sábado, janeiro 23

ESTEJA ALERTA E VIGILANTE, JESUS VOLTARÁ. Lição 04 – CPAD – Janeiro 2016 - 1ª Parte.

ESTEJA ALERTA E VIGILANTE, JESUS VOLTARÁ.
Lição 04 – CPAD – 2016 - 1ª Parte.
Pr. Osvarela - Estudo da temática:
O Final de Todas as Coisas – Esperança e glória para os salvos.
TEXTO ÁUREO
Porque, como o relâmpago ilumina desde uma extremidade inferior do céu até à outra extremidade, assim será também o Filho do Homem no seu dia.” Lc 17.24
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Lucas 17.24-30
24 - porque, como o relâmpago ilumina desde uma extremidade inferior do céu até à outra extremidade, assim será também o Filho do Homem no seu dia.
25 - Mas primeiro convém que ele padeça muito e seja reprovado por esta geração.
26 - E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do Homem.
27 - Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e consumiu a todos.
28 - Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam.
29 - Mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre, consumindo a todos.
30 - Assim será no dia em que o Filho do Homem se há de manifestar.
Introdução.
Uma certeza. Em todos os Tempos a Igreja vive com esta certeza e esperança.
Em nenhum momento, por mais difícil que fosse, a Igreja se afastou desta questão, que é o ‘mitte’ da sua existência.
“Todos os eventos que já ocorreram ou que ainda ocorrerão, foram e são tão certos seja antes ou depois de sua ocorrência.” Charles Finney – Teologia Sistemática – A Perseverança dos Santos – fls 655
O alerta desta mensagem de Jesus, aos seus discípulos infere velocidade, Iminência, ou seja, um momento inesperado, no qual todos [crentes ou não] não estarão avisados do momento, mas devem estar o aguardando, como ocorreu nos exemplos Universalmente conhecidos, da mesma, forma por crentes ou não crentes.
“E, interrogado pelos fariseus sobre quando havia de vir o reino de Deus, respondeu-lhes, e disse: O reino de Deus não vem com aparência exterior. Nem dirão: Ei-lo aqui, ou: Ei-lo ali; porque eis que o reino de Deus está entre vós. E disse aos discípulos: Dias virão em que desejareis ver um dos dias do Filho do homem, e não o vereis. E dir-vos-ão: Ei-lo aqui, ou: Ei-lo ali. Não vades, nem os sigais;” Lucas 17:20-23
Alguns podem datar como muitos tentam fazer, mas não há base bíblica para datação deste evento. O certo, é, como diz Finney, que o Evento acontecerá, pois “todas as coisas devem ser certas sob algum tipo de certeza”, neste caso a certeza da nossa fala inicial e biblicamente correta: a Fé!”
O fato de sabermos que haverá o Evento da Volta de Jesus, não nos dá o direito ou conhecimento do momento do Evento. Não somos Oniscientes e somente Deus pode e sabe como, quando e como os fatos ocorrerão, como ocorreram e porque ocorreram, pois é Soberano em Seus atos. É uma das certezas inerentes a crença em Deus. E o fato do Pai deter este conhecimento não torna incompatível á Trindade.
Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai ...Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés...Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas...então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos...1 Coríntios 15:24-28
Apenas e tão somente Deus O Pai pode determinar este momento, esta, portanto, é a forma pela qual os verdadeiros profetas que usam corretamente a forma profética – exortar e alertar, devem informar esta Verdade sobre este momento e fato.
Pois, “Todos os eventos futuros ... ocorrerão ... e não há qualquer real incerteza sobre o conhecimento de Deus a respeito deste evento”, aqui parafraseando Finney
Quando Jesus diz “E dir-vos-ão: Ei-lo aqui, ou: Ei-lo ali. Não vades, nem os sigais;” Ele está apontando para uma forma de insinuação de muitos “profetas apocalípticos” que apareceram ao longo de 2.000 anos de Evangelho. Usamos, aqui, o texto no sentido de que muitos tentam e conseguem, infelizmente, arrastar muitos como detentores das “chaves” da revelação profética e por conseguinte da Reino de Deus, e isto inclui a questão da Volta de Jesus, como o texto seguinte vai demonstrar que se trata do início de um discurso sobre a Sua volta.
Entendo que o texto faça parte da resposta aos discípulos sobre os acontecimentos dos Últimos dias, conforme Mateus 24. Como um contexto bíblico distante.
porque, como o relâmpago ilumina desde uma extremidade inferior do céu até à outra extremidade, assim será também o Filho do Homem no seu dia.”
A questão atômica. 
24 - porque, como o relâmpago ilumina desde uma extremidade inferior do céu até à outra extremidade, assim será também o Filho do Homem no seu dia. 
Atômico: relativo ao átomo. No sentido figurado, é aquilo que tem efeitos rápidos e enérgicos.
“Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta;” I Co 15.52
Alguns, muitas vezes, interpretam a expressão “...relâmpago ilumina...”, como a visibilidade do momento, entretanto, a expressão está intimamente ligada a velocidade, ao ‘start’ celestial dos relâmpagos, quando aparecem nos céus de forma inesperada, ainda que se vejam sinais de nuvens escuras no espaço, quem está na terra não sabe precisar o momento em que ele vai aparecer lá nos céus, apenas, estremece e muitos se assustam. Porém, neste caso não haverá tempo de se assustar ou estremecer. A única coisa a ser sentida, e apenas pelos salvos será, o narrado em 2 Tessalonicenses
...os relâmpagos iluminaram o mundo; a terra se abalou e tremeu...Os seus relâmpagos iluminam o mundo; a terra viu e tremeu.” Salmos 77:18; 97:4 
Relâmpago - clarão resultante de descarga elétrica que se produz entre duas nuvens ou entre uma nuvem e a terra. Luz intensa de curta duração. O relâmpago é a luz emitida pela descarga elétrica (raio) entre duas nuvens, ou entre uma nuvem e o solo ou outro receptor da descarga (um pára-raios, por exemplo).
Seremos nós os pára-raios de Jesus, na sua Volta?
O atrairemos, para nós?
Embora, no texto em tela, Ele, Jesus, seja comparado ao relâmpago, mais o efeito físico do raio [Sua Volta]  atinge algum ponto receptor. 
No texto de Lucas 17.24 refere-se, ainda, a glória que Jesus recebeu, ou melhor, recobrou como Filho, após a sua ascensão aos céus, com a qual Ele está assentado, á direita do Pai. Conforme o Apóstolo João o descreveu e o que compatibiliza, com sua aparência e a posição no Trono, onde raios/relâmpagos, e trovões estão presentes. Filipenses 2.9-11
“...um semelhante ao Filho do homem, ...E a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve, e os seus olhos como chama de fogo;E os seus pés, semelhantes a latão reluzente, ... e a sua voz como a voz de muitas águas....; e o seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece... Eu sou o primeiro e o último; E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém.;“Dizendo: Graças te damos, Senhor Deus Todo-Poderoso, que és, e que eras, e que hás de vir, que tomaste o teu grande poder, e reinaste.” Apocalipse 1:13-18;11.17
Cegos instantâneos
A cegueira é uma deficiência que atinge a muitos seres humanos, e os impedem de ver. É algo que só os deficientes, podem descrever. Aos quais, a Sociedade deve proteger, e a Bíblia nos orienta a ajudá-los. Estudos mostram, porém, que todos os homens ficam sem ver por muitos minutos na vida.
Informação
Um piscar de olhos dura aproximadamente 1/10 de segundo, mas não existe um número médio de piscadas por minuto. De fato, as taxas por minuto variam de 2 a 50 piscadas por pessoa. Isto significa que, em um minuto, pessoas passam entre 1/5 de segundo a 5 segundos, com os olhos fechados!
Ao passarmos de um ambiente iluminado para outro não iluminado, ou entrarmos num túnel rodoviário, por exemplo. Quando estamos muito cansados, por exemplo, piscamos cerca de quarenta vezes por minuto.
Estudos recentes, feitos por análise de eletroencefalogramas, indicam que o cérebro ‘desliga’” o olho cerca de 50 milésimos de segundo antes de cada piscada. Sendo considerado uma forma de economizar o olho, pois este, durante a piscada, não seria mesmo capaz de passar nenhuma informação visual ao cérebro. Em teoria, a cada piscada experienciamos um momento de completa escuridão. A cada minuto, temos 6 segundos de completa escuridão. Somando-se o tempo de desligamento do olho, a uma freqüência de 24 piscadas por minuto, chega-se ao total de 1,2 segundo sem visão por minuto, o que corresponde, numa vida de 70 anos, a aproximadamente 21 dias sem enxergar.
Usamos estes estudos, para interpretar o momento da volta. E servir de alerta “Jesus Voltará!”
Como vimos, esta sensação foi muito bem descrita, sob a inspiração do Espírito Santo pelo Apóstolo Paulo ao narrar este momento em sua atomicidade, como apontado um instante desde a antiga forma filosófica e científica, de então dos gregos, quanto a um instante indescritível e imensurável impossível de ser notado aos olhos humanos. A descrição dos estudos científicos, usada, mostra que também poderíamos utilizar a atomicidade do evento como uma forma, mesmo (suposição, que não fere a minha crença, antes serve de apologética ao Cremos das Assembleias de Deus) que ela [a Volta de Jesus, no arrebatamento] fosse visível aos olhos humanos. As piscadas entre grupos de humanos em estudos científicos mostram que tendem a acontecer de forma sincronizada e idêntica e criam verdadeiros, hiatos na memória das pessoas que vêem uma história idêntica, posta a sua frente, no mesmo momento, ou não.
A Vinda É Continuidade da Salvação
30 - Assim será no dia em que o Filho do Homem se há de manifestar.
“Porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos para convosco, e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir o Deus vivo e verdadeiro, E esperar dos céus o seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura.” 1 Tessalonicenses 1:9,10
Quem aceitou a Cristo necessita estar consciente de que além do fato de vivermos com ele nesta vida, queremos viver com Ele na Vida Eterna. É o que deve manter viva a Esperança da Volta.
 “Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.” 1 Tessalonicenses 4.17
Somos de Cristo e a sua Volta é algo a ser anelado para nossa confirmação como d’Ele, assim como, diz Paulo em 1 Co 15. 23Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.”
Sobre as palavras bíblicas e usando os estudos de Finney somos avisados que “o que há de vir virá e não tardará”, querendo ou não os homens, ou as potestades, que agem contra este Evento.
Por isto, é importante que seja anunciada a mensagem da Volta, como permanente expectativa na vida pessoal e eclesiástica de todos os crentes.
Temamos, pois, que, porventura, deixada a promessa de entrar no seu repouso, pareça que algum de vós fica para trás. Porque também a nós foram pregadas as boas novas, como a eles, mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram.” Hebreus 4:1,2
A Volta, não terá anunciação, como do nascimento de Jesus. É uma proposta de fidelidade, para uma vida de santificação. Uma vida de comunhão com todos, mas o processo de santificação se destaca como único e ímpar e passaporte para este Evento.
“Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;” Hebreus 12:14
Os eventos anunciados, ou prometidos por Deus, se seguiram a anunciação, e como o escritor aos Hebreus escreve, no texto, acima, há o temor de que alguns avisados fiquem para trás, como aconteceu com os hebreus. Mas, nós recebemos um ‘God spell’ que traz como novidade a Fé em Jesus Cristo.
É necessário que haja aperfeiçoamento da fé da vida dos crentes para que possamos alcançar o grande Dia da Volta.
É uma promessa do próprio Jesus, com alertas por toda a Escritura Neotestamentária para que ninguém da Igreja, se de por escusado, ou excusado. “rogo-te que me hajas por escusado.Lucas 14:18
Promessa é um conceito que anuncia uma realidade ainda não existente. Sendo assim, a promessa manifesta uma abertura do homem para a história futura [da qual Deus tem o domínio – adendo nosso]... uma Promessa divina significa que o futuro esperado não se desenvolverá, a partir ... das possibilidades que existem no presente, mas que depende do Deus da Promessa...significa que não encontrou correspondência na realidade presente...
                   “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.” João 14:1-3
Todos foram comunicados que haverá este Evento e devem se preparar para o momento sem data marcada.não haverá como se sentir não convidado, ou não avisado.
A Volta será um recomeço, em Vida Eterna. “Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.” Romanos 6:22
1ª Parte.
Fonte:
Walter Murch - “In the Blink of an Eye”.
Num piscar do cérebro - Alysson Muotri - biólogo molecular formado pela Unicamp com doutorado em genética pela USP. pós-doutoramento em neurociência e células-tronco no Instituto Salk de pesquisas biológicas (EUA). É professor da faculdade de Medicina da Universidade da Califórnia.
A Dimensão escatológica Pentecostal – Pr Ms Marcos José Martins
Apontamentos do autor
Moltmann, apud MS Marcos J. Martins

Bíblia Online

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical