domingo, janeiro 2

Atos dos Apóstolos - Uma Visão Lucana da Igreja Primitiva -2ª parte

Atos dos Apóstolos Segundo Lucas é a Igreja em Ação.
Maravilhas
Milagres
Salvação
Grandes discursos com conversão de milhares de almas.
Tempo de Arrependimento.
Esta é a direção de Atos dos Apóstolos, sem arrependimento não há redenção salvifíca.
O povo em expectativa e atônito pergunta, sob a ação do Espírito Santo:
Atos 2.37. E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos?
38 Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.

Nestes o Apóstolo Pedro parametrava a ação evangelizadora do Ide, com uma palavra de convencimento, sob a ação do Espírito Santo.
O Apostolo Pedro demonstra de forma cabal com o Nome de Jesus, sua morte, sua divindade profetizada se cumpria naqueles dias.
O arrependimento leva a necessidade de introdução no corpo místico da Igreja, o batismo de João precisa ser substituído pelo batismo em Nome de Jesus Cristo.
Atos 2.38. ...e recebereis o dom do Espírito Santo.
Pela ordem, receberão o Dom.
O Carisma do Espírito Santo.
Atos 4.12. E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos.
Salvação em Atos dos Apóstolos.
A ação soteriológica em Atos dos Apóstolos é uma forma lucana de apontar a Jesus Cristo como autor da Salvação e caminho da Salvação.
At.8.12. Filipe, que lhes pregava acerca do reino de Deus e do nome de Jesus,
Em seu nome se pode obtê-la.
1-Primeiro grande discurso no Dia de Pentecostes
Apóstolo Pedro – quase 3.000 almas
Atos 2.41. De sorte que foram batizados os que receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas;
Segundo grande discurso petrino – 5.000 almas
Esta é a ampliação da promessa messiânica, para além de Israel.
Atos 2.39. Porque a promessa vos pertence a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe: a quantos o Senhor nosso Deus chamar.
2- Avanço da Salvação.
Segundo Atos.1. 8. Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária, e até os confins da terra. A igreja nascente se multiplica.
A - Primeiro em número
Atos 4.4 Muitos, porém, dos que ouviram a palavra, creram, e se elevou o número dos homens a quase cinco mil.
B – Segundo – Geograficamente dentro do Plano geosalvifico de Cristo.
Atos 8.1. Naquele dia levantou-se grande perseguição contra a igreja que estava em Jerusalém; e todos exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judéia e da Samária.
Atingindo as regiões conforme o Cristo determinara pelo seu Eterno poder de Deus.
a – Judéia - 4 No entanto os que foram dispersos iam por toda parte, anunciando a palavra.
b – Samaria - 5 E descendo Filipe à cidade de Samária, pregava-lhes a Cristo. 12 Mas, quando creram em Filipe, que lhes pregava acerca do reino de Deus e do nome de Jesus, batizavam-se homens e mulheres.
c - Confins.
Milagres e Maravilhas.
Quando Lucas escreve os milagres saltam das suas letras diretamente para nosso intelecto, tomando forma e fortalecendo a fé dos que lêem as Santas Escrituras.
Desde as primeiras linhas de Lucas em Atos dos Apóstolos vemos:
A Exaltação de um Nome.
Jesus Cristo.
Agora não mais o andarilho, o perseguido, mas o Jesus Nazareno, o Cristo [Ungido] glorificado.
Pelo seu Nome os discípulos, na descrição de Lucas realizam Sinais e Maravilhas, Milagres e Operação de Milagres, perdem o temor [revestidos pelo Espírito Santo, conforme Jesus prometera], e se destacam diante dos Sacerdotes, perdem o medo e enfrentam com palavras de Poder o Sinédrio.
Lucas descreve o Poder Eterno de Jesus Cristo.
Atos 3.6. Disse-lhe Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho, isso te dou; em nome de Jesus Cristo, o nazareno, anda. 
Atos 4. 30....enquanto estendes a mão para curar e para que se façam sinais e prodígios pelo nome de teu santo Servo Jesus.
O Apóstolo Pedro.
Em Atos dos Apóstolos uma figura se torna forte e destacada no início das Escrituras:
O Apóstolo Pedro!
Pedro, o que negara a Jesus
Pedro, o que cortou a orelha de Malco – João 18.10. O nome do servo era Malco.[uma das poucas informações acessórias, que Lucas não contém]
Atos.3.1. Pedro e João subiam ao templo à hora da oração, a nona.
Este mesmo Pedro e João, com ênfase em Pedro, pela capacitação, e efervescia de sua própria personalidade, em falar, sem medo, o que já era notório no grupo íntimo dos discípulos de Jesus, agora se torna quase que o Porta-voz do Concílio Apostólico.
Em todas as ocasiões, até um terço de Atos dos Apóstolos ele é o homem da Palavra.
3.5. No dia seguinte, reuniram-se em Jerusalém as autoridades, os anciãos, os escribas,
As Autoridades religiosas do Sinédrio
Oficiais do templo e anciãos
Enfrentando os Sacerdotes
Defendendo os recém batizados [lt. Noviter baptizatis – gr. I̱ neofó̱tisto̱n; hb. הוטבל החדש] com Espírito Santo em Pentecostes.
Batisma – o que é mergulhado.
O recém batizado - Noviter baptizatis
Atos.2.14. Então Pedro, pondo-se em pé com os onze, levantou a voz e disse-lhes: Varões judeus e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras.
Proclamando arrependimento e perdão dos pecados.
Atos.2.38. Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.
40. ... dizendo: salvai-vos desta geração perversa.
Proclamando cura
6 Disse-lhe Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho, isso te dou; em nome de Jesus Cristo, o nazareno, anda.
7 Nisso, tomando-o pela mão direita, o levantou; imediatamente os seus pés e artelhos se firmaram[...]Começou a andar e entrou com eles no templo, andando, saltando [...] 9 Todo o povo, ao vê-lo andar [...]; e todos ficaram cheios de pasmo e assombro, pelo que lhe acontecera.11 Apegando-se o homem a Pedro e João, todo o povo correu [...] ao pórtico chamado de Salomão.12 Pedro, ...disse ao povo: Varões israelitas, por que vos admirais deste homem? Ou, por que fitais os olhos em nós, como se por nosso próprio poder ou piedade o tivéssemos feito andar?[...] Deus de nossos pais, glorificou a seu Servo Jesus, [...] o Autor da vida, a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas.16 E pela fé em seu nome fez o seu nome fortalecer a este homem que vedes e conheceis; sim, a fé, que vem por ele, deu [...] esta perfeita saúde.
Sendo alvo do mover da fé dos doentes –
Alvo de prisão
– afinal, a exposição e a aparente liderança de Pedro sobre todo o corpo da Igreja, o fazem ficar no alvo da sanha da perseguição – preso ele se torna mais forte, ao ser solto, sem acusação, solto pelo mover do cárcere.
Ele é o ‘homem’ a ser caçado para parar a Igreja.
Por duas vezes foi livre da prisão pela intervenção divina.
Pedro é o homem em destaque, a figura de proa da embarcação Apostólica.
Atos 1.15. Naqueles dias levantou-se Pedro no meio dos irmãos, sendo o número de pessoas ali reunidas cerca de cento e vinte, e disse:...
Atos 4.1-10. Enquanto eles estavam falando ao povo, sobrevieram-lhes os sacerdotes, o capitão do templo e os saduceus,[...] deitaram mão neles, e os encerraram na prisão até o dia seguinte; pois era já tarde. No dia seguinte, reuniram-se em Jerusalém as autoridades, os anciãos, os escribas, e Anás, o sumo sacerdote, e Caifás, João, Alexandre, e [...] perguntaram: Com que poder ou em nome de quem fizestes vós isto? Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse: [...] que em nome de Jesus Cristo, o nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, nesse nome está este aqui, são diante de vós.
A vida de Pedro tem um destaque fundamental na vida da Igreja primitiva, na narração lucana.
Pedro é o homem de Deus, que é usado pela sua ousadia e fé, para curar os enfermos, para falar, para pregar, para multiplicar a Igreja.
Atos 5.15. a ponto de transportarem os enfermos para as ruas, e os porem em leitos e macas, para que ao passar Pedro, ao menos sua sombra cobrisse alguns deles.
Destaques:
Destaques nominados, entre os Apóstolos e lideranças da Igreja, na Primeira parte do livro de Atos dos Apóstolos.
Pedro
Tiago - Atos 15.
João – 4. 19. Mas, Pedro e João, respondendo, lhes disseram: Julgai vós se é justo diante de Deus ouvir-nos antes a vós do que a Deus;
Matias
Judas
Estevão
Felipe
Ananias
Ananias e Safira
Saulo
Paulo
Barnabé
Anás
Caifás
Gamaliel - At.5. 34. Mas, levantando-se no sinédrio certo fariseu chamado Gamaliel, doutor da lei, acatado por todo o povo ...
Herodes
Atos dos Apóstolos e a Conversão de Paulo.
Como relatamos na primeira parte deste comentário, Lucas demonstra uma clareza escriturística ao inserir o nome de um jovem de nome Saulo, membro do Sinédrio, com uma habilidade especial de narração dos fatos e Atos apostólicos, que demonstra inspiração canônica de suas letras.
Primeiro, porque se insere na forma usual das Escrituras:
Toda a Escritura, desde o livro de Gênesis primeiramente insere no relato o conteúdo geral do fato.
Para em seguida detalhar o mesmo fato.
Segundo, a partir desta apresentação geral, passa a descrever em detalhes o caso, ou ato.
Assim, Lucas demonstra conhecer a forma teológica da apresentação das Escrituras, ao detalhar, a partir dos capítulos 8-9 a vida do jovem Saulo.
Em meio a grande perseguição surge, novamente o nome de Saulo.
Lucas o apresenta com sua forma mais feroz – 8. 3. Saulo porém, assolava a igreja, entrando pelas casas e, arrastando homens e mulheres, os entregava à prisão. 9. 1;13-14. Saulo, porém, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote, ... a muitos ouvi acerca desse homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém; e aqui tem poder dos principais sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome.
Este é o Saulo legalista, certo que estava realizando uma obra correta.
Lucas vai então descrever o que o poder de Deus realiza, quando quer transformar um homem, quando regenera uma criatura, segundo a visão de Deus, para sua Obra.
9.3-5. Mas, seguindo ele viagem e aproximando-se de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu; e, caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Ele perguntou: Quem és tu, Senhor? Respondeu o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues;
Lucas retoma então a história petrina, a partir do capítulo 9.32.
"E aconteceu que, passando Pedro por toda parte, veio também aos santos que habitavam em Lida"
.33-34. Achou ali certo homem, chamado Enéias, que havia oito anos jazia numa cama, porque era paralítico. Disse-lhe Pedro: Enéias, Jesus Cristo te cura; levanta e faze a tua cama. E logo se levantou.
Este cenário será mantido até ao capítulo 15, com a aparição intermitente dos Apóstolos Pedro e Paulo.
UMA dupla que domina o cenário de Lucas.
Quanto aos demais capítulos a questão histórica é necessário ao leitor de Atos dos Apóstolos servir-se de leitura detalhada de cada capítulo.
Características da Igreja, destacadas por  Lucas em Atos dos Apóstolos.
União.
1.13-14. E, entrando, subiram ao cenáculo, onde permaneciam Pedro e João, Tiago e André, Felipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus; Tiago, filho de Alfeu, Simão o Zelote, e Judas, filho de Tiago. Todos estes perseveravam unanimemente em oração, com as mulheres, e Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele.
Aceitação da Igreja Primitiva.
Atos 5.12-14. E muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo pelas mãos dos apóstolos. E estavam todos de comum acordo no pórtico de Salomão. Dos outros, porém, nenhum ousava ajuntar-se a eles; mas o povo os tinha em grande estima; e cada vez mais se agregavam crentes ao Senhor em grande número tanto de homens como de mulheres...
Tinham um local apropriado para se reunir, no Templo de Herodes.
Após decidirem de comum acordo.
5.12. ... E estavam todos no pórtico de Salomão.
Seitas citadas.
Saduceus
Fariseus
Culto a Diana - Éfeso
Forma de batismo.
Atos 19.4-5. Mas Paulo respondeu: João administrou o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse naquele que após ele havia de vir, isto é, em Jesus.Quando ouviram isso, foram batizados em nome do Senhor Jesus.
Dissensão – Atos 15
Com solução e crescimento da Obra.
Nomes da Nova religião.
O Caminho Atos 9. 2. e pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, caso encontrasse alguns do Caminho, quer homens quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém.
Seita dos Nazarenos - Atos 24.5. Temos achado que este homem é uma peste, e promotor de sedições entre todos os judeus, por todo o mundo, e chefe da seita dos nazarenos;
Atos 24. 14. Mas confesso-te isto: que, seguindo o caminho a que eles chamam seita, assim sirvo ao Deus de nossos pais...
Atos 28.22. No entanto bem quiséramos ouvir de ti o que pensas; porque, quanto a esta seita, notório nos é que em toda parte é impugnada.
Atos 6. 9. Levantaram-se, porém, alguns que eram da sinagoga chamada dos libertos, dos cireneus, dos alexandrinos, dos da Cilícia e da Ásia,
Doutrina.
Atos 2. 42.  e perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações.
Atos 5.28. Não vos admoestamos expressamente que não ensinásseis nesse nome? e eis que enchestes Jerusalém dessa vossa doutrina...
Os próprios doutores entendem que há uma doutrina em uso e que ela era eficaz em convencer aos homens.
Atos 13. 12. Então o procônsul, vendo o que havia acontecido, creu, maravilhando-se da doutrina do Senhor.
Os gregos conhecem, e querem saber mais desta doutrina.
Nova para eles.
No Aeropago Paulo se encontra entre os filósofos locais, os quais discutiam toda sorte de cosmogonia, agora ouvem Paulo falar da Doutrina cosmogônica cristã.
Atos 17. 19. E, tomando-o, o levaram ao Areópago, dizendo: Poderemos nós saber que nova doutrina é essa de que falas?
Doutrina em Discussão.
Judeus versus gentios.
A questão doutrinária foi um dos pontos mais difíceis de compatibilizar, os cristãos judeus e os cristãos gentios.
O texto lucano se inicia, narrando a discussão entre Paulo e Barnabé, com cristãos advindos da Judéia.[veja que neste ponto a palavra de Jesus se cumpriu integralmente: Jerusalém,Judéia e Samaria].
Atos 15.1,2. Então alguns que tinham descido da Judéia ensinavam aos irmãos: Se não vos circuncidardes, segundo o rito de Moisés, não podeis ser salvos. Tendo Paulo e Barnabé contenda e não pequena discussão com eles, os irmãos resolveram que Paulo e Barnabé e mais alguns dentre eles subissem a Jerusalém, aos apóstolos e aos anciãos, por causa desta questão.
Desta dificuldade, nasce a necessidade de um Concílio em Jerusalém.
Participam deste, várias caravanas.
Atos 15.5-6. Mas alguns da seita dos fariseus, que tinham crido, levantaram-se dizendo que era necessário circuncidá-los e mandar-lhes observar a lei de Moisés.Congregaram-se pois os apóstolos e os anciãos para considerar este assunto.
Participam cristãos fariseus [que mantiveram seu pensamento nomionômico].o estudante de Atos dos Apóstolos deve entender, que neste ponto da história da Igreja, O Caminho era considerado, como mais uma seita judaica, acessível a todos os grupos de pensamentos, saduceus, sacerdotes ...
Vidas das regiões, onde o Evangelho de Jesus Cristo se expandia, e encontrava guarida no seio de sociedades, com costumes diferentes dos judeus:
Não circuncidados
Não prestadores de culto no Templo. Isto queria dizer: não eram prosélitos, expressão para os que se convertem a uma religião.
No caso, não eram prosélitos judeus, por isto mesmo mantinham seus hábitos de vida, com diferente pensamento cultural, costumes, incluindo: comida, roupas e forma de adoração.
Os próprios Apóstolos mantinham seus costumes:Atos.3.1. Pedro e João subiam ao templo à hora da oração, a nona.
Pedro, Paulo e Barnabé, no Concílio.
Atos 15.7-12. E, havendo grande discussão, levantou-se Pedro e disse-lhes: Irmãos, bem sabeis que já há muito tempo Deus me elegeu dentre vós, para que os gentios ouvissem da minha boca a palavra do evangelho e cressem. E Deus, que conhece os corações, testemunhou a favor deles, dando-lhes o Espírito Santo, assim como a nós; e não fez distinção alguma entre eles e nós, purificando os seus corações pela fé. Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais nem nós pudemos suportar? Mas cremos que somos salvos pela graça do Senhor Jesus, do mesmo modo que eles também. Então toda a multidão se calou e escutava a Barnabé e a Paulo, que contavam quantos sinais e prodígios Deus havia feito por meio deles entre os gentios.
Após toda a discussão, sai uma decisão Doutrinária, pela boca de Tiago [note a proeminência do Apóstolo Tiago – irmão de Jesus].
Atos 15.13-14. Depois que se calaram, Tiago, tomando a palavra, disse: Irmãos, ouvi-me: Simão relatou como primeiramente Deus visitou os gentios para tomar dentre eles um povo para o seu Nome.
Uma Missão apostólica:
Atos 15.19-22. Por isso, julgo que não se deve perturbar aqueles, dentre os gentios, que se convertem a Deus, mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, da prostituição, do que é sufocado e do sangue. Porque Moisés, desde tempos antigos, tem em cada cidade homens que o preguem, e cada sábado é lido nas sinagogas. Então pareceu bem aos apóstolos e aos anciãos com toda a igreja escolher homens dentre eles e enviá-los a Antioquia com Paulo e Barnabé, a saber: Judas, chamado Barsabás, e Silas, homens influentes entre os irmãos.
A Ação do Espírito Santo na aplicação da Doutrina:
Atos 15.28-29. Porque pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor maior encargo além destas coisas necessárias: Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da prostituição; e destas coisas fareis bem de vos guardar. Bem vos vá.
Ação Social da Igreja.
A Igreja Primitiva é ilustrada por Lucas como, a Igreja da partição, da divisão entre todos, dos bens de todos, tendo todos os direitos iguais, na vida da Igreja.
Atos 2. 42-45. ... e perseveravam ... na comunhão, no partir do pão e nas orações. [...] Todos os que criam estavam unidos e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e bens e os repartiam por todos, segundo a necessidade de cada um.
Atos 6.1. Ora, naqueles dias, crescendo o número dos discípulos, houve uma murmuração dos helenistas contra os hebreus, porque as viúvas daqueles estavam sendo esquecidas na distribuição diária.
Moedas
19.19. Muitos também dos que tinham praticado artes mágicas ajuntaram os seus livros e os queimaram na presença de todos; e, calculando o valor deles, acharam que montava a cinqüenta mil moedas de prata.
Angelologia.
Ação Angelical.
Nos tempos de Lucas a ação sobrenatural divina vinha de séculos de escassez.
Desde o aparecimento nos desertos da Judéia, a manifestação divina se acrescentava.
Com a ação de Jesus, chamado de Profeta e outros nomes, esta ação embora combatida pelo Sinédrio, se avolumara.
Agora os Sacerdotes, os escribas, os fariseus e saduceus e outros de seitas menores, achavam que se esvaziaria esta ação.
Lucas é feliz ao mostrar que após a morte de Jesus, contrariamente a vontade dos homens impiedosos do Sinédrio e outras autoridades religiosas, há um crescer notório e geográfico da ação de maravilhas e sinais, alcançando outras paragens, como Jesus Cristo havia ordenado.
Atos. 12. 7. E eis que sobreveio um anjo do Senhor, e uma luz resplandeceu na prisão; e ele, tocando no lado de Pedro, o despertou, dizendo: Levanta-te depressa. E caíram-lhe das mãos as cadeias.
Além das maravilhas, ação dos anjos, que anunciaram o nascimento de Jesus, se avoluma a favor da Igreja e seus líderes de forma assombrosa, deixando estupefatos os descrentes sobre a seita do Caminho.
Atos. 1.10. Estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles apareceram dois varões vestidos de branco,
Atos 5.19-22-23. Mas de noite um anjo do Senhor abriu as portas do cárcere e, tirando-os para fora, disse: ...Mas os guardas, tendo lá ido, não os acharam na prisão; e voltando, lho anunciaram, dizendo: Achamos realmente o cárcere fechado com toda a segurança, e as sentinelas em pé às portas; mas, abrindo-as, a ninguém achamos dentro.
Atos 8.26. Mas um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Levanta-te, e vai em direção do sul pelo caminho que desce de Jerusalém a Gaza, o qual está deserto.
Atos 10. 3.4. cerca da hora nona do dia, viu claramente em visão um anjo de Deus, que se dirigia para ele e lhe dizia: Cornélio! Este, fitando nele os olhos e atemorizado, perguntou: Que é, Senhor? O anjo respondeu-lhe:
22. ... O centurião Cornélio, homem justo e temente a Deus ... foi avisado por um santo anjo...
Paulo e os anjos.
Atos 27. 23. Porque esta noite me apareceu um anjo do Deus de quem eu sou e a quem sirvo,
A Igreja Missionária.

O Evangelho é uma Palavra de vida.
At.5.20. Ide, apresentai-vos no templo, e falai ao povo todas as palavras desta vida.
1-A Formação de um Ministério.
Atos 6.4. Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra.
Diáconos.
A inserção de uma nova figura na Igreja é realizada, de forma a nos ensinar, que é determinante e necessário, que os Ministros imponham as mãos sobre os novos obreiros.
A Formação de um Ministério.
Atos 6.5,6. O parecer agradou a todos, e elegeram a Estevão, homem cheio de fé e do Espírito Santo, Filipe, Prócoro, Nicanor, Timão, Pármenas, e Nicolau, prosélito de Antioquia, e os apresentaram perante os apóstolos; estes, tendo orado, lhes impuseram as mãos.
2- O Evangelista.
Atos 8.4-8. ...anunciando a palavra.E descendo Filipe à cidade de Samária, pregava-lhes a Cristo.As multidões escutavam, unânimes, as coisas que Filipe dizia, ouvindo-o e vendo os sinais que operava; pois saíam de muitos possessos os espíritos imundos, clamando em alta voz; e muitos paralíticos e coxos foram curados; pelo que houve grande alegria naquela cidade.
continua...

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical