quinta-feira, julho 10

O PROPOSITO DA TENTAÇÃO LIÇÃO 02 – CPAD – 3º TRIMESTRE/2014 Em edição

O PROPOSITO DA TENTAÇÃO
LIÇÃO 02 – CPAD – 3º TRIMESTRE
 “Minhas tentações têm sido minhas mestras de teologia.” Martinho Lutero
TEXTO AUREO:
TIAGO, servo de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos que andam dispersas, saúde. Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações; Sabendo que a prova da vossa fé produz a paciência. Tiago 1.1-3
Leitura Bíblica
Tiago 1.2 Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações;
3 Sabendo que a prova da vossa fé produz a paciência.
4 Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma.
Tiago 1. 12 Bem-aventurado o varão que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam.
13 Ninguéns, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.
14 Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência.
15 Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.
Etimologia
A palavra usada por Tiago é δοχµιον - prova, o ato de testar; 
Paulo usa a palavra, δοχιµὴ - o resultado do teste, a experiência.
Tiago fala da provação;
Paulo fala da experiência obtida através dela.
“Perfeitos - τειοι” - plenamente desenvolvidos, maduros;
“Completos - λχληζοι” - inteiros, não faltando nenhuma parte.
Tentação – sf. lat. tentatione; Do lat. tentatio, onis.
Ato ou efeito de tentar.
Impulso íntimo dirigido para o pecado, originado dos instintos inferiores ou da malignidade do tentador.
Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço”. Rm 7:19
Apetite ou desejo violento.
Rel. Indução para o mal, por sugestões do diabo ou da sensualidade/concupiscência. Pessoa ou coisa que tenta.
- sm. pop. T. de Jesus: tentação tripla, de gula, orgulho e idolatria, a que se sujeitou Jesus no deserto, para mostrar sua condição humana; narrada no Evangelho (Mt, 4, 3-11; Lc, 4, 3-13).
- sf. Ação ou resultado de tentar. Aquilo a que é difícil resistir, por provocar grande desejo: Chocolate é uma tentação. Forte vontade, desejo: Sentiu a tentação de confessar tudo.  Desejo que leva a ato condenável ou a pecado: livrar-se das tentações.
Desejo violento da alma humana a fazer algo que pode ser certo ou errado.
"Antes da vitória vem a tentação. E quanto maior os louros a conquistar, maior a tentação a que é preciso resistir" Stephen King
- madduwach ou (plural) מדוחים; n m. sedução, tentação, uma coisa para se pôr de lado.
- Maccah - מסה n. f. desespero, prova; teste, provação, tentação; n. pr. loc. Massá  - “tentação” - o local no deserto onde os israelitas tentaram a Javé; também ’Meribá
-απει ρα στος – apeirastos; adj. que não pode ser tentado pelo mal, não sujeito à tentação para pecar.
-εκβα σις – ekbasis; n. f. egressão, caminho para fora, saída; aplicado figurativamente para o caminho de escape da tentação. 
-πει ρα σμος - peirasmos; n. m. experimento, tentativa, teste, prova; tentação, prova: a tentação gerada nos Gálatas pela condição física do apóstolo, já que a mesma serviu para testar o amor dos gálatas por Paulo (Gl 4.14);
- tentação da fidelidade do homem, integridade, virtude, constância;
- sedução ao pecado, tentação, seja originada pelos desejos ou pelas circunstâncias;
Externas;
- tentação interna ao pecado
- da tentação pela qual o diabo procurou desviar Jesus, o Messias, de sua divina;
Jornada;
- da condição das coisas, ou um estado mental, pelo qual somos seduzidos ao pecado, ou a um desvio da fé e santidade;
- adversidade, aflição, aborrecimento: enviado por Deus e servindo para testar ou provar o caráter, a fé, ou a santidade de alguém;
- Deus sendo tentado (i.é., julgado) pelos homens;
- rebelião contra Deus, pela qual seu poder e justiça são colocados à prova e desafiados a serem demonstrados.
“Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele mesmo providenciará um escape, para que o possam suportar”. 1 Co 10:13
"Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca." Mt 26:41
Meu filho, se os maus tentarem seduzi-lo, não ceda! Pv 1:10
E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal, porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém. Mt 6:13
Porque, tendo em vista o que ele mesmo sofreu quando tentado, ele é capaz de socorrer aqueles que também estão sendo tentados. Hb 2:18
A investida do diabo contra os cristãos, é denominada de tentação (Desejo fortíssimo de praticar atos contrário aos princípios de Deus), quando consumada a consequência é o pecado (sua prática destitui o homem da comunhão com o Eterno) e a sua continuidade é punida com o castigo eterno. A tentação é comum a todos os servos, todos são tentados no dia-a-dia. Nos é garantido pelo Senhor, que todas elas são suportáveis; nenhuma tentação é superior às nossas forças. (Veja: 1Co 10.13). Como Vencer as TENTAÇÕES! Pr Elias R. de Oliveira.
O que é Provação?
Prova: teste da intenção pessoal ou sentimento para com Deus; ato que dá prova nossa fidelidade a Deus (caráter dogmático). Citação 
Perseverante: Paciente, aqueles que sofrem dores físicas e morais, enfermidades na carne, e ofensas à dignidade.
Provalat. proba. sf -Filos. "Aquilo que serve para estabelecer uma verdade por verificação ou demonstração".
- Aquilo que mostra ou confirma a verdade de um fato.
- Testemunho.
- Indício, mostra, sinal.
- Competência, porfia.
- Exame ou cada uma das partes dele.
- Ensaio, experiência.
- Demonstração.
- Provação, situação aflitiva, transe.
- Ato de provar, de experimentar
Provas inartificiais: as que se obtêm sem auxílio do raciocínio, tais como as leis, os depoimentos das testemunhas etc.
Acima de toda a prova: incontestável.
A toda a prova: inteiramente provado.
Pôr alguma coisa acima de toda a prova: torná-la evidente, incontestável, prescindindo-se de outras provas.
EXÓRDIO
Afinal para que serve a tentação?
Talvez seja a pergunta a ser respondida nesta lição.
Os grandes homens de Deus servirão de linha de pensamento, se nós olharmos ao longo da História bíblica.
Eles tiveram a oportunidade de serem vitimizados pelas tentações/tribulações durante suas experiências e passaram por elas, as vezes, com pouco êxito e outras vezes com sucesso.
Que o digam:
Abraão
Moisés
Davi
Saul
Sansão
Paulo
Pedro
Além do próprio Filho de Deus:
Nosso Senhor Jesus Cristo.
Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães. Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus”. Mt 4:1-4
Primariamente a Tentação é uma forma de apuração para posterior depuração daqueles que tem a Fé em Deus, e que são alvo de seu propósito, seja para atividades entre os homens, ou pela própria condição da relação do homem, com a divindade no projeto divino da regeneração humana.
Assim, os homens que se querem manter na presença de Deus são convocados pelas Escrituras a suportarem as tribulações e as vencerem, pois elas por si mesmas lhes darão o aval de um modo de vida espiritual sob a égide da resiliência.
O Apóstolo Paulo, contra aqueles que querem colocar a Epístola de Tiago como contraditória as suas doutrinas que elegem a fé como foco para a salvação, diz sobre a tentação:
E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciênciaRm 5:3
Ou seja, ele é avaliador da Doutrina de Tiago sobre o propósito da Tentação.
E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões.” At 9:4-5
Fica claro, que Paulo entendeu ao longo de sua difícil carreira, iniciada de forma dramática pelo chamado direto de Cristo, que lhe indicou como seria sua trajetória, que a tribulação é um instrumento divino para propósitos divinos.
E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome.” At 9:16
Quando   lemos o texto no qual Paulo cita a tentação, podemos ser levados a entender que a tentação é uma ação terciária, como inscrita no texto, contudo ao analisarmos o mesmo descobrimos que há uma relação necessária para ela ser colocada nesta posição, sem contudo tirar o efeito e intenção do Espirito em atingir o objetivo em inspirar a sermos provados exercermos os benefícios dela advindos. Entre estes a paciência.
Tiago 1.2-3 Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações; Sabendo que a prova da vossa fé produz a paciência.
Diz a citação de rodapé nos “Comentários de Calvino” busca dar um entendimento a esta aparente forma da posição da tentação em cada texto.
Mesmo que eu recorra a este comentário posso entender que em ambos a Tentação nos serve de vinculo para a perfeição da Fé, que em tese é na Epístola de Tiago a busca da visão da Fé em ação e Obras.
“Por onde ocorre que nos atrevemos a nutrir maior esperança quanto ao futuro; pois a verdade de Deus, conhecida pela experiência, é crida mais plenamente por nós. Por isso, Paulo ensina que por meio de tal provação, ou seja, por tal experiência da graça divina, é produzida a esperança; não que a esperança só comece aí, mas que ela aumenta e é confirmada. Mas ambos querem dizer que a tribulação é o meio pelo qual a paciência é produzida.” Calvino, Comentário de Calvino.
Por isto Tiago completa a Escritura sobre a ação do homem que busca alguma coisa do Senhor.
Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma.” Tg 1:4
Perfeição e Tentação
Além da rima verbal ambas caminham juntas no texto de Tiago e na Bíblia Sagrada.
O aperfeiçoamento é vital na relação com Deus.
Para tanto a tentação ao invés de ser vista como algo ameaçador e incorreto, na realidade ela deve ser vista como instrumento de aprendizado.
Que dizer da PROVA continuada?
A continuidade das provações na vida com o Senhor, nos leva ao aperfeiçoamento, que é uma das demonstrações do contínuo alinhamento com a vontade de Deus.
A santidade que nos leva a ter maior proximidade de deus é algo que as escrituras apontam desde o seu primeiro livro.
Os homens que venceram as tentações se aproximaram de deus, de tal forma, que receberam aprovação de Deus, com significativo adjetivo pessoal, e interesse de deus pelas suas vidas.
A história de vida de Enoque, o sétimo mostra como esta proximidade, mesmo em meio ao mundo corrompido nos aproxima de Deus.
E andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos, e gerou filhos e filhas. E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos. E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou.” Gn 5:22-24
Que olhemos para a maior tentação de um pai. Abraão teve esta experiência no seu caminho da perfeição da fé, que o faz ser O Pai de todos que tem Fé.
Porventura o nosso pai Abraão não foi justificado pelas obras, quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaque? Bem vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada. E cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus. Tg 2:21-23
O aperfeiçoamento, só se dá em condições severas, que exigem fidelidade e entrega de propósitos determinados para atender aquilo que deus propôs para nossas vidas. Noé é um exemplo disto. Contra toda população corrompida ele se dispôs a ser alvo da incredulidade de todos e serviu aos propósitos jamais vistos até então, algo como uma chuva.
Mas, a Fé em Deus o fez vencer a tentação de desistir da empreitada, que lhe fora proposta.
Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus”. Gn 6:9
Fonte:
Calvino - Comentários de Tiago
foto - Voltando ao Evangelho
Dicionário Michaelis
Apontamentos do autor
Demais indicados no corpo do texto
EM EDIÇÃO
ATUALIZAREMOS...

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical