sábado, janeiro 25

A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PÁSCOA - Segunda Parte

A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PÁSCOA
Segunda parte
LIÇÃO 04 – CPAD - 1º TRIMESTRE 2014
EDIÇÃO e Estudo Pr. Osiel Varela
TEXTO ÁUREO
Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. I Co 5.7b
Subtexto - destacado da leitura
“Assim, pois, o comereis: Os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a páscoa do Senhor”. Ex 12:11
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Êx 12.1-11
1 E FALOU o Senhor a Moisés e a Arão na terra do Egito, dizendo:
2 Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o primeiro dos meses do ano.
3 Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês tome cada um para si um cordeiro, segundo as casas dos pais, um cordeiro para cada família.
4 Mas se a família for pequena para um cordeiro, então tome um só com seu vizinho perto de sua casa, conforme o número das almas; cada um conforme ao seu comer, fareis a conta conforme ao cordeiro.
5 O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o qual tomareis das ovelhas ou das cabras.
6 E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde.
7 E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem.
8 E naquela noite comerão a carne assada no fogo, com pães ázimos; com ervas amargosas a comerão.
9 Não comereis dele cru, nem cozido em água, senão assado no fogo, a sua cabeça com os seus pés e com a sua fressura.
10 E nada dele deixareis até amanhã; mas o que dele ficar até amanhã, queimareis no fogo.
11 Assim pois o comereis: Os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a páscoa do Senhor.
Etimologia
Cessamento - s.f. Ação ou efeito de cessar; cessação. Jurídico. Alteração dos mecanismos que modificam uma ação processual, interrompendo a sua conjuntura anterior e fazendo com que a mesma possua um novo aspecto.
αιμα haima - n m – sangue - de homem ou animais;  refere-se à sede da vida; daquelas coisas que se assemelham a sangue, suco de uva.
αρη ν aren n m - ovelha, cordeiro
αρν ιο ν arnion diminutivo - um cordeirinho, um cordeiro
θυω thuo – v.sacrificar, imolar; assassinar, matar; do cordeiro pascal; abater.
καιρ ος kairos - n m. medida exata; medida de tempo, maior ou menor porção de tempo, daí: tempo fixo e definido, tempo em que as coisas são conduzidas à crise, a esperada época; decisiva
- tempo oportuno ou próprio
- tempo certo
- período limitado de tempo
- para o qual o tempo traz, o estado do tempo, as coisas e eventos do tempo.
DISCURSO
A Celebração
Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. 1Jo 1:7
A primeira Páscoa foi um evento celebratório para o povo Hebreu com base na Palavra de Deus falada por Moisés. Ex 4.16 E ele falará por ti ao povo; e acontecerá que ele te será por boca, e tu lhe serás por Deus.
Embora a primeira Páscoa tenha sido um evento iminentemente hebreu, ao o analisarmos sob a questão salvífica podemos encontrar correspondência total com a Graça salvadora, que futuramente seria estendida a todos os gentios.
Digo isto, para colocar ao estudante da Escola Bíblica Dominical a soteriologia e a tipologia no ato da Celebração da Páscoa dentro da Doutrina da Salvação é totalmente fruto da Graça.
Os Hebreus receberam a Promessa, para que dentre eles Eu Sou providenciasse a semente geradora do verdadeiro e Perfeito Cordeiro de Deus.
A Promessa feita aos Patriarcas fora exarada da boca divina, antes da dação da Lei.
Então estavam diretamente sob a ação da Fé que fora gerada pela Graça dadivosa do Eterno.
O Apóstolo Paulo elucida esta questão soteriológica ao dizer:
Rm 1-3;10-13          QUE diremos, pois, ter alcançado Abraão, nosso pai segundo a carne? Porque, se Abraão foi justificado pelas obras, tem de que se gloriar, mas não diante de Deus. Pois, que diz a Escritura? Creu Abraão a Deus, e isso lhe foi imputado como justiça.[...] Porque dizemos que a fé foi imputada como justiça a Abraão. Como lhe foi, pois, imputada? Estando na circuncisão ou na incircuncisão? Não na circuncisão, mas na incircuncisão. E recebeu o sinal da circuncisão, selo da justiça da fé quando estava na incircuncisão, para que fosse pai de todos os que crêem, estando eles também na incircuncisão; a fim de que também a justiça lhes seja imputada; Porque a promessa de que havia de ser herdeiro do mundo não foi feita pela lei a Abraão, ou à sua posteridade, mas pela justiça da fé.”.
Lc 23.44 E era já quase a hora sexta, e houve trevas em toda a terra até à hora nona, escurecendo-se o sol;
Ambiente da Páscoa e Jesus
O cordeiro era sem machas; Hb. 4. 15 Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
Assim como na Celebração da primeira Páscoa, podemos ver tipologicamente a ambiência da oferta de Jesus como Cordeiro de Deus. Nela podemos encontrar:
A Oferta com sangue.
A Libertação.
A Proteção da Morte;
A Purificação para a Libertação e Terra Santa da Promessa.
A Redenção da escravidão.
Celebrar a liberdade pela Fé. O povo hebreu nos dá um exemplo para que a Igreja possa continuar a celebrar a Páscoa na Esperança. Pois estamos livres e estamos anunciando que estamos saindo do Mundo em direção a Terra da Promessa, a Canaã celestial.
A Comunhão do povo em um só intento e ato. 1 Co 11.23.ss
Hb. 9. 11-14 Mas, vindo Cristo, [...] não desta criação, Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção. [...] Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?
Ex. 12. 7 E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem.
É conveniente a Tipologia, pois a mesma é inerente a esta Primeira Celebração,  com a ação salvífica na qual o Cordeiro não mais ovino, mas humano seria sacrificado para resgatar e imediatamente após o véu do Templo ser rasgado de alto a baixo dar passagem a toda à Humanidade presa na escravidão do pecado.
O cordeiro da primeira celebração deveria ser sem mancha, sem mácula.
1Pe 1:19 - Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado...
Da mesma forma Jesus Cristo não pode ser acusado de nenhum pecado e foi sacrificado no estado da perfeição, o único entre os homens, sem pecado.
Livrou o povo Hebreu do terror da Morte.
Sangue como sinal.
A morte andou por todo o Egito na noite da Celebração da Páscoa, mas os hebreus que participaram dela e assinalaram as suas casas com o sangue do cordeiro não foram atingidos pelo Anjo da Morte, que procurou e entrou em todas as casas desde o Palácio de faraó até a casa mais simples procurando matar.
Mas, como símbolo do sangue de Cristo que nos livra de todo o pecado e da cédula da condenação estamos assinalados pelo sangue do Cordeiro pascal perfeito Jesus Cristo! Aleluias!
Suficiência da carne do Cordeiro – Jesus.
Jo 1:36 - E, vendo passar a Jesus, disse: Eis aqui o Cordeiro de Deus.
Um cordeiro sacrificial atende a todos, conforme a necessidade numérica.
Assim como uma família comia a porção certa e quando fosse necessário abrigava outra família conforme o numero de seus membros, a Igreja abriga a todos, e todos comem da carne do Cordeiro, Jesus Cristo, que é suficiente para cada porção de membros.
Seja em uma casa pequena, ou uma casa grande ou até mesmo a todo o Mundo há suficiência total e multiplicada para atender e guardar e alimentar quantas almas se abriguem para comer da sua carne!
“Mas se a família for pequena para um cordeiro, então tome um só com seu vizinho perto de sua casa, conforme o número das almas; cada um conforme ao seu comer, fareis a conta conforme ao cordeiro. O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o qual tomareis das ovelhas ou das cabras.
E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde. E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem”.
Trevas, mesmo sendo dia;
Acesso imediato à Liberdade: Jo 19. 30 Está consumado.
O Período Do Sacrifício.
Mc 15. 6 Ora, no dia da festa costumava soltar-lhes um preso qualquer que eles pedissem.
Vemos prisão e libertação. Vemos um cordeiro sem mácula:
Jo 19. 4   Então Pilatos saiu outra vez fora, e disse-lhes: Eis aqui vo-lo trago fora, para que saibais que não acho nele crime algum.
O cordeiro foi morto no mês determinado por Deus.
Assim como Jesus veio no kairós, como nos ensina o Apóstolo Paulo: “Mas vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a leiGl 4:4.
Na realidade á esta primeira Celebração sucedeu-se inúmeras outras, houve cessamento da mesma pelos períodos do cativeiro hebreu, mas nos idos de Pilatos governador durante o período desta celebração deu-se um fato que mudaria a Historia dos Hebreus e de todo a Humanidade, o mais puro e perfeito sacrifício e o Perfeito Cordeiro foi sacrificado num Lugar chamado Caveira.
Jo 19. 9-14;31 E entrou outra vez na audiência, e disse a Jesus: De onde és tu? Mas Jesus não lhe deu resposta. Disse-lhe, pois, Pilatos: Não me falas a mim? Não sabes tu que tenho poder para te crucificar e tenho poder para te soltar? [...] E era a preparação da páscoa, e quase à hora sexta; e disse aos judeus: Eis aqui o vosso Rei. Os judeus, pois, para que no sábado não ficassem os corpos na cruz, visto como era a preparação (pois era grande o dia de sábado), rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas, e fossem tirados.
Fonte:
James Strong – Dicionário de Concordância Exaustiva. Léxico Hebraico, Aramaico e Grego de Strong © 2002 Sociedade Bíblica do Brasil. SBBRASIL
Bíblia Chamada online
Apontamentos do autor
Lição CPAD
Dicionário Global

Dicionário Aulete

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical