sábado, novembro 9

O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos - Lição 6 - CPAD

Estudo de apoio à Lição 5 - 4º Trimestre - 2013
                                                                                                     Editor: Pr. 
Osvarela
Texto Áureo
O justo anda na sua sinceridade; bem-aventurados serão os seus filhos depois dele” Pv 20:7
Leitura Bíblica em Classe
Provérbios 4:1-9
OUVI, filhos, a instrução do pai, e estai atentos para conhecerdes a prudência.
Pois dou-vos boa doutrina; não deixeis a minha lei.
Porque eu era filho tenro na companhia de meu pai, e único diante de minha mãe.
E ele me ensinava e me dizia: Retenha o teu coração as minhas palavras; guarda os meus mandamentos, e vive.
Adquire sabedoria, adquire inteligência, e não te esqueças nem te apartes das palavras da minha boca.
Não a abandones e ela te guardará; ama-a, e ela te protegerá.
A sabedoria é a coisa principal; adquire pois a sabedoria, emprega tudo o que possuis na aquisição de entendimento.
Exalta-a, e ela te exaltará; e, abraçando-a tu, ela te honrará.
Dará à tua cabeça um diadema de graça e uma coroa de glória te entregará.
                   Citação: Existem famílias em que os filhos não respeitam nem um pouco seus pais e os enfrentam como se eles fossem pessoas como seus amigos de rua ou colégio. Isso está totalmente errado, pois os filhos necessitam respeitar sempre os pais e não devem enfrentá-los como quem enfrenta um inimigo ou desconhecido. Já que os pais fazem parte de nossas famílias, as pessoas, em especial os filhos mais jovens, precisam buscar compreendê-los. Goldenberg, Priscila - Relacionamento entre pais e filhos.
Os Pais são provedores da vida do filho.
2Co 12:14 - Eis aqui estou pronto para pela terceira vez ... pois que não busco o que é vosso...: porque não devem os filhos entesourar para os pais, mas os pais para os filhos.
Esta e a máxima bíblica, pois, ela nos ensina até a enteusourar bens para nossos filhos.
Trata-se de um cuidado, que se acolhido por todos os pais, os filhos deverão ser melhores que nós, em cada parâmetro desta vida, seja na vida física saudável, nas atividades laborais, na qualidade da habitação, na qualidade moral, na vida espiritual.
Tudo isto só poderá ser obtido, nas vidas que geramos, ao tempo determinado por Deus se os pais atentarem para uma Educação contínua destes tesouros que Deus nos concede, como bênçãos.
Portanto, há uma dimensão de responsabilidades a ser coberta nesta atividade de criar filhos, cuidar de filhos, assentar a vida dos filhos.
Antes de nos aprofundarmos no tema em si – Educação, por exemplo.
Pessoalmente gostaria de que pensássemos sobre esse assunto.
Como em nosso s dia a Sociedade esteve, está ingerindo na vida das famílias, sejam cristãs ou não.
O próprio governo, ou governos, tem sido fator preponderante na Educação e ingerência no seio das famílias.
O pensamento usual de que:
“Os pais geram filhos para o Mundo”,
“Filhos são assim mesmo, nós os criamos e eles ...” citadas quando alguém se sente rejeitado por algum filho,
“ não sei o que aconteceu, eu dei tudo, à este menino!” quando tem problemas com os filhos, quando eles dão problema... inferindo, que filhos devem cuidados, mas que não são nossos, mas do mundo e se alguma coisa lhes aconteceu, neste período foi por culpa exclusiva deles.
Será que funciona assim mesmo?
É a questão colocada nesta lição com a finalidade de ser estudada sob a ótica do escritor de Provérbios, sob a ótica daquilo que o Espírito Santo orientou e ditou a este escritor bíblico.
O que significa o étimo?
A etimologia nos faz compreender melhor esta questão.
Educar - τρεφω trepho(Strong)
- Educar, Criar, Nutrir, Sustentar;
- Crianças pequenas nutridas para que possam crescer, [ανατρεφω - anatrepho] com a Ideia predominante de Formar a Mente;
Educar é nutrir (trepho), sustentar, alimentar, criar e nutrir.
Ou ainda, anatrepho que dá sentido a nosso pensamento, sobre educação, pois, é a palavra que traz a ideia predominante de formar a mente, em relação a crianças pequenas, para que possam crescer para uma vida abundante e com o pensamento formado, sobre coisas boas.
Filhos sem pais.
Esta é uma geração que marcará a sociedade deste século, por vários motivos morais.
Nos dias atuais, o mundo é regido por mudanças que ocorrem numa velocidade acelerada.
A moralidade ocidental, tem sofrido intensas e diversificadas mudanças.
Na Alemanha, um país, dito cristão – meio protestante e meio católico – passou nesta semana uma nova forma de assentar o nascimento dos recém-nascidos: - a criança poderá ser registrada sem ter o seu sexo definido. Independentemente de nascer com a genitália feminina ou masculina. A formação física externa, não será preponderante para os pais registrarem-na como menino ou menino!
Somente após idade de entendimento ela poderá requerer o seu assentamento, como homem ou mulher!
Decadência
O convívio social tem se tornado cada vez mais complicado.
As relações interpessoais, inclusive no lar sofreram absurdas mudanças, para qualquer que tenha vivido no início do Século XX.
A afetividade é um fator muito importante nas relações interpessoais.
Mesmo compreendendo que cada indivíduo tem sua complexidade e personalidade própria, a qual é construída ao longo de sua vida pela maneira com que o indivíduo, reage ás informações social, ou que lhe sejam obtidas, tal qual, por osmose.
Segundo os sociólogos:
“Os traços morais distintos de uma pessoa são influenciados pelo ambiente familiar em que o indivíduo vive, nos aspectos culturais da sociedade em que está inserido, pela idade ou estágio de amadurecimento, herança genética, dentre outros fatores. Por sermos indivíduos diferentes uns dos outros, pensamos e agimos de forma única”.
A moralidade e a sexualidade aumentada e embasada no pensamento libertário, de que os jovens podem tudo e não devem ser reprimidos.
Na educação dos filhos, quando os pais fazem todas suas vontades, dizendo “sim” para tudo o que eles querem, correm sério risco de transformá-los, muitas vezes, em pessoas sem limites e sem respeito diante das situações que a vida lhes apresenta e perante as pessoas que venham a se relacionar com eles.
A mente dos adolescentes está sendo bombardeada, por informações precoces sobre: bombardeio sexual, desregramento inter-famílias, violência exarcebada sem coibição efetiva do erro, a lei da palmada, a formatação das famílias, com variações para além da formação, e do padrão bíblico, sobre marido e mulher.
Casamentos instáveis, mães solteiras, ou a produção de filhos chamada de “independente”.
Tudo isto, nos leva a crer que estamos próximo de dias em que os jovens e as famílias, alguns sinais estão patentes, estarão sem rumo moral e sem ter paradigmas interiores que os sustentem na sua Educação diária e de modo de viver, mesmo que não seja sob a ótica cristã, sob a obediência de regras morais e dentro das leis, que ainda vigem.
A afetividade é um fator muito importante nas relações interpessoais.
- O que as Escrituras querem nos informar sobre Educar?
“Porque eu era filho tenro na companhia de meu pai, e único diante de minha mãe”.
As Escrituras Sagradas nos dão base elástica para o enunciado, acima.
A cultura na qual estamos realizando o estudo neste trimestre é a cultura bíblica do povo de Israel, na qual o papel dos progenitores é fundamentado na relação: pais-filhos e pais-Deus.
Primeiro, pela promessa dada aos pais;
Segundo, pela obrigação de manter a família em continuado crescimento e o nome da mesma.
Temos variados e amplos exemplos, desde Isaque e Abraão, passando por Isaque e Rebeca com seu filho Jacó.
Manoá e sua esposa com o juiz Sansão; Ana e seu filho primogênito Samuel, Juiz e Sacerdote em Israel; Davi e Jessé; Maria e Jesus; Simeão e João;
E os exemplos:
E Davi e Salomão?
E de Davi e seu filho amado, Absalão?
A base relacional e pessoal era ditada pela necessidade da transmissão dos valores religiosos e culturais, que advinham da formação do Povo, como Nação e Reino.
Porém, só se estabeleceu, em Israel porque o Senhor Jeová ordenou, pois a transmissão oral era a forma natural de todos os povos manterem-se fortes e coesos.
Onde estava a diferença?
Simples: Nas Sagradas Escrituras que lhes fora dada como primazia pelo próprio Deus, como diz o Apóstolo Paulo:
QUAL é logo a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão? Muita, em toda a maneira, porque, primeiramente, as palavras de Deus lhe foram confiadas. Rm 3.1,2
AMARÁS, pois, ao Senhor teu Deus, e guardarás as suas ordenanças, e os seus estatutos, e os seus juízos, e os seus mandamentos, todos os dias. E hoje sabereis que falo, não com vossos filhos, que o não sabem, e não viram a instrução do Senhor vosso Deus, a sua grandeza, a sua mão forte, e o seu braço estendido; [...]. Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma, e atai-as por sinal na vossa mão, para que estejam por frontais entre os vossos olhos.E ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te; Dt.11.1-518,19
Há outro texto similar no mesmo livro de Deuteronômio, capítulo 6 e versículo 7.ss que poderíamos utiliza-lo, porém este acima, nos parece mais claro e referencial para esta lição.
Fala para os pais educarem aos filhos e se auto-educarem, nos mandamentos sinaíticos recebidos diretamente do Deus da Aliança do Sinai.
6. 20-25. Quando teu filho te perguntar no futuro, dizendo: Que significam os testemunhos, e estatutos e juízos que o Senhor nosso Deus vos ordenou? Então dirás a teu filho: Éramos servos de Faraó no Egito; porém o Senhor, com mão forte, nos tirou do Egito; ... E o Senhor nos ordenou que cumpríssemos todos estes estatutos, que temêssemos ao Senhor nosso Deus, para o nosso perpétuo bem, para nos guardar em vida, como no dia de hoje. E será para nós justiça, quando tivermos cuidado de cumprir todos estes mandamentos...
Orienta aos pais a manterem aquilo que receberam como instrução para uma vida sossegada e os relatar aos seus filhos...sempre!
τεκνον teknon - descendência, crianças; criança; menino, filho.
Metaforicamente - nome transferido para aquele relacionamento íntimo e recíproco formado entre os homens pelos laços do amor, amizade, confiança, da mesma forma que pais e filhos.
A orientação nada mais é do que transferir valores através de um relacionamento diário e intimamente ligado pelo amor de pais e filhos, moralidade, conceitos teogônicos (crenças, maiores sobre a vida a existência de um ser supremo, caráter e destino dos homens), orientando aos filhos na educação que, por intrínseco interior, sabemos que o levará a uma vida saudável e plena de sucesso.
Deus é este Pai presente que nos orienta e nos educa sob a égide da Sua Palavra.
Deus é o Pai preocupado com o sucesso, lá no futuro, de seus filhos, ainda que nada entendamos, quanto a esta “educação” futurística, pois somos presos ao “Cronos” (gr. Κρόνος) e limitados nestes dias físicos, na materialidade do físico, e não na metafísica transcendente de Deus!
Pois, nestes mandamentos há vida.
11. 26,28 Eis que hoje eu ponho diante de vós a bênção e a maldição; A bênção, quando cumprirdes os mandamentos do Senhor vosso Deus, que hoje vos mando; Porém a maldição, se não cumprirdes os mandamentos do Senhor vosso Deus, e vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno
Quero deixar claro, que os Mandamentos sinaíticos, ensinam ao povo, que todo e qualquer proceder deve ser conforme a orientação bíblica.
Há sempre uma forma de guiarmos a educação de nossos filhos. No Senhor, e na Sua Palavra temos a melhor condição, como nos ensina a Palavra de Deus e os textos deste domingo.
Pais são referencias: vendo um programa de televisão, ainda esta semana, ouvi de uma senhora que cria seu filho sem a presença do pai exatamente esta dúvida; “criar filhos sem referencial do pai é um grande desafio e até, por vezes, um problema...!”
Sei, e conheço famílias que foram criadas, sem este referencial, e este apoio da presença paterna.
Muitas mães, guerreiras, venceram esta batalha, mas só elas sabem os percalços e desafios que lhes tornaram encanecidas, em muitos caos, antes do tempo.
Mormente, em dias passados, quando às mulheres (digo, aqui das mulheres que vivenciaram a vida costumeira de casar e ter seus filhos, com se via o papel da mulher anteriormente, a este século) se dava o papel de criar e ter filhos a sombra do marido.
Quantas, por variados casos se viram sem qualquer amparo familiar e tiveram de se valer de seus braços e mente, e coração para cuidar de filhos, sem apoio qualquer.
Filhos sem referenciais e sem a companhia de pais sofrerão reveses na sua formação e na sua forma de conviver e ver a Sociedade sob o regramento dado pela companhia de mãe e pai.
- Qual é a nossa cooperação para com a Família?
Esta forma de ajuntamento social está fazendo a moralidade regredir ao tempo em que as regras valiam pelo poder e força pessoal!
Crianças nascem sem referencial, ou crescem sobre referenciais rotos e despidos de;
- pudor;
- recato;
- responsabilidades;
- respeito às regras;
- respeito pelos seus responsáveis, ou idosos;
O Exemplo é Fundamental
Valores Cristãos
Diálogo –
“Porque eu era filho tenro na companhia de meu pai, e único diante de minha mãe”.
É fundamental, na relação pai e filho, que haja diálogo, como se lê neste trecho.
A relação pai-filho se consolida ou se desgasta se isto for bem ou mal utilizado, ou melhor, dizendo, conduzido!
Qual é a nossa relação com nossos filhos?
Como ela está?
Desgastada?
Alimentada com palavras boas?
Qual a periodicidade deste relacionamento:
Diária ou mensal, ou anual, ou extremando: nunca acontece ou aconteceu?
“Ele me ensinava e me dizia: Retenha o teu coração as minhas palavras; guarda os meus mandamentos, e vive”.
Os nossos valores são todos aqueles sentimentos que nos proporcionam motivação, que quando satisfeitos nos fazem sentir em estado de prazer e harmonia; quando há agressão, o inverso ocorre, e acabamos nos envolvendo em sensações de desconforto e mal-estar.

O diálogo entre os seres humanos é fundamental, pois através a comunicação apresenta-se como um instrumento e possibilidade de construção do conhecimento.
CONTINUAÇÃO...
Exemplo dados pelos pais, fazem-nos crescer, prosperar, ser melhor que nós, ou podem fazê-los perecer na mesma rota que os pais trilharam  o Caminho da Derrota pessoal ou familiar! Osvarela
A opinião de uma articulista do ciberespaço:
“Nossa "primeira educação" vem de casa, isso é fato. Quando crianças, aprendemos o que os nossos pais querem que aprendamos, somos o que eles querem que sejamos, mas em fase de amadurecimento, começamos a conhecer novas pessoas, novas opiniões, outros meios e modos de vida, outras religiões (que inclusive, nos acostumamos a crer na que é seguida pelos nosso pais, que não nos permite conhecer outras, mas quando adultos, queremos entender e conhecer todas, para acreditar em uma), e também a enxergar UM OUTRO MUNDO...” Gomes, Maria de Fátima – Viva La Vida
Será que é isto mesmo, o que a Bíblia nos ensina?
Leia na continuação! 
Fotos: segundo o sítio que encontramos: são da Internet.

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical