domingo, dezembro 18

Virgindade Um Mito do Passado?

Virgindade Perdida.
Ainda é uma realidade que persegue a mente dos jovens.
Acompanhando o assunto deste domingo, 18 de dezembro de 2011 sobre casamento encontrei esta reportagem que transcrevo para nossos jovens.
É necessário entendermos qual o conceito da pureza no casamento.
Segundo os psicólogos e psiquiatras a defraudação antes do casamento geralmente traz danos relacionais posteriores na relação do casal, ao vivenciar diariamente o casamento.
Prova de amor?
É a arma dos meninos para as meninas.
Seja porque a moça ou moço encontre em si mesmos falhas morais que inconscientemente lhe minam o pensamento.
Frustração:
Seja por acusações de um ao outro, do nível:
- “eu não queria, que fosse assim!”
A síndrome de princesa e seu príncipe é inconsciente, desde a menina púbere, até mesmo a mulher que casa mais tarde.
Então algumas jovens, mesmo as consideradas maduras ou isentas de pudores, se vêem após o casamento ou mesmo união estável frustradas pelo ocorrido anteriormente (defraudadas em sua alma, mais do que em seus corpos, mesmo que seja consensual), pois o interior da alma [sede dos desejos] clama pelo ‘erro’, sem o ritual da passagem de moça para mulher, sem o requinte de [mesmo que não deva dar satisfação a ninguém] apareça no relacionamento, e no id como uma falta deste ritual.
É o gosto cinza do: “será que eu poderia ou devia evitar?

Com a palavra a Pastora Sara Sheeva [convertida há dez ano, ao Evangelho e que prega todas as quintas-feiras na ICI-Copacabana - RJ]que promove o Seminário das Princesas e o culto da Princesa no Clube Olímpico.
Quero casar virgem!
Caroline Ropero - Especial para o Diário – DGABC –Santo André - SP
Parece coisa antiga, mas há quem não abra mão de casar virgem. Larissa*, 17 anos, aprendeu com a mãe a lei da castidade e nunca pensou em desrespeitar as regras.
No entanto, com o tempo, percebeu que manter a decisão não é fácil. Nos momentos em que fica na dúvida, lembra da irmã mais velha. "Sei que também vou conseguir."
Karen Spat, 15, tem o mesmo objetivo. "Considero a relação entre homem e mulher algo muito sagrado. Deve ser concretizada com a pessoa com quem vai viver ao lado por toda a vida." Para a garota, castidade é sinônimo de respeito e compreensão, além de ser a melhor forma de prevenir doenças.
De acordo com estudo feito pela Universidade de Iowa, Estados Unidos, as mulheres que perdem a virgindade mais cedo têm maior chance de se separar no futuro, ainda mais se forem forçadas a transar. Já segundo pesquisa da Brigham Young University, de Utah, casais que esperam mais tempo para transar pela primeira vez têm relacionamentos mais longos e com mais qualidade.
Leandro*, 17, acredita nisso e também decidiu esperar até o matrimônio. O garoto frequenta a Igreja Católica desde criança e teve certeza de que deveria manter a decisão após encontrar grupo com a mesma meta. "É bom viver a castidade para cuidar do corpo, que é sagrado. Além disso, por meio dela, conseguimos ter casamento mais firme e duradouro."
Falar sobre virgindade pode parecer constrangedor, apesar do tema ganhar tanta exposição na mídia. "Ainda é algo muito íntimo", acredita Carlos Freire, professor de Psicologia da PUC. Mas Leandro não tem vergonha da escolha que fez e fala sobre o assunto sem problemas. "As pessoas ficam curiosas quando conto. Querem saber como consigo", diz o garoto, que confessa não ser nada fácil.
Durante o namoro, a tentação é maior, mas não é impossível resistir. "Imponho limites e evito situações que podem fazer acontecer, como ficar sozinho no quarto com a namorada." No caso dele é mais simples: a namorada também quer se guardar para até depois do casamento.
"Quando o casal não pensa da mesma forma é mais complicado, porque o outro não vai respeitar a decisão", diz Natalia Cavalcante, 19. O namorado da garota, Maikon Alves, 20, a ajuda a manter a vontade de casar virgem. "Procuro seguir o foco. É difícil, mas sei que estamos fazendo a coisa certa."
Tem mais ...
Há várias comunidades na internet que acreditam na virgindade. Grupo criado em Vitória, Espírito Santo, usa o nome Eu Escolhi Esperar para declarar a opção. Eles têm perfil no Facebook, Twitter e site oficial
(http://www.euescolhiesperar.com.br), em que há depoimentos de casados que mantiveram o objetivo. A ideia é da ONG Mobilizando o Brasil, formada por movimentos evangélicos e congregações cristãs.

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical