sábado, fevereiro 15

Os Dez Mandamentos do Senhor – 1ª Parte Lição 7 CPAD

Os Dez Mandamentos do Senhor – 1ª Parte
Lição 7 CPAD 02/2014
Edição Estudo Osvarela
A passagem dos mandamentos no Êxodo contém mais que dez afirmações, totalizando 14 ou 15 no total. Enquanto a própria Bíblia assina a contagem de "10", usando a frase hebraica aseret had'varim— traduzida com as 10 palavras, afirmações ou coisas, essa frase não aparece nas passagens usualmente apresentadas como sendo "os Dez Mandamentos". Várias religiões dividem os mandamentos de modo diferente. VIDE ANEXO, ABAIXO.
“O Senhor não escreveu em linhas tortas: o texto original está em hebraico clássico, idioma sem pontuação nem divisões rígidas entre as frases. Cabe ao tradutor decidir onde as sentenças começam e terminam, daí a origem das diferentes versões para cada religião. Na própria Bíblia, os 10 mandamentos aparecem de forma ligeiramente diferente (confira em Êxodo 20:2-17 e Deuteronômio 5:6-21). Mas a confusão intencional não provoca diferença significativa: o conteúdo é reagrupado, mas mantém as ideias originais”. Texto Daniel Schneider
Rm 10. 4 Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê. Texto Áureo
Êxodo 20 1 ENTÃO falou Deus todas estas palavras, dizendo:
2 Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
3 Não terás outros deuses diante de mim.
4 Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
5 Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.
7 Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.
8 Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
9 Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.
10 Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.
12 Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.
13 Não matarás.
14 Não adulterarás.
15 Não furtarás.
16 Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
17 Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo. Leitura Bíblica em Classe
A Importância dos Dez Mandamentos
O Contexto
O contexto no qual o povo israelense passa,  como estudado nestas lições do trimestre, nos mostra um povo que era escravo e que vivia uma vida sob leis que não lhes eram favoráveis, mas que conheciam a sua história após seus 4 séculos anteriores, desde o Pai Abraão e Jacó, agora se vê no deserto sem um rei, sem leis e apenas obedecendo a Moises, o seu Libertador. Embora, tenha recebido até mesmo, em dado momento, ajuda de Jetro um midianita, neste cargo.
Moisés recebeu a missão de guiá-los da escravidão no Egito até a Terra Prometida, através do Mar Vermelho e passando pelo Monte Horeb, na Península do Sinai.
Após ser convocado para uma reunião com o Eterno aceita-o como seu Rei e Senhor, para tê-lo como Rei e se tornar um reino.
Para tanto, não diferente dos reinos regionais e do restante da Humanidade, necessitava da orientação divina, para não viver em ignorância espiritual, sem disciplina, sem ética, praticamente carente de preceitos morais, entregue à total violência – na era do ‘olho por olho’, ‘dente por dente’. É neste contexto que Israel foi escolhido para esta honorável Missão Eterna.
A PRIMAZIA DE ISRAEL E OS DEZ MANDAMENTOS
Os Dez Mandamentos, o código divino dado a Israel é um manual moral, social, religioso.
Rm 3.1,2 QUAL é logo a vantagem do judeu? Muita, em toda a maneira, porque, primeiramente, as palavras de Deus lhe foram confiadas.
Fora-lhes dado de maneira primeira, no ato cerimonial da aceitação do governo divino. Tomava assim uma posição legal e constitucional para um povo, que deixava de ser escravo e sob a Promessa abraâmica se tornava um povo, com um Deus – característica teogônica dos povos – um reino – sendo D’us o próprio rei – era o estabelecimento dos deveres nacionais dos hebreus e de todos que se achavam no arraial.
Seu conteúdo foi concedido ao povo escolhido, de maneira consagratória, para uso como testemunhal e juramento, sendo lavrado pelo próprio dedo de Yaweh em reunião particular com o seu preposto mais autorizado entre os homens, como nunca outro houvera, Moisés.
No entanto o insigne documento divino foi quebrado pelo próprio Moisés por causa do pecado da idolatria do povo, que ficara sob os cuidados de Arão, o sacerdote, em um momento de ira e repúdio, tal qual uma declaração de que o povo não merecia aquela lei escrita pelo próprio Deus.
Há de se asseverar aos alunos e estudiosos que o Decálogo é como a Constituição de um País, alguns têm poucos mais do que os Dez mandamentos, e tal qual a legislação de um Estado, ou Nação o Decálogo serve de base de vida, e determinações imutáveis, ou pétreas, que se usa para definição de entraves encontrados, seja pelos Códigos Penais, Civil, ou demais instrumentos de legislação entre o povo.
Aprenda: Lembremo-nos que o sacerdote dado por Deus é o homem que deve ter firmeza naquilo que recebeu para ensinar ao povo. Não pode ser guiado pelos pedidos do povo, não pode ser alguém manipulado, mas deve ser um homem de moral forte.
Tal era esta importância destes Dez Mandamentos, que após a queda e o arder do fogo entre o povo, Moises se dispôs a jejuam e orar 40 dias a favor do povo, que estava sendo consumido pela Taberá (fogo), como também pelo líder no caso Arão, para que Deus mitigasse o castigo destes. Diante disto vamos encontra-lo em novas citações dos Dez MandamentosDt 5 e Dt 10 – reforçando o ato de Deus concedendo o deuteronômio que leva este nome o qual significa: "segunda lei".
Deus não cansou de repetir, em escrever, os Dez Mandamentos sabendo a importância para todos os homens, não só para os Hebreus, os quais seriam seu reino interantropos (Ex 19. 5 Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos, porque toda a terra é minha. E vós me sereis um reino sacerdotal e o povo santo), os guardadores e fieis depositários, incluindo nesta condição, os juízos desta dação. E a guarda, tendo como o principal dever a necessidade de manter perfeitamente a Lei Mosaica.
Escolha fundamentada na Promessa divina a Abraão. Em fidelidade a Sua palavra, acordada no Pacto de fogo, que semelhantemente a cerimônia do Monte Sinai tem celebração pactual com Deus confirmando sua posição desde a aliança abraãmica (Gn 15. 1-16 e Ex 19. 1-25).
Muito embora, Deus ao concedê-la esteja ciente da incapacidade humana em cumpri-la em sua totalidade e seus ditames posteriores (“Em hebraico língua original dos Mandamentos, o número de letras dos Dez Mandamentos é equivalente a 613, o número total dos mandamentos da Torá), mas isto nos leva a vê-la, já à sombra do Cristo messiânico, o Deus encarnado homem, o único a cumprir toda a Lei.
Esta importância que Deus dá em asseverar que os Dez Mandamentos ficassem registrado nas Escrituras pentateuticas mosaicas é notória e deve ser destacada nesta lição pelo fator intrínseco legal que a Lei passa a ter desde a imputação pela Fé dado a aceitação de Abraão a todo o conteúdo da Promessa.
Deus sabe tudo, e sabia qual a posição deste Decálogo para todos os homens, seja na relação entre eles e Deus, como a relação do Mandato Social entre os homens de todas as raças.
Além, do fato de que a Lei traz aos homens o conhecimento do erro, assim como no Éden Ele ditou as regras do relacional da Humanidade, através do cabeça da federação humana, Adão, com Ele. Gn 2. 16,17 E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.
É, portanto, uma decodificação para que o homem viva diante de Deus ao viver sob a Lei. Dt 30:16 - Porquanto te ordeno hoje que ames ao Senhor teu Deus, que andes nos seus caminhos, e que guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos, para que vivas, e te multipliques.
Há evidente descaso de alguns, até mesmo de crentes, quanto à validade deste decálogo. Deus o deu para todos os homens, Israel é e fora apenas o receptor, e guardador desta lei, por escolha divina de um povo, seu. Os dez mandamentos, assim como leis sobre sacrifícios e dias especiais e o resto da lei foram dados à nova geração, pós Egito, os que entraram na Terra da Promessa.
O Decálogo é, por sumário, a Lei absoluta, num resumo de Dez ditames, ou ordenanças, contendo os princípios que envolvem tudo e em absoluto, não dão margem a qualquer exceção. O Senhor Jesus Cristo, no mais belo discurso chamado de Sermão da Montanha, confirmou a sua atemporalidade, como dissemos aqui.
Mt. 5 21-37. 20    Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus. Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; mas qualquer que matar será réu de juízo. Outrossim, ouvistes que foi dito aos antigos: Não perjurarás, mas cumprirás os teus juramentos ao Senhor. Eu, porém, vos digo que de maneira nenhuma jureis; nem pelo céu, porque é o trono de Deus;
É o aio, como diz o Apóstolo Paulo: “Gl 3:24 - De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados”.
Gl 3:25 - Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de aio.
Continua...
ANEXO EXPLICATIVO E CURIOSIDADE
Compilação e edição de textos variados
A passagem dos mandamentos no Êxodo contém mais que dez afirmações, totalizando 14 ou 15 no total, no entanto a exata definição dos Dez Mandamentos se modifica conforme os teólogos e estudiosos de cada Credo dividem ou assumem como Dez, os Mandamentos. Não só em número, mas quanto aos ditames definidores dos Dez!
Várias religiões dividem os mandamentos de modo diferente, com ínfimas diferenças. Assim, quer sejam cristãs (diversos ramos, desde as confessionais, até as protestantes) ou o próprio judaísmo assumem os Dez Mandamentos, dentro do texto, ou incluindo algum deles como Introdução ao Mandamento, ou como Complemento, tudo, porém, no texto mosaico.
Veja e leia neste Anexo.  
Chamo atenção quanto a sequencia numérica dos Dez Mandamentos, ao Mandamento “Honra a teu pai, e a tua mãe...”, a posição deste (o 5º) é um dos divisores da posição dos mandamentos iniciais conforme a Igreja.Para o Judaismo, Ortodoxos e nós os Protestantes ele é o 5º Mandamento.
A única grande igreja, ou religião cristã que o tem como 4º Mandamento é a Igreja Católica Romana – ICAR –!
Enquanto a própria Bíblia assina a contagem de "10", usando a frase hebraica aseret had'varim— traduzida com as 10 palavras, afirmações ou coisas, essa frase não aparece nas passagens usualmente apresentadas como sendo "os Dez Mandamentos".
Os Dez Mandamentos
Variações quanto à época da tradução e Texto adotado.
Perdidos na tradução.
As reinterpretações dos 10 mandamentos ao longo da história
Judaísmo - século 10 a.C.
1. Eu sou o Senhor teu Deus
2. Não ter outros deuses. Não adorar ídolos
3. Não usar o nome de Deus em vão
4. Manter sagrado o dia do senhor
5. Honrar pai e mãe
6. Não assassinar
7. Não cometer adultério
8. Não roubar
9. Não prestar falso testemunho
10. Não cobiçar a casa do próximo. Não cobiçar a mulher do próximo
Ortodoxos - século 11 d.C.
1. Eu sou o Senhor teu Deus. Não ter outros deuses
2. Não adorar ídolos
3. Não usar o nome de Deus em vão
4. Manter sagrado o dia do senhor
5. Honrar pai e mãe
6. Não assassinar
7. Não cometer adultério
8. Não roubar
9. Não prestar falso testemunho
10. Não cobiçar a casa do próximo. Não cobiçar a mulher do próximo
Católicos - século 4 d.C.
1. Eu sou o Senhor teu Deus. Não ter outros deuses. Não adorar ídolos
2. Não usar o nome de Deus em vão
3. Manter sagrado o dia do senhor
4. Honrar pai e mãe
5. Não assassinar
6. Não cometer adultério
7. Não roubar
8. Não prestar falso testemunho
9. Não cobiçar a casa do próximo
10. Não cobiçar a mulher do próximo
Protestantes - século 16 d.C.
Introdução - Eu sou o Senhor teu Deus
1. Não ter outros deuses
2. Não adorar ídolos
3. Não usar o nome de Deus em vão
4. Manter sagrado o dia do senhor
5. Honrar pai e mãe
6. Não assassinar
7. Não cometer adultério
8 Não roubar
9. Não prestar falso testemunho
10. Não cobiçar a casa do próximo. Não cobiçar a mulher do próximo
Quanto as Publicações.
Em cada edição das Escrituras Sagradas que é lançada no mercado, sutis diferenças são encontradas. Quer seja por causa da orientação religiosa – católico-cristã, protestante, pentecostal, anglicana ou ortodoxa –, por motivo de estilo, de tradução ou mesmo na busca de tornar mais acessível o texto para os fiéis já iniciados na leitura bíblica ou o público leigo.
Tais sutilezas são notadas, por exemplo, em Êxodo 20 1-17, passagem na qual, três meses depois da saída dos filhos de Israel do Egito, Moisés desce o monte Sinai e se dirige ao povo para falar da experiência que teve com Deus e pronuncia os Dez Mandamentos ou Decálogo, como pode ser vista na seleção a seguir, extraída de cinco edições da Bíblia.
BÍBLIA EM CORES
20 Então, falou Deus todas estas palavras, dizendo:
2 Eu sou o Senhor, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
3 Não terás outros deuses diante de mim.
4 Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
5 Não te encurvarás diante delas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.
6 e uso de misericórdia com milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos.
7 Não tomarás o nome do Senhor, teu Deus, em vão; porque o senhor não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão.
8 Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
9 Seis dias trabalharás e farás todo o teu trabalho.
Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor, teu Deus. Nesse dia, não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas.
11 Porque, em seis dias, fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e, ao sétimo dia, descansou; por isso, o Senhor abençoou o dia do sábado e o santificou.
12 Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor, teu Deus, te dá.
13 Não matarás.
14 Não adulterarás.
15 Não furtarás.
16 Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
17 Não cobiçarás a casa do teu próximo; não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.
PLENITUDE
20 Então, falou Deus todas estas palavras, dizendo:
2 Eu sou o Senhor, teu Deus, que tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
3 Não terás outros deuses diante de mim. (1º)
4 Não farás para ti imagem de escultura ( 2º), nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
5 Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor, teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a maldade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem
6 e faço misericórdia em milhares aos que me amam e guardam os meus mandamentos.
7 Não tomarás o nome do Senhor, teu Deus, em vão; (3º)  porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.
8 Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. (4º)
9 Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra,
10 mas o sétimo dia é o sábado do Senhor, teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro que está dentro das tuas portas.
11 Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há e ao sétimo dia descansou; portanto, abençoou o Senhor o dia do sábado e o santificou.
12 Honra a teu pai e a tua mãe (5º),   para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor, teu Deus, te dá.
13 Não matarás. (6º)
14 Não adulterarás. (7º)
15 Não furtarás. (8º)
16 Não dirás falso testemunho contra o teu próximo. (9º)
17 Não cobiçarás (10º)  a casa do teu próximo, nem o seu servo, nem coisa alguma do teu próximo.
JERUSALÉM
20 Deus pronunciou todas estas palavras, dizendo: “Eu sou Iahweh teu Deus, que te fez sair da terra do Egito, da casa da escravidão”.
2 Não terás outros deuses diante de mim.
3 Não farás para ti imagem esculpida de nada que se assemelhe ao que existe lá em cima, nos céus, ou embaixo na terra, ou nas águas que estão debaixo da terra.
4 Não te prostrarás diante desses deuses e não os servirás, porque eu, Iahweh teu Deus, sou um Deus ciumento, que puno a iniqüidade dos pais sobre os filhos até a terceira e quarta geração dos que me odeiam, mas que tambe´m ajo com amor até a milésima geração para aqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.
5 Não pronunciarás em vão o nome de Iahweh teu Deus, porque IAHweh não deixará impune aquele que pronuncia-lo. Trabalharás durante seis dias, e farás toda a tua obra. O sétimo dia, porém, é o sábado de Iahweh teu Deus. Não farás nenhum trabalho, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu escravo, nem tua escrava, nem teu animal, nem o estrangeiro que está em tuas portas. Porque em seis dias Iahweh fez o céu, a terra, o mar e tudo o que eles contêm, mas repousou no sétimo dia; por isso Iahweh teu Deus, te dá.
6 Não matarás.
7 Não cometerás adultério.
8 Não roubarás.
9 Não apresentarás um falso testemunho contra o teu próximo.
10 Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a sua mulher, nem o seu escravo, nem a sua escrava, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma que pertença a teu próximo”.
LINGUAGEM DE HOJE
20 Deus falou, e foi isto o que ele disse:
2 Meu povo, eu, o Senhor, sou o seu Deus. Eu o tirei do Egito, a terra onde você era escravo.
3 Não adore outros deuses; adore somente a mim.
4 Não faça imagens de nenhuma coisa que há lá em cima no céu, ou aqui embaixo na terra.
5 Não se ajoelhe diante de ídolos, nem os adores, pois eu, o Senhor, sou o seu Deus e não tolero outros deuses. Eu castigo aqueles que me odeiam, até os seus bisnetos e trinetos.
6 Porém sou bondoso com aqueles que me amam e obedecem aos meus mandamentos e abençoo os seus descendentes por milhares de gerações.
7 Não use o meu nome sem o respeito que ele merece; pois eu sou o Senhor, o Deus de vocês, e castigo aqueles que desrespeitam o meu nome.
8 Guarde o sábado, que é um dia santo.
9 Faça todo o seu trabalho durante seis dias da semana;
10 mas o sétimo dia da semana é o dia de descanso, dedicado a mim, o Senhor, seu Deus. Não faça nenhum trabalho nesse dia, nem você, nem os seus filhos, nem as suas filhas, nem os seus escravos, nem as suas escravas, nem os seus animais, nem os estrangeiros que vivem na terra de vocês.
11 em seis dias eu, o Senhor, fiz o céu, a terra, o mar e tudo o que há neles, mas no sétimo dia descansei. Foi por isso que eu, o Senhor, abençoei o sábado e o separei para ser um dia santo.
12 Respeite o seu pai e a sua mãe, para que você viva muito tempo na terra que estou lhe dando.
13 Não mate.
14 Não cometa adultério.
15 Não roube.
16 Não dê testemunho falso contra ninguém.
17 Não cobice a casa de outro homem. Não cobice a sua mulher, os seus escravos, o seu gado, os seus jumentos ou qualquer outra coisa que seja dele.
UOL/Jornal do Commercio/Recife - 09.09.2001
Bíblia Plenitude – SBB – JFA/ERC
Bíblia Chamada online - ACRF
Lição CPAD – 1º Semestre
Daniel Schneider
OS DEZ MANDAMENTOS – INFO ESCOLA – CRISTIANISMO - Ana Lucia Santana
Apontamentos do autor e editor
TBAT- Mackenzie

3 comentários:

Valmircamposleite@gmail.com disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Valmircamposleite@gmail.com disse...

A igreja hora e Deus responde e salva o pecado

Valmircamposleite@gmail.com disse...

Deus responde e salva o pecado

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical