domingo, junho 1

DENÚNCIA. CRISTÃOS SENDO PERSEGUIDOS NA CORÉIA.

DENÚNCIA. CRISTÃOS SENDO PERSEGUIDOS NA CORÉIA.
Missionário sul-coreano condenado a trabalhos forçados por toda a vida por supostamente espionar e tentar criar igrejas na Coreia do Norte.
Missionário sul-coreano é condenado à prisão perpétua na Coreia do Norte.
Justiça do país asiático acusa religioso de 'subversão estatal e espionagem'.
A Coreia do Sul insiste que homem, preso em outubro, não é agente infiltrado.
O Missionário sul-coreano foi declarado culpado de espionagem na Coreia do Norte e condenado a trabalhos forçados para toda a vida, segundo a agência norte-americana KCNA captada em Seul.
Hoje teve lugar, na Suprema Corte da República Popular Democrática da Coreia, o julgamento de Kim Jong Wook, acusado de ser agente do Serviço Nacional de Inteligência da Coreia do Sul, preso ao tentar se infiltrar em Pyongyang após cruzar ilegalmente a fronteira acusado de fazê-lo para cometer atos hostis contra a Coreia do Norte. A promotoria havia pedido a pena capital para Kim Jong Wook, acusado de tentar organizar uma igreja clandestina na Coreia do Norte, segundo a fonte. O réu teria admitido as acusações e sua entrada ilegal no país, segundo ainda a KCNA”.
O drama de Kim Jung Wook começou quando ele foi preso em uma área da Coreia do Norte, a qual tem acesso para turistas. Ali ele foi acusado de evangelizar e introduzir material de evangelização cristã. Como sempre a acusação norte-coreana (que dá um advogado estatal para acompanhar o acusado, para dar um ar de legalidade ao julgamento, quando todos sabem que não há liberdade e direito na ditadura que impera no País) insere como crime o porte de materiais pornográficos, o que é uma forma de tentar desmoralizar a vítima!
Há outro cristão preso, trata-se de um americano de origem coreana que foi condenado a prisão perpetua.
NOTA: O regime do ditador Kim Jong-un ainda mantém encarcerado Kenneth Bae missionário e guia turístico americano de origem coreana Kenneth Bae, que está preso há mais de um ano, e ao religioso sul-coreano Kim Jong-uk, que foi detido em novembro por supostamente divulgar propaganda cristã.
Kenneth Bae que está preso desde 2012 foi condenado a 15 anos de prisão e enviado para campo de trabalhos forçados. Apesar de o delito nunca ter sido especificado pela Coreia do Norte, sabe-se que Bae, que trabalhava como operador de turismo em uma cidade na fronteira com a China e também era um missionário cristão, entrou na zona econômica especial norte-coreana de Rason (nordeste) junto com cinco turistas no início de novembro de 2012. VEJA
Seu caso está sendo tratado com a ajuda de diplomatas suecos, pois a Coreia do Norte não tem relações diplomáticas com os EUA. O responsável pela negociação é o embaixador americano Robert King. O Departamento de Estado dos EUA faz contato com a embaixada da Suécia em Pyongyang.
Kenneth Bae tem sido, desde então mudado de prisões, sendo levado mais para o interior do país, sem comunicação com o ocidente, alias o que é fato na realidade norte-coreana.
Na Coreia do Norte quem for encontrado com material religioso cristão é preso por subversão e conduta política contra o sistema de governo comunista, liderado pelo pequeno grande ditador Kim Jong-un.
O missionário sul-coreano condenado a trabalhos forçados por toda a vida por supostamente espionar e tentar criar igrejas na Coreia do Norte (Foto: Vincent Yu/AP Photo) KOREA NEWS
Kim Jong Uk é acusado de conspiração para derrubar o Estado, e espionagem, propagação anti- estado, além de passagem ilegal da fronteira da RPDC – República Popular da Coréia.
A Justiça da Coreia do Norte condenou um missionário sul-coreano a prisão perpétua e a trabalhos forçados pelos crimes de "subversão estatal e espionagem", informou neste sábado (31) a agência estatal sul-coreana 'KCNA'.
A Corte Suprema norte-coreana sentenciou Kim Jong-uk, descrito pelo jornal como um agente da inteligência de Seul infiltrado em Pyongyang para conspirar contra o regime de Kim Jong-un. "'O acusado admitiu todos os delitos: atos religiosos anti-RPDC (República Popular Democrática da Coreia) e prejudicar intencionalmente a dignidade da liderança suprema da RPDC no exterior", disse a agência estatal.
O missionário entrou de forma ilegal na Coreia do Norte querendo estabelecer uma igreja clandestina e de reunir informação dos assuntos internos de Pyongyang, decidiu a Justiça.
Já os serviços sul-coreanos de inteligência insistiram que Kim, detido pelas autoridades norte-coreanas em outubro, não é um agente infiltrado, informou a agência local 'Yonhap'.
O acusado já tinha trabalhado anteriormente como missionário em uma cidade na fronteira com a China, disseram as autoridades sul-coreanas, que não divulgaram a idade dele nem outros dados pessoais. G1 e outros.
Notícia do Jornal Oficial da Coréia do Norte:
Julgamento Kim Jong Uk agente SNI Coréia do Sul
Pyongyang, 30 de maio (KCNA) - teve lugar hoje na Suprema Corte da República Popular Democrática da Coreia, o julgamento de Kim Jong Uk, o agente do Serviço Nacional de Inteligência da Coreia do Sul, preso ao tentar se infiltrar em Pyongyang após cruzar ilegalmente a fronteira acusado de fazê-lo para cometer atos hostis contra a Coreia do Norte .
Trabalhadores de diferentes estratos participaram como observadores.
Em primeiro lugar, o julgamento foi revisto nos autos em relação aos itens não . 60, 64 , 62 e 221 do Código Penal para os crimes do acusado Kim Jong Uk como conspiração para derrubar o Estado , a espionagem , a propagação anti- estado e ilegal RPDC passagem de fronteira. E o ato de acusação sobre a confirmação de crimes foi apresentado.
No processo de apuração , o réu reconheceu todos os seus crimes que cometem atos religiosos anti- RPDC difamar conscientemente dignidade máximo da RPDC , seduziu os norte-coreanos para a Coréia do Sul, realizado espionagem contra a Coreia do Norte e tentou se infiltrar Pyongyang depois de cruzar ilegalmente a fronteira para estabelecer organizações religiosas clandestinas e também a coleta de dados internos da RPDC .
Em seguida, houve as palavras de depoimentos de testemunhas.
O especialista apresentou os materiais de provas, como livros religiosos, memória flash, vídeos pornográficos e equipamentos de espionagem que o réu tinha que usado em seus atos criminosos.
Ato do Ministério Público de acusação.
A nota ressalta que os crimes do acusado deve ser sujeito a punição severa de acordo com as leis da RPDC que flagrantemente violado a segurança do regime socialista e do Estado e entrada pela fronteira RPDC e sugeriu que o tribunal condená-lo à morte.
Em seu advogado de defesa nota especificou que, embora o resultado de crimes graves do réu, está sinceramente arrependido de seus crimes e pediu desculpas .
De modo que, no futuro, o réu vai refletir mais profundamente sobre seus crimes pessoalmente testemunhar um Estado socialista próspero e levando-se em consideração o fato de que o réu ajudou o corpo desconfortável norte-coreanos e é um membro da nação, o advogado sugeriu ao tribunal para emitir pena capital , mas nenhuma outra frase.
Decisão judicial foi publicada.
Condenado o réu permanecerá em trabalho correcional perene.

Crimes de Kim Jong Uk, sendo o produto do confronto fratricida do grupo fantoche de traidores da Coreia do Sul em conluio com forças externas, eles sabem claramente que se alguém adere a essas tentativas se oporá o desejo ardente da nação dar um fim à intervenção de forças estrangeiras e construir uma próspera e reunificada sob o ideal de "por nossa própria nação " e no final serão submetidas a julgamento do estado de histórico .

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical