quinta-feira, novembro 26

A Restauração Espiritual de Davi Lição 09 – CPAD

A Restauração Espiritual de Davi

Lição 09 – CPAD Autor:Osvarela

TEXTO ÁUREO - II Sm 12.13. “Então, disse Davi a Natã: Pequei contra o SENHOR. E disse Natã a Davi: Também o SENHOR te traspassou o teu pecado; não morrerás”.

VERDADE PRÁTICA:

O caminho da restauração passa pelo arrependimento e confissão do erro cometido e abandono da prática.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Salmos 51.1-4,7-12,17

1 TEM misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.

2 Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado.

3 Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.

4 Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.

7 Purifica-me com hissope, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve.

8 Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste.

9 Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades.

10 Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.

11 Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.

12 Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

17 Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

Glossário e definições:

Restauração - Restabelecimento de uma situação vivida anteriormente; conserto.

Chadash [hãdash] - quer dizer "renovação" ou "restauração" “reparar”, em Hebraico.

Iníquo: imoral - baixo, imoral, vil

Relação com:

- improbidade, iniquidade, injustiça, maldade, perversidade.

Infração; violação

Delito, má conduta - maldade.

Violar

Pecar - faltar, quebrar –

Maldade – Maldosamente, malevolamente

A infidelidade, e a deslealdade para com Deus e o homem, são significadas pelo hebraico má'al (Js 22.22).

Pecado vem do latim peccatu e significa “transgressão de preceito religioso”.

Falta, erro; culpa vício.

E complementa: “Pecado original - o pecado de Adão e Eva, transmitido a todos os seus descendentes, que nascem em estado de culpa”.

Confissão: contar o nosso pecado a Deus é concordar com Ele sobre o fato de termos praticado a falta.É afirmar nossa intenção de abandonar o pecado, afim de obedecermos fielmente ao Senhor, afirmando a Sua Justiça.

Anômia - ("Iniqüidade", 1Jo 3.4, onde se lê: "hamartia é anômia")

Exórdio:

Na verdade a grande lição que Davi nos dá, está:

Primeiro: Na sua Restauração com Deus, através da Confissão.

Segundo: Fala particularmente da questão das garantias, operação, da Salvação.

Terceiro: Davi foi um homem, segundo o coração de Deus, por compreender a vontade de Deus.

Muitos de nós somos cruéis conosco, e esquecemos que Deus é Amor.

Davi conhecia o Senhor e teologicamente pensava muito adiante de todo o povo de Israel e dos seus contemporâneos.

Israel pensava em Deus como uma fonte de garantias, ainda que prometidas, inesgotável e s se lembrava do Senhor quando sofria amarguras por parte dos seus Inimigos ou a rapadura da sua terra.

Quarto: Davi olhava para Deus e via a imensidão do Amor, a ser usufruído, ao qual ele podia alcançar com arrependimento.

Quinto: Davi sabia que as misericórdias de Deus estão disponíveis desde o amanhecer, até ao dormir Sl.4.

Sl.51.1.TEM misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.

A - Só aprenderemos isto com Davi se nos posicionarmos ao lado de Deus, pelos quesitos necessário, listados abaixo:

-Amor

-Justiça

-Perdão

-Aceitação

-O do arrependimento.

-Deixar

-Confessar

Saber que do Senhor vem a resposta as nossas orações quando caímos, ainda temos sua mão forte.

Sexto: só assim podemos afastar para longe o mal que está perto de nós zombando da nossa falha e nos acusando. 3... minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.

Sétimo: Conhecendo a Fidelidade de Deus.

I - Restaurando o Altar sob a ótica de Davi:

Restauração é um dos temas básicos da Bíblia. Em Jesus, Deus restaurou a criação caída.

Restaurar é voltar à aquilo que um dia cremos (nossa doutrina), e vivemos (nossa prática), mas que por alguma razão abandonamos ao total desapreço ou pecado. Dt.20.17

Portanto a restauração do altar é uma recuperação daquilo que está esquecido, obscurecido.

A restauração repara nossa vida espiritual.

Restaura o nosso fervor, nosso ânimo e nossa paixão pelo Senhor e pelas coisas do Reino.

A vida de Davi nos exemplifica como devemos saber, que somos pecadores, independente de sermos reis ou servos, sempre precisamos de restauração espiritual.

1-Davi demonstra conhecimento espiritual sobre a posição do homem após a queda:

A palavra pecado vem do latim “peccatu” e significa “transgressão de preceito religioso”.

Falta, erro; culpa vício.

Pecado original - o pecado de Adão e Eva, transmitido a todos os seus descendentes, que nascem em estado de culpa.

Sl. 51.5.Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.

A - Entre a Lei e Graça:

Muitos de nós, mesmo cristão confessos nos esquecemos de que há um hiato na relação do homem com Deus.

Este hiato ao tempo de Davi era o fator de execução de atos de expiação de pecados.

Os homens ao pecar se cingiam de sacos e com cinzas sobre suas cabeças. Ofereciam sacrifícios a Deus pelos seus pecados.

O Apóstolo Paulo nos fala deste hiato:

Rm.5.13,14. Porque antes da lei já estava o pecado no mundo, [...] No entanto a morte reinou desde Adão até Moisés, mesmo sobre aqueles que não pecaram à semelhança da transgressão de Adão o qual é figura daquele que havia de vir.

Assim Davi também se houve, mas além do ritual ele demonstra em palavras o que Deus quer de cada homem que peca:

-Confissão;

-Arrependimento;

-Amargura da alma, pela ação do Espírito Santo;

B - Soteriologia Davídica:

Job 19. 25. Pois eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra.

O Catecismo Heidelberg, traz como 3a. pergunta:

“Como você conhece sua miséria?”.

E responde:

“Pela lei de Deus”.

Em 1 João 3.4 temos:

“(...) pecado é transgressão da lei”.

Davi é responsável no Velho Testamento, assim como Job, de elevar a uma posição messiânica, o entendimento teológico, da questão da Salvação.

Assim, neste episódio, Davi é o personagem bíblico que nos faz entender o critério divino para restauração do homem natural.

Este “adam”, envolvido em situações, que nos pareceriam insolúveis para a salvação, sob a ótica da Velha Lei Mosaica.

Rm.7. 10-14. e o mandamento que era para vida, esse achei que me era para morte. Porque o pecado, tomando ocasião, pelo mandamento me enganou, e por ele me matou. De modo que a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom. Logo o bom tornou-se morte para mim? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado, operou em mim a morte por meio do bem; a fim de que pelo mandamento o pecado se manifestasse excessivamente maligno. Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado.

Contudo, Davi ultrapassa em pleno exercício da Lei, as etapas, de remissão, por bodes e ovelhas, sacrifícios humanos, indo além.

Movimentos da Davi para nos ensinar:

O intento dos Salmos 51 é a inferência davídica para ensinamento aos que caírem em pecado, Davi quer perdão para servir de discipulado dos que pecarem, como ele.

-Com um pensamento soteriológico pleno do pensamento do Plano de Deus, à respeito da Salvação.

-Conquistando de Deus, ou evocando junto à ele, o direito do perdão, ainda que tivesse pecado de forma constrangedora e imatura, à vista de todos.

-Davi busca perdão para que Deus seja louvado.

Nada mais do que a nossa situação de outrora.

Com o diferencial de que ele era um homem segundo o coração de Deus e Ungido de Deus, como Rei. Sob a obrigação legal de transcrever e ter à sua cabeceira a Lei de Deus. Dt.17.18. Será também que, quando se assentar sobre o trono do seu reino, escreverá para si, num livro, uma cópia desta lei, do exemplar que está diante dos levitas sacerdotes.

1-Para isto ele busca achar em Deus, uma solução para seu problema, através de alguns preceitos da pessoa de Deus:

O Seu Amor pelo homem

As suas Misericórdias

Evoca a futura Obra da Cruz. Is.53. 5. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele...

10.Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.

Com isto, Davi busca além da Lei a Graça salvadora de Jesus Cristo, ainda não encarnado, mas antevisto pelo Rei Davi.

Sl.51.1,2.TEM misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias. Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado.

B - A obtenção do perdão, não por sacrifícios humanos:

O entendimento da necessidade de um perdão acima dos sarifícios, é demonstrado nos versos seguintes:

Sl.51.16.Pois não desejas sacrifícios, senão eu os daria; tu não te deleitas em holocaustos.

17.Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

II – Davi compreende o pecado natural humano:

Esta situação continua operando o espírito do erro, nos homens, que não aceitam a Jesus como Salvador, não obstante a sua Obra vicária na Cruz.

4 Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.

Davi está clamando a Deus, com a visão de que ele, não fosse o motivo pelo qual os povos virem, a murmurar contra Deus, pelo seu pecado particular.Ele que pelo processo federativo era o cabeça da Casa de Israel.

Uma lição:

Quando nós que conhecemos a Deus, pecamos, e somos apontados pelos homens como incorretos e faltos a nossa crença em Deus, que nos comprou, estamos deixando o nome de Deus ser atingido.

Davi entende e nos ensina, que ele sofreu a ação e conseqüências do seu pecado porque Deus é justo.

Deus ama o pecador, mas abomina o pecado.

1-Remissão da Iniqüidade:

Reconhecimento do estado natural do homem, que é federativamente ligado a Adão, pelo erro inicial principial.

Esta compreensão está inferida nos Salmos 51.5. Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.

Iníquo – situação de que é concebido naturalmente em iniqüidade.

Concepção natural do homem é realizada em iniqüidade natural a todos os nascidos de mulher.

Concebido num estado que o faz nascer com esta carga genética de densidade espiritual pecaminosa.

III - Davi é um Teólogo desta concepção e a demonstra em outros Salmos.

A iniqüidade está posta dentro do quadro da moralidade, justiça e pecado, inerentes a todos os homens e mulheres nascidos nesta Terra, à exceção de Nosso Senhor Jesus Cristo.

1-Assim iniqüidade liga-se a todo o campo de ação dos homens enquanto vivem.

Improbidade,

Injustiça,

Maldade,

Perversidade

São ações geradas n’alma e coração dos homens as quais Davi atribui a seu modo de agir no momento da queda.

a- Ele não foi:

Probo

Reto

Piedoso

Honesto

Virtuoso

b-Antes ele foi:

Desonesto

Ímprobo

Injusto

Mau

Perverso

Pecaminoso.

IV - Tantos erros só o levaram, mais próximo de Deus, pois ele sabia desta necessidade:

Só encontramos o verdadeiro perdão na pessoa de Deus.

A obtenção do perdão divino seria a única saída para si e para seu reino.

Mesmo que tivesse conseqüências do seu ato.

ASSIM Davi encontra solução para seu problema para com Deus e com a legalidade divina de sua impositura celestial do seu Reino.

Muito embora, a espada viesse futuramente sobre seu reino, o qual Deus lhe entregara.

Temos aí uma intervenção divina mitigada, na solução do problema do pecado de alguém, compromissado com Deus, por Aliança – a Aliança davídica, quebrada pelo lado humano, mas mantida por Deus, pois Ele, por sua natureza divina, não pode negar a sua participação nesta Aliança.

II Sm.22. 51. Ele dá grande livramento a seu rei, e usa de benignidade para com o seu ungido, para com Davi e a sua descendência para sempre.

I Cr.17. 11-15. Quando forem cumpridos os teus dias, para ires a teus pais, levantarei a tua descendência depois de ti, um dos teus filhos, e estabelecerei o seu reino. Esse me edificará casa, e eu firmarei o seu trono para sempre. Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; e a minha misericórdia não retirarei dele, como a retirei daquele que foi antes de ti; mas o confirmarei na minha casa e no meu reino para sempre, e para sempre o seu trono será firme.[...] assim falou Natã a Davi.

V – Davi: O homem!

7 Então disse Natã a Davi: Tu és este homem.

Em toda a tipologia davidiana-messianica, encontramos traços de Jesus.

Aqui o tipo, que é perecível é apontado pelo pecado cometido.

Lá na Cruz do Gólgota o antítipo em Jesus de Nazaré, por sua perfeita “imago dei”, isto é sem pecado, também é apontado, por Pilatos:

“Eis ao o homem”.

João. 19.5. Saiu, pois, Jesus, trazendo a coroa de espinhos e o manto de púrpura. E disse-lhes Pilatos: Eis o homem!

Aqui Davi é apontado por Deus.

Lá Jesus é apontado pelo homem, como o homem.

Aqui Davi é apontado pelo seu erro.

II Co.5. 19. ...pois que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões; e nos encarregou da palavra da reconciliação.

Lá Jesus é apontado para o seu sacrifício vicário.

Assim, aqui Davi é apontado por Deus, como alguém a quem ele imputa seu pecado.

Sl. 32.1,2. Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa [atribui] maldade [a iniqüidade], e em cujo espírito não há dolo.Ali Jesus é apontado para os pecados dos homens não lhes serem imputados: “aos que crerem em seu nome”.

VI - Davi: Restauração e Salvação:

Podemos discutir todo o processo davidiano em relação a vida e obra deste personagem bíblico, mas o principal de sua vida realmente é o princípio gerado por esta Lição:

1- A sua restauração espiritual.

Assim, Davi é o personagem bíblico que nos faz entender o critério divino para restauração do homem natural envolvido em situações, as quais nos pareciam insolúveis e impedimentos para alcançar a salvação, sob a ótica da Velha Lei Mosaica.

Sl.32.1. [Masquil de Davi] Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.

Contudo, Davi ultrapassa em pleno exercício da Lei, as etapas, de remissão, por bodes e ovelhas, sacrifícios humanos, indo além.

Conquistando de Deus, ou evocando junto à ele, o direito do perdão, ainda que tivesse pecado.

Para isto ele busca achar em Deus:

O Seu Amor pelo homem

As suas Misericórdias

Evoca a futura Obra da Cruz.

Com isto, Davi busca além da Lei a Graça salvadora de Jesus Cristo, ainda não encarnado, mas antevisto pelo Rei Davi.

Sl.51.1,2.TEM misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias. Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado.

Sl.51.16.Pois não desejas sacrifícios, senão eu os daria; tu não te deleitas em holocaustos.

2-A Confissão gerada na aflição:

11. Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.

12. Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

8 Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste.

Quando Davi procura a Deus para confessar seu pecado ele está aflito.

Sl.32. 3,4. Enquanto guardei silêncio, consumiram-se os meus ossos pelo meu bramido durante o dia todo. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio.

Aflito pelo erro

Aflito pelo seu silêncio antes da confissão

Aflito pelo anelo da alma ter os pecados predoados

Aflito por ter pecado

Aflito por ter perdido a alegria da Salvação

Aflito em obter perdão de Deus.

Aflito de ser lançado fora da presença de Deus.

Na realidade Davi está aflito por ser lançado no inferno, para sempre e viver a eternidade longe do Seu Deus.

Aflito pelo medo de perder a presença do Espírito Santo. Aliás, que continua sendo a Pessoa divina que nos aflige a alma quando pecamos contra Deus.

A aflição da alma de Davi é descrita pelo próprio Rei, como algo que o esmagou.

É algo tão forte que ele sente até no corpo físico esta aflição.

Sl.32.1.ss. [Masquil de Davi] Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.Bem-aventurado o homem a quem o SENHOR não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano.Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia.Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. (Selá.) Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. (Selá.)

Deus o achatou da sua grandeza de rei, esmagando-lhe os ossos, Davi compara o peso do pecado como o peso da opressão, como um esmagar de ossos.

3-Confessar para Davi:

Tinha um objetivo, não somente pessoal.

a-Obter o perdão;

b-Servir de ensinamento a outros:

Se nós estamos estudando esta lição, é porque o objetivo de Davi foi alcançado:

13 Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão.

Confessou;

Obteve perdão;

E nos ensina.

Triplo objetivo, alcançado pelo maior Rei de Israel.

Davi parece-me um pouco Paulo ao confessar seus erros e procurar entende-los e expulsa-los da sua vida e ser expurgado dos mesmos.

Para Exaltação do Nome de Deus:

Sl.51.4.Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.

Conclusão:

A Restauração espiritual de Davi, bem como, de todos nós, se cairmos em pecado, só se dará quando ainda se tiver tempo de achar e alcançar o perdão, através dos seguintes passos:

Falta de alegria no Senhor

Temor de Deus, em perder a sua Presença no íntimo.

Arrependimento

Confissão

Sl.32.5,6. Confessei-te o meu pecado, e a minha iniqüidade não encobri. Disse eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado.Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas não lhe chegarão.

Davi nos fala da santidade em poder falar diretamente com Deus e poder achar a tempo e nadar nas misericórdias e perdão de Deus.

Também o SENHOR te traspassou o teu pecado; não morrerás. Não morreremos se confessarmos nossas culpas, Deus quer nos dar vida em Cristo

Sejamos confidentes de Deus, ele será nosso Eterno Perdoador.

Fonte:

Catecismo de Heidelberg, também conhecido como o Heidelberger o mais importante documento confessional da Igreja Reformada Alemã. O Catecismo de Heidelberg: Sua História e Influência - Alderi Mattos* ministro presbiteriano

Site Bíblia on line.

Bíblia digital – cortesia tio Sam.

Bíblia Aplicação pessoal - CPAD

Rev. Ashbell Simonton Rédua – Ministro Presbiteriano.

Vilmar Martins - Serra, Es, Brazil

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical