sexta-feira, junho 17

Conservando a Pureza da Doutrina Pentecostal - LIÇÃO 12 - CPAD - 06/2011

Conservando a Pureza da Doutrina Pentecostal
Texto Áureo
 “Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina; persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem” -1Tm 4.16.
Verdade Prática
Mantendo-se firme e fiel à Palavra de Deus, a Igreja de Cristo conservará a sã doutrina no poder do Espírito Santo.
Leitura Bíblica em Classe
2 Timóteo 4.1-4;
CONJURO-TE, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino,
Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.
Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
2 Pedro 2.1-3;
E TAMBÉM houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.
E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.
E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.
Glossário:
Doutrina – Dokea
Conjurar. vtr. conjurar, invocar vt
Conjurar - vtr . figurativo - (call to mind)  - trazer à mente
evocar, invocar, conjurar vt
Linguagem a ser conhecida na Doutrina Pentecostal:
Pneumatologia [pneuma – espírito] - Paracletologia [paracleto] - Doutrina do Espírito Santo;
Pneumatika - Dons do Espírito Santo - dõron – charismata
Também há os que adotam o Pensamento cessacionista.
Enunciado Da Tese Cessacionista.
"Cessacionismo": assim entendida a tese que alguns dons (e seus correspondentes ministérios) descritos no Novo Testamento são ordinários e perpétuos, enquanto outros eram extraordinários e foram paulatinamente desaparecendo da vida da igreja a partir do fim da era apostólica.Que não é a Opinião deste escritor e das Assembléias de Deus, cremos na atualidade e duração, dos Dons Pentecostais.
Doutrinas e Confissões:
Estudando sobre as Doutrinas e Confissões, formatei em minha mente, com a ajuda do Espírito Santo, o que alguns teólogos atuais, como Heber Campos, escrevem e que se coadunam com o meu pensamento sobre Credo e Confissão.
Normas - normans (“regra que regula”)
Norma - normata (“regra que é regulada”).
O entendimento que regrou a minha escrita sobre este tema, está sobre a ‘normata’, entendo que o pensamento, no caso das confissões protestantes, adota a segunda opção, ou seja, a confissão, como criação humana, é regulada pela Bíblia.
Por outro lado, a Bíblia é regra que regula nossas confissões. A Bíblia é DOUTRINA do Gênesis ao Apocalipse.
Credo e Confissões se baseiam no Exame acurado das Doutrinas Bíblicas, sob a ótica, primeira de que a Bíblia é a nossa única regra de Fé.
Por exemplo, os Preceitos do Decálogo que se relacionam diretamente com Deus têm como único conteúdo o de Doutrina.
Este pode ser um ponto confessional ou de um credo:
A Bíblia Sagrada – ou Escrituras – é a nossa única Regra de Fé.
I - O Ensino no Meio Pentecostal.
Nas Assembléias de Deus.
Graças a Deus, você que é muito mais novo do que eu, não experimentou tempos de ‘ignorância’ quanto ao Ensino no meio Assembleiano.
Tive o prazer de conhecer Miss. Eurico Bérgsten [Teologia Sistemática – CPAD], Pastor Antonio Gilberto, Pr. Miss. Lawrence Olsen e esposa, Prof.ª Albertina Malafaia e outros expoentes do Ensino Pentecostal, e me perguntava, como poderia haver execração ‘pulpitica’ do Ensino Teológico, nas Assembléias de Deus.
Ora, se nossos fundadores eram formados em Universidade de Ensino teológico, como a de Michigan;
Se o batismo com Espírito Santo, nesta nova manifestação moderna, praticamente aconteceu, no meio estudantil teológico, nesta nova etapa da ‘praxis’ da Doutrina Pentecostal [– Verdades Pentecostais – Dic. Mov. Pentecostal –I.Araujo –] o que ocorreu num vasto período e ainda ocorre, entre nós com a negação de nossas origens?
 – Berg e Vingren eram jovens formados para serem Pastores, ou Ensinadores, ou Evangelistas, ou Missionários.
Mesmo Seymour, acusado de extremismos na pratica pentecostal, no Movimento da Rua Azuza, 312, também estudara Teologia.
No Brasil, a Doutrina, se confundiu com Costumes e foi difícil vencermos esta etapa. Glória a Deus, pois serviu para termos Fé, e agora no momento do Centenário, uma Igreja Doutrinariamente forte, e com bom nível de Ensino, custoso a gente como Antonio Gilberto, Pr. Apolônio, Pr. João Pereira de Andrada e Silva, Joanyr e outros tantos que nos ensinaram.
II- Doutrina:
“...Até que cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo”. Ef 4.10-13.
Doutrina:
Para subsidiar o estudo desta semana, procurei, encaminhar neste texto, algumas noções, sobre Doutrina.
O termo Doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, militar, pedagógico, entre outros.é o que regra o ensinamento.
·   O ensinamento dirigido, este podendo ser orientado para os mais diversos fins, inclusive, os fins religiosos.
·   A pregação, também uma forma de propagar as doutrinas religiosas.
·   A opinião de autores, também considerada uma forma de doutrinamento no sentido de ensinamento.
·   Texto de obras escritas, como regras, preceitos, normas, etc que norteiam determinada forma de ação.
Doutrina é enfim uma forma de dispor o ensino de forma sistemática, sobre algum assunto, ou matéria, e é um termo utilizado fora do Corpo da Igreja.
Gl.6. 16. E a todos quantos andarem conforme esta regra [norma], paz e misericórdia sejam sobre eles e sobre o Israel de Deus.
Assim, temos Doutrinas Jurídicas sobre diversas áreas do Direito: Administrativo, Criminal..
De igual modo, temos na Igreja, Doutrinas Bíblicas, melhor dizer, temos nas Escrituras, tratados sobre:
Igreja – Estudada em Eclesiologia;
Espírito Santo – Estudo da Pneumatologia
Jesus O Cristo – Cristologia
Deus – Teologia e a Teontologia – Quem é Deus e quem não é deus.Características e Pensamentos sobre que espécie e formação determina a figura de Deus.
Criação e formação dos Mundos – terreno e cósmico – Teogonia Bíblica. Pensamento a partir da Criação, sob um Deus Criador, que criou todas as coisas e com um Eterno propósito.
Pentecostal – que é o assunto de nossa Lição de número 12 [19/06/2011].
Voce pode perguntar, mas não está incluida na Pneumatologia?
Pode-se considerar assim, mas no conteúdo pragmatico, como ela se encontra, também, do Plano Eternal, numa etapa que podemos chamar de Regeneração pelo Espírito Santo e o ‘religare’ verdadeiro, pela Obra Vicária da Cruz, após o que, inicia-se uma Doutrina de novidade pactual em Cristo, com evidencias nunca vistas, sendo a principal a Glossolália.Mc.16.17. E estes sinais acompanharão aos que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas;
Há então nesta Doutrina, atividades únicas deste Evento datado em Pentecoste, e com ocorrencia localizada inicialmente no Cenáculo, em Jerusalém.
At.2.1-4. Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente veio do céu um ruído, como que de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados. E lhes apareceram umas línguas como que de fogo, que se distribuíam, e sobre cada um deles pousou uma. E todos ficaram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem.
DOUTRINA – Exemplos:
Deus é Santo.
Deus é Criador. Ele criou tudo do nada.
A Divindade de Cristo. Sua Morte Expiatória e Vicária. Sua Ressurreição Corporal.
A Bíblia é a Única Regra de Fé ou Exclusiva e Todo-Suficiente Fonte da Revelação Divina.
Única Regra de Fé, ou seja, de DOUTRINA.
A imprescindibilidade da FÉ; e exclusivamente da fé para a salvação do pecador. Ef.2.8.
A primazia da Doutrina se realça, outrossim, pela Palavra de Jesus.
Discutia Ele com os judeus precisamente sobre a Doutrina de Sua Missão e da Consubstanciabilidade do Filho e do Pai (“... se conhecêsseis a Mim também conheceríeis o Pai” ― Jo. 8:19) quando muitos creram n’Ele. A estes disse o Senhor: “Se vós permanecerdes na Minha Palavra, verdadeiramente sois Meus discípulos; e conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará” (Jo. 8:31-32).
III- Conceituando Dogma:
Dogma se distingue da opinião teológica pessoal.
Dogma é uma crença estabelecida ou doutrina de uma religião, ideologia ou qualquer tipo de organização, considerado um ponto fundamental e indiscutível de uma crença.
O termo deriva do grego δόγμα - dógma, que significa "o que parece uma opinião ou crença"ou senão da palavra δοκέω (dokeo) que significa "a pensar, supor, imaginar" - doutrina.
Gl.2.8.9. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.
Dicionário Secular – Monergismo: “Na teologia, A doutrina de que o Espírito Santo é o único agente eficaz na regeneração – que a vontade humana não possui inclinação para a santidade até ser regenerada e, portanto, não pode cooperar na regeneração”.
Abaixo, alguns Cristãos na história da Igreja que defenderam a doutrina bíblica do monergismo:
Jonathan Edwards, Charles Spurgeon, Martinho Lutero (que considerava esta doutrina o coração da Reforma), João Calvino, John Knox, John Owen, os Puritanos do século XVII, John Bunyan, Agostinho, George Whitefield, John Gill, Arthur W. Pink e alguns pastores e teólogos contemporâneos tais como Martyn Lloyd-Jones, John Piper, Wayne Grudem, R.C. Sproul, Michael Horton, J.I. Packer, James Montgomery Boice, Johyn MacArthur, etc
Minha análise:
Para esta lição é importante reconhecermos que a Doutrina Pentecostal, deve-se manter sob a pureza possível, uma vez que há ingerência e entendimentos humanos, envolvidos.
Mas, a pureza original pode nos ser concedida na medida da fé que depositamos, na ação do Espírito Santo em nos informar [1 Co.2. 10. Porque Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito esquadrinha todas as coisas, mesmos as profundezas de Deus.], em nos dar entendimento superior, que só Ele possui, à Igreja como Revelação da Verdadeira e Pura Ação Pentecostal, em nosso meio.
Precisamos conhecer:
-Origem - de onde veio, como começou;era profetizada, era esperada;foi prometido:At.2. 32.33. Ora, a este Jesus, Deus ressuscitou, do que todos nós somos testemunhas. De sorte que, exaltado pela destra de Deus, e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vós agora vedes e ouvis.
João 14.16-17. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Ajudador, para que fique convosco para sempre, a saber, o Espírito da verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós.
-Formação
-Credenciais da Doutrina Pentecostal
-Atuação
-Santidade
-Hinologia santa – Cl.3.16. A palavra de Cristo habite em vós ricamente, em toda a sabedoria; ensinai-vos e admoestai-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, louvando a Deus com gratidão em vossos corações.
-Revelação
-Demonstrações de Poder
Todas estas coisas são necessárias:
Para não sermos envolvidos por erros, enganos, danosos a Igreja.
Mesmo, porque já se arvoram os enganosos, fraudulentos em ‘profetas’ de um pentecostalismo segundo suas teses e pensamentos.
Destes Judas diz: 10-12. Estes, porém, blasfemam de tudo o que não entendem; e, naquilo que compreendem de modo natural, como os seres irracionais, mesmo nisso se corrompem. Ai deles! Porque foram pelo caminho de Caim, e por amor do lucro se atiraram ao erro de Balaão, e pereceram na rebelião de Coré. Estes são os escolhidos em vossos ágapes, quando se banqueteiam convosco, pastores que se apascentam a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos; são árvores sem folhas nem fruto, duas vezes mortas, desarraigadas;
Continua o Apóstolo, ao incluir a questão da falta de escrúpulo sobre a falta do Espírito Santo, destes que se dizem mestres, e alerta a Igreja a Orar no Espírito Santo, uma prática da Doutrina pentecostal:
Jd.18-20. os quais vos diziam: Nos últimos tempos haverá escarnecedores, andando segundo as suas ímpias concupiscências.Estes são os que causam divisões; são sensuais, e não têm o Espírito. Mas vós, amados, edificando-vos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo...
Com modismo, usos e costumes de uma religiosidade própria daqueles que querem dominar e negocias com a Igreja que tem em suas mãos, sob o manto de ‘visão especial’, novas unções, novas revelações, novo mover profético, e que tais...
Ler 1 Coríntios 12;14;Efésios 4.14. Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente;
Gálatas. 1.6,7. Estou admirado de que tão depressa estejais desertando daquele que vos chamou na graça de Cristo, para outro evangelho, o qual não é outro; senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo.
Estas palavras das escrituras paulinas, são fato e realidade em nossos dias.
Precisamos estudar sobre a Pura Doutrina Pentecostal se quisermos proteger nossa Igreja da entrada de heresias, modismos, e práticas fora do conteúdo Bíblico.
IV- O Movimento Pentecostal em sua pureza é oriundo, pela revelação eterna, e revelação progressiva,  da palavra de Deus, do Movimento que nasceu no Cenáculo.

Embora, a distancia temporal a Doutrina está resguardada em sua pureza, pois não é uma doutrina de homens, mas uma Doutrina Divina.
Sendo assim, somos seguidores, do Plano Divino, preanunciado por Jesus Cristo e como parte, das profecias do Antigo testamento, como o próprio Apóstolo Pedro anunciou, em sua primeira experiência, ao receber esta dádiva do Pentecoste:
-Primeiro: crer na atividade Pentecostal, em nossos dias;
-Segundo: ter visão e discernimento da atuação pura e santa do Espírito Santo, no seio da Igreja.há imitações, uso inadequado e intencional, da Doutrina Pentecostal.
-Terceiro: entender, que estamos em dias de dissimulação, desprezo pela verdade, interesses financeiros, interesses pessoais, em ser maior, do que a própria Doutrina. 2 Timóteo 4.3.Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
Quarto: Cuidado relacional, com o Espírito Santo. Ef.4.30. E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção.
Quinto: Manter a Doutrina que aprendemos: Gl.3.1-3. Ó INSENSATOS gálatas! Quem vos fascinou para não obedecerdes à verdade, a vós, perante os olhos de quem Jesus Cristo foi evidenciado, crucificado, entre vós?Só quisera saber isto de vós: recebestes o Espírito pelas obras da lei ou pela pregação da fé?Sois vós tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, acabeis agora pela carne?
Busca: quem quer ser pentecostal necessita buscar o Batismo com ou no Espírito Santo;
V- A FUNÇÃO PEDAGÓGICA DA IGREJA, SEU MINISTÉRIO, LITURGIA...
1 Co.12.1. ACERCA dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes.
Deus em toda a história bíblica enunciou as suas revelações pelos homens.
Estes foram escolhidos por Deus para ensinar a sua Palavra.
Exemplo em Neemias 8.
Deus chamou a Moiséis e a Arão seu irmão para ensinar ao povo e falar por Ele, as suas vontades.
Nos últimos dias, usou um homem nazareno – Jesus para ensinar aos hebreus e regionais da galiléia, incluindo a dos gentios, a Sua Doutrina do Amor, um novo ensino.
Este Jesus, do qual o povo dizia: ‘porque tu, não fazes acepção de pessoas’, e por tal conhecimento, desde os 12 anos, pode ser chamado de Mestre, Rabi. – João.3. 2. Este foi ter com Jesus, de noite, e disse-lhe: Rabi, sabemos que és Mestre, vindo de Deus; pois ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele.
- Como Educação Espiritual Pentecostal:
Este Jesus de Nazaré ressurreto  designou:Mt.28.19-20. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado;
Tal ordem trouxe preocupação aos Apóstolos, após ascensão de Jesus:’não é conveniente deixarmos de ministrar a Palavra...’
Alguns podem desprezar e até mesmo se utilizarem de versículos bíblicos para descarecterizar o ensino de mestres, ,mas a Doutrina pentecostal,mais uam  vez declara que há Ministros dados à Igreja, para o ensino e doutores e ciência.
Não há como não ensinarmos a pureza da Doutrina, por meio de homens especialmente capacitados por Deus para nosso conhecimento ser alargado.
Este é um meio divino de Doutrinar a Igreja, mesmo nas áreas Pentecostal.
“...consagrar as bocas e línguas dos homens, para que neles faça ressoar sua própria voz”.
Para entendermos a questão doutrinária, como basal, em nosso pensamento cristão, há que se entender, a função pedagógica da Igreja:
Doutrina proferida pela boca do que ensina Ministro ou sacerdote, e que alimenta o senso comum da fé, dos que ouvem o Ensino bíblico.
Cremos que estamos diante de um momento propício para entendermos, de maneira clara e inolvidável, que a Doutrina Pentecostal, destarte a manifestação contrária de muitos, tem se sedimentado, como Doutrina Evangélica, apesar do desrespeito desta palavra, por neo-liberais, saídos de nosso meio.
Ela se consolidou desde o Século XX e entra nesta época Centenária, num contexto pleno de expressão como uma Doutrina Secular, sob contexto próprio da atividade vitoriosa da Igreja, com fundamentos, que forma toda a Doutrina:
O Fundamento desta Doutrina é a Bíblia Sagrada.
Em nosso Credo, enunciamos:
Cremos:
2. Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2 Tm 3.14-17).
Já, que esta é uma Doutrina de caráter Religioso-Cristã.
At.1.5,8. Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias. Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.
At.2.4;38,39;42. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.
E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo;
Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar.
E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
Cl. 3.16. A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração.
Credo e Confissões de Fé:
-Como Credo;
O que é uma Confissão de Fé?
As Confissões e declarações de Fé são documentos criados pelas igrejas, para expor sistematicamente as Doutrinas defendidas por elas.
Philip Schaff: Um Credo, regra de fé ou símbolo é uma confissão de fé para uso público, ou uma forma de palavras colocadas com autoridade… que são consideradas como necessárias para a salvação, ou, ao menos, para o bem-estar da igreja cristã.
Em geral, não existe tanta diferença entre um credo, uma confissão ou uma declaração de fé, embora os credos, normalmente, sejam mais curtos, enquanto as confissões expõem mais detalhadamente as doutrinas bíblicas.
Assim, temos a Confissão de Fé de Westminster, calvinista, que é um compendio geral e bem estruturado sobre o entendimento Geral e quase determinador da fé presbiteriana.
A Bíblia contém determinantes de Confissão e Credo, assim temos algumas delas estampadas nas letras do Antigo Testamento.
A Confissão de Fé Na Bíblia:
Muitos desconhecem que esta prática da igreja, em elaborar Declarações Confessionais, são biblicamente corretas.
Declarações simples, ou rudimentares, são encontradas na Bíblia, as quais eram utilizadas como afirmação entre a Igreja e daqueles que se uniam como/ao povo de Deus. Por exemplo, já no Antigo Testamento, temos a oração conhecida como Shemá (que significa “ouve”), feita pelo povo judeu até hoje.
“Ouça, ó Israel: O SENHOR, o nosso Deus, é o único SENHOR.” (Dt 6.4)
No Novo Testamento, vemos algumas dessas declarações entre a igreja primitiva.
A declaração “Jesus é o Senhor” era um tipo de confissão inteiramente da igreja primitiva, e elevada nas Igrejas pastoreadas pelo Apóstolo Paulo e o Apóstolo Pedro -  (Rm 10.9,10 e 1 Co 12.3).
Crença da Ressurreição:
“Pois o que primeiramente lhes transmiti foi o que recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia, segundo as Escrituras, e apareceu a Pedro e depois aos Doze.” 1Co 15.3-5.
“Não há dúvida de que é grande o mistério da piedade: Deus foi manifestado em carne, justificado no Espírito, visto pelos anjos, pregado entre as nações, crido no mundo, recebido na glória.” (1Tm 3.16)
Há que se ensinar a existência de Um Credo Assembleiano.
Que em si é Pentecostal, como a Igreja que se fundamenta nele é pentecostal, por razões obvias, parece ser uma hipérbole, e o é, mas necessária, pois muitos usam a ação pentecostal, em suas Doutrinas, apenas na letra morta da escrita.
Há muitos de nossos crentes, que professam a Fé em Cristo, mas por falta de ensino, sequer lhes passa a idéia da existência de um Credo.
VI- Historicidade da Fé Pentecostal, em nossos dias.
É necessário mostrar ao aluno, que embora sejamos alicerçados nos fundamentos da Fé Apostólica, há um hiato histórico, que veio atingir a Igreja, nos tempos modernos.
Isto, embora já extenuado, em outras lições, com a apresentação de figuras destacadas, em nossas lições da CPAD, como a Doutrina Pentecostal ressurgiu e tem se mantido dentro de nossa Igreja e outras Igrejas, verdadeiras, na égide que movia a Igreja Apostólica, de Paulo e de Pedro.
Se nos os professores das EBD’s por este Brasil assembleianos, afinal já temos número de Nação, em termo populacional, ensinarmos aos nossos a Origem e o fervor, que destaca a Igreja Pentecostal, equiparando-a a Igreja de Jerusalém, ‘post Christum’ teremos realizado parte da tarefa de ensina esta Lição.
9. No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade. At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7.
10. Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade. 1 Co 12.1-12.
Este ponto de nosso Credo é fundamental para mantença da pureza da Doutrina Pentecostal.
Creio que ele se manifestou como fundamento, que moveu Parham, Seymour e outros crentes do século XIX, XX e move as Assembléias de Deus no Século XXI, pois há Denominações, que acreditam na doutrina cessionista, enquanto nós cremos na Atualidade desta ação Pentecostal.
Credo é determinado, como Confissão de Doutrinas rudimentares da Fé Cristã, em determinada Comunidade religiosa, no nosso caso, Credo Das Assembléias de Deus.
Este Credo é formado de 14 pontos dogmáticos. Veja em anexo, abaixo.
Cremos…
VI-a- Dogma – pontos rudimentares, de Doutrina Religiosa no qual se crê pela Fé.
São a Regra, pela qual nos tornamos Assembleiano, como denominação.
A Bíblia Sagrada é a fonte da cognicidade assembleiana, pela Divina Revelação do Espírito Santo, segundo regras do próprio Espírito Eterno, que concede a Revelação e Dons.
Desta forma posso aceitar e entender a Doutrina Pentecostal legitimada pela dogmática assembleiana.
Dogmas são encontrados em muitas religiões como o cristianismo, islamismo e o judaísmo, onde são considerados princípios fundamentais que devem ser respeitados por todos os seguidores dessa religião. Como um elemento fundamental da religião, o termo "dogma" é atribuído a princípios teológicos que são considerados básicos, de modo que sua disputa ou proposta de revisão por uma pessoa não é aceita nessa religião.
A Igreja fruto da Reforma Protestante teve que redigir de forma, o mais claro possível, a sistematização de suas Doutrinas.
Assim, surgem as confissões de fé protestantes.
1ª - Confissão de Augsburgo (1530).
Confissão Belga (1561), a 2a Confissão Helvética (1566) e a
Confissão Escocesa (1560).
Confissão de Fé de Westminster (1646).
Essa confissão não apenas influenciou e guiou igrejas presbiterianas, mas foi base para outras confissões.
Confissão Batista de Londres (1689).
Por isto, a Doutrina Pentecostal, do modo como a vemos em nossos dias, necessita ser estudada, à luz das Escrituras, e também, da Revelação do Espírito Santo, para que não venhamos cair, em qualquer vento de doutrina aparentemente Pentecostal.
Já estamos na chamada 3ª Onda do Pentecostalismo,   e a minha visão, quiçá, também de pensadores e escritores assembleianos e de outras denominações, que vivenciaram estes período pouco mais de Centenário, tem sido que há Ondas de característica pentecostal, que mascaram e se utilizam de valores aparentemente bíblicos, envolvendo:
-Praticas de ocultismo
-Prática de adivinhação
-Praticas de mágicas
-Praticas de mentalização
-Praticas de convencimento emocional
-Pratica de neurolingüística
-Pratica de hipnose
-Praticas de ordem motivacional.
-Nada além do que já os Apóstolos nos avisaram.
Conclusão:
A Conservação da Pureza da doutrina pentecostal se dá em:
Continuar buscando a direção do Espírito Santo;
Não extinguir o Espírito em nosso meio;
Na manutenção de hinos sacros que Invocam a presença do Espírito Santo, com uma ação pentecostal real e verdadeira.
Na busca dos Dons do espírito Santo:
Profecias
Interpretação
Línguas estranhas
Sinais e maravilhas
Curas e milagres
Revelações
Hinos espirituais, aqui no sentido de cantar e adorar ao Senhor em línguas estranhas; A hinologia usual do culto é uma característica de todos os cultos cristãos, enleva a alma, mas a pureza do Movimento Pentecostal, matem-se também com cânticos espirituais -  Cl.3.16. A palavra de Cristo habite em vós ricamente, em toda a sabedoria; ensinai-vos e admoestai-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais...
Efésios 5.19. ...falando entre vós em salmos, hinos, e cânticos espirituais, cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração,
Arrebatamentos
Expulsar demônios: Marcos 16:17-18. “E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão.”
Resistir ao Diabo;
E tudo isto só pode se realizar em uma liturgia, e atos sob a Luz da Bíblia Sagrada.
Finalmente a mantença da pureza da Doutrina pentecostal só poderá ser duradoura, enquanto tivermos crentes sendo ensinados a buscarem o Batismo no Espírito Santo, aos moldes do Atos 2.sem isto não há pentecostalismo.
Não há como manter-se a Doutrina pentecostal.
E para isto Doutrina é fundamental, junto como ensino da mesma, para que se conheça e reconheça as verdadeiras manifestações Pentecostais.
Pentecostal é reconhecer os ‘falsos mestres, as falsas doutrinas, o engano’, pelo Poder Pentecostal.
Fonte:
Denis Reis de Oliveira
Cessacionismo por Lee Irons
Henry George Liddell. Robert Scott.
Greek-English Lexicon.
Revisado por Sir Henry Stuart Jones, com a assistência de Roderick McKenzie. Oxford. Clarendon Press. 1940. The National Science
Wikipédia
Dicionário do Movimento Pentecostal
Bíblia Chamada
Bíblia digital – cortesia Tio Sam.
Caramuru Afonso Francisco
A Doutrina e sua Importância* - Aníbal Pereira Reis
Uma Igreja Cristã Deve Abraçar o Pentecostalismo?* - Laurence A. Justice
O Mais Importante Sinal da Volta de Cristo  - págs. 15 – 18.
A Doutrina e sua Importância* - Aníbal Pereira Reis.
Apontamentos do autor
Textos anteriores publicados pelo autor no http://estudandopalavra.blogspot.com

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical