quarta-feira, dezembro 29

Lula ... Fez História...Lula e a Religiosidade.

Um final feliz!
Reconhecendo a Autoridade superior de Deus...
Só o "dedo de Deus" explica o fato de um retirante do interior de Pernambuco ter se tornado presidente da República. "Eu sou agradecido a Deus em primeiro lugar, porque se não fosse o dedo de Deus não era normal que um retirante de Caetés, que saiu do sertão para fugir da fome, se transformasse em presidente da República do Brasil. Isso só pode ter o dedo de Deus". Primeira Edição.
1 Sm.7.16. Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque eu o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.
É interessante, como nós vemos a palavra de Deus se cumprindo.
Luis Ignácio Lula da Silva – Presidente do Brasil – ou simplesmente Lula foi satanizado pelas falanges religiosas, desde as suas primeiras campanhas eleitorais, até alcançar o patamar de unanimidade popular e internacional.
Ao longo do seu mandato, ele desfez o muro ou barreira teologicamente estabelecida na mente das lideranças cristãs no Brasil.
Passou da condição de poder se tornar um perseguidor das Igrejas ao nível de Estadista plural, no sentido religioso, é palatável a todas as religiões majoritárias atuais.
Recebeu líderes cristãos de toda matiz e se sensibilizou com questões cruciais, como a socialização das entidades evangélicas, a chamada Igreja Institucional, vetando artigos em decretos que eram contra as Igrejas institucionalmente e teologicamente.
Vetou até mesmo[o quanto pode atrasou], o que pode ser a relação estatal, com apenas uma Igreja, e deu abertura para que mesmo assim, o Tratado Estado brasileiro com uma Igreja deste porte permitisse a abertura para relacionamentos com as demais Igrejas cristãs. 
No apagar das luzes do seu mandato ele peregrina pelo Brasil.
Chora aqui, afaga o povo ali, é um final pouco visto desde a implantação e renovação do Estado Republicano brasileiro.
Voltando hoje a sua terra natal, ele abre o coração e rasga a alma e pronuncia uma frase lapidar, que mostra o que um homem sensível como ele, carrega nas entranhas da sua alma, o vigor do cabra pernambucano, sadio e de coração leve, saindo nos braços do povo e de volta [?] a sua São Bernardo do Campo [morador desta cidade eu sabia quando ele chegava e saia daqui, pelo ruído de seu helicóptero, pois moro na rota de descida].
Enfim, este pernambucano vai deixar um vácuo no poder.
Por tudo que fez e deixou de fazer, a hora da saída de Lula parece mais especial do que a sua entrada, em tempos de Brasil em mudança é uma vitória de todos os credos e em especial de nós os cristãos, que oramos pelo Governo.
Surpreendente este Presidente Lula!
Rm.13. 1. Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus.
Vai com Deus Lula...
Lc.6. 45. O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem; e o homem mau, do seu mau tesouro tira o mal; pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.
Ah! Ia esquecendo de transcrever as frase ditas em pleno Nordeste:
No seu jeitão brincalhão, ele encontra a similaridade do exercício de presidente com o de um pastor:
Lula perguntou ao público se não poderia ser pastor ao terminar o mandato, no final desta semana. 
"Vocês não acham que eu poderia ser pastor depois de deixar a Presidência da República? Fazer sermão lá em Garanhuns?", indagou o presidente.
"Imagina eu fazendo um sermão em Garanhuns". Outra fonte
E arremata:
"Não é normal um retirante sair fugido da fome de Caetés, se tornar presidente da República. Isso tem dedo de Deus"
E a política e a economia, o que tinha que falar sobre isto no foco teológico, criticando e apontando o dedo, já falei, agora não é hora, pelo menos para o governo de Lula...
Lula Chora, Fala Em 'Dedo De Deus' E Que Poderia Ser Pastor.
28 de dezembro de 2010
Lula chora ao ouvir poesia em sua homenagem e abraça o governador de Pernambuco.

Foto: Ricardo Matsukawa/Terra
CELSO CALHEIROS
VAGNER MAGALHÃES
Direto do Recife
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chorou durante a festa de despedida organizada pelo governo de Pernambuco, no Marco Zero do Recife, nesta terça-feira. "Não é normal um retirante sair fugido da fome de Caetés, se tornar presidente da República. Isso tem dedo de Deus", disse, em seu último evento oficial no Estado natal.
Em tom de brincadeira, o presidente afirmou que poderá se tornar pastor quando deixar o cargo: "imagina eu fazendo um sermão em Garanhuns".
Foto: Ricardo Matsukawa/Terra
Antes de Lula pegar o microfone, repentistas fizeram rimas planejando uma eventual volta dele ao cargo. Um sugeriu que, a partir de 1º de janeiro, o presidente está apenas saindo de férias: "passa quatro anos fora e depois ele vem". "Ele voltará de novo, quem sabe futuramente", disse outro. O presidente não conseguiu segurar o choro em pelo menos dois momentos.
"Não quero chorar mais do que eu chorei. Político não sabe chorar. Enquanto o povo chora para fora, cafunga, o político chora para dentro, tem vergonha", afirmou. 
Ao ser recebido com uma declamação do poeta Antônio Marinho, com o bordão "Pernambuco agradece o presidente", Lula se emocionou e foi abraçado pelo governador Eduardo Campos (PSB).
Ele entregou a Lula a comenda - uma faixa nas cores de Pernambuco - da ordem dos méritos dos Guararapes, a maior do Estado. Lula agradeceu a distinção e em seguida garantiu que dormiria com ela. "Vou ter de entregar a minha no sábado e fico muito feliz com esta", disse.
Obras do governo
A uma multidão de 15 mil pessoas, Lula falou de obras do governo federal no Nordeste e lembrou a transposição do rio São Francisco com ironia. "Aqueles que tomam Perrier gelada, que me permitam levar água tratada ao povo brasileiro". Sobre a BR-101, disse que "nem na Alemanha eles têm estradas com tamanha qualidade. Hoje o povo nordestino está mais feliz".
Ao lembrar das eleições em que derrotado por três vezes consecutivas, Lula afirmou que, em 1989, entrou em um barraco humilde e ouviu de sua moradora que não teria o voto dela porque ele lhe tomaria tudo. "Eu pensava comigo: 'ela não tem nada e dizia que tinha medo de mim'. Como isso era possível?".
Antes de deixar o palanque, Lula deixou um recado: "a palavra de ordem é apoiar a companheira Dilma (Rousseff, presidente eleita). Ela será parceira de Pernambuco. Quanto a mim, estarei pelas ruas deste País". 
O presidente ainda viaja para Fortaleza (CE) e para Salvador (BA) antes de retornar a Brasília.
O evento desta noite serviu para anunciar o início das obras do centro cultural Cais do Sertão Luiz Gonzaga e a cessão de terreno da União para a Associação Criança Cidadã Meninos do Coque. O centro cultural representará um investimento de R$ 26 milhões com a criação de um museu de alta tecnologia e um memorial a Gonzagão.
O local possibilitará cursos de danças, de música, estúdios, bibliotecas e midiateca. A associação recebeu um terreno de 14 mil m² no bairro da Cabanga para construção de salas de concerto.
Homenagens do povo.
A despedida de Lula não emocionou apenas o presidente, mas também o público presente ao Marco Zero. Pouco antes do presidente discursar, a administradora Gisely dos Santos, 30 anos, estendia um banner com fotos de sua formatura. Entre elas, uma de Lula, com um chapéu de vaqueiro.
"Todas as vezes que Lula vem a Pernambuco - foram 40 nos dois mandatos - eu choro e me arrepio", afirmou. Ela disse que conseguiu acesso a uma universidade particular por meio do Programa Universidade Para Todos (Prouni), do governo federal. "Se não fosse assim, jamais teria conseguido me formar".
Words in English:

Lula thanked God for his experiences.
'I am grateful to God. Had it not been for God's finger, it would not be normal for a poor man from Caetes, who fled hunger, to become president. Whoever does not believe in God should believe,' he said.
Lula vowed that his successor, Rousseff, will do even more to lead Brazil.
'She will do much more. I am leaving the presidency, but don't you believe you will be rid of me, because I will be on the streets of this country to help solve Brazil's problems,' he said.M&C-News

2 comentários:

Halesther Bruno disse...

Parabéns pela colocação.

Halesther Bruno disse...

Pastor, a paz do Senhor.

Seria possivel postar seus comentários sobre a lição da EBD até na sexta-feira?
Pois assim seria possivel estudar juntamente com a lição do domingo e dá uma boa aula.

hbcpinto@yahoo.com.br

Halesther Bruno - Belo Horizonte

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical