quarta-feira, julho 2

ISLÂNDIA - CURIOSIDADE: "MENINA NÃO CONSEGUE PASSAPORTE PORQUE SEU NOME NÃO É ACEITO"

Dar nome a filhos é sempre um dilema para os pais.
As vezes,encontramos nomes que são um atentado e um problema para toda a vida de alguém.
Veja o caso desta menina na Islândia. Ela teve o seu nome, ate de certa forma simples, simpático e que seria, talvez, adotado por nós brasileiros, “Harriet” como alvo o que lhe impediu de obter passaporte para sair do pais.
Lá as leis regem os nomes que serão dados aos filhos.
Seu nome não aparece na lista de aprovados de 1.853 mulheres e 1.712 meninos nomes.
Existe até uma lista de nomes permitidos e uma lista de nomes proibidos.
É outra cultura, que tenho certeza, se fosse no Brasil atual, seria criticado pelos mais legalistas e reacionários.
Se você for morar na Islândia nunca de a seu bebê este nome, e se tiver que dar nome busque na lista do governo.
Você pode ser Aagot, Arney ou Ásfríður; Baldey, Bebba ou Brá (sutiã), Dogg, Dimmblá, Etna e Eybjört estes podem ser usados normalmente;assim como, Frigg, Glodis, Hörn (chifre) e Ingunn. Jórlaug é normal, como Obba, Sigurfljóð, Urania e - você pode escolher - Vagna. Mas, você não pode chamar a sua filha de Harriet!
Se você deseja da um nome seu bebê igual ou parecido a Harriet, não vá viver na Islândia.
Menina de 10 de idade, em Iceland (Islândia) tem negado um passaporte, porque seu nome é 'Harriet'
O país recentemente negou passaporte pedido de renovação de 10 anos de idade, Harriet Cardew porque seu nome não está em conformidade com o bebê islandês nomear leis. Seu nome não aparece na lista de aprovados de 1.853 mulheres e 1.712 meninos nomes, The Guardian relata.
Leis islandesas afirmam que, a menos que ambos os pais são estrangeiros, por isto, eles devem apresentar a sua escolha de nome para o Registro Nacional para aprovação dentro de seis meses após o nascimento.
O nome deve cumprir os requisitos que incluem "terminações gramaticais islandeses", "estrutura linguística da Islândia" e "ortografia islandesa".

"Esse é o problema com Harriet," o pai de Harriet, Tristan Cardew, disse The Guardian . "Não podem ser conjugados em islandês." 
Duncan (à esquerda) e Harriet Cardew (direita), as fotos obtidas com a ajuda de The Guardian
Lilja e Belinda, dois dos quatro filhos do casal, têm seus nomes em seus passaportes porque nasceram na França. No entanto, Harriet e seu irmão Duncan, 12, nasceram na Islândia, mas não tiveram seus nomes aprovados pela comissão.
Eles vivem em Reykjavik, na Islândia, e até este fato, eram nomeados em seus passaportes como: "Girl" e "Boy" uma forma de contornar a situação.
Mas ao chegar pedido o passaporte de Harriet, o governo deu um passo adiante e negou-lhe um passaporte atualizado, o que poderia colocar próxima viagem de sua família para a França em compasso de espera.
Proibições a nome de bebê pode parecer loucura, em um país onde elas não existem, mas alguns governos pelo mundo usam Leis e diretrizes para definir nomes.
Reykjavik, Islândia, onde nomes próprios devem ser 'escrita de acordo com as regras comuns da ortografia islandês. Fotografia: John Warburton-Lee/JAI/Corbis
Leis de nomenclatura do país estão sob crescente fogo nos últimos anos: no ano passado Blær - "Luz Breeze" - Bjarkardóttir Rúnarsdottir ganhou o direito de ser oficialmente conhecido por seu nome de batismo, ao contrário de "Girl", quando um tribunal decidiu que negar sua foi uma violação da Constituição da Islândia. O ex-prefeito de Reykjavik, Jon Gnarr, também chamado de direito de nomeação da Islândia "injusto, estúpido [e] contra a criatividade".
A agência governamental responsável local de nominação de bebês, Nameberry, relata que países como Alemanha e Itália têm suas próprias regras - na Alemanha, sobrenomes como "Anderson" não são permitidos; Na Itália, os nomes que poderiam constranger uma criança são questionados. "Na verdade, alguns deles não são de longa data, mas relativamente recentes", escreveu a especialista em nomear, Linda Rosenkrantz da Nameberry.
Os Cardews poderiam alterar o nome, modificando o nome do meio (na língua inglesa, o que chamamos de nome é sobrenome, que é considerado o primeiro nome) de Harriet adaptando-o a um nome islandês, mas a família acha que é tarde demais.
Em vez disso, eles aplicaram para um passaporte emitido de emergência da Embaixada Britânica, onde o nome do pai é Tristan.
Ele encontra o processo de aprovação do nome absurdo. "A situação toda é realmente muito boba", disse ele.
The Huffington Post and others - por Mandy Velez

The Guardian

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical