quinta-feira, janeiro 30

A Travessia do Mar Vermelho - Lição 05 – CPAD - 2014 - Em edição

Edição deste subsídio: Pr. Osvarela
Lição 05 – CPAD - 2014
TEXTO ÁUREO
“O Senhor é a minha força, e o meu cântico; ele me foi por salvação; este é o meu Deus, portanto lhe farei uma habitação; ele é o Deus de meu pai, por isso o exaltarei.” Êx 15. 2
VERDADE PRÁTICA
Deus tirou o povo do Egito sob; cuidado, zelo, proteção e provisão.
TEXTO BÍBLICO

Então disse o Senhor a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem.
E tu, levanta a tua vara, e estende a tua mão sobre o mar, e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco.
E eis que endurecerei o coração dos egípcios, e estes entrarão atrás deles; e eu serei glorificado em Faraó e em todo o seu exército, nos seus carros e nos seus cavaleiros,
E os egípcios saberão que eu sou o Senhor, quando for glorificado em Faraó, nos seus carros e nos seus cavaleiros.
E o anjo de Deus, que ia diante do exército de Israel, se retirou, e ia atrás deles; também a coluna de nuvem se retirou de diante deles, e se pôs atrás deles.
E ia entre o campo dos egípcios e o campo de Israel; e a nuvem era trevas para aqueles, e para estes clareava a noite; de maneira que em toda a noite não se aproximou um do outro.
Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o Senhor fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite; e o mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas.
E os filhos de Israel entraram pelo meio do mar em seco; e as águas foram-lhes como muro à sua direita e à sua esquerda.
E os egípcios os seguiram, e entraram atrás deles todos os cavalos de Faraó, os seus carros e os seus cavaleiros, até ao meio do mar.
E aconteceu que, na vigília daquela manhã, o Senhor, na coluna do fogo e da nuvem, viu o campo dos egípcios; e alvoroçou o campo dos egípcios.
E tirou-lhes as rodas dos seus carros, e dificultosamente os governavam. Então disseram os egípcios: Fujamos da face de Israel, porque o Senhor por eles peleja contra os egípcios.
E disse o Senhor a Moisés: Estende a tua mão sobre o mar, para que as águas tornem sobre os egípcios, sobre os seus carros e sobre os seus cavaleiros. Êx 14. 15-26
Informação Histórica.
O carro de combate puxado a cavalo teve origem na cultura de Andronovo da Ásia Central e espalhou-se pelos povos nómadas ou seminômades Indo-Iranianos. O carro foi prontamente adoptado por povos sedentários, tanto como meio de combate como objeto cerimonial símbolo de estatuto, especialmente pelos Egípcios, Assírios e Babilônios.
EXÓRDIO
A travessia do Mar Vermelho é um destes Eventos bíblicos que é envolto da áurea que transpassa o divino e entra no imaginário de todos como um evento de dimensões épicas.
A população em geral, do Brasil e do Mundo já tem na sua mente, a cena narrada por Moises autor e Libertador, escritor da cena que viveu sob a autoridade que lhe foi dada por Deus.
Hebreus 11.23-29
 “Pela fé, Moisés, apenas nascido, foi ocultado por seus pais, durante três meses, porque viram que a criança era formosa; também não ficaram amedrontados pelo decreto do rei. Pela fé, Moisés, quando já homem feito, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, preferindo ser maltratado junto com o povo de Deus a usufruir prazeres transitórios do pecado; porquanto considerou o opróbrio de Cristo por maiores riquezas do que os tesouros do Egito, porque contemplava o galardão. Pela fé, ele abandonou o Egito, não ficando amedrontado com a cólera do rei; antes, permaneceu firme como quem vê aquele que é invisível. Pela fé, celebrou a Páscoa e o derramamento do sangue, para que o exterminador não tocasse nos primogênitos dos israelitas. Pela fé, atravessaram o mar Vermelho como por terra seca; tentando-o os egípcios, foram tragados de todo.”
Principal personagem humano, embora em posição de Deus. Moisés pode vivenciar todas as circunstancias que envolveram o momento da saída do povo daquele trecho da Terra, quando o povo hebreu pode enfim, deixar para trás a história de sucesso e elevação, desde José, humilhação, escravidão e superação. Uma saída precedida, pelo reencontro com Deus dos Patriarcas, através de uma série de milagres e maravilhas, onde pode verificar o Poder deste Deus e sua fidelidade á antiga Promessa Abraãmica.
A cena é uma demonstração de:
Medo
Temor
Autoridade
Aglomeração
Pressa
Perseguição
Subestimação
Derrota
Poder
Somente um povo que tivesse muito a ganhar em relação a sua situação no Egito, ou muito a perder ficando na terra egípcia.
Mas, somente um povo que acreditou na Promessa de um Deus sem imagem e sem face aparente, que mostrou seu poder sobre a maior autoridade que eles conheceram por toda a vida, O Faraó, poderia iniciar uma caminhada em direção a Promessa seguindo Moisés.
A família de José que chegara ao Egito no numero de 7 (sete) almas, como descreve a literatura Veterotestamentária, ao sair o Egito alcançava a marca de, no mínimo, dois (dois) milhões de pessoas.
Uma verdadeira multidão que se concentrava as margens de uma imensa massa d’água sem saída e acuada e tendo em seu encalce, um exercito poderoso, comandado pelo próprio Faraó.
Era o momento da decisão, voltar, morrer afogado, morrer sob as rodas das carruagens de Faraó, acredita-se que fossem cerca de 600 (seiscentos) carros da cavalaria egípcia.
O povo hebreu só tinha três alternativas: o mar, as montanhas ou o exército de Faraó.
Eis a cena indescritível.

Continua...em edição
Imagens: A Travessia Do Mar Vermelho Por Israel; by Web Master, Working at Web on Jun 03, 2009

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical