domingo, agosto 29

Desejar o Mal a alguém é uma boa Lição?

Qual é o verdadeiro sentido da religião?
Desejar o Mal a alguém é uma boa Lição?
Oração pelo dano de outrem não faz parte do conteúdo da Verdadeira Religião.
O Profeta Jeremias ensina qual é o desejo de Deus, mesmo quando o homem está errado.
Jr.29.11. Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança.
O uso do nome de Deus a favor da nossa vontade, é uma descaracterização de uma verdadeira Oração a Deus.
Estas notícias, abaixo mostram o quanto à ‘religiosidade’ cega, vem usando o nome de Deus para declarar ódio, em nome de causas pessoais ou nacionais, ainda que haja erros pelos que são objeto, da descarga da ‘ira santa’ dos líderes religiosos.
Não se pode transformar o modo da oração sob a orientação de Cristo, que nos ensina o amor verdadeiro, e o perdão.
Cada qual tem o direito pessoal de demonstrar a sua revolta com uma situação, à seu ver, prejudicial a si, a seu povo ou contra a discriminação entre os povos.
A causa palestina é um caso oriundo da própria dureza de cerviz de Israel, a xenofobia francesa vem sendo uma marca na, UE- União Européia, contra aqueles que antes eram a mão-de-obra barata, e agora são considerados culpados pelas mazelas econômicas, que rondam o Velho Continente.
Mas, a França tem sido a mais forte perseguidora, já podemos apontar com esta pecha, das religiosidades alheias, sejam de qual ramo for e até mesmo dos direitos pessoais internacionais de quem vive ou passa pelo seu território.
A França já decretou, a retirada, de símbolos cristãos de prédios públicos e salas de aula, já se pronunciou contra o uso de imigrantes de origem oriental, de turbantes [chador] ou burcas e até mesmo do véu...
Aliás, os personagens em destaque, pensam de maneira diversa, enquanto um quer a destruição de um povo, outro busca lutar contra xenofobia que grassa na França.
O Deus, a quem eles dizem orar, para danos aos seus objetos de ‘oração’, é um Deus que não faz acepção de pessoas.
O rabino diz clamar por uma ‘peste’ contra os palestinos, deveria ler a Tanach, que orienta, não perseguir o estrangeiro, ou quem não é de sua etnia, em suas terras.
Dt.10. 17. Pois o Senhor vosso Deus, é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem recebe peitas [suborno];
Ex.22.21. Ao estrangeiro não maltratarás, nem o oprimirás; pois vós fostes estrangeiros na terra do Egito.
Lv.24. 22 uma mesma lei tereis, tanto para o estrangeiro como para o natural; pois eu sou o Senhor vosso Deus.
O Padre católico apostólico romano deveria ler e exercitar a Oração do Pai Nosso..
Mt.6. 9-13. Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia nos dá hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores; e não nos deixes entrar em tentação; mas livra-nos do mal. [Porque teu é o reino e o poder, e a glória, para sempre, Amém.]
O melhor exemplo é o legado de Martin Luther King, pastor batista americano que ensinou que lutar por direitos e discriminação pode ser feito, com pregações e com passeatas não violentas.
Desmond Tutu, bispo católico sul-africano é outro exemplo.
Leia trechos do mais famoso sermão de King.
Eu tenho um sonho que um dia esta nação se levantará e viverá o verdadeiro significado de sua crença - nós celebraremos estas verdades e elas serão claras para todos, que os homens são criados iguais.[...]Eu tenho um sonho que um dia, até mesmo no estado de Mississippi, um estado que transpira com o calor da injustiça, que transpira com o calor de opressão, será transformado em um oásis de liberdade e justiça.[...]Eu tenho um sonho que um dia todo vale será exaltado, e todas as colinas e montanhas virão abaixo, os lugares ásperos serão aplainados e os lugares tortuosos serão endireitados e a glória do Senhor será revelada e toda a carne estará junta.
Esta é nossa esperança. Esta é a fé com que regressarei para o Sul. Com esta fé nós poderemos cortar da montanha do desespero uma pedra de esperança. Com esta fé nós poderemos transformar as discórdias estridentes de nossa nação em uma bela sinfonia de fraternidade. Com esta fé nós poderemos trabalhar juntos, rezar juntos, lutar juntos, para ir encarcerar juntos, defender liberdade juntos, e quem sabe nós seremos um dia livre. Este será o dia, este será o dia quando todas as crianças de Deus poderão cantar com um novo significado”.
Homens que não precisaram praguejar ou odiar os seus adversários, mas ensinar a Lição de buscar seus direitos, mas não agredir o ofensor, com ‘orações’ ou ‘pestes’.

Rabino israelense diz que Abbas e palestinos deveriam morrer.

29/08/2010 09h52 - Atualizado em 29/08/2010 10h24

Ovadia Yosef é líder espiritual do partido Shas, que faz parte do governo.
Primeiro-ministro israelense e Abbas devem retomar negociações na quarta.

Um influente rabino israelense disse que Deus deveria enviar uma praga contra os palestinos e seu líder, pedindo sua morte num violento sermão antes do início das negociações de paz no Oriente Médio na próxima semana.
"Abu Mazen e todas essas pessoas malignas deveriam desaparecer da terra", disse o rabino Ovadia Yosef, líder espiritual do partido religioso Shas - que faz parte do governo -, num sermão na noite de sábado, chamando o presidente palestino pelo seu nome popular.
"Deus deveria atacá-los e a esses palestinos - malvados que odeiam Israel - com a praga", declarou o rabino de 89 anos em seu sermão semanal frente a fiéis, que teve partes transmitidas pelo rádio israelense no domingo.
O clérigo israelense fez comentários semelhantes antes. O mais conhecido foi em 2001, quando pediu a aniquilação dos árabes e disse que era proibido ter piedade deles. Depois ele afirmou que estava se referindo apenas a "terroristas" que atacam os israelenses.
Seus comentários mais recentes não tiveram respostas imediatas de líderes palestinos nem israelenses.
O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e Abbas devem retomar negociações diretas de paz na quinta-feira em Washington, na primeira reunião do tipo em 20 meses, num processo de paz que inclui compromissos de ambas as partes para evitar provocações.

Padre diz rezar por infarto de Sarkozy após expulsão de ciganos.

22 de agosto de 2010 | 14h 18
REUTERS
Vários padres criticaram neste domingo a decisão do presidente francês, Nicolas Sarkozy, de expulsar centenas de ciganos da França, e um padre disse ter rezado para que Sarkozy sofresse um ataque cardíaco.
O padre Arthur Hervet, da igreja Saint-Martin d'Esquermes de Lille, no norte da França, disse que recorreu a Deus por não acreditar que as autoridades não tenham planos de ajudar os ciganos, mas só de deportá-los.
"Eu rezo, com o seu perdão, para que o senhor Sarkozy tenha um ataque cardíaco", disse o padre de 71 anos, acrescentando que está acontecendo uma guerra contra a comunidade cigana.


O padre Hervet disse que devolveria sua medalha de honra ao mérito nacional ao ministro do Interior, Brice Hortefeux, como protesto.
Na quinta-feira, a França começou a mandar centenas de ciganos de volta à Romênia e à Bulgária, como parte do plano de controle ao crime e à imigração ilegal de Sarkozy.
Grupos de direitos humanos e partidos de oposição condenaram a ação do governo e disseram que a decisão iria estigmatizar ainda mais a comunidade cigana. Cerca de 200 ciganos foram repatriados na quinta e na sexta-feira.
O ministro do Interior francês disse, porém, que o governo seguirá com seu objetivo de desmantelar 300 acampamentos ilegais dentro de três meses e de repatriar 700 ciganos.
(Reportagem de Yves Clarisse e Pierre Savary) 

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical