segunda-feira, fevereiro 7

Um Novo País no Mundo

Sudão do Sul
Após referendo, sul do Sudão vai virar novo país.
A independência do sul do Sudão foi aprovada por 98,8% dos eleitores que participaram do referendo realizado em 9 de janeiro. 
O presidente do Sudão, Omar al-Bashir, disse ontem que aceitará a separação. 
"Aceitamos o resultado e respeitamos a escolha dos sudaneses do sul", disse al-Bashir, aplacando temores de que o norte barrasse a independência do sul, região rica em petróleo. 
Com isso, o maior país da África será dividido em dois, com o norte majoritariamente muçulmano e o sul com maioria cristã. 
A independência se tornará efetiva a partir de 9 de julho. 
O plebiscito foi realizado como parte de um acordo de paz para pôr fim à guerra civil que já durava mais de 40 anos.
A importância desta separação é fundamental para segurança dos cristãos, mas ao mesmo tempo abre mais um espaço onde será difícil o avanço do Evangelho. 
Oremos pelos dos países, dois povos com destinos diferente, fruto da colonização, que se por um lado trouxe oportunidades, trouxe a divisão de povos de etnias iguais espalhados pelo traçado da atual África, fruto da ganância dos que colonizaram a região.

   



Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical