu coração que houve uma escolha superior ao do homem e ele pode alcançar em Deus o propósito que Deus espera d’ele.

3º - A vocação de Davi o impelia a ser um realizador de:

Enfrentamentos:

Desafios:

Lutas:

Visão:

Agradecimentos: II Sm. 22.1-4. Davi dirigiu ao Senhor as palavras deste cântico, no dia em que o Senhor o livrou das mãos de todos os seus inimigos e das mãos de Saul, dizendo: O Senhor é o meu rochedo, a minha fortaleza e o meu libertador. É meu Deus, a minha rocha, nele confiarei; é o meu escudo, e a força da minha salvação, o meu alto retiro, e o meu refúgio. O meu Salvador; da violência tu me livras. Ao Senhor invocarei, pois é digno de louvor; assim serei salvo dos meus inimigos.

4º - O vocacionado entende que precisa lutar as lutas de Deus;

5º - O vocacionado entende que é um legítimo representante de Deus;

6º - O Vocacionado sempre esta a frente da busca a Deus e suas causas;

7º - O vocacionado entende que: em primeiro lugar está Deus e ele é apenas seu representante diante de todo o Mundo, como servo de Deus.

Havia no interior de Davi uma certeza e a compreensão de que:

Ele era um vocacionado;

Um chamado;

Um entre todos que precisava dar o melhor de si para Deus e seu povo.

Por isto Davi não:

Cortou o manto de Saul;

Não deixou de dar despojo para os 200 que se cansaram e ficaram para trás;

Não deixou de ter em mente construir uma Casa para o Senhor;

Enfrentou, na sua demonstração pública, de que era realmente vocacionado, ao gigante Golias, com uma funda, mas o fez em Nome do Senhor, como legítimo ouvinte do “vocare” divino em seu coração.

Davi era o próprio futuro da vocação inicial de Israel, para ser um povo separado, para exemplo, a todas as Nações e gente. Leia o texto bíblico abaixo:

Ex. 19. 4-6. Vós tendes visto o que fiz: aos egípcios, como vos levei sobre asas de águias, e vos trouxe a mim.Agora, pois, se atentamente ouvirdes a minha voz e guardardes o meu pacto, então sereis a minha possessão peculiar dentre todos os povos...e vós sereis para mim reino sacerdotal e nação santa.

Contexto Histórico da instalação de um Reinado Humano em Israel:

História e Situação da “vocare” de Davi:

Quando se desenvolveu a rejeição do Governo teocrático do Senhor dos Exércitos, Deus atendeu ao livre-arbítrio do povo de Israel concedendo-lhe um “capitão”, mas no momento em que Deus intervém na Nação de Israel para cumprimento de sua Palavra , Ele escolhe para o povo, pela Sua Misericórdia, um homem segundo o Seu Coração, para poder através do Vocacionado Davi, escrever uma página que seria totalmente diversa ao rumo dado a Israel por Saul.

Se formos verificar nas Escrituras veremos que, Deus já sabia deste momento na vida de Israel, o momento em que o povo israelita quebraria unilateralmente o Pacto Sinaítico.

Israel não esperou o tempo de Deus.

Dt.17. 14-20. Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, e a possuíres e, nela habitando, disseres: Porei sobre mim um rei, como o fazem todas as nações que estão em redor de mim; porás certamente sobre ti como rei aquele que o Senhor teu Deus escolher. Porás um dentre teus irmãos como rei sobre ti; Será também que, quando se assentar sobre o trono do seu reino, escreverá para si, num livro, uma cópia desta lei, do exemplar que está diante dos levitas sacerdotes.E o terá consigo, e nele lerá todos os dias da sua vida, para que aprenda a temer ao Senhor seu Deus, e a guardar todas as palavras desta lei, e estes estatutos, a fim de os cumprir...e não se aparte do mandamento...a fim de que prolongue os seus dias no seu reino, ele e seus filhos, no meio de Israel.

Você pode dizer:

“Mas, Davi também errou...” Sim, mas, com o coração certo da sua vocação, Davi inicia em Israel as conquistas de todo o Território profetizado por Moisés, e como vocacionado, não teve medo de procurar satisfazer os desejos daquele que o vocacionou.

O povo hebreu queria ser igual aos reinos do mundo e desprezaram a sua vocação, isto é a sua eleição.

Desprezaram a direção de Deus, desde Abraão a Moisés, até o atual Líder Samuel, por mais de 1.400 anos.

Assim iniciou-se um Governo Real sobre Israel, que durou 513 anos, com tantas histórias de lutas e sofrimentos, vitórias e desprezo ao Senhor dos Exércitos de Israel.

I Sm.12.12,16-19. Quando vistes que Naás, rei dos filhos de Amom, vinha contra vós, dissestes-me: Não, mas reinará sobre nós um rei; entretanto, o Senhor vosso Deus era o vosso Rei. Portanto ficai agora aqui, e vede...que o Senhor vai fazer diante dos vossos olhos. Não é hoje a sega do trigo? clamarei, pois, ao Senhor, para que ele envie trovões e chuva; e sabereis e vereis que é grande a vossa maldade, que fizestes perante o Senhor, pedindo para vós um rei...invocou Samuel ao Senhor, e o Senhor enviou...trovões e chuva;...todo o povo temeu...ao Senhor e a Samuel. Disse...o povo a Samuel: Roga pelos teus servos ao Senhor teu Deus, para que não morramos; porque a todos os nossos pecados temos acrescentado este mal, de pedirmos para nós um rei.

A implantação de um Reino Humano foi algo, que causou pavor ao povo, mas não voltaram atrás, antes ficaram contra aqueles que foram contra Saul, se tornar rei entre eles por uma ação política de julgamento e condução do povo e pela rejeição divina..

Mesmo com toda a retórica do Profeta Samuel, eles não demoveram do seu coração a petição de um Rei ao modo, das gentes que lhes eram vizinhas.

I Sm.8.7-20. Disse o Senhor a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo quanto te dizem, pois não é a ti que têm rejeitado, porém a mim, para que eu não reine sobre eles. ...Agora, pois, ouve a sua voz, contudo lhes protestarás solenemente, e lhes declararás qual será o modo de agir do rei que houver de reinar sobre eles... Este será o modo de agir do rei que houver...sobre vós: tomará os vossos filhos, e os porá sobre os seus carros, e para serem seus cavaleiros, e para correrem adiante dos seus carros...Tomará as vossas filhas para perfumistas, cozinheiras e padeiras...Tomará o dízimo do vosso rebanho; e vós lhe servireis de escravos. Então naquele dia clamareis por causa de vosso rei, que vós mesmos houverdes escolhido; mas o Senhor não vos ouvira. O povo...não quis ouvir a voz de Samuel...Não, mas haverá sobre nós um rei, para que nós também sejamos como todas as outras nações.

É neste contexto que Davi aparece na História de Israel.

Primeiro, como cumprimento Profético de caráter messiânico:

Gn.49. 8-11. Judá, a ti te louvarão teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos: diante de ti se prostrarão os filhos de teu pai. Judá é um leãozinho. Subiste da presa, meu filho. Ele se encurva e se deita como um leão, e como uma leoa; quem o despertará? O cetro não se arredará de Judá, nem o bastão de autoridade dentre seus pés, até que venha aquele a quem pertence; e a ele obedecerão os povos. Atando ele o seu jumentinho à vide, e o filho da sua jumenta à videira seleta, lava as suas roupas em vinho e a sua vestidura em sangue de uvas.

Segundo, como solução da desídia e falha do primeiro Rei: Saul.

DEUS TOMOU, a Davi, como provisão para si afim de estabelecer o seu decreto divino sobre Israel, com toda a sua Soberania.

I Sm.16.1. Então disse o Senhor a Samuel: Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado, para que não reine sobre Israel? Enche o teu vaso de azeite, e vem; enviar-te-ei a Jessé o belemita, porque dentre os seus filhos me tenho provido de um rei.

Desta forma Davi é escolhido pelo olhar de Deus e não de Samuel:

I Sm.16.6-12. E sucedeu que, entrando eles, viu a Eliabe, e disse: Certamente está perante o Senhor o seu ungido. Mas o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque eu o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração...Samuel disse a Jessé: O Senhor não escolheu a nenhum destes. Disse mais Samuel a Jessé: São estes todos os teus filhos? Respondeu Jessé: Ainda falta o menor, que está apascentando as ovelhas. Disse...Samuel a Jessé: Manda trazê-lo...não nos sentaremos até que ele venha aqui. Jessé mandou buscá-lo...Ora, ele era ruivo, de belos olhos e de gentil aspecto. Então disse o Senhor: Levanta-te, e unge-o, porque é este mesmo.

Liderança e vocação:

A primeira proeza de Davi foi a de vencer o inimigo gingante Golias.

Com maestria Davi, mesmo sendo rejeitado por Saul, torna-se amigo da família real, conquista o poder com calma e habilidade política.

Governa com justiça e inicia a dinastia davídica, da qual nasceria o Messias.

Conforme nosso Estudo sobre a história do Rei Davi, sob o título “Quem foi Davi?”, apontamos algumas características da vocação do Rei Davi.

Entre elas estava a sua posição e vocação para Líder.

Um líder que tinha seus conselheiros.

Deparei-me com um texto sobre liderança que , nos informa sobre o Líder que ouve.

Em uma organização que aprende, os líderes devem começar perseguindo suas próprias visões, mas, ao aprenderem a ouvir atentamente a visão dos outros, eles começam a ver que a sua própria visão pessoal é parte de algo maior. ...Ser o regente de uma visão muda o relacionamento do líder com sua visão pessoal. Ela deixa de ser uma posse, como “em minha visão”, e passa a ser um chamado. Você é dela tanto quanto ela é sua. Não há como ser líder se não tiver uma visão ao qual contagiar seus liderados com ela.

Não conheço um único líder que,seja realmente vocacionado por Deus para Líder, que, não tenha conselheiros ou ouça aqueles que se chegam à ele para poder meditar sobre as informações colhidas e depois tomar suas decisões.

Interessante que, um verdadeiro Líder não se mostra menor ao ouvir os seus liderados, mas deixa-os falar, mas ele é quem tomará a decisão.

Por quê?

Porque os conselheiros têm boas idéias e pensamentos, mas são idéias que precisam da ratificação do Líder para serem implementadas e da liderança para que tenham sucesso entre o povo.

Assim um Líder como Davi tinha:

Um grande general

Um profeta

Um conselheiro

Mas, quem podia aglutinar o povo?

Somente o Rei Davi, para quem as mulheres cantavam cações sobre os seus feitos.

Ele os realizou sozinhos?

Certamente que não, mas somente um verdadeiro Líder vocacionado por Deus, poderia comandá-los.

No Estudo acima, citado, mostro os diversos tipos de Exército comandados por Davi.

O Exército dos Desvalidos E Endividados E Mal-Afamados:

Um exército de Brancaleone contra um exército real.

I Sm. 22.1-4. Depois Davi...escapou para a caverna de Adulão. Quando os seus irmãos e toda a casa de seu pai souberam...desceram...com ele. Ajuntaram-se a ele todos os que se achavam em aperto, todos os endividados, e todos os amargurados de espírito; e ele se fez chefe deles; havia com ele cerca de quatrocentos homens.

I Sm. 23.1-6. Ora, foi anunciado a Davi: Eis que os filisteus pelejam contra Queila e saqueiam as eiras. Pelo que consultou Davi ao Senhor, dizendo: Irei eu, e ferirei a esses filisteus? Respondeu o Senhor a Davi: Vai, fere aos filisteus e salva a Queila.Eis que tememos aqui em Judá, quanta mais se formos a Queila, contra o exército dos filisteus! Davi, pois, tornou a consultar ao Senhor, e o Senhor lhe respondeu: Levanta-te, desce a Queila, porque eu hei de entregar os filisteus na tua mão. Então Davi partiu com os seus homens para Queila, pelejou contra os filisteus, levou-lhes o gado, e fez grande matança entre eles; assim Davi salvou os moradores de Queila. Ora, quando Abiatar, filho de Aimeleque, fugiu para Davi, a Queila, desceu com um éfode na mão. Mas os homens de Davi lhe disseram:

QUEM É Vocacionado para Líder tem poder para impor Leis e Nova Ordem:

Davi entendeu perfeitamente no meio de uma multidão de valentes e homens brutos, qual era a sua vocação:

Ser um Líder conforme o desígnio de Deus.

Ele fora vocacionado para impor novas regras ao povo.

I Sm. 30.20-25. Davi lhes tomou também todos os seus rebanhos e manadas; e o povo os levava adiante do outro gado, e dizia: Este é o despojo de Davi. Quando Davi chegou aos duzentos homens que, de cansados que estavam, não tinham podido segui-los, e que foram obrigados a ficar ao pé do ribeiro de Besor, estes saíram ao encontro de Davi e do povo que com ele vinha; e Davi, aproximando-se deles, os saudou em paz. Então todos os malvados e perversos, dentre os homens que tinham ido com Davi, disseram: Visto que não foram conosco, nada lhes daremos do despojo que recobramos, senão a cada um sua mulher e seus filhos, para que os levem e se retirem. Mas Davi disse: Não fareis assim, irmãos meus, com o que nos deu o Senhor, que nos guardou e entregou nas nossas mãos a tropa que vinha contra nós.E quem vos daria ouvidos nisso? pois qual é a parte dos que desceram à batalha, tal será também a parte dos que ficaram com a bagagem; receberão partes. E assim foi daquele dia em diante, ficando estabelecido por estatuto e direito em Israel até o dia de hoje.Nem todo, era exército ou força militar potente, alguns foram praticamente escolhidos ao acaso por serem totalmente desvalidos ou desprezados e desconsiderados pela sociedade, cheios de dívidas, eram desvalidos, mas Davi lhes deu, características de guerreiros e ensinou-lhes:

Ética

Companheirismo

Força moral

Valorização pessoal

Respeito aos demais.

Conclusão:

Somos vocacionados com um propósito divino.

Vocação é soberania de Deus.

O vocacionado deve entender nesta escolha soberana o propósito de servir.

A vocação não nos faz super-homens.

O vocacionado é um instrumento da Proclamação do Reino de Deus e de sua expansão.

Fonte:

Gastar o latim - Ana Martins

PALAVRAS COGNATAS DE SPIRITUS - 02

Bíblia Dake - CPAD - ATOS

Bíblia Plenitude - SBB

Como Podemos Conhecer a Deus? - Luiz Fontes - Publicação: 30/06/2008

SITE: Celebrando Deus

Yahoo

Apontamentos do autor

Estudo - Quem foi Davi? Texto do autor.

Conceito d’elpis - Maria Manuela Brito Martins – Portugal

Site: Ler letras

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical