quinta-feira, julho 25

ENSINAR A VERDADE É OBRIGAÇÃO!



O Papa E A Idolatria Transformada Em Ritual.
Papa pediu ao prefeito do Rio de Janeiro o envio de uma dúzia de ovos para serem colocados aos pés de Santa Clara.
Ao invés de ensinar o Verdadeiro Evangelho da Fé em Jesus Cristo, vem ao Brasil ensinar simpatia e idolatria.
1Ti 4:7 - Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas, e exercita-te a ti mesmo em piedade;
Lendo certas páginas de curiosidades notei que são tantas, que o autor de uma delas, termina dizendo:
            - Ufa! Cansei.
São tantas, difícil de lembrar.
Se você conhece alguma, então aumente a lista.
Eu confesso que a história do chinelo virado me acompanha até os dias de hoje.
Mas quem não tem medo de perder os seus pais?”. Diz o autor.
Às vezes tem umas engraçadas, como:
-se a visita demorar coloque a vassoura atrás da porta!
-Viu uma estrela cadente? Faça um pedido rápido, porque, segundo a crença, é garantia de que ele vai se realizar.
- Quem comer muito à noite tem pesadelos.
-Passar debaixo da escada é má sorte.
-Devemos sair de casa e entrar em qualquer lugar, sempre com o pé direito, para evitar o azar.
 -Quebrar um espelho, dá sete anos de azar.
-Quem come banana à noite, passa mal.
-não pode tomar manga com leite.
-A pessoa que é pulada não cresce mais.
Cada uma mais curiosa do que a outra.
Esta muito crente já passou: Uma delas é a tradição de jogar arroz nos noivos.
É de origem chinesa: Ela teria começado na China há 2.000 anos. O arroz, na cultura chinesa, significa fartura. Por isso, se o casal se casa com uma chuva de arroz, ele nunca vai passar necessidades. Isso nasceu de um chinês muito rico na época que resolveu fazer o casamento da filha debaixo de uma chuva de arroz e as pessoas passaram a fazer igual”.
Dt. 18:10 - Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro;
2Rs 21:6 - E até fez passar a seu filho pelo fogo, adivinhava pelas nuvens, era agoureiro e ordenou adivinhos e feiticeiros;
Não posso fazer, nem quero, nem é minha intenção neste post formar Doutrina, só estou apontando alguns costumes e apontando a questão da Idolatria, sendo ensinada ao nosso Povo, por um Líder que dispõe de força midiática, muito forte.
-O número 7 é o número da mentira.
Dito mentiroso, que foi forjado pelo pai da mentira: O diabo!
Jo 8:44 - Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.
1Jo 2:21 -Não vos escrevi porque não soubésseis a verdade, mas porque a sabeis, e porque nenhuma mentira vem da verdade.
Contra a identificação das obras de Deus, sem nenhuma superstição, mas calcado na Plenitude de Deus! Assunto para um outro momento.
Mistura cultura popular, com crendices e costumes e estórias regionais.
Interessante é que, como eu ensino, muitas estão enraizadas no subconsciente do brasileiro, que tem até crente que bate na madeira, quando fala alguma palavra de...”mau agouro”.
Dizem os sociólogos, alguns agnósticos, talvez com certa razão [por aculturamento e catequisação pela crença fruto de um catolicismo liberalizado e imposto, aos brasileiros, por longos séculos]:
”Somos um povo muito supersticioso, talvez seja por sermos um povo mestiço: a cultura indígena com o espiritismo africano, misturado a práticas supersticiosas católicas, moldaram esses 500 anos de crendices brasileiras”.
Mas o que isso significa?
“Uma pessoa supersticiosa possui apego infundado a qualquer coisa que lhe dizem, crê em fatos sem fundamento real, segue conselhos que nascem da crendice popular”.
 É algo que passa de avós para netos, entre amigos, de geração a geração, é a chamada história oral. Portanto, a explicação para isso se encontra dentro da “psique” de cada um de nós, das nossas experiências de vida. Se algum dia alguma pessoa fez algo que deu certo e ela começa a atribuir isso à sorte: é o técnico de futebol que usa sempre a mesma camisa em jogos decisivos; é aquela pessoa que sempre usa a mesma caneta para fazer uma prova ou ainda aquele outro cidadão que sai com uma mesma medalhinha que lhe serve de talismã na hora de viajar - ela passa a atribuir ao amuleto à certeza de que aquilo está funcionando e isso funciona psicologicamente muito bem.
Desta forma, alguns crentes entram na seara da maldição hereditária, porque o avô morreu com problemas no fígado, o pai também.
Lógico que tem a propensão genética, através do DNA.
Mas, pense comigo, não há também o costume alimentar, modo de vida, águas da mesma fonte.
Nascem então as dificuldades físicas, por hábito.
Come um quilo de sal por ano e não vai querer ter pressão alta?
Carne com bastante gordura vai ter colesterol! Só se Deus não quiser.
Do latim. superstitione.
O Dicionário Aurélio define superstição da seguinte maneira:
1. Sentimento religioso baseado no temor ou na ignorância, e que induz ao conhecimento de falsos deveres, ao receio de coisas fantásticas e à confiança em coisas ineficazes; crendice.
2. Crença em presságios tirados de fatos puramente fortuitos.
3. Apego exagerado e/ou infundado a qualquer coisa
Papa Francisco pediu ao prefeito Eduardo Paes que colocasse uma cesta de ovos aos pés de Santa Clara para parar de chover na cidade do Rio. A informação foi confirmada pela Prefeitura do Rio de Janeiro.
Diante da chuva persistente que cai no Rio de Janeiro, o Papa pediu ao prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que enviasse uma dúzia de ovos às freiras “clarissas” para colocá-los aos pés de Santa Clara.
Jer 51:17 - Embrutecido é todo o homem, no seu conhecimento; envergonha-se todo o artífice da imagem de escultura; porque a sua imagem de fundição é mentira, e nelas não há espírito.
 O prefeito Eduardo Paes atendeu ao pedido do Papa Francisco e enviou a cesta de ovos a uma freira para ser colocada aos pés de Santa Clara. A chuva não dá trégua no Rio desde segunda-feira (22), quando o Pontífice chegou à cidade”.
"É preciso oferecer uma dúzia de ovos a Santa Clara" para que pare de chover, disse o Papa a Eduardo Paes durante visita ao Palácio da Cidade, sem perceber que o microfone estava aberto.
É mais uma forma de aumentar as crendices do povo brasileiro.
Pior, o prefeito Eduardo Paes, representante oficial, do tal falado e dito [quando os crentes falam sobre a fé, é o argumento que eles usam] Estado laico, aja como Estado, e se deixe levar e atenda um pedido de tal ordem.
Ele poderia fazê-lo por sua crença, não sei qual fé professa.
Sem deixarmos de atentar sobre o mau uso do dinheiro público, em preparar a Área onde deveria ser realizada a JMJ no Rio, que ficou impraticável devido as chuvas e o dinheiro gasto virou lama.

O gasto público total por parte da Prefeitura do Rio de Janeiro, na Jornada foi de R$ 26 milhões, incluindo os eventos em toda a cidade.
Quem pagou?
Porém, ali o caso não é de ovos é “pisar em ovos”, mas no dinheiro suado, que a população carioca coloca nos Cofres Públicos a cada segundo, sem qualquer discriminação de fé.
Uma das práticas diz: “Para garantir muito sol no seu dia de seu casamento, dias antes, leve alguns ovos a uma igreja de Santa Clara”.
Papa Franciscum, ou Dom Bertoglio, o papa argentino poderia mandar jogar sabão em Santa Clara.
Pelo menos, em algumas regiões é este o costume:
“Jogar sabão para Santa Clara faz parar de chover”.
Há outra série infinita de frases de todos os tipos.
At 21:25 - Todavia, quanto aos que creem dos gentios, já nós havemos escrito, e achado por bem, que nada disto observem; mas que só se guardem do que se sacrifica aos ídolos, e do sangue, e do sufocado e da prostituição.
I Co 1-7 ORA, no tocante às coisas sacrificadas aos ídolos, sabemos que todos temos ciência. A ciência incha, mas o amor edifica. E, se alguém cuida saber alguma coisa, ainda não sabe como convém saber.         Mas, se alguém ama a Deus, esse é conhecido dele. Assim que, quanto ao comer das coisas sacrificadas aos ídolos, sabemos que o ídolo nada é no mundo, e que não há outro Deus, senão um só. Porque, ainda que haja também alguns que se chamem deuses, quer no céu quer na terra (como há muitos deuses e muitos senhores), Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. Mas nem em todos há conhecimento; porque alguns até agora comem, no seu costume para com o ídolo, coisas sacrificadas ao ídolo; e a sua consciência, sendo fraca, fica contaminada.
A Previsão do tempo previa desde o início da semana, com possibilidade do tempo melhorar no final de semana.
Daqui, a pouco Franciscum já se torna “santo” milagreiro.
Fonte:
Recanto de letras – UOL -
SIMPATIAS, SUPERSTIÇÕES E CRENDICES.
Coisas de Nossa Gente – Ricardo Sérgio
O Guia dos Curiosos.
G1
Repórter Isabela Marinho
O Guia dos Curiosos.
Autoria das fotos desconhecida.
E outras fontes

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical