terça-feira, abril 6

CHUVAS MUDAM O CENÁRIO DO RIO DE JANEIRO - 96 MORTOS-bRAZIL

Pior chuva dos últimos 44 anos causa estragos e 96 mortes no Rio, até agora.

06/04/10 - 15h29 - Atualizado em 06/04/10 - 22h00

G1 e outros

Esperamos que o número não cresça.

Aquecimento Global?

Desordem na Ocupação Urbana?

Aquecimento global?

Para o meteorologista Igor Oliveira, do Alerta Rio, ligado ao Georio, não é possível associar o fenômeno, que classificou de "atípico", com o aquecimento global, mas também não se pode descartar sua influência.

Para ele, abril deste ano vai ficar marcado. "As chuvas já estão acima do normal comparando com outros meses de abril, então mesmo que daqui para frente chova pouco, isso vai contribuir muito. A situação é anormal, embora haja uma explicação, que é a combinação da frente fria com a atmosfera quente e úmida. Muita gente gosta de dizer que é o aquecimento global, e essa é uma hipótese muito provável, mas não dá para saber, precisamos de estudos mais amplos."

Oliveira destacou que a maré alta na noite de segunda ajudou a favorecer os alagamentos na cidade do Rio.

Bairros ficaram ilhados e sem energia. Aulas foram suspensas.


Moradores relataram momentos de medo e perigo.

Do G1, em São Paulo e no Rio

O Rio de Janeiro registrou volume de chuva recorde para um único dia - o maior em pelo menos 44 anos -, causando estragos, deslizamentos e 96 mortes em vários locais da região metropolitana entre esta segunda e terça-feira (6).

Confira as últimas informações no blog ao vivo

Veja a situação de transportes e serviços

Imagens da chuva na cidade

Veja frases sobre o caos

Comportas dos Céus abriram forte para as chuvas e atingiram o Rio.

As Zonas Oeste e Norte foram as mais atingidas, especialmente as regiões perto do Centro da capital carioca, segundo o Instituto de Geotécnica do Município do Rio de Janeiro (Geo-Rio). Só na cidade do Rio, o número de mortes chega a 35. Bairros ficaram ilhados e sem energia. Há ainda registros de grandes volumes de água em toda a cidade.

Chuva recorde

Institutos consultados pelo G1 apontam que o volume é o maior das últimas décadas. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os dados indicam que a quantidade foi a mais elevada desde 1962, há 48 anos, quando foi registrado o maior volume em único dia pela série histórica - a medição é feita desde 1917. Já segundo a prefeitura do Rio, o volume registrado bateu o das chuvas de 1966, há 44 anos, quando tempestades também causaram estragos no município.
O Instituto de Geotécnica do Município do Rio de Janeiro (Georio), que analisa os dados pluviométricos de 32 locais da cidade, destaca que, somente nos seis primeiros dias deste mês, já choveu na maioria das estações mais do que em todos os meses de abril desde o início da série histórica, de 1997.

Mais cedo, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse que o recorde era o de 1966, quando foram registrados 245 milímetros em 24 horas. Segundo ele, em 1988, quando houve outra grande enchente, foram 230 milímetros em 24 horas. Em 1996, 201 milímetros em 24 horas; e nesta chuva, 288 milímetros em 24 horas.

Em coletiva à imprensa, os dados foram atribuídos ao Alerta Rio. O instituto informou que começou sua medição em 1997, mas tem informações registradas sobre os episódios de chuva extrema.

Oremos pelo Rio de Janeiro!

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical