quarta-feira, outubro 29

Papa Franciscum aceita Teorias da Evolução e Criação do Universo através do Big Bang

Religião
Do Vaticano
A Ciência e a posição da ICAR na pessoa do seu líder – dom Franciscum
 
No princípio criou Deus o céu e a terra. Gênesis 1:1
“A Teoria do Big Bang e da Evolução estão corretas.” Dom Franciscum (Papa católico romano - Dom Francisco).
- “as pessoas que leem o Gênesis, livro da Bíblia, achando que Deus "tenha agido como um mago, com uma varinha mágica capaz de criar todas as coisas".
- "não é obra do caos, mas deriva de um princípio supremo que cria por amor".
Segundo Dom Franciscum, a criação do mundo "não é obra do caos, mas deriva de um princípio supremo que cria por amor". "O Big Bang não contradiz a intervenção criadora, mas a exige", disse.
"O Big Bang não contradiz a intervenção criadora, mas a exige", em cerimônia na Pontifícia Academia de Ciências, disse o pontífice na inauguração de um busto de bronze em homenagem a Dom Ratzinger (Bento XVI, Papa Emérito após ter renunciado ao trono de Pedro).
Dom Franciscum (Papa Católico romano) estaria expressando uma posição da chamada terceira via da Criação.
Conciliar as Teorias com a Bíblia não seria uma forma de ecumenizar valores religiosos, aos valores Científicos?
Ou seria apenas, pelo motivo de Dom Franciscum estar na casa dos Cientistas, no caso, a Pontifícia Academia de Ciências, organismo católico?
Assim, os cientistas daquela casa receberiam o aval do seu líder máximo para ambientar no seio dos fiéis cristãos noções, nunca dantes cotejadas pelos religiosos de todo o Mundo sobre a aceitação destas Teorias Evolucionistas, o que agora seria passível e possível recebendo o “aval” ainda que formal, do Líder católico, que exara, segundo fundamento da Fé Católica Romana, uma palavra sábia erudita e divina, por sua autoridade apostólica como representante divino. 
O Papa Francisco afirmou nesta segunda-feira (27), durante discurso na Pontifícia Academia de Ciências, que a Teoria da Evolução e o Big Bang são reais e criticou a interpretação das pessoas que leem o Gênesis, livro da Bíblia, achando que Deus "tenha agido como um mago, com uma varinha mágica capaz de criar todas as coisas".
Segundo ele, a criação do mundo "não é obra do caos, mas deriva de um princípio supremo que cria por amor". "O Big Bang não contradiz a intervenção criadora, mas a exige", disse o pontífice na inauguração de um busto de bronze em homenagem ao Papa Emérito Bento XVI.
O Big Bang é, segundo aceita a maior parte da comunidade científica, a explosão ocorrida há cerca de 13,8 bilhões de anos que deu origem à expansão do Universo. Já a Teoria da Evolução, iniciada pelo britânico Charles Darwin (1809-1882), que prega que os seres vivos não são imutáveis e se transformam de acordo com sua melhor adaptação ao meio ambiente, pela seleção natural.
E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Gênesis 1:27

O Papa acrescentou dizendo que a "evolução da natureza não é incompatível com a noção de criação, pois exige a criação de seres que evoluem".
Ele criticou que quando as pessoas leem o livro do Gênesis, sobre como foi a origem do mundo, pensam que Deus tenha agido como um mago. "Mas não é assim", explica.
Na realidade Dom Franciscum segue o caminho de alguns líderes católicos romanos:
-Pio XII;
-João Paulo segundo  - o Papa Pop;
-Dom Ratzinger, seu antecessor (Bento XVI)– que estava sendo homenageado pela Pontifícia Academia de Ciências, onde Dom Franciscum deu as declarações.
Segundo Francisco, o homem foi criado com uma característica especial – a liberdade – e recebe a incumbência de proteger a criação, mas quando a liberdade se torna autonomia, destrói a criação e homem assume o lugar do criador.

"Ao cientista, portanto, sobretudo ao cientista cristão, corresponde a atitude de interrogar-se sobre o futuro da humanidade e da Terra; de construir um mundo humano para todas as pessoas e não para um grupo ou uma classe de privilegiados", concluiu o pontífice.
Anexo
Conceitualmente, o criacionismo é uma forma de explicação sobre a origem do mundo onde se busca atribuir a constituição das coisas à ação de um sujeito criador. Sem dúvida, essa teoria ganhou espaço em diferentes culturas espalhadas pelo mundo e apareceu muito antes que o discurso científico viesse a tratar dessa mesma questão. Nos mais diferentes contextos culturais, temos a elaboração de um mito criacionista capaz de nos revelar interessantes concepções sobre a civilização que o produziu.
Entre os egípcios havia a crença de que antes do mundo surgir existiam somente as trevas e a chamada “água primordial” (o que faz clara referência ao Rio Nilo). A partir dessa água primordial teria surgido o deus Atum, que deu origem a descendentes responsáveis pela criação dos ares, das terras e do céu. Na mitologia grega, o criacionismo seria fruto dos filhos gerados a partir de Caos. Entre todos os descendentes, foi da união de Urano (céu) e Gaia (terra) que o mundo teria surgido.
Uma das mais conhecidas narrativas criacionistas do mundo Ocidental foi instituída pelas religiões judaico-cristãs. O chamado criacionismo bíblico relata que Deus teria feito a terra em sete dias. No primeiro dia teria construído o universo e a Terra. No segundo e no terceiro, estabeleceu os céus, as terras e mares do mundo. Nos dois dias seguintes apareceram os primeiros seres vivos e a separação do dia e da noite. No sexto e último dia, surgiram os demais animais e o homem.

Fonte:
Deus fez o Big Bang? Documentário defende a ideia de que ciência e fé podem coexistir. Gabriella Pacheco - Saúde Plena; Publicação:22/10/2013

Criacionismo - Publicado por: Rainer Gonçalves Sousa em Pré-História


G1 e outros

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical