segunda-feira, fevereiro 20

DENÚNCIA:NIGÉRIA URGENTE - CRISTÃOS PERSEGUIDOS!!!!AÇÃO DA POLÍCIA IMPEDE INFORMAÇÕES SOBRE OS SUSPEITOS


Nigéria - Carro explode na Nigéria e fere pelo menos 5 pessoas.
The scene of the bomb blast near Christ Embassy Church, Morocco Road, Suleja, Niger State, where five people sustained injuries on Sunday. Inset: Chike Emefor, one of the victims and other scenes of the blast.
Quem é o Grupo que atua contra os cristãos na nigéria?
Grupo extremista islamita, Boko Haram recentemente confirmou a sua ligação al-Qaeda a partir do qual se alimenta.
França e Grã-Bretanha irá lançar em breve operações antiterroristas no norte do Mali e da República do Níger.
Agência Estado
/BBC/Nigerian Tribune
Esta notícia foi publicada hoje, em várias Agências de Notícias, TV’s e outras mídias, numa repetição do que ocorreu em dezembro passado.
É uma demonstração da preocupação com a segurança e o radicalismo, imposto pelo grupo islâmico Boko Haram, contra os cristãos.
Agora, por que?
Porque eles reinvidicaram, ou seja, admitiram que atacaram e atacam os cristãos.
Jornais publicaram uma série de notícias de atentados.
Oremos pelos irmãos nigerianos.
Leia a notícia:
Um carro explodiu na cidade de Suleja, próxima à capital da Nigéria, ferindo pelo menos cinco pessoas neste domingo.
De acordo com o porta-voz da polícia, Richard Oguche, a explosão ocorreu perto de uma igreja cheia de fiéis.
A região tem sido alvo de vários ataques de um grupo radical islâmico chamado Boko Haram, que atingiu uma igreja católica no Natal, matando pelo menos 44 pessoas.
O grupo islâmico Boko Haram reivindicou os atentados realizados contra igrejas católicas na Nigéria durante a celebração do Natal, informou o jornal nigeriano Sunday Trust.
O porta-voz do grupo, Abul Qaqa, afirmou ao jornal que o Boko Haram se responsabiliza pelos ataques, e acrescentou que o grupo armado está atuando de maneira simultânea nos estados do norte da Nigéria.
Ao menos 12 pessoas, incluindo três policiais, morreram no atentado perpetrado contra a igreja de Santa Teresa, na localidade de Madalla (província de Níger), nas imediações da capital Abuja, informou a agência de notícias da Nigéria, NAN.
Horas depois, um novo ataque foi registrado nas imediações de uma igreja em Jos (centro do país), cidade que já tinha recebido ameaças do Boko Haram durante a semana passada. Ao menos um policial perdeu a vida nesse ataque, segundo publicou o Sunday Trust.
Aparentemente, quatro terroristas tentavam se aproximar do templo por uma área arborizada para lançar uma bomba quando foram surpreendidos pelo agente, que foi alvejado por disparos. Os terroristas lançaram a bomba sem chegar a atingir o edifício nem causar feridos, segundo a notícia do jornal nigeriano.
A cidade de Damaturu, na qual durante a semana passada morreram ao menos 61 pessoas em confrontos entre o Boko Haram e as tropas nigerianas, também foi alvo de ataques do grupo islâmico durante este domingo. Nesse episódio, um terrorista suicida tirou sua vida nas imediações do Centro de Operações do Exército na cidade ao lançar seu carro-bomba contra um comboio que entrava no perímetro de segurança, no qual também fica a casa do governador.
Teme-se que o atentado possa ter causado inúmeras mortes, segundo publica o "Sunday Trust". O norte da Nigéria foi castigado neste ano por atentados atribuídos ao Boko Haram. O grupo, cujo nome significa "A educação não islâmica é pecado", se responsabilizou pelo atentado de agosto contra a sede da ONU em Abuja, no qual morreram 24 pessoas.
NIGÉRIA - JOS- Homens armados invadiram a cidade nigeriana de Tafawa Balewa durante a noite, mataram pelo menos 9 pessoas e feriram 12, de acordo com um líder tradicional do grupo étnico cristão Sayawa, Bukata Zhyadi. "Estamos rondando a cidade para checar. Até o momento encontramos 9 mortos e 12 feridos", disse à France Presse. Ele acusou o grupo étnico islâmico Hausa-Fulani e disse que os agressores jogaram granadas nas casas enquanto as pessoas dormiam e atiraram naqueles que tentavam fugir. A polícia ainda não tem detalhes sobre o ataque.
Tafawa Balewa, no Estado de Bauchi, está localizada no chamado cinturão central da Nigéria, que fica entre o norte, onde predominam os islâmicos, e o sul, que é principalmente cristão. No mesmo distrito, muitas disputas sectárias deixaram pelo menos 35 mortos no ano passado. As informações são da Dow Jones.

Uma notícia leva a outra.
Leia a notícia abaixo:
Grupo radical islâmico assalta prisão na Nigéria e liberta réus    
Abuja, 16 fev (Prensa Latina)
O grupo radical islâmico Boko Haram assaltou uma prisão no estado nigeriano de Kogi (centro do país), violenta ação que deixou hoje um saldo de um guarda de segurança morto e propiciou a libertação de numerosos detentos.
Segundo fontes próximas à administração do centro penal Koton Karfe, os membros da seita assaltaram a instalação com dinamite e armas de fogo, após balearem um dos vigilantes, cuja identidade não foi revelada, difundiu o jornal Nigerian Tribune.
Testemunhas presenciais desses fatos disseram que alguns integrantes do corpo de segurança do presídio também foram feridos após a forte e investida surpresa do Boko Haram.
O membro da Casa de Governo no estado de Kogi, Akawa Salihu, confirmou o ataque contra a penitenciária ontem, que durou ao redor de meia hora.
Agentes de segurança detalharam, por outro lado, que os réus libertados, ao que parece membros do grupo fundamentalista islâmico, esperavam pelo julgamento nessa penitenciária.
Ataques de Boko Haram contra sedes de igrejas cristãs e instalações governamentais na Nigéria provocaram desde 2009 até hoje a morte de mais de 900 pessoas e centenas de feridos, segundo organismos humanitários.
Boko Haram, que significa "educação ocidental é pecado", proclama sua luta pela implantação da lei islâmica Sharia, nos 36 estados deste país africano, o mais povoado da África com mais de 160 milhões de habitantes.
oda/obf/es
A comunidade cristã do Estado do Níger foi, novamente, no domingo, lançada em confusão, após uma explosão na manhã de uma bomba na frente da Igreja Embaixada de Cristo em Marrocos, área da cidade, que deixou cerca de cinco pessoas não identificadas gravemente feridas.
A mais recente explosão de bomba por pessoas desconhecidas aconteceu, cerca de oito semanas depois de um incidente semelhante que custou muitas vidas nas instalações da Igreja Católica St. Teresa em Madalla, na fronteira entre o Níger Estado e Território da Capital Federal, Abuja.
No momento da apresentação desta reportagem, no domingo, ninguém tinha reivindicado a responsabilidade pelo atentado, mas agentes do Serviço de Segurança do Estado (SSS), que se estiveram no local da cena disseram, que um dispositivo explosivo improvisado (IED) foi plantado por pessoas desconhecidas dentro de um veículo estacionado a alguns metros de distância da frente da igreja.
A explosão foi relatado de ter ocorrido por volta das 10h30, perto da igreja e um hotel popular em uma rua movimentada.
Uma testemunha ocular, que ansiava o anonimato, confirmou a explosão de uma bomba, alegando que nenhuma pessoa foi morta. Ele acrescentou que o dano da bomba, que foi plantada no meio de cinco carros, era mínimo[????].
Segundo a fonte, entre os feridos, dois foram levados às pressas para Hospital Gwagwalada especialista, enquanto outros três receberam tratamento no hospital Suleja e que tinham sido liberados.
Outra testemunha disse que algumas pessoas que estavam perto do local viram um carro estacionado sem um número de matrícula. Eles tornaram-se suspeitos ao alertarem as pessoas para começarem a ficar longe do carro, antes do explosivo explodir.
Ele disse, "a coisa mais feliz foi quando a bomba explodiu no carro, não houve incêndio do veículo, embora outros veículos estacionados do lado de fossem afetados por causa do impacto do dispositivo explosivo."


Soube-se que os militares que foram implantados na área de Governo Suleja local após a declaração do estado de emergência no início deste ano assumiram e isolaram a área.
Reagindo, o Diretor-Geral do Níger Emergência Estado de Gestão Agency (SEMA), Mohammad Shaba, disse que estava mobilizando sua equipe para o local do incidente, com vista a assumir o tratamento dos feridos e também para se encontrar com aqueles que perderam sua propriedade.
Quando contactado, o Comissário de Polícia do Estado, Alhaji Ibrahim Maishanu, confirmou o incidente, dizendo que uma pessoa ficou ferida e dois veículos foram afetadas na explosão.
Ele disse, "uma pessoa ficou ferida e dois veículos foram afetados e que eu estou falando com você, estou no meu caminho para Suleja ainda mais verificar a situação."
Enquanto isso, quatro pessoas suspeitas de serem membros do Boko Haram foram, no domingo, presos na Igreja Católica Santa Teresa de alto nível, Makurdi, a capital do Estado de Benue.
A Tribuna nigeriana descobriu que os quatro suspeitos tinham tentado entrar para a igreja no início da segunda missa em torno das 10h00, quando foram detidos por homens de segurança privada.
As perguntas feitas aos suspeitos, que se dizia terem vestido de kaftan com o rosário em suas mãos, não foram respondidas satisfatoriamente e os policiais ligados à a segurança da igreja como reforço teriam realizado um apelo aos seus colegas que os apoiassem. .
Alguns membros da igreja e um segurança no portão, que não quis seu nome na imprensa, confirmou que o relatório nigeriano Tribune, dizendo que os suspeitos alegaram ter vindo de Estado de Kaduna e que eles estavam na igreja para espiar alguém cujo nome não foi dado.
O segurança disse que os quatro suspeitos estavam vestidos de kaftan, acrescentando que dois deles realizada rosário em suas mãos, fingindo ser fiéis católicos, dizendo: "as suas respostas às questões colocadas não foram satisfatórios o suficiente."
Um dos membros da igreja, testemunha que deu o nome de Clemente, disse Nigerian Tribune que "o modo de culto dos quatro suspeitos foi diferente daqueles que nós realizamos aqui. O rosário em suas mãos não foi convincente o suficiente. Então, os policiais, que foram anexados a este lugar, imediatamente colocar uma chamada para o seu escritório e os quatro suspeitos foram levados. "
A Ação da polícia é uma ação que impede informações à Imprensa sobre o Principal Grupo Supeito dos Ataques: O Boko Haram!
Os esforços para obter informações dos policiais foram rechaçadas, como um deles, que impediu Nigerian Tribune de ver o padre responsável disse, "vocês jornalistas gostam de perturbar, de onde você tirou essa informação? Como você sabe se as pessoas (suspeitos) foram membros do Boko Haram? "
Confirmando a prisão, o estado de Polícia Diretor de Relações Públicas (PPRO), o Sr. Alaribe Ejike, no entanto, disse que as pessoas não eram membros da Boko Haram.
O Reverendo Padre João Tomdom disse que ainda estava para ser informado sobre a detenção de qualquer suspeito, dizendo: "Acabo de terminar a partir da missa, eu ainda estou para receber informações e você sabe que não há nenhuma maneira que eu poderia saber o que estava acontecendo lá fora, enquanto eu estava dentro da igreja. "
Recorde-se que, após o boato de que Estado Benue está na lista de invasão da seita temida, o governo estadual e líderes religiosos no estado tomou medidas para reforçar a segurança nos locais de culto. Assim, algumas igrejas têm agora os agentes de segurança que equipam as suas portas todos os domingos.
Além disso, o governador do Estado, o Sr. Gabriel Suswam, havia recentemente levantado o alarme, afirmando que cerca de 100 membros da seita Boko Haram tinha sido detidos e presos em celas, em local não revelados.
Por outro lado, um período de calmaria parece iminente aos ataques freqüentes de membros da temida seita Boko Haram como as linhas de transportes e abastecimento da seita foram interrompidas como resultado de uma crise de balanço al-Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI) , um grupo conotado terrorista com um campo de treinamento no norte do Mali.
Relatórios da região do Sahel, que é a fronteira entre o deserto do Saara e as densas florestas do interior da África, indicam que a AQIM está envolvido em uma grande crise de liderança entre os dois líderes do grupo Ghadir-Mohammed e Abass Khaled, que estão disputando a controle do Saara AQIM do emirado.
Grupos terroristas tripartides, ou seja, da Nigéria Boko Haram, AQMI no Saara e al-Shabaab na Somália, recebem apoio material e infra-estrutura de sua empresa-mãe, al-Qaeda.
Recorde-se que Boko Haram recentemente confirmou a sua ligação al-Qaeda a partir do qual se alimenta.
Serviços militares e de inteligência são relatados por Magharebia, um site de notícias interativo, abrangendo a região do Magrebe, ter feito avanços sérios na quebra da comunicação e relações de fornecimento entre o trio, um desenvolvimento dito ser positivo para a comunidade da Nigéria inteligência em parar a cadeia de abastecimento para a seita Boko Haram.
A disputa de liderança reforça a capacidade das forças armadas Sahel e as agências de inteligência em interromper as operações terroristas, levando aos últimos grandes prisões e assassinatos de membros dos grupos.
De acordo com analistas de segurança, a crise AQIM tem sido complicado pela intensificação das operações militares, bem como a contaminação da inteligência pelo Centro Comum de Inteligência do Sahel e do Comando Militar Mista, que se diz terem semeado o pânico entre a liderança do grupo.
Grupos militares do Sahel, diz que a condução de operações de ruptura contra as três organizações terroristas, como foi dito para impedi-las de chegar ao governo da Nigéria com o objetivo de prevenir al-Qaeda e Boko Haram de forjar uma aliança mais próxima .
A repressão sobre a rede terrorista foi relatado para ter também levou à prisão de vários recrutas do Boko Haram em seu caminho para AQIM campos de treinamento no norte do Mali pelas autoridades nigerianas, assim como as armas líbias destinados para os acampamentos foram disse ter sido interceptado.
"Não é um pensamento contínuo sobre a prevenção desta rede terrorista, que tenta estender a partir do leste para o centro de África, de se comunicar", um mauritano dos Negócios Estrangeiros oficial do Ministério confirmou à Magharebia.
Muitos dentro dos círculos de segurança do país são relatados para ter identificado a paralisação da cadeia de suprimento externo para Boko Haram da região do Sahel e de outras fontes, como uma estratégia importante no combate ao terrorismo no país.
Um analista de segurança do Sahel, Handy Ould Dah, foi citado pela agência de notícias declarando que a Argélia tinha interrompido as relações entre Boko Haram e AQIM.
Além disso, os países africanos da região do Sahel disseram ter sido bem sucedido em convencer as comunidades Tuareg em toda a região para se juntar na luta contra a AQMI em troca de desenvolvimento acelerado em suas comunidades.
Isto foi dito ter levado a um grupo notório, o Movimento Nacional de Azaouad (NMLA), repúdio AQIM.
Enquanto isso, França e Grã-Bretanha irá lançar em breve operações antiterroristas no norte do Mali e da República do Níger.
El Khabar, um jornal argelino, informou que o movimento visava enfraquecer ainda mais a coordenação dos três grupos terroristas.
Segundo o jornal, os dois países estavam coletando inteligência, tanto quanto possível, através de missões de reconhecimento aéreo, realizando tocando e acompanhamento das operações de alguns sites terroristas com operações relatadas para incluir assassinato de líderes terroristas no que é conhecido como "liquidações físicas."
O objetivo da operação era para pôr fim ao rapto de cidadãos ocidentais freqüente e evitar AQIM de espalhar seu terror tentáculos.
Especialistas no Sahel disse que os esforços franco-britânicos foram prosseguir em coordenação deliberada com os países regionais em termos de recolha de informações e estabelecer os objetivos a ser focalizado.
Funcionários de segurança nigerianas foram, no entanto, não está pronto para confirmar ou negar o desenvolvimento na região do Sahel e seus efeitos sobre a batalha do país contra Boko Haram, como eles descreveram as operações de segurança como "secreta".

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical